Novo censo indiano mostra que a população de tigres aumentou

Por , em 29.03.2011

Boas notícias para o meio ambiente: segundo o último censo realizado, que avaliou toda a Índia pela primeira vez, o número de tigres selvagens no país subiu 20%. O censo estima a população desses animais em 1.706. Em 2007, na última contagem, havia 1.411 tigres.

Os conservadores usaram câmeras escondidas instaladas em pontos estratégicos e testes de DNA para contar os animais. Estimativas anteriores foram elaboradas usando o velho método de contagem, que marca os tigres individuais ou suas pegadas.
Apesar da avaliação positiva, as autoridades indianas continuam preocupadas, principalmente em relação à quantidade de território disponível aos tigres.

A Índia tem mais de 45.000 quilômetros quadrados de área florestal em 39 reservas designadas aos tigres. Entretanto, o ministro do meio ambiente indiano, Jairam Ramesh, descreveu o encolhimento dos corredores de animais como “alarmante”.

Corredores de tigres conectam habitats naturais, que foram separados ao longo do tempo pelo desenvolvimento e atividade humanos. Especialistas em animais selvagens dizem que a preservação destes corredores deve ser uma prioridade para o governo indiano.

A Índia já teve 100.000 tigres contados na virada do século passado, mas houve um sério declínio nesses números desde então. Especialistas dizem que 97% dos tigres foram perdidos para a caça furtiva e a diminuição dos habitats.

Inclusive, os números caíram tão rapidamente nos últimos anos devido ao aumento da caça furtiva, que especialistas dizem que agora é organizada de forma semelhante ao tráfico de drogas.

Os produtos vindos do tigre são um negócio lucrativo. Há uma enorme demanda de ossos, garras e pele de tigre em países como China, Taiwan e Coréia, onde eles são usados na medicina tradicional chinesa.

As autoridades indianas não estão sendo capazes de pôr um fim a essa ação, em parte por causa das técnicas em constante mudança usadas pelos cartéis.

Hoje, menos de 3.500 tigres sobrevivem na natureza em todo o mundo, sendo que a Índia é responsável por mais de metade deles.

Ainda assim, os últimos números do censo foram descritos como “boas notícias”. A contagem atual é mais científica e, portanto, mais precisa. A pesquisa pode incluir terrenos pantanosos difíceis, como o manguezal de Sundarbans na fronteira com Bangladesh. Esta contagem adicionou 70 tigres da reserva de Sundarbans que não tinham sido cobertos no último censo. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

  • Bia:

    O que o homem leva dois minutos para destruir, levam-se anos para reconstruir…

Deixe seu comentário!