Sonda sai em busca de vida inteligente

Por , em 11.03.2009

Dia seis a NASA lançou um foguete do tipo Delta II, que carrega a sonda Kepler. A sonda tem, como propósito, buscar planetas que sejam habitáveis, em determinadas condições.

Ela buscará planetas que, assim como a Terra, estão na zona habitável de sua estrela. A chamada “zona habitável” é uma proximidade suficiente do “sol” do planeta para que seja possível a existência de água no lugar.

Existindo água, há a possibilidade de existir vida.

Para encontrar esses planetas, com todas essas condições especiais, a sonda Kepler é equipada com uma grande câmera de alta sensibilidade.

Inicialmente, a sonda será enviada para um campo estelar cheio de planetas, fora da Via Láctea. Ficará, por um tempo, na constelação Cygnus – local que permite que o brilho das estrelas seja monitorado. [APOD]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 4,00 de 5)

15 comentários

  • Lucas Santana:

    Por que a Sonda Kepler saiu da Terra em busca de vida inteligente?

    Resposta: Porque não achou na Terra.

  • Thamiris Medeiros:

    Aquilo ta parecendo mais um meteoro caindo na Terra do que uma sonda saindo em busca de vida no espaço,mas voltando ao assunto aquela sonda saiu mesmo pra buscar vida “fora da Via Lactea”?Ou ainda esta na nossa galaxia?

  • jodeja:

    Não se preocupem, quando evoluirmos mais um pouco e soubermos usar todos os nossos corpos, iremos pessoalmente onde quizermos.

  • Marco:

    A estrela mais próxima de nós é a proxima centauri com 4 anos luz de distancia. mal conseguimos cruzar 1 ano luz com a sonda atualmente mais distante !
    pensem um pouco.. 1 ano luz significa viajar a durante 1 ano na velocidade da luz ! nossos atuais foguetes são muito mais “lentos” ! para chegar em um exoplaneta temos que esperar no mínimo uns 500 anos !

    • Felipeh Andrade:

      kara vc tem razao.!.
      _muitas pessoas kerem desafiar as leis mais kerem provar oke com isso…..enquanto naum crescerem mentalmente ja mais poderam ver alem da frontera…

  • Guilhermeee:

    realmente isso n vai adiantar de nada

  • Guilherme:

    Imposivel se a sonda sair da via lactea iria demorar talves 100 a 200 anos pra descobrir um planta com vida

  • Gusttavo:

    AFF.. os perfeitos ” SABE TUDO ” ae podem parar de escrever besteiras, nunca erraram não é ? Ja viram que foi um erro de digitação e precisa disso ? Pede para concertar e parem valeeu ! Otima a reportagem, Hypescience ta de parabéns mais uma vez… como sempre 🙂

  • eduarda:

    Não sei porque vocês mandaram comentários meio que “dizendo ” que não lhes agradou o texto…Todas as informações para mim parecem ser verdadeiras, interessantes e utéis…Essa é a minha opinião.

  • Alexandre Mello:

    Ninguém vai corrigir a reportagem não?

    Pelos comentários dá pra ver que tem muita gente confusa. A sonda não vai para fora da Via Láctea e nem para fora do sistema solar.

    As estrelas que serão estudadas também não estão fora da Via Láctea, são estrelas próximas, seria idiota estudar estrelas distantes simplesmente porque temos muitas estrelas próximas a serem estudadas.

  • Natércio:

    Erro, a sonda nao será enviada para fora da via láctea, mas sim para fora do sistema solar.

  • Juliana:

    desculpem, mas nao entendi o ultimo paragrafo, eu pensei que a sonda Kepler ficaria num estagio inicial em orbita da Terra e depois numa orbita em torno do Sol e nao que fosse enviada pra fora da Via Lactea.

  • Flávio Faria:

    Acredito que a sonda não seja enviada para fora da Via Láctea por questões de distância.

  • Igor Hoffmann do Amaral:

    Acredito que o artigo quiz dizer que a sonda apontará sua câmera de alta sensibilidade para um campo estelar cheio de planetas, fora da Via Láctea e não irá até lá propriamente.

  • Alexandre Mello:

    Acredito que foi cometido um erro fundamental nessa reportagem:
    “(…) a sonda será enviada para um campo estelar cheio de planetas, fora da Via Láctea.(…)”

    Primeiro que se ela for enviada para fora da Via Láctea ela levará milhares de anos para chegar lá. Segundo, ele será apenas apontada para as estrelas, e não enviada.

    Posso compreender um pequeno erro de trocar a palavra apontar por enviar, mas não sei de onde tiraram essa idéia de “fora da Via Láctea”. A sonda estudará estrelas próximas a nós, dentro de uma região ocupada por um braço espiral da Via Láctea.
    Esta sonda (chamada Kepler) estará numa órbita ao redor do Sol parecida com a da Terra, e apontará numa direção 55 graus acima do sol para evitar que o mesmo obstrua a zona de observação em parte do ano.

    Mais atenção nas notícias, pior que não noticiar é prover informações erradas!

Deixe seu comentário!