Um segredo para resistir devorar comidas deliciosas

Por , em 4.01.2010

A sua capacidade de resistir àquela sobremesa deliciosa — e carregadíssima de calorias — depende de quanto você considera que aquele alimento é uma ameaça, de acordo com um estudo realizado na Universidade do Texas, nos Estados Unidos. As pesquisadoras Ying Zhang, Szu-Chi Huang e Susan Broniarczyk estudaram técnicas que permitem às pessoas resistir a vários tipos de comida e outras tentações.

“Quatro experimentos nos mostraram que quando os consumidores encontram tentações que entram em conflito com objetivos que eles têm há muito tempo, uma técnica comum é exagerar a negatividade da tentação como uma maneira de resistir a ela”, explicam as pesquisadoras.

» Dieta das proteínas (dieta Atkins) é a melhor

Em um estudo, por exemplo, participantes do sexo feminino deveriam estimar as calorias em um biscoito. Metade das mulheres foram informadas que tinham a opção de receber o doce como um agradecimento pela participação no estudo, enquanto a outra metade não sabia disso. Os resultados do experimento mostram que as mulheres com objetivos de emagrecimento mais fortes identificaram o biscoito como um alimento com mais calorias e mais danoso aos seus objetivos.

Em outro estudo, o mesmo mecanismo foi usado como ferramenta para o auto-controle. Em um experimento realizado com 93 estudantes universitárias, as pesquisadoras descobriram que estudantes com notas mais altas eram mais propensas a estimar a duração de uma festa hipotética, que tiraria mais tempo dos estudos. Estas alunas conseqüentemente anunciaram ter menos intenção de ir à festa, mas somente quando o objetivo acadêmico ficava claro.

As autoras do estudo também notaram que estímulos externos, como pôsteres, também podem sutilmente ativar os desejos de dieta em algumas pessoas, e fazer com que elas adotem o mecanismo de exagero. Em um estudo, mulheres foram expostas a imagens de modelos em forma, enquanto outras viram imagens de natureza. Aquelas que observaram as modelos exageraram mais na quantidade estimada de calorias de uma bebida que pretendiam beber – e consumiram menos da bebida.

» Perder peso: Anotar o que come pode emagrecer em dobro

“Esta construção distorcida da realidade pode acontecer quando as pessoas têm um conflito de auto-controle, e essa distorção, mais do que representações exatas, determina o consumo, ajudando as pessoas a resistir à tentação e a manter seus objetivos”, explicam as autoras.

[Science Daily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

12 comentários

  • joão:

    resistir a comida não é facil por exemplo é seu aniversario tem um bolo na mesa e ele está envenenado você é um gordo de 55 kg você não vai comer vai se comer vai morrer sem a chance de ser magro um dia

    • joão:

      se não gostarem do meu comentário eu entendo

  • marcia:

    pra que esquentar com isso?
    se quiser comer, coma!

  • aTuм_ѕℓ:

    Aff, só de ler o conteúdo desse site já me deu fome.
    acho que vou la la na cozinha prepara um sanduíche de carne com bastante queijo e maionese :p

  • Érica:

    Fala sério, quem consegue ver essa foto e não comer, se existe mesmo técnica não conheço e nem quero conhecer……..

  • cleber pretel rodrigues:

    essa foto desse bolo me engordou 5 guilos

  • cleber pretel rodrigues:

    essa foto ja me deu fome mas esse sait e uma bobera

  • Valdomiro:

    Só come quem quer, a comida naum sai voando pra boca de ninguém…

  • Rosangela:

    Qual é a estatísca que essas técnicas realmente funcionam?
    Outras tentações ” like sex” por exemplo?
    Você vê uma foto de algo que realmente te atrai, comida, pessoa seja lá o que for, gera a reação de Bruno FV e minha, isto não quer dizer que vamos realmente comer o monitor. * lol *

  • Rafael Fernandes:

    Técnicas que permitem às pessoas resistir a vários tipos de comida e outras tentações.

  • Rosangela:

    Eu concordo plenamente com você BrunoFV.
    Quem vai pensar em dieta com essa foto? 😎

  • Bruno FV:

    Retire essa fotografia dessa postagem antes que eu engula o monitor! xD

Deixe seu comentário!