Mapa mostra todos os lugares que estas águias visitaram em um ano, e a jornada é incrível

Por , em 6.03.2019

As águias são criaturas majestosas admiradas por sua inteligência e incríveis habilidades predatórias.

Como aves de rapina, também costumam migrar, especialmente as que vivem no hemisfério norte. No inverno, a baixa oferta de alimentos, bem como fatores endógenos, induz a jornada de várias espécies.

O caminho percorrido por esses predadores é de causar espanto, tanto que diversas pesquisas já foram realizadas para registrar as longas peregrinações desses belos animais.

Estudo no Oriente Médio

Recentemente, um jovem chamado Fahd Qash encontrou algo inesperado em um pântano no seu caminho, na região de Jizan, na Arábia Saudita: uma águia morta com um dispositivo de rastreamento em volta do pescoço.

Após uma inspeção mais detalhada, o homem viu que o dispositivo tinha o e-mail do proprietário.

Mais tarde, ele descobriu que o GPS havia sido instalado no Cazaquistão, para rastrear todos os locais em que a águia esteve. O animal fazia parte de um experimento com supostamente 20 águias que foram seguidas por um ano.

As aves cruzaram muitos países. O mapa abaixo mostra todas as viagens que elas fizeram no período:

Viajantes

Uma equipe de pesquisadores rastreou 16 águias-das-estepes (Aquila nipalensis) em 2012 publicando seus padrões migratórios na revista British Birds.

Destas 16 aves, 3.734 coordenadas de localização foram recebidas, no total. As estratégias de migração foram marcadamente diferentes em termos de tempo (adultos retornaram aos territórios de reprodução no sul da Rússia e no Cazaquistão no final de março e início de abril, enquanto águias jovens chegaram em meados de maio), mas não em termos de rota e área de invernada. No geral, um adulto levou quase oito semanas para cobrir 9.543 km de Botsuana até o Cazaquistão, com uma média de 177 km diários.

Os cientistas também descobriram que a distância de voo diária mais longa entre todas as águias rastreadas foi de aproximadamente 355 km. Eles ainda registraram que, através de um ciclo anual completo, uma águia gastou em torno de 31,5% na área de invernada, 41,9% na área de reprodução e o restante (26,6%) em migração.

Essas estatísticas, assim como o mapa, comprovam que as águias são criaturas em constante movimento, que viajam mais em suas vidas do que você jamais poderia imaginar.

Por que evitam o mar?

De acordo com o mapa do último estudo, as águias cruzaram muitos países do Oriente Médio, evitando sempre o Mar Cáspio e o Mar Vermelho.

Isso despertou a curiosidade dos usuários na internet, que começaram a tentar adivinhar por que as aves faziam isso.

Provavelmente, não é porque elas não sabem nadar.

Segundo o website Aves de Rapina Brasil, montanhas, florestas densas, oceanos e lagos são obstáculos frequentes no caminho desses migrantes. Normalmente, aves de rapina se deslocam durante o dia, parando ao anoitecer. Porém, em paisagens monótonas ou lugares sem poleiros para descanso, como no oceano, elas podem voar por toda a noite e por várias horas seguidas. [BoredPanda, AvesdeRapinaBR]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (33 votos, média: 5,00 de 5)

Deixe seu comentário!