Descoberto novo planeta muito além de Plutão

Por , em 14.07.2016
Imagens da descoberta do planeta-anão, mostrando o objeto no céu ao longo de três horas

Imagens da descoberta do planeta-anão, mostrando o objeto no céu ao longo de três horas

Astrônomos descobriram outro planeta-anão no Cinturão de Kuiper, o anel de objetos gelados que ficam para lá de Netuno.

Apelidado de 2015 RR245, o novo mundo é muito mais distante do que Plutão: orbita o sol uma vez a cada 700 anos terrestres. Em comparação, o planeta rebaixado completa uma volta em torno do sol a cada 248 anos terrestres.

“Os mundos gelados para lá de Netuno indicam como os planetas gigantes se formaram e, em seguida, mudaram-se para longe do sol”, disse um membro da equipe que fez a descoberta, Michele Bannister, da Universidade de Victoria em British Columbia, no Canadá, em um comunicado. “Eles permitem-nos reconstituir a história do nosso sistema solar. Mas quase todos esses mundos gelados são pequenos e fracos, de forma que é realmente emocionante encontrar um grande e brilhante o suficiente para que possamos estudá-lo em detalhe”.

A descoberta

A equipe notou o objeto pela primeira vez em fevereiro deste ano, em imagens feitas por um telescópio no Havaí.

O tamanho exato de 2015 RR245 ainda não é conhecido, mas os pesquisadores creem que tenha cerca de 700 quilômetros de largura. Plutão é o maior residente do Cinturão de Kuiper, com um diâmetro de 2.371 quilômetros.

Os astrônomos ainda estão trabalhando nos detalhes da órbita altamente elíptica do 2015 RR245, mas o objeto parece chegar tão perto do sol quanto 34 unidades astronômicas (UA), e tão longe quanto 120 UA. Uma UA é a distância média entre a Terra e sol, que equivale a cerca de 150 milhões de quilômetros.

A linha laranja representa a órbita do novo planeta-anão

A linha laranja representa a órbita do novo planeta-anão

2015 RR245 vai ganhar um nome oficial menos complicado em algum momento. De acordo com os cientistas, ele fará a sua maior aproximação do sol em 2096.

O reino distante do Cinturão de Kuiper

2015 RR245 foi encontrado como parte da “Outer Solar System Origins Survey” – OSSOS (em tradução livre, “Pesquisa sobre Origens do Sistema Solar Exterior”).

A OSSOS já descobriu mais de 500 objetos além da órbita de Netuno, mas 2015 RR245 é o primeiro planeta-anão que a pesquisa identifica.

Outros planetas-anões confirmados na região do Cinturão de Kuiper incluem Eris, Haumea e Makemake. Segundo os cientistas, vários outros objetos deste local distante, como Sedna, Quaoar e 2007 OR10, provavelmente cumprem os critérios para serem classificados como planetas-anões também. [Space]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

Deixe seu comentário!