5 Petiscos que têm o formato do universo

Uma das maiores questões da ciência é: qual é a forma do universo? Desde os avanços de Ptolomeu, físicos imaginam o cosmo como uma esfera, mas isso pode não estar correto.

Muitas formas alternativas têm sido propostas. E elas têm algo em comum: todos podem ser descritos como uma referência para petiscos populares. Então, abra um saco do seu salgadinho predileto, e venha conosco em uma jornada direta de teorias físicas baseadas em comidas.

5. Canudos de maionese

formato do universo

Imagine um universo com o formato de um cone (daqueles em que se coloca salada de batatas, também conhecida como salada de maionese). Soa esquisito, mas pode ajudar a explicar algumas observações enigmáticas de uma radiação cósmica de fundo de micro-ondas: as sobras da radiação deixada depois do big bang.

A radiação CMB tem marcas quentes e frias, mas nenhuma tem um tamanho certo. Mas um universo em formato de cone oferece uma simples explicação: quando as marcas foram formadas 380.000 anos depois do big bang, não havia espaço suficiente para as marcas crescerem dentro do formato de cone.

4. Rosquinha

formato do universo

A ideia que o universo pode ter a forma de arredondada – ou de uma rosquinha – tem sido levada em consideração por muitas décadas. Uma variação proposta é que a rosquinha tem uma torção – como a faixa de Möbius.

Nosso universo tem flutuado dentro do espaço redondo. Em uma interpretação da teoria das supercordas, nosso universo é uma região tridimensional no espaço chamado um “farelo” flutuante em uma dimensão maior no espaço. Um modelo sugerido é que os cosmo incluindo vários farelos com oito dimensões, flutue sobre nove espaços dimensionais com cada dimensão circulando em volta de si mesmo como uma rosquinha. Os farelos de alta dimensão podem ser esmagados juntos e evaporados, assim nosso universo sobreviveria.

3. Batata Pringles

formato do universo

Seria o espaço plano? Em caso positivo feixes luminosos zarpariam em paralelo uns sobre os outros viajando paralelamente para sempre. Se fosse curvado, os feixes teriam de flutuar separadamente ou juntos.

Uma possiblidade é que o espaço é curvo como uma batata frita tipo Pringles. No centro dessa batata, a superfície curva para cima e para baixo ao mesmo tempo. Na teoria, cada ponto do nosso universo pode ser como – na linguagem da matemática, um espaço negativamente curvado.

Se isso for verdade, poderia explicar que cada tempo é movido para frente, e possivelmente porque o universo expandiu tão rápido. Até agora, a evidência sugere que o universo é realmente plano, e não de um formato de Pringles.

2. Amendoim

formato do universo

Por volta de 14 bilhões de anos, o universo foi formado, depois do big bang. Começando de uma partícula bem pequena, explodiu em todas direções e foi resfriando de forma gradual. No entanto, pode ser que não tenha se espalhado de maneira uniforme.

Campos magnéticos abrangendo o universo inicial podem ter causado nele uma expansão a mais em uma direção que nas outras. Se for assim, isso significa que nosso universo tem formado de elipse como um amendoim ou uma azeitona.

Maçã

formato do universo

Apesar de que maçã não é um formato em que poderiam descrever nosso universo como nós vemos, esse lanche saudável pode nos ajudar a entender as dimensões escondidas do nosso universo.

Diversas teorias do big bang na física, como a teoria das supercordas, prevêem que nosso universo tem mais dimensões que os humanos conhecem. Nós vivemos em um universo de quatro dimensões, movido por comprimento, largura, altura e tempo. Mas podem existir outras dimensões – cada uma delas enroladas tão firmemente que seriam muito pequenas para percebemos.

Alguns físicos têm sugerido que deve ser em um formato de maçã, porque esta forma ajuda a explicar o porquê das partículas fundamentais do universo aparecem em trios.

Por exemplo, nós observamos três tipos de neutrino. Mas é possível que há apenas um tipo dele, e as três variedades sejam um resultado de neutrinos de diferentes rotas diretamente de dimensões escondidas. Por causa da forma da maçã ser côncava e convexa, tem três tipos de rotas que as partículas poderiam pegar o que potencialmente explica os três tipos observados. [New Scientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars
Curta no Facebook:

17 respostas para “5 Petiscos que têm o formato do universo”

    • o universso é comprovadamente plano, isso é irrefutavel, antes de sabermos que ele é plano tinhamos a duvida se era aberto ou fexado q no caso de um universso esferico, seria fexado, se fosse fexado ele parararia de se expandir em algum momento! estudos compravaram q a expansão do universso sera eterna justamente pelo simples fato dele ser plano! de uma olhada na palestra do fisico Lawrence Krauss e voce entendera melhor sobre o assunto
      http://www.youtube.com/watch?v=SLr9TlMe3OE

  1. A teoria do canudo (sorvete) parece estar relacionada com a ‘metade’ da verdade e que se apresenta também na estrutura do miolo da Flor de Lótus.

    Nesta minha observação,distingo que as rosquinhas seriam os universos galácticos preenchendo o espaço circular , e ao centro de cada ‘rosquinha’ o seu buraco-negro particular, que por sua vez a meu ver funcionam semelhante o intestino humano, alí onde é o laboratório de reciclagem de todos os elementos constituintes, eles mesmos como ‘farelos elementares’ , tais sementes-fractais- células organizadas já completas, que encerram no núcleo as naves mitocondriais repletas de todas as enzimas-vivas , que ‘ sábiamente’ auto aquecidas,explodem para formar novos sistemas individuais.

    Daí,agora como amendoins ativados ,( de novo pela energia produzida no seu núcleo pelas tais enzimas herdadas)se rompem em mini bang-bang, digo big-bang ,se acasalam,invertendo polarizadas,polarizantes, donde, deste coito cósmico, pela simples lei de atração dos opostos , cria-se em duas dimensões (espaço-tempo) que no giro abre e ampia espaços e universinhos recém-nascidos. E como tudo que nasce,cresce,amadurece,se inicia numa maturidade pré estabelecida, ou não, variando de acordo com os eventos e fenômenos nas novas dimensões por elas mesmo criadas e naturalmente abarcadas na exploração das suas conquistas dentro de si, pra navegar no seu próprio tempo e espaço, universo afora.

    E tudo que nasce, cresce se reproduz vem e vai naturalmente em respiração/inspiração, o mesmo e ‘talvez’ único modelo primordial do ” OVO CÓSMICO” – que é oval, exatamente por seguir a lei da Unidade que se faz diversidade, que age e atua na ordem matemática da continuidade da auto-reprodução, obedecendo a lei mais simples, a mais apropriada para no crescer não fechar-se em si mesmo,porém em linha circular espiralada, única capaz de por si só abrir espaços cada vez mais ampliados.

    Então, partindo da Unidade que se auto reproduz em linhas espiraladas, vai abarcando espaço até o máximo que sua energia suporta e tendo atingido seu máximo, retorna espiralando em linhas curvas reduzidas, até atingir de novo o ponto inicial que se fecha num limite oval – Foi então reproduzido novo Ovo Cósmico, a semente que vai infinitamente gerar do mesmo modo novíssimas réplicas de si mesmo ,garantindo assim a expansão absolutamente facinante do Universo Original.

    Brincadeira deliciosa essa de cones de sorvete,rosquinhas, tudo resumido e melhor demonstrado na maravilhosa Flor de Lótus, que por sinal é a representação mais fiel da Alma Humana.

    E quem foi que disse, que basta conhecer o homem para se compreender o mundo e os deuses?

  2. Acho que não entendi direito.
    Estamos discutindo sobre o formato do infinito?!
    Sinceramente, acho que essas pesquisas são desnecessarias no momento.
    Não estamos conseguindo visitar um planeta vizinho, o que ganharemos se descobrirmos o formato do universo?
    Mas na minha opnião, o formato é de esfera, como os planetas.
    Por que? O universo (acredita-se) que tenha sido formado a partir do big bang, e com ele (ou o que sobrou), vieram os planetas. Pela lógica, eles possuem a mesma origem, o que os faz pensar que o formato seria diferente? Além do mais, uma explosão tem um ponto inicial central, e, caos não haja nenhuma outra interferencia (se não havia nada antes do big bang, não teria como haver uma interferencia), a explosão causará uma expansão igual em todos os sentidos.
    Com a formação dos planetas, eles podem ter causado essa interferencia na continuação do crescimento do universo, portanto, dessas teorias acima, a que eu acho mais provavel (ou menos absurda) é a do amendoim

  3. tar..
    entao considerando a rosquinha torcida seguiria a mesma logica? pq o humano iria evoluindo até completar uma volta torcida (cheia de erros e acertos, evoluçao e destruiçao) se voltasse de cabeça pra baixo significa que foi reprovado e tera mais uma volta pra consertar seu erro e de cabeça pra cima ja teria completado com sucesso a passagem do ser humano..a pergunta seria viver bem ou viver mais ?

  4. gostei do q o alexander falou
    seguindo o que vc disse e comparando com o que ta acontecendo
    o ser humano ta evoluindo evoluindo evoluindo e ao mesmo tempo chegando perto da sua destruiçao, chegando perto do ponto inicial (voltar aos tempos das cavernas)

  5. Sou leiga nestes asuntos de teorias,mas, acho a comparação c/a maçã mais viável,pois as fotos recentes do planeta terra q circulam pelo mundo nus mostra q é esta a aparencia da terra , mas como se dizem poraí teoria é teoria…ñ é uma verdade cabal de nada.cada um teoriza oq quizer,isso ñ faz mal a ninguem.

  6. O formato correto deve ser o elíptico, como as galáxias. Isto deve ser repetitivo no universo, como um fractal. O universo deve girar, para manter este formato, como fazem as galáxias.

Deixe uma resposta