Universidade Estadual da Maconha ensina como cultivar a erva

Por , em 14.04.2011
Ray Logan, 56 anos, é um cidadão do estado de Maine, EUA, que tem cultivado maconha durante os últimos 30 anos. Ele resolveu abrir uma escola para ensinar a seus alunos as técnicas do cultivo de plantas de maconha de qualidade em suas casas. A legislação sobre maconha medicinal em Maine, pacientes registrados, as pessoas que deles cuidam e os lugares onde os pacientes são tratados podem legalmente ter plantações da erva – e é aí que surge a Universidade Estadual da Maconha.A primeira turma, aberta no início de abril, em Portland, Maine, atraiu 15 alunos. A maioria eram pacientes registrados que queriam aprender a manter uma plantação própria da erva para tratar seus sintomas médicos em vez de pagar centenas de dólares a atravessadores.

“Há uma enorme necessidade de conhecimento e algumas pessoas não sabem nem por onde começar”, explica Logan.

A segunda turma de Logan está prevista para começar no dia 7 de maio, em Auburn, Maine, onde ele espera dobrar o atendimento de sua primeira experiência. A aula de três horas de duração custa 79 dólares – 59 para estudantes, idosos e veteranos do exército.

Para evitar problemas com as autoridades, Logan usa manjericão e outras plantas de cultivo doméstico legalizado quando demonstra técnicas de plantio para a classe. Uma loja de jardim de Portland chamada HTG Supply fornece os equipamentos para a turma.

No estado de Maine, 982 pacientes possuem cartões de inscrição que lhes permitem utilizar maconha para fins medicinais – um deles é Logan. Ele tem usado a droga legalmente há anos para aliviar a dor resultante de um acidente de paraquedas em 1996.

“A minha iniciativa de abrir uma classe sobre a maconha pode despertar o interesse das pessoas pela erva”, espera. “Eu acho que muita gente se dará conta de a planta de cannabis é realmente incrível”. [Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

14 comentários

  • Mauricio Sacavem Saca:

    hummm….alimento realmente tem de sobra…mas e a distribuiçao?se o governo liberar a maconha e os impostos da mesma for destinado a produçao e distribuiçao de alimentos é válido-ou o governo vai colocar no fome zero(fume zero)

  • Falcone:

    Já fui muito preconceituoso com a maconha, mais devido a grande marginalização que ela sofre, mas a maconha assim como o álcool deve ser utilizada com prudência, pois ela apresenta sim malefícios a saúde, assim como QUALQUER outra substância…

    Vale aquela velha frase do alquimista Paracelso:
    – A única diferença entre remédio e veneno é a dose.

    E por favor legisladores brasileiros, só liberem a maconha quando houver meios de fiscalização dos motoristas. Já pensaram como seria um maconhomêtro?? rsss

  • Mendonca Zaratustra:

    enquanto nao pensarmos sobre um aspecto coletivo…
    enquanto formos limitados em nossa mera experiencia individual…nao chegaremos nem perto da verdade…
    enquanto nao respeitarmos as diferencas…
    vai continuar parecendo dificil…
    ou seja…sai dessa dimensao…

  • Mendonca Zaratustra:

    o foda é o humano estupido cacar o direito de uma planta existir ou nao…enquanto formos gados e comermos na mao dos malditos politicos e governantes nao iremos pra frente.
    Enquanto nao houver REVOLUCAO nao havera EVOLUCAO.
    Arcaicos retrogrados estaganados inertes mentais…

  • mayre:

    e foda k vc ver acidente nas estrada,e ha maioria e por quem tomou umas e outra….e a maconha k e ha mas prejudicada,eu nao concordo,,ha maconha tem k te o mesmo direito da bebida alcoolica…

  • Jorginho:

    Erva de qualidade e imagine o haxixe desse cultivo?

    Mas, não esqueça pessoal, use com moderação!

  • Thanos:

    Graças, a ela mudei, voltei a estudar e a querer viver mais a vida, acho que ela é bem melhor que o alcool!

  • JJ:

    Putz Mario, se dependesse de ti jah estaria uma fossa, heheh..
    Falta de conhecimento com afirmações geram porcarias pra todo lado. Mas conhecimento e maldade ainda eh pior…

  • Mario:

    com tanta evolução na indústria de remédios e medicina, programas dos governos, barateamento de alguns remédios e vocês ainda querem plantar maconha pra passar a dor de vocês, vão consultar um médico.
    vamos plantar educação, melhor do que plantar maconha. sinceramente, se dependesse de alguns já tinham transformado este planeta numa grande fossa.

  • Vitor:

    Está certíssimo! È uma erva como outra qualquer. Quem de nós pode se julgar ” evoluído”? Afinal de contas um pajé e um executivo com carro do ano,não faz a menor diferença pra mim, em termos de desenvolvimento científico.
    Ja lí muita gente que morreu tomando kava-kava, para ansiedade e teve necrose hepática.; vende na farmácia da sua esquina,ta certo?
    Deixem o pessoal estudar a “erva”…quem sabe um dia ela servirá para aminizar suas dores na velhice ou a dos seus filhos!

  • Vitor Gabriel:

    miqueias charles

    Fazer uma pesquisa de como produzir alimento? Acredito eu, que a maioria das pessoas já sabem fazer isso. Se você não sabe amigo, não espere o pessoal do blog para postar. O problema não está na dica de produzir alimento está na capacidade do governo/estado querer ajudar!

    Alimento tem, e tem muito..até de sobra. Que vai pro lixo em vez de ir pros pratos do que necessitam..enquanto alguns tem muitos outros não possuem nada! Nem o prato.
    Com certeza alimento comida, está precisando mais que maconha. Mais alimento já tem, e o que fazer?
    Então..hehe

  • squish:

    Vou enviar este link como sugestão para a criação de uma disciplina no IFCH da UNICAMP.

  • miqueias charles:

    Tá ensinando a cultivar maconha,tudo bem!!MAS VAI SER USADA COMO??__Depende da forma do uso,aproveitem e façam também uma pesquisa de como produzir alimento,o mundo tá precisando mais do que maconha…

  • tuttygualberto:

    Boa notícia. Não é exatamente o que eu pensei mas, já é um avanço.
    Antes de morrer ainda verei a maconha descriminalizada, espero…

Deixe seu comentário!