O Mazda Kiyora recicla água da chuva [Fotos]

Por , em 9.10.2008

O Mazda Kiyora é um carro protótipo-conceito que além de consumir menos gasolina e emitir menos poluição também coleta o que dizem ser o mais valioso líquido no nosso planeta: Água para você beber. Pessoalmente eu acho a água supervalorizada, prefiro Wimi ou Coca zero. E você?

O carro coleta água da chuva através de canais no teto e a leva para uma garrafa que fica ao lado do motorista chamada Livesaver Bottle Citi, que purifica a água automaticamente. Parece uma função bizarra para um carro, mas tem tanta gente achando que a água do mundo vai acabar que é possível que esse carro se dê bem no mercado, caso torne-se uma realidade.

Se eles quiserem tornar essa função realmente útil para os passageiros (e motoristas viciados em cafeína) bem que poderiam instalar uma máquina de cappuccino. [Gizmodo]

mazda miyora

mazda miyora mazda miyora

mazda miyora

mazda miyora mazda miyora

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 4,67 de 5)

4 comentários

  • daniel:

    dificilmente esse carro vai ser feito em série… ele é mais pra pegar carona na onda de preservação da natureza e valorização dos recursos naturais (no caso, a água…)… E a Mazda sempre aparece com algo inusitado, tipo, ela fabrica o Rx8, que possui um motor bem peculiar de seis tempos (normalmente, os motores de automóveis são de quatro tempos), além de ter carros belíssimos…

  • Thiago Carvalho:

    gostei muito do design do carro. isso sim é futurista. ainda pode passar em quebra molas e buracos sem problemas. sobre coletar agua, vai abrir falência aos vendedores de agua no transito. ó água, ó grobo

  • jairo matheos:

    factoide para gerar midia no mundoi , nada mais ridiculo que isso … sou a favor de carros com mais utilidades e novas tecnologias, mas isso não tem um sentido claro e responsvael sobre a falta de agua do mundo uma bobagem ..ahh o carro ate que é bonito

  • Cesar:

    Eu gostaria do carro só pelo carro mesmo, mas não dá para desprezar o valor de uma garrafinha de água no lugar certo. Certa feita estava viajando com a família, quando, depois de horas de estrada, começou a entrar sal do meu próprio suor nos meus olhos. Os olhos ardiam, e não tinha como aliviar… O jeito foi parar o carro e esperar as lágrimas lavarem a região dos olhos, mas foi barra…

Deixe seu comentário!