Terra é atingida por tempestade espacial superpoderosa

Por , em 6.04.2010

De acordo com cientistas americanos, em abril a Terra foi atingida pela mais poderosa tempestade geomagnética de um período de três anos.

No começo do mês a nave espacial SOHO encontrou uma nuvem de partículas chamada de ejeção de massa coronal (CME) que estava sendo disparada do Sol a uma velocidade de 500 km por segundo. Isso significa que a nuvem conseguiria fazer a viagem do Sol a Terra em apenas três dias.

Por sorte a tempestade não foi forte o suficiente para interferir em redes de energia e na transmissão via satélite, mas conseguiu provocar auroras incríveis em lugares como a Islândia (foto).

O problema com as CMEs é que suas chegadas são difíceis de prever. Como os ventos solares mudam constantemente, as previsões podem ter uma margem de erro de até 15 horas.

Fonte: New Scientist

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

19 comentários

  • Alberto Campos:

    Quem sabe, o nosso sistema solar, foi originado de uma explosão parcial do sol e formou um anel de partículas que deram origem aos planetas.

  • Alice:

    Nossa onde sua professora se formou? xD
    Gente,é o fim do mundo que nos aguarda em 2012 tudo vai mudar.

  • Dani*:

    minha professora falou que o sol é o centro da Via-Lactea

  • Robert:

    pouco conteudo.

  • Eliakim Ferreira Oliveira:

    Interessante e desperta grande interesse científico. Talvez isso represente mais uma grande descoberta para a Física e Astronomia.

  • Milton Wendel:

    Eu fico pensando se há uma relação entre a quantidade de ejeções de massa coronal e as manchas solares, porque, como se sabe, por volta de abril do ano passado o Sol teve uma das fases de menos ocorrência de manchas solares.

  • Ernani:

    Crsytiana Yaz

    Concordo com você, só nos resta saber se foi no 1° dia, ou se foi nos seis dias posteriores.

    O que seria uma tempestade forte o suficiente para causar os estragos? Qual a escala?
    Outra pergunta: Existe algum estudo que relaciona a ocorrência dessas tempestades com uma incidência maior do cancer de pele?
    Aqui, em Fortaleza-CE, nem a brisa do mar tá conseguindo amenizar esse calor medonho. Vou ganhar dinheiro vendendo picolé.

  • FÚLVIO ÂNGELO NUNES:

    Quero ver mais sobre assuntos de Física, principalmente relacionados com experiências de Cinemática, Calorimetria, Estática, Eletrologia, Óptica, Ondas Sonoras, Eletromagnetismo,etc.
    Obs: Experimentos para fazer em sala de aula ou em casa.

  • Alan:

    E aew? Já era!!! O mundo já era.

  • Luiz Fernando:

    Sou mais um que concorda com o Ricardo.

  • Ruben Zevallos Jr.:

    Então vai ver que é esse o motivo que os celulares estão com problemas no Brasil??? A Internet as vezes um tanto lenta? A Sky (TV por assinatura via satélite) as vezes pifa sem ter núvens?

  • joão:

    @Cristiana
    “No começo do mês a nave espacial SOHO (…)”
    sim, estamos no começo do mês, mas já se passaram 7 dias ora.. acho que já é tempo o suficiente

  • Crsytiana Yaz:

    Como FOI em abril se estamos no começo do mes?
    Eu heim!

  • @MarkosLKT:

    Eu asho a Aurora Borealis algo incrível =D lindo! eu queria ter a chance de ver uma de perto.

  • Danilo Moraes:

    Concordo com o Ricardo, eu adoro conteudo assim e poderia ficar lendo por horas sem me cansar!!

  • Marcos:

    Concordo com o Ricardo: a matéria poderia ser um pouco mais extensa e com mais conteúdo.
    Mas, no geral, tá bom !
    Abraços

  • Alex:

    concordo com ricardo.

  • Domani:

    Faltou descrever quais efeitos essas tempestades exercem sobre a Terra.

  • Ricardo:

    apenas 4 paragrafos…

    se bem que, poderia ter 15 e eu continuaria achando pouco…

Deixe seu comentário!