Ilustrações satíricas mostram a visão de justiça de cada país

Por , em 3.09.2015

Talvez você já tenha ouvido falar do cartunista Gunduz Agayev, um artista polêmico que possui séries de ilustrações conhecidas, como “Holy Selfie” (“Santo Selfie”), “Global Police” (“Polícia Global”) e “Just Dictators” (“Apenas Ditadores”), nas quais ele satiriza as polícias e os líderes políticos e religiosos de todo o mundo.

Agayev não tem intenção de parar. Seu mais novo trabalho entra novamente no tema dos direitos humanos universais, e a vítima da vez é a justiça, retratada nas visões de diferentes países.

“Eu passei 15 a 16 dias fazendo este volume. Eu desenhei pensando e lendo sobre as situações nesses países. Estas ilustrações mostram as reais condições das nações”.

Confira os desenhos da série:

A justiça na Rússia

ilustracoes justiça politica 1

Alemanha

ilustracoes justiça politica 2

Irã

ilustracoes justiça politica 3

Grécia

ilustracoes justiça politica 4

China

ilustracoes justiça politica 5

Coréia do Norte

ilustracoes politica 6

Síria

ilustracoes politica 7

EUA

ilustracoes justiça politica 8

Grã Bretanha

ilustracoes politica 9

Turquia

ilustracoes politica 10

Brasil

ilustracoes politica 11

França

ilustracoes politica 12

Azerbaijão

ilustracoes politica 13

O que você achou? É de se refletir, não? [BoredPanda]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (10 votos, média: 5,00 de 5)

6 comentários

  • Kennedy Silva:

    A do Brasil deveria ser uma stripper, com vários engravatados ao redor jogando dinheiro. Afinal, justiça aqui só para ricos.

  • Mauricio Moura:

    Achei tudo muito estereotipado e preconceituoso…

  • Xeque Mate:

    Pura verdade

  • Léo Barbosa:

    A do Brasil deveria estar sem a venda nos olhos recebendo dinheiro de ruralista e bancada evangélica pisando corpos de índios e LGBTs

  • Felipe Portela:

    A crítica embutida nas ilustrações é a mais pura realidade desses respectivos países. Na do Brasil faltou alguns detalhes extras lol.

  • נדיה מריון:

    Sensacional!!! A pura verdade.

Deixe seu comentário!