Quer evitar enxaquecas? Beba mais água

Por , em 21.08.2011

Para quem sofre de enxaqueca, o verão pode ser um momento perigoso do ano: o calor opressivo e os picos de temperatura podem precipitar ataques em pessoas propensas a dores de cabeça crônicas.

Um grande estudo da revista científica Neurology mostrou que o risco de enxaquecas aumenta quase 8% para cada aumento de 9 graus na temperatura.

Se você é um dos que sofrem com esse tormento, se ligue na dica: beba mais água. Um passo simples que pode reduzir seu risco de ter enxaquecas, especialmente em climas quentes, é permanecer adequadamente hidratado.

Segundo os pesquisadores, a desidratação faz com que o volume de sangue caia, resultando em menor fluxo sanguíneo e de oxigênio ao cérebro e aos vasos sanguíneos dilatados.

Alguns especialistas suspeitam que a perda de eletrólitos faz com que os nervos no cérebro produzam sinais de dor.

Qualquer pessoa que tenha acordado desidratado depois de uma noite de bebedeira conhece este sentimento – na forma de ressaca. Mas as pessoas que sofrem de enxaqueca podem ser mais sensíveis aos efeitos da desidratação.

Em outro estudo, também publicado na Neurology, os cientistas recrutaram pacientes com enxaqueca e os dividiram em dois grupos.

As pessoas do primeiro grupo receberam um placebo para tomar como medicação regularmente. Os outros foram orientados a beber 1,5 litros de água, ou cerca de 6 copos, além de sua ingestão diária habitual.

No final de duas semanas, os pesquisadores descobriram que aqueles no grupo que bebeu água tinham aumentado sua ingestão de fluidos por apenas 4 copos por dia. Mas, em média, eles experimentaram 21 horas a menos de dor durante o período de estudo do que aqueles no grupo do placebo, e uma diminuição na intensidade de suas dores de cabeça.

Para uma pessoa se manter adequadamente hidratada, profissionais de saúde recomendam que homens bebam cerca de 13 copos de líquido por dia – água, suco e outras fontes – e que as mulheres bebam cerca de 9 copos por dia.[NewYorkTimes]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • eulalia Reis:

    Nossa! Adorei esta dica … Depois que operei o coração … sofro muito de enxaqueca e não sabia porque? É porque realmente bebo pouquissima água! Agora vou danar a beber água! Agradeço a dica! Obrigado mesmo! Falal sério!

    • Renato:

      Eulália e Antonio Garcia,
      Há mais de trinta anos tenho crises de enxaqueca. Algumas vezes ocorrem por ir dormir tarde, outras vezes por acordar tarde. Há quinze anos, devido ao ácido úrico elevado, um nefrologista recomendou que eu bebesse bastante água para evitar a perda dos rins, o que venho fazendo metodicamente todos estes anos, mas infelizmente as crises de enxaqueca não sofreram alteração com o maior consumo de água.

  • Antonio L.Garcia:

    Adorei; sofro de enxaqueca a muiyto tempo vou fazer um teste se funcionar lhe agradeço pois eu sempre pensei em algo de util este site

  • Márcio M:

    Eu sofro de enxaquecas somente qdo ocorre mudança climática (não sei se existe alguma influência explicável). Qdo ocorre, não adianta tomar analgésico – não resolve – além também do enjôo (nada para no estômago). Pra falar a verdade, a muito tempo não tomo analgésico. A matéria que se trata aqui faz referência que o aumento de temperatura deixa mais propícios a enxaqueca – fato que eu desconhecia. Vou fazer o teste e passar a ingerir mais líquido. Se ocorrer mudança no meu resultado, volto a postar neste tópico.

Deixe seu comentário!