Os níveis de CO2 da Terra acabaram de cruzar um limite realmente assustador – e é permanente

Por , em 1.10.2016

De acordo com dados recentes, os níveis de carbono atmosférico ultrapassaram oficialmente 400 partes por milhão (ppm), e não devem retornar nunca mais a níveis seguros.

Ou seja, a situação é permanente.

Níveis perigosos

O nível “seguro” de dióxido de carbono, ou CO2, na atmosfera é considerado 350 ppm.

A última vez que a Terra experimentou níveis consistentemente tão altos foi aproximadamente 4 milhões de anos atrás, de acordo com estudos.

Agora, pesquisadores do Instituto Scripps de Oceanografia, nos EUA, afirmam que o valor de CO2 para setembro de 2016 será definitivamente acima de 400 ppm, provavelmente em torno de 401 ppm.

O que é pior é que setembro normalmente tem os mais baixos níveis de CO2 atmosféricos no ano. Logo, é bastante possível que outubro produza um valor mensal ainda superior.

Cenário sombrio

Segundo Ralph Keeling, diretor do programa de CO2 do Instituto Scripps, até novembro deste ano, podemos até mesmo quebrar a barreira de 410 ppm.

“Parece cauteloso concluir que não veremos um valor mensal inferior a 400 ppm este ano – ou nunca mais para o futuro indefinido”, disse.

Mesmo se, por algum milagre, todos nós parássemos de emitir dióxido de carbono amanhã, levaria décadas para voltar abaixo do limite de 400 ppm. E isso não deve acontecer, como todos nós bem sabemos.

“Na melhor das hipóteses (nesse cenário), pode-se esperar um equilíbrio no curto prazo, e assim os níveis de CO2 provavelmente não mudariam muito – mas só iria começar a cair em uma década ou mais”, explica Gavin Schmidt, climatologista-chefe da NASA. “Na minha opinião, nós nunca mais vamos ver um mês abaixo de 400 ppm”.

Medições

Em 2013, o Observatório Mauna Loa, no Havaí, o melhor para medir dióxido de carbono do mundo, atingiu a marca de 400 ppm e, gradualmente, todas as outras estações de observação seguiram o exemplo.

Em maio de 2016, o mundo passou coletivamente para o limite de 400 ppm, com o Observatório Polo Sul, na Antártida, sendo o último a atingir a marca.

Quando foi a última vez que o planeta teve níveis de CO2 como este?

A análise dos níveis de carbono em núcleos de gelo pode nos dar indicações do nível de CO2 atmosférico na Terra até 800.000 anos atrás. Os cientistas estimam que é “inconcebível” que eles teriam sido muito superiores a 300 ppm até então.

De acordo com David Etheridge, principal pesquisador da Organização de Pesquisa da Comunidade Científica e Industrial, da Austrália, a análise de sedimentos marinhos pode nos dar estimativas de níveis históricos de CO2 que vão mais longe, até cerca de 2 milhões de anos atrás.

Um estudo de 2009 publicado na revista Science concluiu que a última vez na história da Terra que os níveis foram tão altos por um período sustentado foi entre 15 e 20 milhões de anos atrás.

Mais recentemente, um estudo de 2011, publicado em Paleoceanography, disse que os níveis poderiam ter sido comparáveis aos de hoje muito mais tarde do que isso – entre 2 e 4,6 milhões de anos atrás.

Independentemente de ter sido a 15 ou 4 milhões de anos atrás, os seres humanos nunca passaram por isso, visto que na era humana os níveis nunca estiveram tão altos. Isso significa que não podemos realmente dizer o que vai acontecer a seguir. [ScienceAlert]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (7 votos, média: 4,29 de 5)

3 comentários

  • Dinho01:

    “Enquanto os homens exercem Seus podres poderes,Morrer e matar de fome De raiva e de sede São tantas vezes Gestos naturais.” Infelizmente é isso,né?

  • Ivanna Fabiani:

    Uma grande pena. Sabe-se como conter, mas a bolsa de valores e mais importante pelo visto!

  • Anibal Vilela:

    “…última vez na história da Terra que os níveis foram tão altos por um período sustentado…”
    Período “sustentado”, é quanto tempo ?
    Kaô?

Deixe seu comentário!