5 coisas simples que fazem você dormir pouco

Por , em 13.08.2015

A privação do sono está literalmente nos matando. Algumas das razões para isso são óbvias e a culpa é toda nossa (basicamente, o Netflix é vasto e ficar acordado até tarde é divertido pra caramba), mas mesmo quando você se esforça para dormir suas oito horas por noite, descobre que não é fácil. Isso porque existem todos os tipos de coisas aleatórias e estúpidas que atrapalham seu sono de maneiras que você nunca teria imaginado.

5. Fusos horários

problemas sono dormir 5
A maioria de sua insônia pode ser traçada até um fato: os humanos evoluíram seu ciclo de vigília e sono ao longo de milhões de anos até que um idiota chamado Edison inventou a lâmpada e mexeu com todo o conceito de dia e noite, luz e escuro, que já estava muito bem formado na nossa cabeça. Hoje, todos nós ainda temos um relógio interno que segue o cronograma do sol quando se trata de dormir, mas o trabalho, escola e a necessidade de assistir a todas as dez temporadas de “Friends” ficam no caminho disso.

Além disso, temos os fusos horários, que foram inventados na década de 1880 como uma forma de garantir que ficasse claro para todos exatamente quando os trens e navios a vapor iriam chegar. O problema é que eles não são tão precisos assim, já que fusos horários têm centenas de quilômetros de largura e o sol se move um grau de longitude a cada quatro minutos. Então, o sol já está se pondo na parte oriental de uma zona horária bem antes de se pôr na parte ocidental deste mesmo fuso horário.

Isso cria um problema para as pessoas na parte ocidental da zona de tempo, porque eles estão se guiando pelo relógio social ao invés do sol. As pessoas não estão dormindo no momento em que foram programadas para estar dormindo, o que as coloca em um estado permanente de jet lag social. Parece uma coisa pequena, mas conforme você verá mais adiante, não é preciso muito para transformá-lo de uma pessoa saudável em um zumbi morto de sono.

A solução é bastante simples: abandone todos os relógios imediatamente, largue o seu trabalho e vá viver no meio do mato. Vale tentar evitar repetir a experiência de Alexander Supertramp, porém.

4. Pasta de dentes de hortelã

problemas sono dormir 4
Se você é como a maioria das pessoas que têm algum convívio social, você provavelmente escova os dentes antes de ir para a cama. E se você é como nós, provavelmente é preguiçoso o suficiente para torcer que haja alguma razão para não precisar desse ritual noturno. Bom, nós temos um motivo – parece que a tão famosa sensação de frescor com a qual você vai para a cama todas as noites é parte do que torna tão difícil desligar os seus motores.

O problema não é a escovação em si, mas o sabor de hortelã que por algum motivo foi decretado há muito tempo como o gosto universal da pasta de dente. O óleo de hortelã que dá aquela sensação fresca e limpa que tanto gostamos também é um estimulante que, de acordo com testes, aumenta o estado de alerta, diminui a fadiga e estimula o sistema nervoso central. Ou seja, exatamente três coisas que você não quer que aconteça quando está tentando dormir.

Houve vários estudos sobre o assunto. Em um deles, os pesquisadores prenderam várias pessoas em salas escuras e as submeteram a vários odores. Mesmo após a correção para outros fatores (como o fato de que eles estavam presumivelmente nervosos por estarem presos em uma sala sem luz e com cheiros estranhos), eles descobriram que o cheiro de hortelã visivelmente reduzia a sonolência e aumentava o estado de alerta mais do que outros cheiros. Outro experimento o testou como uma substância que melhora o desempenho: atletas foram submetidos a uma variedade de cheiros diferentes enquanto se exercitavam e aqueles cheirando hortelã tiveram a fadiga reduzida e ficaram mais alertas. Eles conseguiram completar mais flexões, correr mais rápido e melhorar a força das suas mãos.

Novamente, isso é ótimo se você quer dar uma animada antes de uma tarefa extenuante (não pule a escovação de dentes pós-almoço e não durma em cima da sua mesa de trabalho no meio da tarde!), mas se você estiver querendo acalmar seu corpo para ter um sono tranquilo, provavelmente não é um grande ideia enfiar um monte de essência de mentol na sua boca. Não é o equivalente a cheirar uma carreira de cocaína antes de dormir, mas também não ajuda. Ao invés de nunca mais escovar os dentes antes de ir para a cama, aproveite esse novo conhecimento adquirido para voltar a comprar pasta Tandy de framboesa sem culpa.

3. Lua cheia

problemas sono dormir 3
Você é do tipo que tem ataques irritantes de insônia mais ou menos uma vez por mês? A culpa pode estar atrás da cortina do seu quarto. Tá vendo aquela lua que brilha lá no céu? Ela é quem pode estar jogando um olho gordo no seu sono. Estudos têm mostrado de maneira contundente que as pessoas não dormem bem durante a lua cheia – e isso não quer dizer que estamos apenas esperando a melhor oportunidade para virar lobisomem.

O raciocínio mais lógico seria que a lua cheia é, basicamente, uma lanterna azul entrando no seu quarto, com luz o suficiente vazando das cortinas para ser irritante. Porém, as coisas não são tão simples assim, porque estudos conduzidos em salas sem janelas, quando os participantes não tinham a menor ideia de em que fase a lua estava, ainda registraram que os padrões de sono mudam de acordo com o ciclo lunar. Não só eles demoraram mais para conseguir dormir quando a lua estava cheia, como não dormiram por tanto tempo quanto em outros períodos e até mesmo a qualidade do seu sono foi reduzida em 30%.

Então, qual é a explicação? Bem, a ciência ainda não sabe realmente, porque, infelizmente, é muito mais fácil provar algo do que é descobrir o porquê deste fato. Algumas teorias sugerem que é uma herança do nosso passado de caçadores-coletores. No passado, quando precisávamos caçar mamutes, teria sido vantajoso fazê-lo durante a lua cheia, quando tínhamos a melhor luz. Nossa biologia poderia ter se adaptado para nos manter alerta durante este período para que pudéssemos apunhalar animais durante toda a noite sem muita fadiga.

2. Sua etnia

problemas sono dormir 2
Se você não precisa de mais de 10 minutos sob o sol de verão para virar um verdadeiro camarão humano com a sua pele ardendo como o fogo, são maiores as chances de que as suas noites de sono sejam mais tranquilas. Isso porque um estudo norte-americano mostrou que os negros têm mais problemas na hora de dormir. Um grupo de indivíduos tiveram suas ondas cerebrais analisadas ​​e, após a correção para outros fatores, como depressão e outras doenças, verificou-se que as pessoas caucasianas dormiam, em geral, cerca de 11% melhor do que as afrodescendentes.

Outra pesquisa, também feita nos EUA, mostrou que afro-americanos também tendem a ter uma diminuição do nível de sono de ondas lentas, que é a parte mais importante do ciclo do sono, na qual o seu corpo entra em modo de reparo e você começa a se sentir revigorado. Além disso, negros tendem a dormir períodos mais longos ou mais curtos do que a ciência considera saudável.

Nossos corpos são metódicos idiotas e ditam uma certa quantidade de sono a cada noite para permanecermos dentro da zona de saúde: de seis a oito horas. Durma menos do que isso e você corre o risco de sofrer com obesidade e diabetes. Contudo, não ache que ficar o dia todo na cama é a solução de todos os problemas, já que, se você dormir a mais, corre o risco de ter um acidente vascular cerebral. É uma linha muito tênue. Estudos sugerem que os negros tendem a dormir ou cinco horas ou mais de nove horas.

Quanto ao porquê, novamente, é difícil ter certeza. Uma teoria envolve a discriminação racial, em função da qual as pessoas com pele mais escura podem, por exemplo, ser submetidas a mais pressão do que as pessoas brancas no local de trabalho, levando a mais horas e mais estresse, e consequentemente a problemas de sono mais pronunciados em casa. Parece que a única maneira de sabermos com certeza é acabar com o racismo para, em seguida, executar os testes novamente e fazer a comparação. Por mim, podemos começar já.

1. Estar apaixonado

problemas sono dormir 1
Se você é uma pessoa solteira que fica acordada durante a noite ansiando para encontrar alguém para aliviar a dor da solidão eterna, talvez você possa se animar um pouco sabendo que a alternativa poderia ser pior. Levar uma flechada do Cupido pode tornar mais difícil adormecer à noite, graças à uma reação química explosiva que o amor causa em seu cérebro.

Estudos sobre casais na fase de lua-de-mel de seu relacionamento têm mostrado que, mesmo quando conectados a scanners cerebrais nenhum pouco românticos, pessoas apaixonadas registram diminuição dos níveis de serotonina e aumento nos de dopamina. A serotonina é a substância química que diz ao nosso cérebro que estamos relaxados, contentes e completos. A dopamina é a química que grita: “FAÇA SEXO AGORA! VAI VAI VAI! DORMIR É RUIM, SEXO É BOM!!!”. Em suma, o seu cérebro, quando está sob o efeito do amor, tenta freneticamente suprimir o instinto de sono para dar mais tempo para as coisas esquentarem sob os lençóis.

E as coisas ainda vão mais longe do que isso. Se você está dormindo ao lado de alguém (com quem você provavelmente se importa) que tem problemas para dormir, então você também corre o risco de desenvolver problemas de sono. É mais do que apenas ter que aturar os pesadelos barulhentos do seu cônjuge. Foram feitos estudos com casais em que um das pessoas sofria com dor crônica e, portanto, tinha problemas para dormir. O que eles descobriram foi que o cônjuge tende a ter mais problemas para dormir simplesmente por empatia. Oun, seria fofo se não fosse péssimo para a sua saúde.

O estudo também mostrou que, quanto mais próximo era o casal, mais problemas o cônjuge sem dor tinha para dormir. E isso não quer dizer que o cônjuge doente sofria privação de sono por causa do seu parceiro solidário – todos os efeitos negativos estavam no parceiro que não tinha que lidar com a dor crônica. [Cracked]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!