Mineração espacial pode ser sinal de ETs

Por , em 1.04.2011

Os pesquisadores Ducan Forgan, da Universidade de Edinburgh, e Martin Elvis, do centro de astrofísica de Harvard, escreveram um artigo sobre como encontrar evidências de vida extraterrestre. Se você não fica impressionado com os mistérios que envolvem os E.T.s e até queria conhecer um, os dois cientistas podem ajudar. O problema é que seria preciso ter acesso a aparelhos caríssimos. A chave para encontrar os seres de outro planeta, segundo Forgan e Elvis é procurar sinais de mineração em asteróides.

A idéia principal é que, em algum ponto, certas reservas naturais do planeta Terra vão se esgotar (muitas, inclusive, já estão se esgotando) e será preciso buscar novas fontes no espaço. Quando isto acontecer com as nossas fontes de certos metais ou outros materiais, nós teremos que furar asteróides para encontrar matérias-primas necessárias para manter nossas indústrias e economias. Eles acreditam que o mesmo possa ter acontecido com outras civilizações chamadas avançadas. Assim, bastaria fazer uma busca por sinais de mineração interplanetária em um cinturão de asteróides.

Os cientistas argumentam que a exploração de recursos nos asteróides deixaria três vestígios diferentes que poderiam ser detectados aqui da Terra. Em primeiro lugar, sabe-se que os cinturões de detritos espaciais contêm alguns elementos presentes no nosso planeta e, usando um espectroscópio, seria possível observar pontos onde a média destes elementos esteja desequilibrada. A segunda pista seria o sumiço de grandes pedras nos cinturões, pois a tendência seria explorar os asteróides maiores primeiro. Por último, toda a poeira que levantaria das atividades de mineração absorveria calor da estrela mais próxima, gerando uma assinatura térmica identificável.

Encontre estas três pistas em um mesmo lugar e terá evidência de vida inteligente extraterrestre? Bom, Forgan e Elvis dizem que, na verdade, não. Pode ser que estes eventos aconteçam por causas naturais. Mas eles argumentam que monitorar estes sinais ajudaria a escolher quais sistemas solares deveriam ser investigados com mais cuidado. [PopSci]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

28 comentários

  • Thiago Miranda:

    Nióbio, o metal que só o Brasil fornece ao mundo. Uma riqueza que o povo brasileiro desconhece, e tudo fazem para que isso continue assim.

    http://www.tribunadaimprensa.com.br/?p=17578&cpage=1

    https://www.youtube.com/watch?v=eN4uNTLcIeE&list=UUm2CE2YfpmobBmF8ARLPzAw&index=5

  • junior:

    Acho isso um grando besteira??tastas coisas para nos preucupar
    a nossa saude e uma merda ??infelismente quando nao falta o medico ?
    falta remedio??

  • ELYS:

    PARA S.M. VIDAL HIHIHIHIHIHHIHIHIHIHIHIIH

  • Carlos Machado:

    Nao encontramos porque o universo apenas tem 1.041.235.125.753.234.745.632.111.933… de kilometros.

    para cientistas é dificil aceitar essa resposta!

  • S.M.Vidal:

    gastam tanto dinheiro para comunicar com ETs.Por que nao investe essas quantias no combate a fome na terra? Comunicar com Ets pode ser como tentar falar com um burro eles nunca respondem

  • mathews:

    qui dia chego a acreditar que foram as maquinas humanas que perfuraram!!!!!!!!!!!!

  • Mario:

    ENQUANTO PROCURAMOS VIDA AONDE NÃO EXISTE A VIDA NA TERRA ESTÁ POR UM FIO, DA QUI A POUCO NÓS É QUE SEREMOS PROCURADOS.

  • Naty:

    Nao acredito em E.T.S mas achei beem interessante!

  • Rafael:

    Acredito que, no futuro, com pesquisas, será possível produzir esses materiais. Pois de alguma forma eles surgiram, e não simplesmente já estavam lá no início da formação do universo.
    O Brasil, infelizmente, pouco ou nada investe no sentido de estudar outros materiais em substituição dos existentes, pois como a matéria disse, um dia irá acabar e o país sofrerá um apagão de matéria-prima.

  • SENAM:

    Tudo isso é balela também viemos do espaço. Os ditos ETs vivem conosco (alguns tipos) e nós só queremos ver pra crer, só aceitamos como “ciência” o que podemos provar. Leiam mais sobre Física Quântica e vão descobrir que é muito avançado e nem sempre se pode provar ou teorizar mas existe. Teorias de Eistem de 1930 estão sendo comprovadas e ate superadas hoje.
    Lembrem-se que a teoria da evolução é apenas uma teoria, sem nenhuma comprovação até hoje.Mas é aceita como fato (não comprovado) e eu acho que nem devia ser ensinada nas escolas, mas faz parte do SISTEMA. Pesquisem sobre as PEDRAS DE ICA, vão acabar descobrindo que a vaidade HUMANA é mais importante que a história HUMANA e tudo que for contra o SISTEMA…

    • Jean P. Carvalho:

      “Pedras de Ica”:
      Origem
      No passado, um número de pedras gravadas foram descobertas durante escavações arqueológicas e algumas pedras gravadas pode ter sido trazidas do Peru para a Espanha no século XVI.[1]

      Popularidade através de Cabrera
      O médico peruano Javier Cabrera Darquea foi presenteado por um amigo, no 42º aniversário em 1996, com uma pedra que tinha uma imagem esculpida que Cabrera acreditava ser um peixe extinto.[2] Por ter interesse na pré-história peruana, Cabrera começou a colecioná-las. A coleção de Cabrera floresceu, atingindo mais de 10.000 pedras na década de 1970. Cabrera publicou um livro sobre o assunto, “A Mensagem das Pedras Gravadas de Ica”, discutindo suas teorias sobre as origens e o significado das pedras.[1]

      Embora a coleção de Cabrera seja a maior, outras coleções também existem ou existiram. Estas incluem a coleção do Museu Naval de Callao, várias pedras que residem no Museu Regional de Ica e várias pedras no Museu Aeronáutico do Peru Aeronáutica.[3]

      Descoberta da fraude

      Cabrera afirmou que Basílio Uschuya, um fazendeiro local, trouxe as pedras à sua atenção depois de encontrá-las em uma caverna (Uschuya mais tarde foi preso por vender as pedras para turistas, e disse à polícia que ele mesmo as fez). Em 1973, Uschuya confirmou que ele havia falsificado as pedras durante uma entrevista a Erich von Däniken, copiando as imagens de histórias em quadrinhos, livros e revistas, mas depois retratou-se durante uma entrevista a um jornalista alemão, dizendo que havia afirmado que eram uma farsa para evitar a prisão por venda de artefatos arqueológicos. Em 1977, durante o documentário da BBC Caminho para os Deuses, Uschuya produziu uma “autêntica” pedra de Ica com uma broca de dentista, e alegou ter produzido a pátina cozendo a pedra em esterco de vaca.[1]

      As pedras de Ica alcançaram interesse popular quando Cabrera abandonou sua carreira médica e abriu um museu para expôr vários milhares destas pedras em 1996.[1] Nesse mesmo ano, outro documentário da BBC foi lançado com uma análise cética das pedras, e a atenção renovada ao fenômeno levou as autoridades peruanas a prender Uschuya, já que a lei peruana proíbe a venda de descobertas arqueológicas. Uschuya desmentiu sua afirmação de que as havia encontrado e admitiu que eram fraudes, dizendo: “Fazer essas pedras é mais fácil do que cultivar a terra.” Ele também disse que não tinha feito todas as pedras. Uschuya não foi punido, e continuou a vender pedras semelhantes aos turistas como lembranças. As pedras continuaram a ser feitas e esculpidas por outros artistas, como falsificações das falsificações originais.

      Neil Steede, um arqueólogo, investigou o mistério e acabou por concluir que eram inscrições recentes. As rochas tinham uma pátina – causada pela idade – mas as inscrições tinham superfícies limpas, indicando que eram novas.

      Em 1998 outro estudo foi feito por Vicente Paris, concluindo que era uma fraude. Ele mostrou imagens de vestígios de tintas e abrasivos modernos, e disse que a superfície áspera das inscrições não condiz com as áreas adjacentes das pedras, que mostram o polimento natural sofrido ao longo dos séculos. Como a maioria das pedras foram encontradas em rios ou outros lugares ao ar livre, e não em túmulos antigos, a nitidez das gravuras deveria estar substancialmente comprometida se as pedras fossem de idade avançada. Paris concluiu que, embora seja impossível dizer se todas as pedras são fraudes, todas as investigações não conseguiram provar que são qualquer coisa além de modernas. (fonte: wikipedia)

  • Glauco:

    leo,
    tb nem me preocupo mais com a discussao da existencia de aliens. ate meu vizinho q cresceu comigo e mais oito testemunhas viram um ovni do tamanho de um quarteirao a menos de 300 metros de distancia na lagoa de captacao de agua da minha cidade.

    nao existe mais discussao. o q importante eh entender os motivos dessas visitas, que nao sao podem ser a toa.

  • Glauco:

    kfermon,
    isso SE a teoria do big bang estiver correta. pra mim as coisas sao mto mais antigas do q eles dizem.

  • leo:

    Já nem me preocupo mais sobre aliens pois até agora tudo não passou de teorias na boa .

  • kfermon:

    Acredito que como a Terra levou milhares de anos para se formar, depois do big ban, os planetas que estão com esse escudo de poeira tenha sofrido big ben parecido ou igual, é cedo pra ter certeza disso, uma vez que a terra levou milhares de anos para ser o que é hj, ou seja melhor que hj né, pois, a mesma esta na UTI devido aos maus tratos humanos.
    Então concordo com algumas opiniões citadas aqui, o homem julga e se julga superior e no final das contas engole o que fora dito antes, fato natural e cotidiano de cada dia.

  • Luan:

    O grande erro da humanidade é achar que ser inteligente e ser igual a um humano.Falam que os animais não tem inteligência,um pássaro não pode fazer um calculo matemático,mais será que isso o faz ser sem inteligência ou será que ser inteligente não seria conseguir viver sem destruir a vida de nenhuma outra espécie.
    O homem por acreditar que existe vida “inteligente”fora da terra,acaba acreditando também que essa vida tem que ter seus mesmos valores.Quando os europeus chegaram na África e América eles encontraram os povos nativos e eles achavam que estes não tinham inteligência,somente porque não viviam como europeus.Se algum dia os homens descobrirem vida inteligente em outro planeta, e se os “ETs” não tiverem apartamentos, naves, cidades e uma linguagem que possa ser traduzida para a nossa,os homens dirão: “Encontramos vida não inteligente”.

  • Tainara Kelem:

    Eu sinceramente não acredito nestes argumentos,mas eles julgam importante esses detalhes do cinturão de detrito pode sim haver algum sentido a partir dessa idéia,mas vamos ver como a ciência vai continuar reagindo a isso!

  • Luan:

    O grande erro da humanidade é achar que ser inteligente e ser igual a um humano.Falam que os animais não tem inteligência,um pássaro não pode fazer um calculo matemático,mais será que isso o faz ser sem inteligência ou será que ser inteligente não seria conseguir viver sem destruir a vida de nenhuma outra espécie.
    O homem por acreditar que existe vida “inteligente”fora da terra,acaba acreditando também que essa vida tem que ter seus mesmos valores.Quando os europeus chegaram na África e América eles encontraram os povos nativos e eles achavam que estes não tinham inteligência,somente porque não viviam como europeus.Se algum dia os homens descobrirem vida inteligente em outro planeta, e se os “ETs” não tiverem apartamentos, naves, cidades e uma linguagem que possa ser traduzida para a nossa,os homens dirão: “Encontramos vida não inteligente”.

  • Glauco:

    Eu acho que nossa dependência de materiais minerais tem mais a ver com nosso estilo de vida consumista e materialista e por nossa dependência energética. Evolução tecnológica e espacial não necessita, necessariamente, de tanto material.

    Além disso existe a reciclagem de materiais, a criação de novos materiais à partir de nanotecnologia, além da vasta gama de tecnologias que a gente AINDA vai descobrir.

    Comparar a nossa evolução espacial com a de qualquer civilização alienígena prá mim é pura arrogância.

  • Evandro:

    Todavia, os cientistas estão partindo do paradigma, que esses ETs teriam um comportamento de modo produção, além da exploração dos recursos da natureza, como os humanos fazem.

    Pura metafisica! Universalizar ‘a raça humana’ e seus modos e desenvolvimentos tecnologicos para os outros ‘ets’ q nem sequer foram encontrados.

    Isso é ciencia?

  • Thiago Luiz:

    Voce é capaz de criar atomos de carbono, hidrogenio e outros compostos organicos, ja encontrados em Asteroides e corpos celestes fora do sistema solar???

    Se for, o que a NASA está perdendo eim (@Willian).

    Os seres existentes em outros sistemas SABEM que estamos procurando por eles, a questão toda é: será que eles querem mesmo ser descobertos?!

    Os seres humanos precisam primeiro preservar o pouco de vida que restou no planeta, pra entao começar a pensar em exploração mineral extraterrestre!

  • willian:

    Uma ciivilização avançada não necessita explorar minerais, pois os mesmos possuem tecnologia suficiente para produzí-los.

    Temos um exemplo, o fogo, o ser humano não precisa mais esperar um raio cair em uma moita ou árvore seca…pois o agora é capaz de produzir um fósforo.

    peguei pesado…hehe

  • Balacobaco:

    Jairo, nao fale besteira, recursos minerais são indispensáveis, independente do grau de tecnologia.

  • 12!:

    Na verdade temos que nos desprender do nosso conceito de vida, procuramos vida semelhante a que nós conhecemos, mas no espaço tudo é possível. Quando pararmos de procurar seres de tênis Nike e camisa Polo quem sabe não achamos algo novo!

  • EP:

    Como explorar um asteróide?

    OBS.: se essa pergunta foi idiota, me desculpem! Mas existem algumas coisas muito abstratas na minha mente. Essa é uma delas, como seria a exploração de riquezas em um asteróide!!!

  • Jairo:

    A tecnologia necessária para mineração extra planetária é superior à necessária para tornar a mineração desnecessária.

    Ou seja:

    Quando tivernos tecnologia para minerar em outros planetas não precisaremos disso.

  • Joabe de Jesus:

    Mente fertil, mais é uma verdade… em um futuro distante as fontes de energia vão se esgotar, mas daqui até lá ja morri mesmo, estou vivendo a melhor fase 😀

  • Robert flier:

    Isso é que é especulação! se entendi, detecta-se poeira em outros sitemas estelares.

Deixe seu comentário!