Mulheres têm maior ‘resolução tátil digital’

Por , em 5.01.2010

Pessoas com dedos menores têm um tato mais refinado, de acordo com uma nova pesquisa. A descoberta explica por que mulheres geralmente têm maior sensibilidade tátil que os homens, que têm mãos maiores. De acordo com Daniel Goldreich, pesquisador da Universidade de McMaster, no Canadá, há muito se questiona os motivos pelos quais algumas pessoas têm mais sensibilidade nas mãos.

Para descobrir por que a sensibilidade tátil dos dois sexos é diferente, os pesquisadores mediram o tamanho do dedo indicador de cem estudantes universitários. A sensibilidade de cada participante foi medida com um teste tátil em que os dedos são passados sobre ondulações paralelas que ficam mais próximas – semelhante ao teste oftalmológico em que as letras aparecem menores em cada linha.

“A diferença entre os sexos parece acontecer completamente devido aos diferentes tamanhos dos dedos das pessoas”, afirma o médico Ethan Lerner, que não participou do estudo. “Assim, um homem com os dedos menores que os de uma mulher será mais sensível do que ela”, diz. Os pesquisadores do estudo também analisaram por que pessoas com dedos menores têm a sensibilidade mais exata. A conclusão é de que as impressões digitais com menores espaços deixam os receptores sensoriais mais próximos. Como eles ficam concentrados em um espaço menores é como um sensor de câmera fotográfica com maior resolução. Vários tipos destes receptores ficam embaixo da camada superior da pele, e cada um detecta um tipo de estímulo.

Quando a pele é estimulada, os receptores enviam sinais ao sistema nervoso central, onde o cérebro processa a informação e gera uma imagem de como a superfície é. Como pixels em uma imagem digital, cada receptor envia um aspecto da “imagem” tátil ao cérebro – por isso, quanto mais receptores em uma mesma área, maior a clareza da “imagem”. Agora, o próximo passo da pesquisa é descobrir se o número de células receptoras varia durante a idade adulta e como a sensibilidade tátil varia durante a infância, durante o crescimento. De acordo com Goldreich, é importante determinar como a sensibilidade muda conforme o crescimento dos dedos, enquanto os receptores se afastam. [Science Daily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

Deixe seu comentário!