Veja o raio-X de um gato nascido para virar múmia

Por , em 16.04.2012

Os gatos tinham um lugar especial no antigo Egito. Eles aparecem frequentemente como símbolos e ícones, formando inclusive parte do corpo de alguns deuses.

Os egípcios eram também famosos pelas múmias, por isso não é muita surpresa que eles mumificavam seus animais favoritos para serem companheiros na vida do além. Já foram descobertos falcões, crocodilos e até gazelas em tumbas.

Com dois milênios, esse gato mumificado da foto viveu relativamente tarde na história do Egito antigo. Esse raio-X mostra que o gato tinha apenas cinco meses na época da morte, e foi colocado em uma posição bem exagerada, lembrando as ilustrações dos hieróglifos.

O fato de ele ser jovem sugere que ele foi morto especificamente para ser mumificado, o que era comum na época em que ele viveu. Não se sabe onde a múmia foi encontrada, porque foi comprada de um antiquário no século 18, pelo Museu Nacional de Parma.

A título de curiosidade, as múmias no século 19 eram tão comuns que eram enviadas até Liverpool, no Reino Unido, para serem usadas como fertilizantes. Felizmente, esse exemplar sobreviveu para contar a história! [NewScientist]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (4 votos, média: 5,00 de 5)

2 comentários

  • Maria Clara Lima:

    Pobre em informação mesmo :/
    Mas boa matéria, gostei

  • Maria Joana Queiros:

    Que pena que falta detalhes na matéria. Tão interessante o tema mais tão pobre de informações!

Deixe seu comentário!