Seus filhos querem um cachorro? A ciência pode estar do lado deles

Por , em 4.02.2024

Pesquisas recentes apontam que a aquisição de um cão de estimação pode incrementar consideravelmente a atividade física em crianças pequenas, com um destaque especial para as meninas. Essa descoberta contribui para um campo de estudo em expansão que explora os benefícios à saúde proporcionados pelos cães, não apenas para crianças, mas para pessoas de todas as idades.

Na Austrália, pesquisadores acompanharam 600 crianças durante três anos, a partir da fase pré-escolar. Os movimentos físicos dos pequenos foram monitorados por dispositivos que registravam detalhes como velocidade, duração e intensidade do movimento. Informações adicionais sobre as atividades das crianças e a posse de cães de estimação foram fornecidas pelos pais.

O grupo estudado apresentava uma diversidade interessante: metade das crianças não tinha cães, 204 possuíam um cão durante todo o estudo, 58 adquiriram um cão durante o período de pesquisa e, infelizmente, 31 crianças perderam seu cão. Essa variação permitiu aos pesquisadores observar os efeitos da posse de um cão nos níveis de atividade das crianças.

O estudo revelou que tanto meninos quanto meninas aumentaram sua atividade física, participando mais de atividades como passear com o cão e brincar ao ar livre, após a chegada de um cão. No entanto, esse efeito foi mais significativo nas meninas. Emma Adams, doutoranda no Telethon Kids Institute e na Universidade da Austrália Ocidental e líder do estudo, observou um aumento notável na atividade física de baixa intensidade entre as meninas jovens, em média 52 minutos por dia.

Por outro lado, as meninas que perderam um cão durante o estudo experimentaram uma diminuição significativa na atividade física diária, cerca de 62 minutos. Esses achados foram publicados no International Journal of Behavioral Nutrition and Physical Activity.

Katie Potter, professora assistente de cinesiologia na Universidade de Massachusetts Amherst, destaca a natureza longitudinal deste estudo como um aspecto chave. Ela nota que, embora haja uma pesquisa limitada nesta área, outros estudos também indicaram um impacto mais acentuado dos cães nos níveis de atividade das meninas. As razões por trás disso ainda não são claras, e mais pesquisas são necessárias.

Potter aponta que as meninas tendem a apresentar uma queda mais acentuada na atividade física à medida que envelhecem, em comparação com os meninos. Utilizar cães para incentivar e manter a atividade física nas meninas poderia ter um impacto significativo na saúde pública.

Há uma quantidade maior de pesquisa ligando a posse de cães a benefícios de saúde em adultos, como níveis de atividade mais altos e melhor saúde cardíaca, do que em crianças. No entanto, a exploração de cães como intervenção de saúde para crianças está em ascensão.

Megan MacDonald, professora de cinesiologia na Oregon State University, enfatiza a importância de encontrar intervenções para aumentar a atividade física, especialmente considerando que muitas crianças e adolescentes nos EUA não atendem aos níveis recomendados de atividade diária. Os cães podem desempenhar um papel crucial na promoção do exercício, pois requerem passeios regulares, independentemente das condições climáticas. MacDonald sugere que ter um cão durante a infância pode ajudar no desenvolvimento de hábitos saudáveis duradouros.

Os benefícios da posse de um cão vão além da saúde física. Estudos mostraram que interagir com cães, mesmo que não sejam de propriedade pessoal, pode reduzir o estresse em crianças em idade escolar e melhorar seu funcionamento executivo. Outras pesquisas ligam a posse de animais de estimação na infância a uma ampla gama de benefícios para a saúde emocional, incluindo aumento da autoestima, melhoria das habilidades de empatia e redução da ansiedade e solidão.

MacDonald ressalta a importância do aspecto emocional da posse de um cão. Embora possuir um cão seja uma responsabilidade significativa e possa não ser adequado para todos, para os amantes de cães, adicionar um membro canino à família pode oferecer várias vantagens. Potter acrescenta que o vínculo humano-animal é algo que as pessoas valorizam profundamente. [NPR]

Deixe seu comentário!