Chiclete com insulina pode acabar com injeções dos diabéticos

Por , em 18.11.2009

Pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, estão desenvolvendo uma goma de mascar que permite que a insulina seja tomada oralmente e depois absorvida pela corrente sanguínea. A insulina, substância ligada à quebra de moléculas de açúcar que tem pouca ou nenhuma produção em pessoas com diabetes, não pode ser ingerida porque não sobrevive à viagem pelo sistema digestivo humano.

A sensível substância é destruída pelo ácido presente no estômago e pelas enzimas do intestino. Agora, Tejal Desai e sua equipe estão desenvolvendo instrumentos para proteger a insulina, colocando uma cápsula para proteger o medicamento até que ele chegue à corrente sanguínea.

» Quais são os sintomas da diabetes?

As cápsulas são tão pequenas que podem sem engolidas sem que o paciente perceba, e são cobertas com uma superfície que se gruda nas paredes do sistema digestivo e liberam a insulina lentamente. Atualmente, a novidade está em fase de aperfeiçoamento, para melhorar a sua adesão e a quantidade de insulina liberada.

A médica está atualmente testando as cápsulas para verificar a sua segurança para o uso em humanos. De acordo com Desai, a técnica poderá ser utilizada para a entrega de outras substâncias, como medicamentos antiinflamatórios e hormônios. [Telegraph]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

8 comentários

  • Tania Kelly:

    Isso seria muito bom para quem tem diabete….

  • Jucimeire Heloisa:

    Descobri que tinha diabetes tipo 1 aos 9 anos de idade. Hoje estou com 15 anos,há 6 estou convivendo com a diabetes. No momento estou tomando insulina 4 vezes ao dia. Não tenho do que reclamar, pois, eu não vejo a diabetes como um gigante em minha vida, até porque não tenho medo de gigantes pois sei que tenho força suficiente para derrotá-los. Mas eu encaro a diabetes como um pequeno obstáculo que mais cedo ou mais tarde eu tenho certeza que conseguirei ultrapassá-lo.
    Muitos são os meios científicos e artificiais utilizados para solucionar este problema, eu até gostei da idéia do chiclete, pois nada melhor do que malhar mastigando um delicioso chiclete!
    Mas, nada melhor também, do que conviver diariamente com a minha parceira e colega de trabalho, a MEIRE, (DIABETES)!

  • LUIS MONTENEGRO:

    Seria interessante um parecer de um médico sobre esta novidade, pois nós diabéticos estamos sempre com a esperança de um dia nos livrarmos das agulhas, mas até agora não houve nenhum progresso, apenas esperanças que com o tempo elas caem no esquecimento, então pediria um parecer de um médico sobre este assunto se isto realmente seria viável.

  • Franciele:

    Eu descobri que tenho diabetes tipo 1 à 5 meses e desde então uso insulina duas vezes por dia na barriga! Tenho 15 anos e pra mim foi muito dificil, seria uma boa se realmente surgir e funcionar esse tal chiclete com insulina, só de pensar na possibilidade de não ter que me furar todo dia é muito bom!

  • Vitor Kawaguchi:

    Essa é uma boa!!!
    Ótimo para os diabéticos.

  • carlos:

    dado errado a insulina nao esta ligada a quebra de molecula de açúcar, ela apenas faz com que ativem receptores celulares e que nessa celular sejam ativados transportadores de membra GLUT4, principalmente, que levam a insulina pra dentro da celula. La elas poderam ser amarzenadas em formade glicogenio ou usadas como energia

  • Chiclete com insulina pode acabar com injeções dos diabéticos « NOAA:

    […] […]

  • Sandra:

    Achei muito interessante a matéria sobre o chiclete com insulina. Sou professora e um dia desses trabalhava produção de rótulos e propagandas com meus alunos em q tinham q criar algo diferente. Ahh, e tenho uma aluna diabética… vou levar a matéria , eles vão adorar, pois veio ao encontro de vários conteúdos q trabalhamos. Também tenho um filho hemofilico, bem q os cientistas poderiam aproveitar a ideia e fazer um chiclete com fator XII e XIX.
    Obrigada pela atenção!!!
    Sandra

Deixe seu comentário!