Encontrados indícios de impactos extraterrestres

Publicado em 6.03.2012

Uma equipe internacional de 16 membros, incluindo o professor James Kennet, identificou uma camada fina de sedimentos escuros com quase 13 mil anos, enterrada no lago Cuitzeo, no centro do México. A camada contém um estranho conjunto de materiais, incluindo nanodiamantes, pequenas esferas de impacto e outras coisas que, de acordo com os pesquisadores, são o resultado de um corpo cósmico se chocando com a Terra.

Esses novos dados são últimos a dar suporte para a controversa hipótese de que um grande impacto cósmico com a Terra aconteceu há 12.900 anos.

Conduzindo uma série de testes, os pesquisadores identificaram uma família de nanodiamantes, incluindo uma forma chamada de lonsdaleita, que é única no caso de impactos cósmicos. Eles também encontraram esferas que colidiram em alta velocidade com outras esferas durante o impacto. De acordo com Kennett, essas características não poderiam aparecer de forma natural, terrestre. “Esses materiais se formam apenas com impacto cósmico”, afirma.

Os dados sugerem que um cometa ou asteroide – provavelmente grande, com mais do que várias centenas de metros de diâmetro – entrou na nossa atmosfera com um ângulo relativamente baixo. O calor do impacto queimou a biomassa, derreteu as rochas superficiais e causou uma grande perturbação territorial. “Esses resultados estão relacionados com outras descobertas na América do Norte de mudanças abruptas no ecossistema, grande extinção da fauna e redução da população”, explica Kennett.

A cama de sedimentos identificada pelos pesquisadores tem a mesma idade que outras de inúmeras localizações pela América do Norte, Groenlândia e Europa Ocidental. A descoberta atual amplia o conhecimento sobre os nanodiamantes.

No histórico geológico completo, existem apenas duas camadas continentais conhecidas com abundância de nanodiamantes e esferas de impacto. Elas correspondem há 65 milhões de anos, período de grandes extinções. O outro evento conhecido foi o de 12.900 anos atrás, também com muitas extinções de animais.

“O tempo do impacto coincide com as mudanças ambientais mais extraordinárias no México e na América Central nos últimos 20 mil anos”, afirma Kennett. “Essas mudanças foram grandes, abruptas e sem precedentes, e foram identificadas por investigações anteriores”. [ScienceDaily]

Autor: Bernardo Staut

é estudante de jornalismo e interessado por povos, culturas e artes.

Quer copiar nosso texto? Siga estas simples instruções e evite transtornos.
Compartilhe este artigo

41 Comentários

  1. Perdoem-me se meus pensamentos são ingênuos, mas muitas vezes me ponho a pensar e vem-me a mente, a imagem inicial da terra, como se fosse uma massa disforme e incandescente, que foi esfriada aos poucos pela agregação da água adquirida no espaço cósmico, como seu último elemento, ocasionando então os rios, mares e polos com gelos, com isso ocasionando a vida vegetal e animal… (é possível isso!)

    Thumb up 0
  2. Caso um desses grandes asteroides venha a colidir com a terra existe a possibilidade de diversos fenômenos isso já meio que previsivel e esperado mas, com a força do impacto o planeta não pode ser ipurrado para fora da sua órbita natural? e caso isso aconteça obviamente o planeta será afetado de uma maneira irreparavel!

    Thumb up 0
  3. Eu vi semana passada em uma revista (que agora não me lembro o nome) que em 2040 um asteroide enorme vai colidir com a Terra e pode ser capaz de destruir 1/3 do nosso planeta.
    A revista também diz que a partir de 2030 começaremos a luta para destrui-lo antes que colida com o nosso Planeta.
    Espero que até lá tenhamos tecnologia suficiente para isso!

    Kd a matéria sobre isso?

    Thumb up 3
    • Se você está falando de Nibiru, ele está previsto para 2012. Este ano mesmo.

      Thumb up 3
    • Nao existe nada prevendo Nibiru pra 2012, so uns bobocas ganhando muita grana com livro e site idiota…

      Thumb up 6
    • Nibiru é sinônimo de Balela . Em outras línguas , perda de tempo ou golpe pra tirar dinheiro dos incautos.

      Thumb up 4
    • Olá Bovidino, beleza ?
      Não, não é o Nibiru e sim um asteróide mesmo, grande mas não colossal que vem aí …
      2040 é o ano !!!
      Abraços

      Thumb up 0
    • Obrigado pelo aviso.
      Sinto muito mas não vou poder esperar.

      Thumb up 2
    • Tem um previsto para este ano.

      Thumb up 0
    • Não é 2040, é 2036, este asteroide se chama Apophis, mas a chance dele colidir com a Terra é de 0,000007%. Apenas em 2027 saberemos se ele colidirá ou não.

      Thumb up 2
    • Olá Hector !
      Não é o Apophis, é outro …
      Abraços

      Thumb up 1
    • Revista Planeta

      Thumb up 1
    • Meteoros ou asteroides nao sao grande ameaca para a Terra. A Terra consegue amortecer o impacto desses corpos sem problemas.

      Thumb up 1
    • Olá Glauco !
      Depende do tamanho do corpo, né não ?
      Abraços

      Thumb up 0
  4. Eu vi semana passada em uma revista (que agora não me lembro o nome) que em 2040 um asteroide enorme vai colidir com a Terra e pode ser capaz de destruir 1/3 do nosso planeta. Vocês estão sabendo de algo?
    A revista também diz que a partir de 2030 começaremos a luta para destrui-lo antes que colida com o nosso Planeta.
    Espero que até lá tenhamos tecnologia suficiente para isso!

    Thumb up 1
  5. Curiosamente em um estudo sobre a última glaciação que ocorreu entre 12 e 10mil anos atras e cobriu mais da metade do território americano, encontraram evidências de desaparecimento de varias especies, inclusive um ancestral do camelo, que evoluiu no território americano, e de forma muito rápida para ser condicionada a era glacial.
    Será que não foi este impacto que iniciou este período de glaciação e levou a esta extinção?

    Thumb up 2
    • Sim, mas não houve impacto da forma q vc imagina. A ação verdadeiramente foi à distância entre a Terra e um cometa gigante passante. Os impactos que ocorreram não seriam o suficiente nem para causar as extinções em massa do período.

      Thumb up 1
    • Segundo estudos, nós entraremos em menos de mil anos em um novo período glacial, acho que é por que 2012 é o pico da atividade solar.

      Thumb up 1
  6. Discordo da teoria de impacto de meteoro ou outro qualquer que levou a extinguir os dinosauros mas outros animais como os mamiferos continuaram.Para mim a razão foi de influencia climatica que não pouderam resistir visto a terra em aquela ocasião,por uma extranho fenommeno mudou levemente sua orbita e isto ja foi o suficiente para extermina-los.Entretanto os mamiferos e outros não foram enfluenciados por suas formas de vida e natureza e resistiram este leve desvio.Esta é minha opinião pessoal.

    Thumb up 2
    • A teoria é de que o impacto de um grande meteoro, causa várias catástrofes, entre terremotos, maremotos, e mudanças climáticas drásticas. O próprio impacto pode causar grandes destruições, mas as consequências do impacto são as mais graves.

      Thumb up 1
  7. Eu já vi alguma foto de asteróide que é idêntico a essa imagem… Bom, a exitnção de uns tem sido o começo de outros, essa é a história da Terra e da Biosfera. Agora, se tem praticamente certeza de que houve extinção em massa num passado recente, e agora, não da pra duvidar. Eu se fosse a Nasa aumentaria o patrulhamento e estudo de Asteróides e Cometas porque tenho a sensação de que não sabemosnem perto do suficiente sobre eles, e tornaria missões a eles mais prioritárias do que à Lua.

    Thumb up 6
    • Por exemplo, ano passado um asteróide do tamanho do pão de açúcar fez um razante em nossos domínios e não temos nenhuma foto precisa dele… Al.guém aqui lembra?

      Thumb up 5
    • Jonatas. Realmente este fato foi pouco ou quase nada noticiado e debatido pelo público dos astrônomos.

      Thumb up 2
    • Olá Jonatas, beleza ?
      Cara, isso foi pouquíssimo divulgado pela mídia, talvez para não alarmar a população – prá variar !
      E o pior é que este cara foi descoberto em cima da hora, ou seja, não dava para tomar nenhuma medida defensiva eficaz …
      É esperar pelo próximo susto !
      Abraços

      Thumb up 0
    • Nesse caso, corremos o risco de aparecer outro sem aviso prévio? É o que eu espero.

      Thumb up 1
    • Esta foto é de uma estrutura de 10 micra!

      Thumb up 3
  8. Isso aí não é nada, têm muita coisa sendo omitida pelos governos a respeito disso, uma forma de não causar alardes e repercussões que mudariam o comportamento súbito da massa humana.

    Thumb up 1
  9. Quanta coincidência, o impacto ter acontecido nas mesmas proximidades do outro impacto que extinguiu os dinossauros.

    Thumb up 2
  10. Essa matéria é o que eu venho falando desde que comecei a vir nesse site. Hehehe!

    Thumb up 2
    • Kd o Cesar que não acreditava em extinção em massa recente prá ler essa matéria?

      Thumb up 3
    • Se for o Cesar da ‘evolução’, agora ele é intérprete de Sasselov em Como a busca por outros planetas revolucionará a vida na Terra.

      Thumb up 3
  11. Isso é Velikovsky e James McCanney puros! 12900 anos é exatamente o que o Velikovsky calculou em Mundos em Colisão! Isso bate com a extinção da raça atlante! Eles não falam na matéria, mas essas camadas de sedimentos possuem centenas e às vezes km de extensão e profundidade, e a quantidade de fósseis chegam às centenas de toneladas!

    Mas entendam o processo: esse foi um cometa gigante passante, provavelmente maior que a Terra, e que trouxe todo um “mini sistema solar” consigo, com outros cometas planetários e muitos asteróides orbitando-o! Imaginem quantos asteróides colidindo conosco e quanta chuva de meteoros nós tivemos, imaginem o tamanho dessa destruição, dessa extinção em massa!

    Seria lindo se não fosse terrível!

    Thumb up 1
  12. Esse é o impacto de Yucatán?

    Imaginem o maremoto causado por um corpo de “centenas de metros de diâmetro”. Será que não desestabilizou placas tectônicas da região?

    Thumb up 6
    • Será que não tem a ver com a história do Dilùvio isso aí?? Segundo a Epopéia de Gilgamesh e a Bíblia, o dilúvio aconteceu mais ou menos por essa época. Além da extinção dos mamutes, tigres-dentes-de-sabre e várioas outras espécies.

      Thumb up 1
    • Tem tudo a ver com essas duas, mas os babilonicos nao foram os unicos que contaram essa historia. Isso ta em Mundos em Colisao.

      Thumb up 2
    • O impacto de Yucatan nao dizimou nem os animais locais, muito menos extinguiu especies. E ele correu milhoes de anos antes, estamos falando do evento de 12900 anos atras.

      A Terra eh um amontoado de terra, areia, agua e pedras. Se alguma coisa do tamanho de um asteroide se chocasse com ela, teria logo logo toda a forca do impacto amortecida.

      Thumb up 2
  13. por um momento olhando a foto eu achei que se tratava de 2 planetas ou qualquer outra coisa do espaço se chocando entre si e os pontos pretos já imaginei que poderia ser alguma “cidade alienígena” que viagem rsrsrs
    A nossa vontade em ver logo alguma evidência de vida fora da terra é tão grande que causa até miragens rsrs

    Thumb up 3
    • A mim parece-me um amendoim.

      Thumb up 3
    • Pode comer, já esfriou

      Thumb up 3

Envie um comentário

Leia o post anterior:
ice_1911143b
Estudo aponta que sorvete vicia como cocaína

Quando um viciado em...

Fechar