Teste pode diagnosticar Alzheimer em estágio inicial com precisão

Por , em 9.01.2011

Pesquisadores foram capazes de detectar “marcadores” no sangue que identificam o mal de Alzheimer 3 a 5 anos antes de qualquer perda de memória ocorrer. A descoberta significa que o tratamento para a doença poderia ser iniciado antes que danos cerebrais irreversíveis sejam causados.

Atualmente, não há maneira de detectar Alzheimer antes da pessoa já ter avançado na doença. Há muito tempo cientistas tentam descobrir maneiras de detectar anticorpos, produtos químicos e outras substâncias no sangue que identifiquem que o corpo está lutando contra a doença.

No novo estudo, os cientistas criaram uma nova abordagem de produção de milhares de moléculas em formas diferentes, conhecidas como péptidos, concebidas para reagir com anticorpos.

Usando essas moléculas no sangue de pacientes com Alzheimer, os pesquisadores descobriram que três delas reagiram com anticorpos. Como teste, os mesmos péptidos não reagiram em sangue saudável. Isto sugere que estes anticorpos são exclusivos da condição.

Novos testes em 6 pacientes e ratos de laboratório mostraram que o resulto era 93% preciso e poderia eventualmente ser usado para detectar a condição com até cinco anos de antecedência.

Entretanto, testes mais abrangentes são necessários para confirmar as descobertas. Se se provar eficiente, a mesma tecnologia pode um dia ser usada detectar outras doenças como mal de Parkinson e cânceres difíceis de diagnosticar.

Segundo os pesquisadores, o diagnóstico precoce é muito importante em qualquer doença. Um exame de sangue simples e não-invasivo para o mal de Alzheimer seria inestimável. Sendo que milhões de pessoas são afetadas pela condição anualmente, o teste, que também pode levar a melhores tratamentos, é uma vantagem e tanto. [Telegraph]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

11 comentários

  • Manoel Claudio:

    Quanto mais usamos o cerebro, melhor ele responde as questoes solicitadas no que se refere a memoria; verdade neuronio não se regenera porem o processo de “desgaste” do mesmo diminui bastante.

  • neia gazoli:

    ola boa tarde preciso de ajuda meu pai esta com os primeiros sintomas de alzheime o roblema é que ele nao quer de maneira nemhuma proucurar ajuda eu e minha familia ja nao sa bemos mais o que fazer!!!!!!!!!! gostaria de uma resposta urgente !

  • Sebastião:

    Prezados Srsª. Tenho um irmão que esta muito esquecido,mas não sei se é Alzhemeir.a onde posso fazer o teste para comfirma ou não a doença. Atenciosamente. Sebastão

  • PSHT:

    Já há drogas que podem controlar a doença, mas o problema é que não se pode regenerar o que já foi danificado. Então a dificuldade hoje em dia é que o diagnóstico só é feito quando já há danos irreversíveis. Com essa nova ferramenta diagnóstica talvez seja possível combater a doença em seus estagios iniciais, quando a pessoa ainda tem qualidade de vida. Espero que isso se prove verdadeiro e que possa ser posto em prática em breve!

  • Laércio:

    O 1º passo foi dado, o problema agora é como curar de fato.

  • clarice:

    é maravilhoso sim…mas dizem que não tem cura e é irreverssível…..

  • Rayssa:

    Muito legal. É muito triste você nao lembrar quem são as pessoas que participaram da sua vida ou ver um parente seu nao lembrar de nada, como minha bisavó. Gostaria muito que os testes fossem eficazes. Obrigada

  • holiday:

    estou muito feliz por essa descoberta, pois foi muito triste pra mim, ver minha bisavó esquecer completamente de quem eu era!

  • pri:

    acredito que atualmente a medicina está muito avançada, e anda a passos largos , o que antigamente se levava uma década, hoje se faz em 1 ou 2 anos, e a informação só chega ao nosso conhecimento qdo está quase certo, qtas pesquisas que estão em teste hoje que desconhecemos??? Espero que de fatos isso ocorra o mais rápido possível. Quero Lembrar dos nomes dos meus netos!!!

  • alcimar dias fernandes:

    É necessario aguardar divulgação correta que instituição confia´vel diofulgue esta noticia, uma das mais importantes da medicina desde a introdução da penicilina, a qual ficou quase uma decada para utilização terapeutica efetiva.Com certeza, o teste não [e uma panaceia.
    obrigado alcimar

  • iracema de olivera:

    Ola,trabalho com uma pessoa que tem mal de alzheime, ela ja se encotra com dificuldade de andar ,fafar suas cordenaçao motoras ja nao respode a vontade do seu cerebro,fica confusa ve pssoas ,escuta barulho,e nao me conhece.Quero saber por quanto tempo ela vai ficar assim? vai piorar ou melhorar? obrigado

Deixe seu comentário!