Inventor austríaco cria piano que fala

Por , em 8.10.2009

Se você é um daqueles que nunca passou de tocar “Stairway to Heaven” no violão, inveje Berno Polzer: este austríaco fez um piano falar ao criar um dispositivo controlado por um computador. O piano foi concebido por Polzer para participar do Fórum Mundial de Veneza 2009. No vídeo acima (em alemão, com legendas em inglês), é possível ver o piano citando trechos da Declaração do Tribunal de Crimes Ambientais da Europa.

O piano é conectado a um computador que analisa a fala humana e converte a fala em um sistema que pressiona as teclas do instrumento. Para um piano falante, o resultado é surpreendentemente límpido. O inventor do sistema pensa que o instrumento funciona bem, considerando as limitações da sua construção. “Escutamos sons que não são música normal, mas também não são linguagem”, diz.

» Você é o que você escuta, diz estudo

“Pessoalmente, acredito que é possível entender as palavras mesmo sem conhecer o texto [da declaração]”, afirma Polzer, que também adiciona que, conhecendo o texto, as palavras ficam ainda mais claras.

O texto apresentado no Fórum foi lido por Miro Markus, um estudante de Berlim, que narrou os trechos para a performance. O compositor Peter Ablinger depois transferiu a freqüência da voz do garoto para o computador, criando uma espécie de “pixel individual”. “Com um pouco de experiência, ajuda ou legendas, é possível ouvir a voz humana no piano”, afirma Ablinger. [Gizmodo]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

  • Alberto:

    É o tipo de invensão inútil. Se você usa um computador para acionar um piano, poderia acionar qualquer coisa que produzisse som, inclusive equipamento eletrônico, com muito melhor fidelidade. Não vejo méritos nisto, só um seviço braçal com pouco efeito. Se isto tivesse surgido a 100 anos atraz, seria um sucesso.

Deixe seu comentário!