Novidade na medicina: cirurgia cerebral através dos olhos

Por , em 17.10.2010

Se você acha horrível o método de retirar o topo do crânio de uma pessoa para fazer uma cirurgia cerebral, talvez ache este novo método menos agressivo: a cirurgia pode ser feita através das entradas dos nossos olhos. Não torna nada menos apavorante ou nojento, mas o método é menos agressivo e não deixa cicatrizes.

Neurocirurgiões usam, dependendo do caso, a cirurgia transnasal que, como o nome diz, é feita através das narinas, mas o “caminho” feito através dos olhos deve ser mais fácil. É feita uma pequena incisão através da pálpebra, que dá acesso a um osso muito fino que fica atrás dos nossos olhos. Através desse osso é possível ter acesso ao cérebro, sem necessidade da remoção do topo do crânio.

O método foi batizado de cirurgia transorbital e suas vantagens são muitas: é um procedimento menos invasivo, o que faz com que a dor do paciente seja reduzida, seu tempo de recuperação seja mais rápido e não há cicatriz.

No entanto, o método não pode ser usado para qualquer tipo de cirurgia cerebral. É possível usa-lo para cuidar de vazamentos de fluido cerebral, descompressão do nervo óptico, reparação de fraturas na base do crânio e remoção de tumores. Até agora apenas dois hospitais dos Estados Unidos fazem cirurgias usando esse método – os 16 pacientes que foram submetidos à cirurgias do tipo se recuperam com sucesso. [LiveScience]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

9 comentários

  • diego:

    Estou desenvolvendo um material que se liga a qualquer átomo de qualquer material ou tecido , isso permite fazer cirurgias sem necessitar abrir ou cortar tecidos para se alcançar um edema ou tumor, que alias são praticas muito antigas e desatualizadas causando ao paciente sérios riscos de lesoes provocadas pelo manuseio de robos e medicos com pouca sensibilidade motora , este processo permite alcançar apenas as áreas necessarias à intervenção cirurgica.

  • Jorge de Melo:

    Pessoalmente acho uma boa ideia no caso de intervenções próximo à base do crânio (como no caso de vazamento de fluido e descompressão do nervo óptico). Pra casos de intervenção superficial (no topo do crânio), bastaria abrir a tampa ou fazer um furo no crânio e fazer a intervenção; para casos mais profundos, este novo método. Gostei da ideia.

  • geraldinho:

    Prefiro deixar o meu tumor cerebral em paz.

  • crazydogg:

    esse procedimento pode causar lesões no olho?

  • Ivo Filho:

    Puxa, só de pensar em qualquer das modalidades já fico fraco!

  • Cesar:

    Prefiro não precisar de cirurgia cerebral…

  • Stephy:

    Eu prefiro nunca ter que passar por isso… Mas bom saber que tem cada vez mais e melhores maneiras de operar menos invasivamente.

  • Croco:

    Já a lobotomia era feita através dos olhos: retirar parte do cérebro frontal responsável pela personalidade da pessoa. :S

  • Tony Amorim:

    Prefiro pelo nariz

Deixe seu comentário!