Manter luz acesa à noite pode causar obesidade

Por , em 17.10.2010

Segundo um novo estudo, o horário de 24 horas no qual a sociedade vive pode ter um impacto na nossa função metabólica. A pesquisa descobriu que dormir com uma luz acesa pode afetar seu horário de alimentação e, com isso, lhe fazer ganhar peso.

Os pesquisadores expuseram ratos a uma luz fraca durante a noite. Eles ganharam 50% mais peso durante um período de oito semanas do que os ratos que passaram as noites na escuridão.

Os ratos submetidos a 16 horas de luz do dia e 8 horas de luz à noite ganharam 12 gramas de massa corporal, enquanto os submetidos a 16 horas de luz do dia e 8 horas de escuridão ganharam 8 gramas. Os ratos expostos à luz durante a noite tinham níveis altos de intolerância à glicose, o que é um marcador de pré-diabetes.

Os ratos receberam a mesma quantidade de alimento. Os pesquisadores não observaram diferenças no quanto eles se moviam e exercitavam-se em torno de suas jaulas.

Segundo os pesquisadores, ratos são criaturas noturnas, e comeriam normalmente durante a noite. Mas os ratos da luz noturna comeram 55% da sua alimentação durante o dia, em comparação com os ratos em condições normais que comeram 36% da sua alimentação durante o dia. Isso mostra que os seus horários internos foram criados pelas mudanças de luz.

Já que os ratos da luz noturna comeram mais durante a fase de repouso, isso pode ser responsável pelo ganho de peso. Ou seja, os ratos que foram alimentados com refeições durante o que seriam suas horas de sono adicionaram 48% do seu peso corporal durante seis semanas, enquanto que os ratos alimentados com refeições durante os horários normais ganharam 20% do seu peso.

Os resultados permaneceram iguais mesmo quando a quantidade de alimento e atividade física que os ratos receberam foi mantida constante.

Pesquisas anteriores mostravam que os hormônios que ajudam no metabolismo são afetados em seres humanos expostos à luz durante a noite. Essa luz pode ter reduzido os hormônios nos ratos, feito uma ruptura nos relógios internos deles, e levado ao ganho de peso.

Os cientistas acreditam que essa conclusão possa ser aplicável a pessoas que comem refeições tarde da noite. Além disso, a noite atrapalha em outras questões: estudos descobriram que trabalhar no turno da noite pode levar a problemas de saúde; aumenta o risco de obesidade, doenças cardíacas e diabetes.

Várias pesquisas apóiam a ideia da programação de horário interferir no metabolismo. Porém, um estudo de 2006 mostrou que comer tarde da noite não levou os macacos ao ganho de peso. Mas o que os macacos comiam eram lanches, petiscos, então a conclusão pode não ser aplicável ao consumo de refeições inteiras durante a madrugada.

Os pesquisadores querem repetir a pesquisa em seres humanos, para descobrir se o fenômeno é verdadeiro para nós, ou não. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • Luciene:

    Um despertador que desperte tocando uma boa música p acordarmos sem sustos. Rsrsrs

  • Farofa:

    concordo com o cesar, mas eu acho que alem do despertador, um radio é um bom pedido, uma musica antes de dormir ajudar a relaxar e dormir mais tranquilo…

    Não estou dizendo aquelas musicas de casas que vendem incensos, se eu ouvir aquilo eu não durmo, fico irritado com o som… Mas se eu quiser durmir, é só colocar jazz ou então (para mim é mais eficaz o segundo método, por eu gostar mais) iron maiden (sim iron maiden, para mim é sonifero, mas não musicas rápidas como number of the beast, The thin line between love and hate, mas algumas baladas do iron, como: wasting love, blood brothers, tears of the dragon (embora não seja do iron, mas da carreira solo do bruce dickison)

  • Cesar:

    Tem uma coisa que eu acho que deveria sair do quarto das pessoas que é a famosa televisão. O quarto de dormir não deveria ter nenhum aparelho eletrônico, exceto o despertador, e mesmo assim…

Deixe seu comentário!