Mito ou realidade: As meninas são piores em matemática?

Por , em 3.06.2009

Meninas têm as mesmas habilidades matemáticas que os meninos, inclusive em nível de gênios, se elas tiverem as mesmas oportunidades e encorajamento, relataram pesquisadores. O estudo deles contradiz outras pesquisas que mostram que meninas se dão tão bem quanto meninos em matemática básica, mas não podem avançar da mesma maneira que os meninos.

Eles também disseram que isso rebate Larry Summers que, quando presidente da Universidade de Harvard, nos EUA, disse em 2005 que diferenças biológicas poderiam explicar porque menos mulheres do que homens se tornavam professores de matemática. Afirmação que lhe causou uma grande dor de cabeça.

Janet Hyde e Janet Mertz da Universidade de Wisconsin, também nos EUA, escreveram no relatório do estudo que concluíram que a falta de igualdade entre os sexos é a primeira razão pela qual menos mulheres do que homens são identificadas como avançando nas suas performances matemáticas na maioria dos países, não uma habilidade intrínseca.

Elas fizeram uma análise estatística comparado diversas pontuações matemáticas e concursos com o Índice de Diferenças de Gênero de 2007 do Fórum Econômico Mundial. Esse relatório anual classifica países de acordo com as oportunidades econômicas, de emprego, educação, política e status médico. Eles perguntaram quão bem as mulheres, em relação aos homens, se dão em nível geral até o nível mais alto. Países com maior igualdade entre os sexos também são os que as meninas e meninos têm um desempenho semelhante na matéria.

Mertz disse que não é em todo o lugar do mundo que há menos meninas do que meninos, entre o 1% da população super dotada, em respeito à matemática. Se as diferenças fossem biológicas, os meninos seriam a maioria em todos os lugares, mas não são.

Se as meninas não têm as mesmas oportunidades educacionais ou se elas sabem que se elas aprenderem a matéria elas não vão ter empregos disponíveis, por que se importar? Então procuram outra coisa. [Reuters]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 3,67 de 5)

12 comentários

  • Telmo Ngolo:

    Bem sempre tive muito respeito por esta pagina…

    Mas nos ultimos tempos estou a notar nela tendencias feministas um tanto extremistas, falta total de neutralidade ao comparar homens com mulheres…

    la aonde as mulheres sao melhores os autores afirmam com veemencia, quando houver clara vantagem dos homens eles vem com rodeios, ja nao afirmam, justificam demais…

    Neste site aprendo que em nada os homens sao melhores que as mulheres e que na grande maioria dos casos as mulheres sao melhores do que os homens…

    A parcialidade eh tal que mesmo nas tarefas aonde os homens sao biologicamente melhor adaptados nao tendem a ter vantagem sobre o ponto de vista dos autores de quem publica artigos nesta pagina…

    Tem medo de critica, nao fale de ciencia, a ciencia nao se compadece com o politicamente correcto …

    … Sejam honestos por favor ..

  • karol:

    Nem li ja sei todos os seres humanos tem a mesma capacidade de aprendizado a não ser que tenha algum problema mental ou doença oualgo parecido,..

  • Google Doodle homenageia Ada Lovelace, a primeira … – HypeScience – A ciência é a grande estrela do mundo real | im fonte:

    […] um antigo preconceito de que “mulher é ruim de matemática”. Não só isso não é verdade, como pesquisas descobriram que um viés de gênero faz professores considerarem as notas […]

  • CAIPIRÃO:

    Conversa fiada,tem menina que é fera nessa matéria…

  • vicente:

    venhamos e convenhamos, isto nao é assunto de discutir, todos temos a mesma capacidade. O que existe é falta de esforço e dedicação.

  • Luna:

    É absurdo afirmar que homens têm mais inteligência que as mulheres.Nas escolas vemos que os alunos que mais se destacam não são alunos,mas alunas.
    Aliás,eu não sei que “séculos” de oportunidades,se apenas apartir da década de 50 é que as mulheres começaram a conquistar realmente um lugar na sociedade.Antes,ela sequer tinham direito aos estudos.
    Acreito que os hormônios estimulam gosto por certas atividades,ou preferências por passatempos(que podem ser por pintr as unhas e se enfeitar,para as mulheres,ou consertar algo,para os homens),mas certamente não tem nada a ver com capacidade mental.

  • Ruben Zevallos Jr.:

    Penso que a evolução ou até Deus nos dotou de características específicas para atender nossas necessidades… então a matemática entre outras coisas são mais para os homens que para as mulheres… e o contrário também é verdade… mesmo que estimuladas, as mulheres não seguem o mesmo caminho de pensamento que os homens… conheci garotas ótimas no pensamento abstrato, mas as preferências eram bem diferentes das outras mulheres… então eram realmente diferentes… o mesmo digo para homens com outras tendências.

  • C6H8O6:

    A mulher fzr contas pra einstein ? Fumasse o q?

    • Mariana:

      Sim, meu filho, há rumores de que foi a primeira mulher de Einstein que o ajudou em matemática, ainda na escola. Com o tempo, eles começaram a se gostar e acabaram se casando.
      P.S.: Aprende a escrever, vai.

    • Luís Cláudio LA:

      Ajudar Einstein na escola é? Para quem já estudava cálculo diferencial e integral aos 16 anos eu acho pouco provável que sua esposa o ajudasse em matemática na escola. Leia esse trecho:

      Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Albert_Einstein

  • franbogado:

    há o caso clássico de que Eistein era fraco em matematica e sua esposa é quem fazia seus calculos e contas.

    • Luís Cláudio LA:

      Einstein fraco em matemática é? Ai ai… Um cara que ao 16 anos já estudava cálculo diferencial e integral. “Uma lenda amplamente divulgada,[15] diz que Einstein teria sido reprovado em matemática quando era estudante, inclusive reproduzida no famoso Ripley’s believe it or not! (“Acredite se quiser”). Entretanto quando lhe mostraram um recorte de jornal com esta questão, Einstein riu [16]. “Nunca fui reprovado em matemática”, retrucou.[16] “Antes dos quinze anos, já dominava cálculo diferencial e integral” [16].” Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Albert_Einstein

Deixe seu comentário!