Vídeo: timelapse mostra caminho das estrelas no céu da Carolina do Norte

Por , em 14.10.2012

Existe um tipo de fotografia noturna chamada de “fotografia de longa exposição”, que consiste basicamente em colocar uma câmera fotográfica sobre um tripé e deixar seu obturador aberto o máximo do tempo. Esta técnica é usada para registrar paisagens noturnas urbanas ou rurais, ou objetos que emitem muito pouca luz, como estrelas.

Como a câmera fica registrando a paisagem por mais tempo, qualquer ponto de luz que se mova durante a exposição é registrado como um risco colorido. Em fotos que registram rodovias, por exemplo, vemos uma série de riscos vermelhos de um lado e amarelos ou brancos do outro – as lanternas traseiras e faróis dos carros, respectivamente. Se você ficar na frente da câmera e “escrever” ou “desenhar” alguma coisa no ar com uma lanterna, terá o que se chama de “lightpainting”.

Mas se você apontar a câmera para o céu, os pontos luminosos a se mover durante a fotografia serão as estrelas, e se a exposição durar mais que 30 segundos ou um minuto, cada uma vai deixar na imagem um risco branco que é chamado de “startrail” ou “star trail” (em português, “rastro de estrela”).

Se a câmera não permite um tempo de exposição maior que 30 segundos (a maioria das câmeras não permite), pode-se fazer uma série de fotografias, cada uma de 30 segundos, ou o tempo máximo permitido pela câmera, por um longo período de tempo, como 2 ou 3 horas, e depois combinar as fotos em uma só com um programa como o StarStaX ou o StarTrail.

Uma opção interessante para fazer a montagem das fotos é, em vez de combinar todas elas em uma só imagem, combiná-las em um filme do tipo “timelapse”, que é um filme feito com fotos individuais tiradas a intervalos maiores que os intervalos que normalmente separam os frames de um filme. O resultado é uma imagem “acelerada”, no caso do timelapse comum, e um filme fantástico, no caso de timelapses feitos de startrails.

No filme abaixo foram usadas fotografias de startrails tiradas durante um período de 2 anos em Hucleberry Knob e em Salvo, os pontos mais ao leste e oeste do estado da Carolina do Norte, nos EUA.[PCWorld]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

Deixe seu comentário!