Teias de aranha nas árvores reduzem índices de malária

Por , em 28.03.2011

Você já viu como fica uma árvore totalmente coberta por teias de aranha? É uma situação incomum, mas aconteceu em uma planície em Sindh, no Paquistão. Devido a fortes enchentes que assolaram a região em 2010, milhões de aranhas subiram as árvores para se proteger das águas.

O resultado, como pode ser observado na foto, foram árvores cobertas por uma espessa camada de teias de aranha interligadas. Esse curioso fenômeno natural levou duas consequências ao local, uma boa e outra ruim.

A má notícia é que as aranhas e suas teias vão paulatinamente matando as árvores, que não foram biologicamente preparadas para receber esses novos “inquilinos”. Mas o ponto positivo é a enorme redução nos índices de malária na população local.

Se você ainda tem em mente algumas lições de Biologia do Ensino Médio, talvez se lembre que o plasmódio causador da malária é transmitido por um mosquito, o Anopheles,abundante nos ambientes úmidos durante as inundações do Paquistão. Graças à “cidade” das aranhas, a maior parte dos mosquitos foi capturada nas teias antes de poder chegar aos vilarejos. Assim, a incidência de malária foi muito menor que a esperada. [NewScientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

7 comentários

  • João Alberto:

    Eu já fi esse fenômeno acontecer algumas vezes aqui na região rural da meu município.

  • J S C:

    Katarina! Ótima idéia totalmente brilhante!!! Só falta um pouco de boa vontade dos governantes para que isso dê certo!

  • ernane:

    vamos criar aranha,e pratico sustentavel e barato

  • Felipe:

    Tão íncrivel, que parece até photoshop.

  • Luiz:

    Seria uma excelente idéia criar ambientes propícios a essas aranhas em locais onde o índice de malária é expressivo, podem ser feito estudos nessa area para redução da dengue (grande problema enfrentado no Brasil), uma vez tratar de uma solução ecologicamente correta e de baixo custo.

  • Daniel Iserhard:

    E com a morte das árvores, outros predadores potenciais do mosquito não vão estar presente nos próximos anos, ou seja, podemos esperar um aumento significativo nos casos de malária por um bom tempo

  • Katarina:

    Fantástico!!!!! A solução, para o malefício seria plantar mais arvores em substituição as que morrerem , e se não crescerem a tempo fazer viveiros e transplanta-las já adultas.

Deixe seu comentário!