8 Exemplos da evolução em ação

Por , em 21.11.2011

A evolução é uma das maiores descobertas científicas de todos os tempos. Frequentemente, biólogos têm achados surpreendentes: há tantas evidências a favor da evolução, que argumentar contra ela é como negar que há uma lua no céu. Confira oito exemplos, entre muitos, da evolução em ação:

1 – Mariposa

Originalmente, a grande maioria das mariposas da espécie Biston betularia tinha uma coloração clara, que era uma boa camuflagem contra predadores. Antes da revolução industrial, uma variante escura da mariposa contava como 2% da espécie.

Depois da revolução industrial, 95% das mariposas passaram a ter coloração escura. A melhor explicação para essa mudança é que as mariposas claras perderam sua vantagem de camuflagem conforme as superfícies claras foram escurecidas pela poluição, e elas foram comidas por pássaros com mais frequência. Esse é um exemplo de uma grande mudança em uma espécie, causada por mutações levando à variação e seleção natural.

2 – Lagarto australiano

Especiação, a formação de uma nova espécie de uma espécie ancestral, envolve muitas mutações levando a mudanças significativas. Uma espécie de skink, Saiphos equalis, é um lagarto da Austrália que parece estar submetido a mudança de por ovos para dar a luz a um filhote vivo.

Uma vez que estes skinks podem tanto pôr ovos quanto dar à luz, os cientistas tiveram uma boa oportunidade de estudar as adaptações necessárias para o nascimento vivo.

Embriões skink envoltos em um ovo tem uma fonte extra de cálcio que os skinks nascidos vivos não têm. Essa diferença nutricional é compensada pela mãe, que secreta cálcio extra para os jovens detidos dentro dela. Isto parece ser o primeiro passo no caminho para o desenvolvimento de um sistema como a placenta dos mamíferos.

Skinks que vivem na costa tendem a pôr ovos, provavelmente porque o clima quente é previsível e suficiente para o desenvolvimento embrionário. Skinks que vivem nas montanhas mais frias tendem a dar à luz filhotes vivos, já que o corpo da mãe proporciona uma temperatura mais estável.

É de se prever que estas duas populações, em algum momento, se separem em diferentes espécies, e cada população se torne fixa na sua estratégia reprodutiva. Isso levanta uma pergunta comum em criacionistas: se o homem evoluiu do macaco, por que ainda há macacos? No caso dos skinks, seriam duas espécies formadas: uma que põe de ovos e uma que tem parto. Cada uma delas seria mais adequada para seu habitat. Cada um é adaptado ao seu nicho.

3 – Mexilhões e caranguejos

Evolução acontece muitas vezes em conjunto: um predador desenvolve um método de caça melhorado, e quaisquer mutações que aumentem a capacidade de sobrevivência serão selecionadas para levar a uma mudança na população de presas.

Nós não temos que esperar um predador evoluir para observar uma mudança, no entanto, já que os humanos transportam espécies por todo o mundo, e assim podemos observar interações entre novas espécies.

O caranguejo da costa asiática (Hemigrapsus sanguineus) é uma espécie invasora na Nova Inglaterra, que se alimenta do mexilhão azul nativo. Recentemente, foi observado que os mexilhões, quando detectam caranguejos asiáticos, desenvolvem escudos mais grossos para impedir os caranguejos de comê-los.

Este comportamento é difícil para os mexilhões, e por isso é fortemente regulamentado. O fator evolutivo aqui é que apenas os mexilhões de regiões onde os caranguejos asiáticos são endêmicos engrossam suas costas. Os de outras regiões não detectam os caranguejos como uma ameaça.

4 – Lagartixa italiana

Em 1971, dez lagartixas italianas (Podarcis sicula) foram introduzidas na ilha de Pod Mrčaru, a partir de uma ilha vizinha. Elas foram deixadas lá ao longo de décadas, para serem comparadas com a colônia de onde foram tiradas.

As lagartixas de Pod Mrčaru prosperaram e se adaptaram à nova ilha. Elas mudaram de uma dieta principalmente insetívora a uma pesada em vegetação. Esta mudança de dieta parece ter impulsionado outras mudanças dramáticas nos animais.

A cabeça das lagartixas de Pod Mrčaru são maiores, e tem uma força de mordida muito maior. Essas são adaptações chave para lidar com as folhas que mascam. O sinal mais emocionante da evolução é o desenvolvimento de músculos usados para separar porções do intestino. Eles servem para diminuir a passagem do alimento através do intestino e dar tempo para as bactérias quebrarem o material vegetal para a absorção. Este é um desenvolvimento inteiramente novo na lagartixa italiana, e uma grande adaptação.

5 – Sapo-cururu

O sapo-cururu na Austrália é provavelmente uma das espécies invasoras mais famosas do mundo. Ele faz imenso dano à agricultura e as espécies nativas.

A Austrália é grande, e leva tempo para uma espécie invasora se espalhar. Os sapos na frente dessa onda de invasão provavelmente são os melhores adaptados para se espalhar mais rápido. Quando os sapos na frente da onda de invasão foram estudados, os pesquisadores descobriram que eles eram maiores, mais resistentes, tinham pernas mais longas que permitiam maior velocidade, e eram mais ativos. Como resultado destes tipos de adaptações, a taxa em que os sapos-cururu se espalham tem aumentado desde que eles foram introduzidos.

6 – Tentilhões

Lembra das observações de Darwin sobre a adaptação entre os tentilhões das ilhas Galápagos? Estes tentilhões ainda estão ajudando a evolução a ser entendida. Peter e Rosemary Grant estudaram os tentilhões em uma das ilhas Galápagos, e observaram a mudança evolutiva causada pela concorrência direta de duas espécies rivais.

A espécie Geospiza fortis estava bem estabelecida na ilha de Daphne, e tinha sido estudada em profundidade. Seu bico era perfeitamente adequado para quebrar nozes grandes. Em 1982, a espécie maior Geospiza magnirostris, de uma ilha vizinha, chegou. Estes tentilhões maiores poderiam afastar os tentilhões médios de sua terra natal e comer todas as nozes de grande porte. Durante o período de estudo, os tentilhões médios da ilha de Daphne desenvolveram bicos menores e mais adequados para nozes menores, ignoradas pelos tentilhões invasores.

7 – Borboleta lua-azul

Estudar a evolução pode levar décadas, mas ocasionalmente a mudança acontece incrivelmente rápido. A borboleta lua-azul (Hypolimnas Bolina), das ilhas Samoa, estava sendo atacada por um parasita que destruía seus embriões do sexo masculino.

Isso levou a um desequilíbrio entre os sexos, até que os machos representaram apenas 1% da população da borboleta. No entanto, dentro de dez gerações (cerca de um ano), o sexo masculino voltou a contar por 40% da população. Isto não é porque o parasita desapareceu; ele ainda estava presente, mas não era mais letal aos embriões do sexo masculino.

Este caso mostra como uma mutação que dá uma vantagem pode rapidamente se espalhar por toda uma população. Qualquer macho com a capacidade de sobreviver à infecção seria capaz de acasalar com um grande número de fêmeas, devido à escassez de outros machos, e espalhar sua imunidade através de seus genes.

8 – Evolução em laboratório

Conforme cresce uma enorme variedade de patógenos resistentes aos medicamentos, nós aprendendo que a evolução é mais fácil de ser observada em espécies que trocam rápido de geração.

Desde 1988, no laboratório de Richard Lenski, a evolução de uma linhagem ancestral única para doze populações de E. coli foi estudada. Desde então, mais de 50.000 gerações de E. coli vieram e se foram, e as diferenças entre as populações, e entre cada população e a estirpe ancestral foram documentadas.

Com amostras de cada população tiradas regularmente, as mudanças genéticas acumuladas puderam ser acompanhadas com facilidade. Ao longo do tempo, as bactérias se tornaram muito mais eficientes em crescer nas condições utilizadas no laboratório. O estudo forneceu evidências de como a evolução realmente ocorre. Uma das populações desenvolveu a capacidade de utilizar o citrato como nutriente, algo de outra maneira desconhecido em populações E. coli em condições semelhantes.[Listverse]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (20 votos, média: 3,95 de 5)

548 comentários

  • Hezio Rosa:

    É sempre a mesma história. Sempre que se escreve algo sobre evolução aparece um monte de religiosos inconformados atacando e criticando, como nos comentários acima. Insistem sempre nos mesmos e manjados argumentos de sempre: Não existem intermediários, as mariposas continuam mariposas, evolução não é ciência, e por aí vai. É inútil argumentar com essa gente e repetir aqui as mesmas refutações de sempre. Mas uma coisa é certa, os dados do mundo não vão mudar porque contraria os dogmas religiosos de quem quer que seja. A natureza continuará não dando a mínima para suas crenças. O máximo que poderão fazer é aquilo que sempre fizeram: Continuar com suas tentativas patéticas de distorcer as evidências para que elas se enquadrem nos seus dogmas eternos e imutáveis. Amém.

  • Juca da Silva:

    “A evolução é uma das maiores descobertas científicas de todos os tempos. Frequentemente, biólogos têm achados surpreendentes: há tantas evidências a favor da evolução, que argumentar contra ela é como negar que há uma lua no céu. Confira oito exemplos, entre muitos, da evolução em ação”

    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK, num resisti a essa afirmação bizarra… Desde quando teoria é descoberta? E onde estão evidências palpáveis, concretas dela? De um acestral primitivo a evolução trouxe a existência todos esses milhões de espécies, vivas ou extintas, mas, contrariando a teoria, ñ se vê em lugar nenhum uma variedade de elos de transição, que deveriam ser superabundantes, ñ há um elo sequer!
    A gnt olha os fósseis, e vê espécies já desenvolvidas, por vezes semelhantes as de hoje!
    Fala sério meu povo, mais respeito com a ciência, a área de mitologia é outra rs

    • Costa:

      Juca da Silva,
      Realmente evolução como descoberta científica é praticamente uma piada de mau gosto. Além disso, como não há nenhuma lua no ‘céu’…………

      http://www.criacionismo.com.br/2009/04/dissensao-cientifica-do-darwinismo.html

    • Paulo Caldeira:

      Juca eu descordo de você em muitas questões. Bom primeiro, onde estão as evidências palpáveis? Acho que você não compreende muito bem a teoria de Darwin. A Evolução é um processo extremamente lento, não é como um pokemon que se transforma do dia para noite, leva-se milhares de anos para que ela ocorra. Já ouviu falar no famoso fóssil do arqueoptérix? Esse gênero que possui um único representante (Archaeopteryx lithographica) apresenta caraterísticas de repteis com presença de penas, o que demonstra o elo de transição entre essas classes.

      Tem um vídeo bastante legal sobre os ancestrais da baleia, mais uma evidência pra você:

      http://www.youtube.com/watch?v=PhYHBFLgq74

      E toda teoria é sim um meio de “descoberta”. Darwin através de inúmeras observações sobre o ambiente a sua volta foi capaz de “descobrir” o processo evolutivo dos seres vivos. Claro que como toda teoria pode ser questionada e derrubada, o modelo atômico já sofreu várias alterações. Gosto de sitar uma frase muito interessante de um geneticista russo que ilustra bastante isso:

      “Nada em biologia faz sentido senão sob a luz da evolução”.
      Theodosius Dobzhansky

    • Pablo Santos:

      Caramba, nunca vi tantas falácias em um mesmo comentário.
      1- você não sabe o que a palavra teoria quer dizer.
      2- você pede por elos de transição, o que é ridículo (mas se quiser, leia “A história de quando éramos peixes” de Neil Shubin).
      3- o que você queria ver nos fósseis? Meio bicho?
      É só estudar cara, te garanto que não dói.

    • André Muniz:

      Pergunta onde estão os elos mas não sabe de cór o nome do tataravô…

  • Giovane DEr Grosser:

    alguém tem duvida que os mamíferos possuem um ancestral comum aos reptéis, se voces não acham isso por favor leiam mais

  • Giovane “O Maior”:

    http://www.youtube.com/watch?v=PhYHBFLgq74

    Voltei, vejam este video

  • LorD FeniX (Marthins):

    Bem, é minha opinião e como vejo a evolução. 🙂
    Tentei resumir ao máximo e por isso não sei se ficou muito bom.

    Evolução é o resultado de uma soma de vários fatores q interagem: O mais importante de todos é o erro. Parece loucura mas, se os seres vivos fizessem sempre cópias perfeitas de si mesmos, teoricamente a evolução não existiria. Salvo no caso de invasões por outro ser vivo ou associações simbióticas q acabem resultando em um único ser vivo.

    Sempre q há reprodução das células ou seres vivos há uma chance de ocorrerem erros e a cópia ser diferente do original. Pode conter um ou vários erros.

    Resulta-se então em quatro situações possíveis:

    1) O erro é danoso e impede a cópia de sobreviver por não possuir as funções biológicas básicas adequadas. Ex: célula sem membrana externa, um ser vivo sem capacidade de se alimentar ou se reproduzir (estéril, uma linhagem q não prosseguirá).

    2) O erro não é danoso a estrutura biológica mas causa enorme desvantagem a sobrevivência no meio ambiente. Ex: um coelho q tenha uma alteração q o faça ficar com o pelo preto ou castanho avermelhado no inverno.

    3) O erro não é danoso nem vantajoso, é neutro. Isso é não, pelo menos naquele ambiente e momento ele não ajuda nem atrapalha. Ex: um animal q em lugar de ter os nervos do maxilar passando juntos em um só canal os tenha bifurcados em dois.

    4) O erro é benéfico. Pode ser em maior ou menor escala. EX: insetos verdes q por erro passem a ter um tom de verde mais próximo do tom das folhas em q vivem. Uma mudança q permita melhor aproveitamento de energia ou alimento (usam melhor os recursos,portanto sobrevivem com menos. uma população maior com mesma quantidade de recursos)

    Notando q as mudanças neutras diferentes se tornam parte da herança genética de partes do grupo. Logo, mesmo em uma população de seres do mesmo tipo vc nunca terá todos exatamente iguais. todos possuem pequenas alterações latentes q de acordo com as condições pode repentinamente se tornarem levemente benéficas ou até mesmo ser a única q permita a sobrevivência.

    E como podem ocorrer vários erros na mesma cópia. Cada um pode se enquadrar em situação diferente. Neste caso o resultado final q determinará se tal conjunto de mutações sobrevive ou não.

    Em casos extremos um cataclisma natural pode alterar drasticamente o ambiente e apenas as partes do grupo q possuirem alterações q permitam sobreviver escapará.

    Por isso q e dito q a chave da sobrevivência de uma espécie é a diversidade. Se todos fossem extamente iguais, todos morreriam diante da mesma ameaça ou causa.

    • Rômulo:

      Quantos cataclismas seriam necessários para selecionar todas as mutações com resultados possivelmente neutros até que se alcançasse a diversidade biológica atual?

    • LorD FeniX (Marthins):

      Não creio q seja possível prever. Mesmo q se conheça o genoma de todos os membros do grupo em um determinado momento as mutações q surgem nas novas gerações irão influir. E dependendo delas e do tipo de alteração q um “cataclisma” cause no habitat a
      seleção será diferente. Em alguns casos até o fator sorte pode fazer a diferença.

      Já se fez experiências em laboratório com populações de vírus teoricamente homogêneas. Alterou-se várias condições do ambiente
      em q esta estava confinada. temperatura, pressão, agente tóxicos, entre outras. o q se observou foi q dentro dessa população alguns indivíduos tinham
      melhores condições de suportar as alterações. ocorria um grande mortalidade com a sobrevivência de um pequeno grupo q passava a se reproduzir e logo se tornava o novo padrão vigente. Obviamente q há um limite. Se a mudança for muito brusca e excede-lo ocorre mortalidade de 100%.

      E usei o termo cataclisma de forma bem ampla. Pode muito bem ser uma alteração a nível local. Afetando apenas uma parte da população de uma espécie. O q tb dá um bom exemplo de como podem surgir subespécies com adaptações resultantes desse
      processo. A longo prazo podem acabar originando uma sub-espécie, Urso e urso polar por exemplo.

      E tem q se levar em consideração que a vida como a temos hoje pode ser resultado de diversas formas de vida primitiva q interagiram e até se fundiram. E não como tendo um único ancestral comum.
      Um exemplo é a mitocondria:

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Mitoc%C3%B4ndria

      E uma mudança só é neutra naquele momento e local. Se por exemplo, em uma espécie de roedores de países tropicais alguns possuírem uma alteração q
      os permita suportar um pouco melhor o frio sem lhes causar problemas em clima quente, Ela é neutra.
      Mas, supondo q ocorra algo, um ciclo q cause invernos mais severos por longos anos. Esse grupo TENDE a predominar nesse período. Dependendo da
      duração desse evento pode até se tornar o dominante.

      Alterações recessivas tb podem ser vistas. Algumas aranhas q vivem em cavernas profundas tem olhos muito atrofiados. Em alguns casos praticamente
      inexistentes. O q ocorreu ? Com pouco alimento, os mais eficientes predominam. Como os olhos não são de grande utilidade naquele meio, se tornam um sistema q está gastando energia sem apresentar utilidade, portanto se tornam um fardo. As com olhos precisam de mais alimentos q as q não os tem ou os tem menores.

      Acabei alongando muito, mas espero q tenha ajudado em algo 🙂

    • R^ml:

      Legal, lorde.

      Enfim. Duas idéias suas que me chamaram atenção:

      “a vida como a temos hoje pode ser resultado de diversas formas de vida primitiva q interagiram e até se fundiram. E não como tendo um único ancestral comum”

      [Então a diversidade é melhor explicada pela interação de genomas distintos e não como variantes de um original e primitivo? Mas qual a origem de diversos genomas se não a partir de um ancestral comum?]

      “Como os olhos não são de grande utilidade naquele meio, se tornam um sistema q está gastando energia sem apresentar utilidade, portanto se tornam um fardo.”

      [Então a hipótese do “desuso” é verificável, mas não a do “uso”, que é a lamarkiana do pescoço da girafa. Se o mecanismo do desuso é aplicável à atrofia de sistemas, já que, mantê-los seria um fardo, portanto desvantagem evolutiva, igualmente o é para a hipótese do neutralismo defendida por você. Ou seja, é um fardo manter um sistema não funcional/inacabado (mutações neutras)].

    • LorD FeniX (Marthins):

      As vezes temos dificuldade em explicar algo por crer q tem q ter apenas UMA causa. Pode ser o resultado de várias causas.

      “Mas qual a origem de diversos genomas se não a partir de um ancestral comum?”

      O q impede vários ancestrais? Uma vez q, teoricamente, eram seres bem primitivos (simples) + d uma espécie pode ter surgido simultâneamente.

      se surge uma bacteria primitiva em um ponto e outra espécie em outro elas podem ter semelhanças mas origens diferentes. Neste caso vc teria DOIS sistemas interagindo pela
      diversidade. Somando a isso as mutações q ocorrem nas espécies atuando junto com fatores externos q as selecionam. E ainda possibilidade de interação entre elas.

      Nas bactérias são milhões de reproduções (cópias). Isso acentua a chance de erros na cópia e de mutações.

      Mais uma vez nosso hábito de pensar q tudo tem q ter UMA causa 🙂

      “Então a hipótese do “desuso” é verificável, mas não a do “uso”, que é a lamarkiana do pescoço da girafa”

      O desuso se aplica se o ambiente for de pouco alimento. o q faz os mais eficientes predominarem (condição extrema no ambiente). Mas não necessáriamente o melhor uso de alimento + falta de alimento. Os pássaros são um caso semelhante. Eles foram tendo atrofias. Tem apenas um rim, ossos ocos. Várias mudanças q os foram tornando mais leves e permitiu voar. Pq ? sobreviveram os q planavam e voavam. Predadores + fatores ambientais.

      Se girafas de pescoços maior podem alcançar mais alimento, elas tendem a predominar. Levemente em alimento farto e maior em um “cataclisma” q torne o alimento mais escasso a baixa altura. Os maiores alcançam onde a maioria não consegue. podem inclusive serem as únicas a sobreviver a um evento mais grave.

      O fator ambiente tem grande influência. Se o alimento é pouco, favorece os mais eficientes. Mas se outro fator tb atua muda o resultado. Se surge um período com verões/invernos mais rigorosos mas isso não afeta a quantidade de alimentos, há uma seleção dos grupos q melhor suportam essas condições. Um predador ou novo predador tb muda a equação.

      Há sempre VÁRIOS fatores atuando juntos. E + um fator q entra na equação: um ambiente com alimento farto favorece mais reproduções, logo mais possíveis mutações e diversidade no grupo.

      As mutações neutras podem ser de vários tipos. Pode ser até um orgão em uma posição diferente. E é neutra apenas naquele momento e local. Se o alimento se torna escasso e ela torna menos eficiente, ela não é mais neutra. 🙂

      Dá para perceber q a equação é bastante complexa, mas o resultado é sobrevivência das mutações q o conjunto de fatores do momento permite.

      Até o fator “sorte” entra em cena: se tenho duas mutações da mesma bacteria. uma suporta 50C e a outra 60C. se a temperatura mudar para 49C, ambas vivem. Se mudar para 51C, apenas uma.
      Como prever qual vai ser ou foi a temperatura naquele local e momento ?

      Esse é o grande problema: Há muitos fatores q não conhecemos nem temos como prever atuando ou q atuaram na seleção. Muitas vezes fica difícil entender pq um grupo predominou.

    • R^ml:

      Não bastasse a dificuldade de uma única célula (ou proto qq coisa) “surgir”, suporíamos que, por banalidade do acaso ou das inevitáveis inerências da matéria, duas surgiram e ainda poderiam efetuar quorum sense com sucesso…

      A girafa teve sucesso por causa do pescoção, ela e uma infinidade de outros bichos… Que causa externa traria vantagens simultâneas a todos?

      É neutra uma deficiência? Não, é um fardo, uma desvantagem. No nível celular, por exemplo: Codificar, duplicar, guardar, transcrever, processar, produzir, dobrar, checar a qualidade, transportar, ancorar, implantar uma proteína que não serve para nada ou ainda impede a concatenação precisa de qualquer sistema bioquímico é um fardo.

      Espero o dia em que as ciências das origens pelo menos se aproximem da plausiabilidade.

  • Giovane “Não Existe Igual”:

    gostaria de falar sobre o assunto dos “6 ancestrais’ que foi posto em debate, isso é uma mentira, pois cade a variabilidade genética?, ora, haveria uma deriva genética, porque se tivessemos mesmo, 6 ancestrais, nasceriamos todos com defeito, lembrando a sindrome de donw, esta ai a genética explica..

    • Gilberto M.:

      Giovani, não quero brigar com vc não por que sei q vc é o “Grande”, mas o estudo a que me referi de maneira alguma diz que apenas 6 indivíduos fizeram uma suruba e nasceu a humanidade. Conclui-se tão somente que apenas seis indivíduos deixaram sua linhagem até hoje. É pura sorte estarmos aqui, a humanidade, há uns 150.000 anos, ficou reduzida a meros 150 ou 200 indivíduos. Quase fomos à extinção. Esse braço de ferro entre a natureza e o homo sapiens durou muito tempo. Esses seis indivíduos nem foram contemporâneos entre si. Puts, cara, eu tentar encontrar um link sobre o assunto e te passar. Muito legal, vc vai gostar.

    • Gilberto M.:

      http://veja.abril.com.br/100500/p_112.html

      http://veja.abril.com.br/061099/p_114b.html

      http://veja.abril.com.br/050599/p_113.html

      http://veja.abril.com.br/idade/exclusivo/genetica/contexto1.html

      Giovani, ver os links acima. Boa leitura.

    • Giovane “O Maior”:

      voltando a falar pois a maratona de estudos ta pesado aqui na alemanha

    • Sempre Livre:

      Problema seu, não nosso.

    • Sempre Livre:

      Exibidos também.

    • Ezio José:

      Será “A”lemanha ou Complexo Alemão?

    • Cesar Crash:

      Espero que seja a primeira. Quanto mais longe, melhor.

  • Giovane “O Magnífico”:

    olá pessoal voltei para a alemanha, ta frio aqui, meu deus “Darwin” Começo a aestudar segunda

    • Mestre Shifu:

      Giovane “O Magnífico”, tem um cara atacando Darwin direto na reportagem sobre a estrela de Belém. precisamos de você lá.
      “A Estrela de Belém foi uma estrela, um cometa ou um milagre?”

    • Mestre Shifu:

      “A Estrela de Belém foi uma estrela, um cometa ou um milagre?” precisamos que defenda Darwin lá.

    • Mestre Shifu:

      ““A Estrela de Belém foi uma estrela, um cometa ou um milagre?” tem alguem questionando o darwinismo.

    • Mestre Shifu:

      nessa reportagem do hypescience, vá até lá.

  • Bovidino:

    Gilberto M,
    Que somos todos irmãos não tenho dúvidas, principalmente do ponto de vista bíblico.
    Se considerarmos do ponto de vista científico da evolução Darwiniana, talvez não sejamos apenas irmãos, mas seríamos apenas um, ou seja, somos todos um, já que a ciência considera que todos os organismos vivos se originaram de uma única célula primordial, o que nos coloca praticamente como irmãos gêmeos de todos os outros animais bem como dos vegetais, embora tenhamos aparências, estruturas e Dnas diferentes.
    Todavia, embora pareça paradoxal, do ponto de vista esotérico também somos todos ‘UM’.
    Finalmente, a evolução biológica, que tantas polêmicas tem gerado, não me parece tão importante quanto a evolução do homem na sua essência.
    Não me parece que o homem moderno seja melhor do que qualquer um dos nossos antepassados mais remotos.
    Entre os trogloditas e o homem moderno, a diferença é exclusivamente de contexto histórico. Apenas mudamos de cavernas e utilizamos armas mais modernas e mais sofisticadas.
    Além de nos proporcionar um modus vivendi diferenciado, nenhuma das invenções ou descobertas ‘científicas’ modificou o caráter beligerante, autoritário, ganancioso e de auto destruição do homem.

    • Ezio Jose:

      Sr. Bovidino.
      Seu comentário não é só digno de ser relido mas, também, de ser copiado e guardado.
      Isto classifoco com sã consciência e imparcialidade.
      Parabéns.

    • Gilberto M.:

      Concordo quando vc diz que não somos melhores que nossos ancestrais. Como o Sr Darwing citou (se não me engano no livro A Origem das Espécies), a diferença de inteligência entre humanos e os demais mamíferos é de grau e não de qualidade.

      Bodivino, vc não é evangélico, não é católico e diz não que o sistema filosófico que adotou não se pode ser classificado como religião. És kardecista, né? Não precisa responder, mas percebo que vc é muito espiritualizado, e pode contar com todo meu respeito. A propósito, sou agnóstico (palavrinha difícil essa, hein?).

    • Bovidino:

      Gilberto M,
      Já tive oportunidade de expressar em outro comentário que não sou de nenhum grupo……ista. Se tivesse que escolher um grupo para me filiar, escolheria o budismo, cuja filosofia é a mais profunda, a mais realista e a mais coerente que conheço.
      Dizer que sou ‘espiritualizado’ soa até engraçado pra mim. Talvez isso possa ser aplicado para Chico Xavier, Madre Tereza, Dalai Lama e outros.
      Como se diz atualmente, estou já avançado em anos, ou estou na melhoridade e portanto já passei por muitas experiências. Se considerarmos experiências como aprendizados, acho que já aprendi bastante.
      Agnóstico além de ser uma palavrinha difícil, tem várias conotações. A mais usada é para designar a pessoa que não crê e nem descrê.
      Nesse sentido, acredito que embora não admitam, engloba a grande maioria das pessoas, quer se auto denominem crentes ou atéias.

    • Cesar Crash:

      Desse último raciocínio, quem gostou muito fui eu!
      http://letras.terra.com.br/agrotoxico/1061539/

    • Gilberto M.:

      Tenho quase certeza que vc sabe a definição clássica da palavra “agnóstico”. Pelo seu texto dá para perceber que vc é culto. Quanto a sua idade, isso é bobagem, somos todos crianças. Vc riu do termo por mim usado “espiritualizado”. Desculpe, retiro o que disse.

  • Rômulo:

    Moderadores.
    Os senhores precisam prestar mais atenção.

  • Giovane “Ich Bin Libe Biologie”:

    Meu Filho, Sempre Livre (anúncio de absorvente), eu disse, o que você não entendeu, mas tudo bem vou falar de novo, Darwin pode ter cido um rival para lamarck, mas no primeiro capítulo do livro, darwin expôem um fato que “Lembra” a teoria do uso e deuso, que os cachorros domésticos “Atrofiaram” seus musculos das orelhas que deixava as em pé, pelo fato de não vivendo mais em estado selvagem, esses não precisavam ficar atentos aos perigos que afrontavam sua segurança.

    • Sempre Livre:

      Nem sou homem nem sou tua filha. Não fui eu que não entendi, foi você que falou merda. Lamarck acreditava que mudanças corporais adquiridas pelo indivíduo ao longo de sua vida seriam transmitidas aos seus decendentes e isto é 100% antidarwinista, e vai contra tudo o que se conhece em genética, citar Lamarck é uma afronta à ciência. As raças caninas foram selecionadas pelo próprio homem, e ninguém precisa ser o professor X pra fazer isso.
      http://4.bp.blogspot.com/_g5HRMED07Jw/SsOXcTq5w9I/AAAAAAAAABA/yMcyQT3Tvxk/s320/flowers_it.svg.png

    • Ezio Jose:

      Mas tu és chegado nisso? Ou pensa que caminhãozinho da Estrela?

  • Giovane “O Gênio”:

    lindo, é um adjetivo pouco pra esse animal, é estupendúo

  • Giovane “O Gênio”:

    pessoal, viajei para anamíbia, para ver o projeto conservação dos guepardos, que animal fantástico

  • Giovane “O Gênio”:

    como eles não precisaram mais ficar em estado de atenção por causa de seu predadores, pelo motivo da segurança em seus lares, foram perdendo de geração em geração, o nervo que servia para deixar sua orelha eretra.

  • Giovane “O Gênio”:

    acho que você não leu o primeiro capítulo do meu Livro Sagrado “A Origem das Espécies”: lá está constato que os cachorros domésticos não possuem mais a orelha em pé sabe por que?

    • Ezio Jose:

      De tanto o dono ficar assoviando para chamá-lo e naquele levanta e baixa orelhas elas foram cansando.
      Ma o vira lata de minha vizinha ainda é uma espécie canania de orelhas em pé.

    • Rômulo:

      Minha vira-latas também tem a orelha em pé…

      Será que a cadela da mãe dela andou se pegando com um Canis lupus?!?!?

      Ah… Giovane… Tu me faz ser malvado!!!

    • Cesar Crash:

      Na verdade, parece muito mais que as orelhas dos cães domésticos cresceram ao ponto de cair do que os músculos se atrofiaram de forma a não sustentar. Tanto que o pessoal gosta de cortar as orelhas dos dobbermans e dinamarqueses para ficarem em pé, e ainda assim ficam maiores que as dos lobos.

      http://www.breederretriever.com/photopost/data/518/young_radley_1_.JPG

      http://3.bp.blogspot.com/_74BaglqTp4Y/TAZR9xzHI4I/AAAAAAAAAcM/S9IeYwO7k24/s1600/12.jpg

  • Giovane “O Gênio”:

    gostaria de falar uma coisaa seu cesar crash: não trai nenhum momento meu deus darwin sobre a lei do uso e deuso,
    não é porque lamarck é rival de darwin, que darwin não confirmou sua teoria: veja só

    • Sempre Livre:

      Giovane, a teoria de Lamarck simplesmente não pode conviver com a de Darwin, e daqui a pouco vai fazer dois séculos que foi totalmente descartada pela ciência. É inconcebível que alguém que se autoentitula o maior dos biólogos fale uma asneira como essa. Volte pra Alemanha, estude mais e depois volte pra debater aqui ,tá bom? Tchau!

      http://pt.scribd.com/doc/7248911/Teorias-Evolutivas

      http://www.infoescola.com/biologia/teoria-de-lamarck/

    • Giovane “Ich Bin Libe Biologie”:

      vc não leu a primeira parte do livro sagrado,já disse, e vou falar de novo

    • Sempre Livre:

      VOcê tinha defendido a ideia que as baleias evoluiram de animais com pernas citandi Lamarck, seu ignorante:
      “que a baleia usa ainda aquele vestigio, ela como um animal de terra primeiramente tinha seus pés traseiros, com a evolução foi se atrofiando (Acho que vc não lembra do Uso e de deuso dos orgãos proposto por lamarck)”

    • Ezio Jose:

      É que ele é um gênio!… Pra mim isso cheira involução. Perder membros é evolução?
      Ah! E a cobra evoluiu do quê? De quem?
      Geralmente dizemos que passamos n’algum lugar onde o Diabo perdeu as botas. Deve ter algum lugar onde as cobras perderam os membros.

  • Giovane “O Gênio”:

    Olá pessoal, olha eu aqui de novo, quero parabenizar senhor Gilberto, ele sim é cabeça aberta

    • Gilberto M.:

      Adorei meu avatar!

    • Cesar Crash:

      Pois é, ele sim é cabeça aberta. Olha o cérebro saindo pra fora no avatar dele!

  • Gilberto M.:

    Não há como negar a obra prima do Sr Darwin. Contém alguns erros? Sim, mas perfeita em seu cerne.

  • Ricardo Vitorino do Nascimento0:

    Ta só me responde algumas coisas:

    Existem fósseis de animais antepassados aos morcegos ? e existem os morcegos modernos hoje ? beleza ! onde estão os intermediarios ?

    Existe uma espécie de tartaruga que só morre por doença ou ferimento, nunca por “velhice” ou morte natural, degeneração progressiva. porque a evolução nao privilegia este tipo de vida ?

    Existem organismos simples que se auto reproduzem sem necessidade de relação sexual, porque a evolução nao privilegiou este tipo de reproducao? ta, relação sexual é muito mais prazeroso, mas auto-reprodução é muito mais vantajoso do ponto de vista evolutivo !

    Alguem pode me explicar qual é a vantagem evolutiva da homossexualidade ? !!!

  • Jonatas:

    Bah eu to vendo evolucionistas aqui que parecem pregadores: “N/ã/o ques/tio/nais o Evo/lucio/nismo!!” Para, tem que questionar sim, tem que achar os e/r/r/o/s, e tentar co/rri/gir, só assim a teoria do evolucionismo poderá… evoluir!

    • Cesar Crash:

      Hã! Cara, você infringiu o maior dos mandamentos do evolucionismo! Não questionarás Darwin! Vai queimar no fogo da involução por milhões e milhões de anos!

    • Cesar Crash:

      Todas as negativações só serviram pra comprovar o que eu disse. Muito obrigado!

    • Gilberto M.:

      É que o Evolucionismo de Darwin é a jóia da coroa do Método Científico. Uma das poucas teorias (se não a única) que deixou de ser teoria para ser considerada um fato. Nem Einsten conseguiu essa proeza. Bem, claro, tem a Matemática, mas essa é uma ciência a parte. As descobertas matemáticas já nascem como teoremas.

    • Bovidino:

      Você é irmão, primo, ou reencarnação do Giovane, o maior biólogo do mundo?

    • Gilberto M.:

      Somos todos irmãos. Até vc é meu irmão! Estudos recentes do DNA humano provou que toda a humanidade (sete bilhões de pessoas) descende de apenas seis (apenas 6) indivíduos que viverem dezenas de milhares de anos atrás. É difícil de acreditar, mas é verdade.

    • Rômulo:

      Se Noé continuou a “pegar” a véinha da esposa dele, este número deveria ser 8.

      Mas tudo bem, Noé tinha 3 filhos que “mandaram ver” com suas esposas!

    • Bovidino:

      1) Quantos anos exatamente perfazem essas dezenas de milhares de anos?
      2) Isso significa que os 7 bilhões que habitam hoje o planeta, são de 6 espécies diferentes?

    • Ezio Jose:

      Acho que naquelas eras os homens eram hemafroditas. Ou comia algum animal fêmea.

    • Gilberto M.:

      Bovidino, sujiro que vc dê uma pesquisada sobre esse tema. Pelo Google é bem prático, acho que vc vai achar interessante. É um assunto bem instigante. Aquele abraço, irmão.

  • Jonatas:

    A evolução é um fato, acontece a nossa volta e vai continuar. Darwin não é um deus, é um homem que elaborou um grande estudo, cometeu alguns erros que os próprios estudiosos do evolucionismo encontraram e resolveram alguns, e outros ainda não, mas a teoria do evolucionismo tenta entender um processo complexo de milênios e milhões de anos.
    A evolução é real, e o evolucionismo é a teoria que tenta entende-la, e está sujeita a erros, a ciência vive disso, é preciso errar e analisar esses pontos de erro, é o único caminho para a verdade. Isso não é simples?
    Bah eu to vendo evolucionistas aqui que parecem religiosos pregando: “Não questionais o Evolucionismo!!” Para, tem que questionar, tem que achar os erros, e tentar corrigir, só assim a teoria do evolucionismo poderá… evoluir!

  • Jonatas:

    Tu deve estar de brincadeira.

    O maioral e mais inteligente, EU é que sou. e o mais modesto também.

    • Jonatas:

      e o mais bonito também.

    • Jonatas:

      Bah… vo ter que olhar todo o site até achar todos os adjetivos que tu me roubou… isso é falsidade ideologica.

  • Cesar Crash:

    Giovane, me mostra uma única pergunta que você fez e eu não respondi, que eu te mostrarei várias pendentes pra você responder.
    Se você estiver se referindo às escamas nos pés de galinha, faz assim: em “Localizar, no seu navegador, digite: Sphingidae, clique em “próximo”, “seguinte” ou “next”, dependendo do seu navegador. Este é o link para uma pesquisa que diz que o arqueoptérix está muito mais para um antepassado do dinonico do que das aves:
    http://cienciadiaria.com.br/2011/07/28/ave-ou-reptil-questao-acerca-de-suposto-passaro-mais-primitivo-e-solucionada/
    E, se a semelhança que uma espécie tiver com duas outras provar decendência, falta dizer se o ornitorrinco prova que mamíferos evoluíram das aves (ou vice-versa)
    Você não comentou o desenhinho que fiz pra você: http://img217.imageshack.us/img217/1039/giovane.jpg
    Você não falou nada sobre a questão dos supostos “ossículos vestigiais” nas baleias terem função no animal HOJE:
    http://evolucaobiobr.wordpress.com/2008/11/06/orgaos-vestigiais/
    Para completar, tendo você dito acreditar em Lamark, gostaria de saber sobre qual ponto de vista você irá basear os seus argumentos daqui pra frente…
    E se estiver perguntando de novo sobre Lineu e taxonomia, pesquisa no Google, isso não vai acrescentar nada ao debate.

    • Giovane o “Maioral” e o Mais Inteligente:

      com a vida solitária não precisariam ficarem de orelha em pé para notar coisas estranhas que deixariam sua segurança em perigo.

  • Giovane “O Belo”:

    Sr. crash e Sr. Bovidino, se i que vocês nõ acreditam no livro da origem das espécies, ele pode conter erros para vocês. mas foi ele que lançou essa base da evolução do mundo, se não fosse ele, duvido que hoje, alguem iria lançar,se não fosse isso talvez o campo da Biologia não teria graça, e foi graças a esse livro, que a humanidade avançou,e em pleno século XXI, cada vez mais pessoas estão crentes nessa “teoria”

    desde já agradeço o debate por que foi muito útil.

    Obrigado

    • Giovane “O Belo”:

      sei que vocês nõ acreditam no livro da origem das espécies, ele pode conter erros para vocês. mas foi ele que lançou essa base da evolução do mundo, se não fosse ele, duvido que hoje, alguem iria lançar,se não fosse isso talvez o campo da Biologia não teria graça, e foi graças a esse livro, que a humanidade avançou,e em pleno século XXI, cada vez mais pessoas estão crentes nessa “teoria”

      desde já agradeço o debate por que foi muito útil.

      Obrigado

    • Giovane “O Belo”:

      Bíblia vs Origem das Espécies
      A Mentira Vs A Sabedoria
      O Julgamento vs a inteligência
      o Capeta Vs Darwin “o Deus”

    • Giovane “O Belo”:

      o que mais admiro em Charles Darwin fpoi sua ousadia em publicar esse livro, orque naquela época a igreja quase o matou,e admiro também sua inteligencia em observar essa teoria

  • Giovane “O Grande”:

    já q o sr. bovidino e o sr. cesar nao me responderam, eu respondi, por que eu sei

  • Giovane “O Grande”:

    archeopteryx, é a ave que evoluiou apartir dos repteis, vamos dizer que é uma ave misturada com dinossauro, ela ainda possuiu dentes, isso se refere ao fato de comerem frutos das árvores, pois elas evoluiram ali, na copa das árvores, e não sendo mais herbívoros, e as vezes carnívoros.
    Apresentam, penas, e asas, uma grande transição daos repteis paras as aves, o o maior indicio é as escamas nos pés das arvores, que essas com o tempo sumiram, segundo minha pesquisa

    agora quem não acredita nisso, por favor, pesquise-o e veja o que diz

  • Giovane O Maravilhoso:

    aqui está o link da evolução das baleias, vejam e tirem suas conclusões e depois me apresentem

    http://farm5.static.flickr.com/4016/4234498422_acfa042a3b_o.jpg

  • Giovane Rossi “O Melhor que Existe”:

    sr crash me explique essas formas de evolução que a matéria proporcionou para a gente, mas com objetividade sem colar da internet dando Ctrl

    • Cesar Crash:

      Giovane, cê tá lendo a Colônia Cecília!? Me dói dizer isso, mas você se parece pra caramba comigo quando eu tinha a sua idade. A diferença é que eu ia na biblioteca ao invés de usar a internet, escrevia bem melhor e tinha mais respeito.
      Lê tudo o que eu escrevi sobre o que você está perguntando desde o começo do debate, muito antes de você cair de paraquedas clicando em “mais comentários”, responde primeiro as perguntas que eu já te fiz, depois a gente conversa de novo, tá?

    • Giovane O Maravilhoso:

      taxonomia, perdão

    • Cesar Crash:

      Você leu as minhas respostas e respondeu as perguntas que te fiz, criatura?
      Sobre sua nova pergunta, só me basta responder que Lineu se escreve com inicial maiúscula e com U no lugar do L.

    • Demerval:

      Lamento dizer, mas o seu “deus” está morto…
      Porque não adora o Deus verdadeiro, que criou todas as coisas e que é imortal?

    • Professor Pardal:

      DIGUE? kkkkkkkkkkkk
      Já percebo que diploma fora do país não tem validade. Que assim nos diga “a Serra” com os seus falsos.

    • MARCELO:

      hoje é 25 de dezembro, usando somente a logica, quem de alguma forma celebrou o natal (nascimento de jesus)em costumes, como presentear alguem(lembra os tres reis do oriente?):é um cristao em potecial e pecou contra seu deus darwin ou com o ateismo. parabens voce nao está longe do reino de Deus.o egocentrismo tentou mas nao conseguiu te tirar do foco principal, Jesus Cristo

    • Giovane O Maravilhoso:

      Marcelo

      Meu senhor , a biblia é mentira, ela pune a gente, vcs vivem falando que nos seres humanos somos imperfeitos temos defeitos, vc acha que deus gosta disso? ou melhor vc gostaria que alguem falasse que alguma coisa que vc criou marcelo está um lixo? Acho que não né,a biblia já começa com essa mentira, e tudo que ta escrito nela nada mais é do que palavras de Homens que queriam na idade média controlar a população de rebeliôes para poder tambem ficar com o dinheiro da população como fez na revolução francesa,(sei que vc estudou história e sabe a história da idade média não é?) e para isso inventaram de que um homem mal está lá emcima olhando pra gente, deus é mais que isso, deus é maravilha e pra que ele te deu o livre arbitrio, pra ser bonzinho e ser salvo no dia do juizo final, esses conceitos estão errados e pessoas se apegam a ele ainda, vc acha que deus ta preocupado com vc, ele tem mais o que fazer né?

      Siga aquele livro origem das espécies e vera o que é deus, e não a biblia que só conta mentira

    • Giovane O Maravilhoso:

      Sr. marcelo entre neste link, ele fala sobre a biblia, leia por favor

      http://www.portaldascuriosidades.com/forum/index.php?topic=84406.0

  • Pedro:

    Pense em três homens olhando para um lindo quadro numa exposição. Dois deles discutem sobre a origem do quadro, o material usado, os componentes das tintas, as cores, os tons, o pincel, a técnica utilizada, etc, etc… Cada um deles tentando provar que entende mais que o outro. A discussão se prolonga indefinidamente e não chega a nenhuma conclusão.
    O terceiro observador aprecia a beleza do quadro, encanta-se com a paisagem, reconhece o talento e o valor de quem produziu tal obra prima e sente-se grato a ele, por partilhar essa maravilha. A criação está repleta de quadros fantásticos, que podem ser observados em cada coisa criada.
    Toda essa discussão tem um só objetivo: impedir o usufruto das maravilhas que o Criador colocou à nossa disposição e mais, negar-lhe o mérito da criação que por si só torna absurda e cega qualquer contestação. Em outras palavras: enquanto uns discutem a receita, outros saboreiam o bolo.
    Com quem você se identifica?

    • Giovane Rossi “O Melhor que Existe”:

      cara não entendi nada que vc falou, dá para escrever um pouco melhor

    • Demerval:

      Era de se esperar…

    • Bovidino:

      Meus parabéns. Isso é sabedoria.

    • Giovane O Maravilhoso:

      o senhor é tão bobo né, deve ter ficado com uma pulga atras da orelha, depois desta eu conquistei o sr. fala pra mim vai?

  • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

    Sr cesar crsh play 1 aqui está um breve texto sobre o homem de neandertal, antes vou falar uma coisa

    O H. neandertal, não evoluiou durante 200.000 anos e isso fez com que ele fosse extinguido, pois ele não teve “A capacidade de combater o H. sapiens sapiens”, pois esse era mais forte, ai entra a a teoria que vcs tanto falam que não existe do meu deus chamado Darwin

    A seleção natural; O mundo é dos mais fortes.

    A extinção do homem-de-neandertal não está esclarecida, mas persistem várias hipóteses, todas elas baseando-se no pressuposto de que houve competição com o Homo sapiens, que se mostrou mais adaptado, tendo em vista a sobrevivência da espécie.

    Alguns autores consideram que o facto de o homem-de-neandertal não ter evoluído durante cerca de 200 000 anos em termos de cultura material faz supor uma inteligência prática baixa, apesar de o seu cérebro ter sido maior que o do homem moderno (de facto, nada se sabe quanto à organização fisiológica e neurológica dos neandertais).

    Outra hipótese centra-se na baixa mobilidade das suas populações, atestada pela reduzida área geográfica onde se estabeleceram, bem como pela sua constituição óssea, de secção circular, adaptada ao esforço mas pouco adequada a uma locomoção ágil, como acontece no caso do “Homo sapiens” com ossos de secção oval. Esta reduzida mobilidade terá mantido as populações num certo estado de inércia devido à falta de estímulos proporcionada por um nicho ecológico que garantia as necessidades básicas de sobrevivência, sem grandes alterações climáticas. Outros autores referem a falta de variedade genética que teria decorrido da consanguinidade, devido a um crescente isolamento social e comunitário, talvez como reacção a contactos hostis com o homem moderno.

    Outros autores avançam com a hipótese de o tempo de gestação ser maior no caso dos neandertais (talvez 12 meses em vez dos 9 no caso do Homo sapiens), o que explicaria uma maior dificuldade em reproduzir-se.

    Colin Tudge, por seu lado, propõe que o homem moderno estaria mais adaptado devido a um comportamento prospectivo em relação à gestão dos recursos naturais, que este autor designa como proto-agricultura – isto é, teriam um comportamento recolector sustentável que incluiria a caça apoiada na manutenção das populações que caçava e na recolecção de produtos vegetais como complemento alimentar, para não ficar tão dependente da caça. O homem-de-neandertal teria sido, segundo esta hipótese, um caçador puro que teria depredado os seus recursos, o que teria implicado na sua extinção.

    Lembrando que inteligencia não tem nada aver com força, meu querido

    • Cesar Crash:

      De acordo com o gugolpontocom, sua resposta se encontra em mais de cento e setenta resultados http://www.google.com.br/#hl=pt-BR&cp=66&gs_id=t&xhr=t&q=%22Outra+hip%C3%B3tese+centra-se+na+baixa+mobilidade+das+suas+popula%C3%A7%C3%B5es%22&pf=p&sclient=psy-ab&site=&source=hp&pbx=1&oq=%22Outra+hip%C3%B3tese+centra-se+na+baixa+mobilidade+das+suas+popula%C3%A7%C3%B5es%22&aq=f&aqi=&aql=&gs_sm=&gs_upl=&bav=on.2,or.r_gc.r_pw.,cf.osb&fp=f479a5e79134a859&biw=1024&bih=677. Resumamos tudo em Wikipedia.
      Pensei que o biólogo reencarnação de Darwin, que por sua vez é deus, nos apresentaria algo novo.
      “A extinção do homem-de-neandertal não está esclarecida”, “baseando-se no pressuposto”, “faz supor uma inteligência prática baixa”, “de facto, nada se sabe quanto à organização fisiológica e neurológica dos neandertais”… Gigio, o autor fala com tanta incerteza aquilo que você fala com certeza. Essas incertezas eu já conheço, cara, cadê seu estudo, aquele que te faz o maior biólogo, mano!?
      Suas palavras: “A capacidade de combater o H. sapiens sapiens”, pois esse era mais forte”. As palavras do autor: “bem como pela sua constituição óssea, de secção circular, adaptada ao esforço”. Quem era mais forte mesmo?
      “Sr. Cesar maior cabeça não significa maior inteligencia ta bom?” Está afirmando que o contrário é verdade? É assim que sua ciência tira suas conclusões? O homem de neandertal tinha maior cérebro. Maior cérebro não significa maior inteligência. Logo, o neandertal tinha inteligência inferior. Se quiser responder de novo eu deixo, se não, pode passar pra próxima pergunta.

    • Giovane “O Grande”:

      vou resumir em uma só frase:

      o Homo sapiens é muito mais evoluido que o H.neandertal

  • Rômulo:

    Que cara doente!!!

  • GIOVANE E DARWIN ‘OS IMPLACÁVEIS”:

    estou com um estudo em andamento amanhan dou mais noticias sobre ele, vocççes não esperam o uqe vai acontecer

    • Cesar Crash:

      Vamos lá, dr. Giovani! Depois de nos apresentar o seu estudo sobre o Homo sapiens neandertalensis ser mais fraco e menos inteligente que o Homo sapiens sapiens apesar de ser mais robusto e ter maior volume encefálico, e após explicar o fato dos ossos vestigiais da baleia possuirem função ainda hoje, aí você refuta a afirmação de que os oito exemplos acima apresentam variações menores que as diferenças entre um poodle e um hotweiller, que continuam pertencendo a mesmíssima espécie. E se mais um filho de Darwin não entender com laranjas, vou ter que usar maçãs!
      Vamos lá, dr. Giovani, já tem bastante lição de casa!

      ps.: Ah! Suas ilustraçõezinhas são bem bonitinhas, mas por aqui ninguém coleciona cards do Ben 10 não, tá?

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      Eu não entendi o q vc escreveu cara, ja sabia que vc não sabe escrever, mas dá pra escrever um pouco melhor, depois de aprender.
      mas já que vc voltou a me atacar, deixa eu te perguntar uma coisa:

      vc acredita na evolução?

      Como vc acha que surgiu a vida na terra? então, argumente para mim, já que vc éo espertão

      À vc não me respondeu o que te perguntei lembra; esta la em baixo perto de um de seus comentarios

      mas vou perguntar de novo:

      Qual a semelhança entre a galinha e o dinossauro, se é que vc acredita em dinossauro né.

      e se as aves evoluiram a partir dos repteis, (ou vc tmb vai negar isso), o que explica aquelas escamas em suas patas?

      Vamos lá espertão

    • Cesar Crash:

      Moleque, só nesse comentário onde você diz que eu não sei escrever, você escreveu “vc” no lugar de você quase dez vezes, escreveu “é o” sem espaço, lá sem acento assim como comentários e evoluíram, e “tmb” no lugar de também.
      Sobre os dinossauros e as aves, eu já respondi, é só procurar. O problema é que você fez diversas vezes a mesma pergunta e eu me limitei em responder uma única vez.
      Como você foi incapaz de compreender o que eu te disse para argumentar, então eu desenhei pra você, tá?
      http://img217.imageshack.us/img217/1039/giovane.jpg

    • Sempre Livre:

      Escreveu também À no lugar de Há!

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      eu fiz essa pergunta para o bodivino, e vc viu que ele sumiu, agora eu gostaria que vc não sumisse heim.

      RSRSRSRS

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      a outra coisa em nenhum momento disse como vc escreveu acima

      que a baleia usa ainda aquele vestigio, ela como um animal de terra primeiramente tinha seus pés traseiros, com a evolução foi se atrofiando (Acho que vc não lembra do Uso e de deuso dos orgãos proposto por lamarck)

      E la na universidade eu propus um trabalho sobre isso, que contava pela minha propria observação que daqui a mais ou menos (ser certeza mas uma hipotese)

      200 anos eleas não teram mais isso, e tmb daqui auns 500 ano não teremos mais aquela parte da orelha que ser ve para colocar brinco quem não usa atrofia

    • Sempre Livre:

      Geovane, ele não disse que você disse isso, ele disse que era um fato. O problema é que você sabe ler da mesma forma que sabe escrever! A propósito, como é que você entrou na universidade sem saber escrever? Fala o nome dela pra que todo mundo possa evitá-la, por favor.
      Bom, acho que agora é a minha vez:
      “Órgãos vestigiais são órgãos existentes no homem, bem como em outros animais, e que são considerados como vestígios inúteis de estruturas que foram úteis em um estágio evolutivo anterior. Na virada do século foi feita uma longa lista de órgãos vestigiais em mamíferos. Esta lista foi considerada uma evidência convincente da megaevolução. Mais de 80 órgãos estavam nesta lista, que incluía a tireóide, o timo, as glândulas pituitárias, o lobo olfativo do cérebro, o ouvido médio, as amígdalas e o apêndice. Hoje já se sabe que todos estes órgãos tem funções úteis e, não raro, essenciais. Mas na época em que a lista foi feita, ninguém sabia que funções eles tinham. À medida em que foram feitos estudos pelos fisiologistas, esta lista foi encolhendo. Atualmente já se mostrou que a maioria dos órgão chamados vestigiais, especialmente no homem, tem uso definido e não são, de forma alguma, atrofiados
      (…)
      Os membros posteriores das baleias são ossos isolados que estão imersos no tecido. Eles são considerados pelos evolucionistas como vestígios de órgãos posteriores verdadeiros que existiam nos ancestrais terrestres da baleia. Porém , eles têm uma função definida: são o ponto de ligação de músculos do sistema reprodutor. Os criacionistas podem argumentar que Deus modificou as instruções genéticas de membros posteriores para produzir estas estruturas que servem para uma função única.”
      “200 anos eleas não teram mais isso” kkk, nisso eu acredito! Daqui 200 anos estarão todas extintas!

    • Cesar Crash:

      Exato. É isso que estou afirmando, Os tais ossículos vestigiais têm sim uma função no organismo do animal. Assim como o apêndice cecal no ser humano, não é um órgão sem função.
      E você agora está defendendo a evolução segundo Lamark, seu herege! Agora você acabou de atestar que não tem a mínima noção do que está falando! Você acaba de profanar o templo do seu deus Darwin! Já ouviu falar em Weismann? Já ouviu falar em Mendel?
      Darwin jamais te perdoará por ter se encurvado diante de outro deus, Lamark, seu herege!

    • Giovane “O Grande”:

      Aliás estou de férias aqui no Brasil com meus pais, e em janeiro parto para alemanha pra começar um ano letivo novamente, eu falo Alemão fluente, e consegui essa bolsa quando tinha 16 anos, portando estou a quase 3 anos na alemanha.
      è comum minha ida para a namibia onde participo com meus colegas, do projeto conservação de guepardo, se o Sr. quiser pesquisar sobre os 2 pode sim

    • Ezio José:

      Essa faculdade de Munchen…
      É! Lá têm também uns cursos técnicos que são lecionados por não acadêmicos.

    • Cesar Crash:

      Escrever Lineu com L e À no lugar de Há, nada tem a ver com moda ou recurso pra escrever mais rápido.

    • Giovane “O Super Maximo”:

      Lembrando que inteligencia não tem nada aver com força, meu querido

    • Cesar Crash:

      Isso é uma tentativa de se esquivar? Foi você mesmo quem afirmou que o sapiens sapiens É mais forte E mais inteligente.

    • Giovane “O Super Maximo”:

      Sr. cesar crash

      Então me responda a semelhança da galinha com o dinossauro, e se vc concorda que as aves evoluiram dos repteis, pois seu pés possuem escama

      e aqui está a foto da primeira ave. clik no link

      http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/teropodes/imagens/archaeopteryx-2.jpg

      e depois veja essa, há vestigios em rochas que provam a existencia desta ave click no link

      http://www.auldaney.com/ArchaeopteryxEichstatt.JPG

      depois dessa o senhor achará que a evolução está errada, nos conceitos modernos.

    • Giovane Rossi “O Melhor que Existe”:

      Sr. crash Então me responda a semelhança da galinha com o dinossauro, e se vc concorda que as aves evoluiram dos repteis, pois seu pés possuem escama

      e aqui está a foto da primeira ave. clik no link

      http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/teropodes/imagens/archaeopteryx-2.jpg

      e depois veja essa, há vestigios em rochas que provam a existencia desta ave click no link

      http://www.auldaney.com/ArchaeopteryxEichstatt.JPG

      depois dessa o senhor achará que a evolução está errada, nos conceitos modernos.

    • Giovane Rossi “O Melhor que Existe”:

      ve se vc não some como fez o bovidino em

    • Sempre Livre:

      Você está fazendo a mesma pergunta de novo menino? Rola a página só um pouquinho que ele já respondeu. Interessante a matéria que diz que os arqueopterix servem mais pra antepassados de dinonicos que de aves.

    • Giovane “O Grande”:

      Sr. cesar então você concorda, por isso que o H.Neandertal foi extinguido, pois ele como está no texto, não estava tão evoluido como o Homo Sapiens

    • Giovane “O Grande”:

      então ele quis mostrar sua ‘Fortaleza” como o senhor disse Contra o H. Sapiens e esse muito mais inteligênte “E Menos Forte” se mostrou mais adaptado e venceu a questão da “Seleção Natural”.

      Obs: Senhor Cesar, maior cabeça não significa maior inteligencia

    • Cesar Crash:

      Apesar de haver pesquisas que indicam que houve cruzamento entre sapiens e neandertalensis https://hypescience.com/sexo-entre-humanos-modernos-e-neandertais-pode-ter-melhorado-nosso-sistema-imunologico/ (e veja só, asiáticos, reconhecidos por tantos como os mais inteligentes), e de a ideia de que o neandertalensis fosse menos inteligente seja mera especulação, consideremos que você entendeu bem como uma espécie pode ir à extinção. Com isso, dr. Giovane, o sr. já é 100% capaz de entender o que pode ter ocorrido com o seu ambuloceto, ou “baleia ambulante”. EXTINÇÃO.

    • Giovane “O Grande”:

      Sr. Cesar ser forte e ser inteligente são 2 coisas distintas, vou dar 1 exmplo: olhe

      Lá na universidade tenho um professor, franzino, tão magrinho, e o QI dele e extraordinário, ai você compara com o QI desses caras que fazem academia e você vai ver que eles não temo 1 milésimo da sabedoria de meu professor, aí está o seguinte:

      quem é mais forte: os caras da academia
      Quem é mais inteligente: O meu professor

      O que vale mais, eu tenho certeza que é a inteligencia, porque com ela se faz tudo, tudo mesmo, ser forte, é bom, mas o que adianta se não há inteligência pra fazer as coisas, e se virar nas horas que precisa ser evoluído

  • GIOVANE E DARWIN ‘OS IMPLACÁVEIS”:

    vamos ver qual vai ser sua piada agora bovidino sobre as duas perguntas que fiz

    sobre as aves
    eos dinossauros parentesco com as galinhas

  • GIOVANE E DARWIN ‘OS IMPLACÁVEIS”:

    A origem das espécies está ai o caminho para a verdade, esse livo é para poucos,

    Sr. bovidino, me explique então a questão dos pes dos passaros, por que eles são escamados, o sr com sua sabedoria poderia me explicar, é claro que já sei, esse fato não deixa uma pulga atrs da orelha que as aves evoluiram dos repteis? pois eles são escamados, e o senhor acha que a semelhança entre a galinha e o dinossauro

  • Rômulo:

    Pessoal, vale a pena gastar um tempo lendo este artigo(cosmovisão materialista evolucionista) oferecido por um colega evolucionista:

    http://www.scielo.br/pdf/ea/v21n59/a21v2159.pdf

    É clara a falta de argumentação evolucionista frente as evidências da impossibilidade do surgimento da vida aqui na Terra.

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      o Romulo o link não funciona RSRSRS

    • Rômulo:

      Funciona.
      Você é que não está conseguindo.

  • Aliah:

    Como um apessoa que não sabe nem sequer o que quer dizer a palavra TEORIA em modelos científicos ousa opinar? Me fala uma porcaria como “Nenhuma das duas histórias podem ser comprovadas” então todas as provas apresentadas com fósseis são o q? Falsificações científicas? Esses 8 exemplos são o q? Mera coincidência? papai do céu agindo pra salvar a mariposa, enquanto milhões de criancinhas morrem de fome, cancer etc???
    Pontos a serem descobertos não invalidam o conceito total. Mas como explicar essas coisas a quem sequer consegue chegar as respostas por si próprio.
    google acadêmico está aé, pode ser um começo.

    • Bovidino:

      Você deve ser mais um cientista ‘prodígio’.
      Saiba que qualquer Teoria científica, é sempre provisória, baseada que está em hipóteses e pressupostos.
      Nunca pode ser tratada como lei, e qualquer ‘cientista de verdade’ sabe disso.
      A Teoria da evolução tem falhas graves sem explicação aceitável.
      Vários ‘cientistas de verdade’ já a contestaram.
      Mas como explicar essas coisas a um ‘cientista tão famoso’ e dono da verdade?

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      Sr. Bovidino me responda essa pergunta, ja que o sr. não acredita na aevolução

      me responda a semelhança da galinha com o dinossauro, e se vc concorda que as aves evoluiram dos repteis, pois seu pés possuem escama

      e aqui está a foto da primeira ave. clik no link

      http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/teropodes/imagens/archaeopteryx-2.jpg

      e depois veja essa, há vestigios em rochas que provam a existencia desta ave click no link

      http://www.auldaney.com/ArchaeopteryxEichstatt.JPG

      depois dessa o senhor achará que a evolução está errada, nos conceitos modernos

    • Bovidino:

      Quem disse que não acredito na evolução? Eu só disse que a Teoria de Darwin tem muita falhas.
      O fato é que você é tão bobo que não vale a pena ficar dialogando com você.
      O Cesar é que tem paciência. Eu já estou fora dessa.

    • Cesar Crash:

      O Bovidino desde o começo do debate diz que as espécies evoluem e que isso é a vontade do criador. Tenho paciência, Bovidino, mas não sei até quando. Esse moleque cobra as respostas que já foram dadas e finge que não vê as perguntas que foram feitas. Vou repetir aqui uma das perguntas mais importantes que te foram feitas, Giovane: Em que universidade você conseguiu ingressar sem saber escrever, menino?

    • Jonatas:

      Ele ta brincando, como criança que quer atenção.

    • Rômulo:

      Rapaz.
      Passa pelo menos um tempinho lendo as questões que já foram levantadas, aqui mesmo, nestes 400 comentários sobre os 8 exemplos citados pelo hypescience.

      Quem sabe verás que estas variações de baixo nível apresentadas como prova da transmutação das espécies, são, no mínino, ridículas.

  • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

    O Guepardo corre desse jeito por que sua presa evoluiu como uma velocista a gazela de thompson, e nisso ele precisoui evoluir tambem por que se não ia acontecer igula aconteceu com o homem de neandertal

    As cobras eram lagartos, possuiam patas estas por sua vez se atrofiaram para poderem se esconder de predadores em buracos profundos, claros sem as patas ajudaria muito

    Então eu encerro minha participação por hoje,

    a quem quiser uma foto minha, é só pedir para por como papel de parede em seus computadores

    AUF widersehen

  • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

    Recomendo que todos Vejam (se souberem usar a internet né rsrsrsrsr isso e para inteligentes como eu)

    >A ARvore filogenética no GOOGLE IMAGENS
    >O QUADRO DA EVOLUÇÃO DAS BALEIAS
    >A ORIGEM DAS ESPÈCIES

    QUE ESTA O LINK LA EM CIMA POSTADO.

    EU CONSIDERO Charles DARWIN como um deus, ele é um deus em forma humana, é o meu ídolo, igual a ele não tera mais nem BOVIDINO, NEM PALHAÇO TOSCO, nem MENINA ARTEIRA, ele seria o rei do meu império

    O Livro “A ORIGEM DAS ESPECIES” é para mim como se fosse a biblia para o $#$#@$##$ dos evangélicos, e nele que está a verdade, e só intelingentes podem ler, ainda mais em uma versão em alemão, putzzzz, nele está o caminho. este livro é muito mais importante que a biblia, esse livro é o caminho da biologia, quem não tem não sabe o que é

    é como eu falo a biblia não presta para nada e esse livro é o livro sagrado dos BIOLOGOS

    Não acreditar em charles darwin é negar a existencia de deus.

  • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

    A evolução é uma das maiores descobertas científicas de todos os tempos. Frequentemente, biólogos têm achados surpreendentes: há tantas evidências a favor da evolução, que argumentar contra ela é como negar que há uma lua no céu. Confira oito exemplos, entre muitos, da evolução em ação:

    LEIA BOVIDINO, isso é se vocÊ saber ler né RSRSRSRS

    • Arteiro:

      Olhaí! O sujeito caiu de paraquedas, entrou no apito final do jogo, nem viu quem fez os gols e pensa que tá abafando. Se ele não tivesse dando um CTR-C lá no início da matéria e um CTR-V no comentário a gente nunca ia ler essa pérola, que “argumentar contra [a evolução] é como negar que há uma lua no céu”. Mas o cara tá evoluindo, não escreve mais Biológo…

  • GIOVANE “O GRANDE E PRODÍGIO BIÓLOGO”:

    já escutei crente dizer que ORIGEM DAS ESPECIEs e obra do demonio, obra do demonio e quem não acredita na evoluçãp

    • Ezio José:

      Depende de que crente. Eu não sigo religião e sou crente, creio em Deus e creio no potencial do ser humano que é criatura Dele.
      Quanto aos ditos evangélicos, esses sim, acreditam mais na força dos demônios do que no Poder de Deus quem criou tudo. São instruídos pelos dógmas das igrejas a acreditarem na força do malígno, como eles dizem, se não renderem aos seus líderes que dizem falar em nome de Deus, em nome de Jesus.

    • Cesar Crash:

      Espero do fundo do meu coração que não tenham sensurado minha resposta ao comentário abaixo.

      Giovane, por favor, sei que você anda muuuito ocupado com suas pesquisas, mas você, como um biólogo tão prodígio, talvez seja o único que pode responder às minhas perguntas (já que os demais biólogos prodígios evoluíram para espécies mudas). E isso você, com todo seu conhecimento, deve responder em um minutinho! Fala comigo, vai…

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      Provavelmente te arregacei com essa argumentação eu sou %$%$%$

  • GIOVANE “O GRANDE E PRODÍGIO BIÓLOGO”:

    vou dar mais dois exemplos de animais que evoluiram, é claro que vai ter um besta negando tal afirmação, ainda por cima fico admirado como vcs não acredtam ainda na evolução estão a um palmo dos seus olhos mas tudo bem, quem tem boca fala o que quer não é mesmo..

    à vou dizer uma coisa a mais:

    O Livro “A origem das Espécies” é um livro sagrado para mim, e como se fosse para mim, o que é a biblia pro trou¨¨¨¨¨¨ dos evangélicos que só perdem dinheiro para seus pastores

    CHARLES DARWIN é o rei do meu império, e o cara que eu mais admiro na vida, ele é o mais importante que já existiu, e a minha fonte de expiração, se ele ainda fosse vivo ^com essa tecnologia de hoje voces veriam o que é uma BIOLOGO tá certo

    Há tambem a lei do uso e deuso dos orgãos, logo não teremos mais quela parte da orelha que serve para brincos nos homens e para as mulheres , por que vai sumir, como sumiu tambem uma orgão que servia para a digestão da celulose que os primeiro seres humanos obtinham por comerem madeiras, ou vcs não ouviram isso.

    não acreditar em darwin é não acreditar em deus.

    Vamos Lá

    O animal guepardo evoluiu de uma forma impressionante, para mim é o mais espetacular felino que existe graças a dr. rose da namibia estes animais não foram extintos,
    ele corre tanto sabe por que/ porque as gazelas de thompson quem quiser pesquisar, sua maior presa evoluiou para correr tanto que o guepardo não a pegasse, mas a natureza ´´e tão sábia que após milhoes de anos o guepardo se tornou o maior velocista da terra com um arranque de uma carro de f1

    Outro aninal foram as cobras que por sua vez precisaram atrofiar seus membros que na verdade eram membros de lagartos, para poderem entrar nos buracos, para escapas de seus predadores

    Então é isso pessoal, a evolução existe e só não acredita quem é cabeçinha

    até mais e que darwin abençoe voces e não os castiguem pela descrença ta bom rsrsrsrsrsrsrsrs rsrsrsrsrsrssr

    • Rômulo:

      He, he…
      Que engraçadinho esse moço.

      No começo pensei que ele estaria falando sério e que traria alguma novidade científica, mas agora sei que ele anda lendo contos de ninar ruminantes.

  • GIOVANE “O GRANDE E PRODÍGIO BIÓLOGO”:

    e sem esquecer da menina ARTEira Também, é claro

  • Giovane Biológo:

    Evolução , só não acredita esses trouxas desses crentes inúteis que acha que a biblía é verdade, e sim foi a maior mentira que já existiu, já começa com a mentira de adão e e a vaca da eva

    • Bovidino:

      Giovane,
      1) Não sou evangélico, católico, ou de qualquer coisa que chamam de ‘religião’.
      2) Os religiosos mais antigos, acreditam na história da criação da Bíblia que é muito antiga e não se pode criticá-los por isso.
      3) Os jovens estudaram e aprenderem na escola outra história criada por Darwin e que fala sobre a evolução.
      4) Nenhuma das duas histórias podem ser comprovadas. A história de Darwin é uma Teoria.
      5) A história da evolução não diz que viemos dos macacos mas de um ancestral comum. Parece que você não fez a lição de casa nesse dia.
      6) Há vários cientistas que discordam da Teoria da evolução de Darwin porque ela tem muitas falhas que não podem ser explicadas.
      7) Seja mais educado quando fizer comentários.

    • Arteiro:

      Bovidino, vou um pouco além: apelo para os moderadores dos comentários. O desse sujeito é tão mal educado, grosseiro e preconceituoso que acho incrível que tenha sido aprovado. Esse tipo de grosseria, se aceita, vai estragar a imagem do site e pessoas de bem vão perder a credibilidade nele.
      Para o “BiolÓgo” aí não tenho nada a dizer… Parece um caso perdido.

    • GIOVANE “O GRANDE E PRODÍGIO BIÓLOGO”:

      olha o senhor está certo em dizer que o homem tem um ancestral comum com o macaco, falha minha.

      Agora algumas coisas:

      1° a BIBLIA é maior mentira que já existiu, vou dizer por que, algume que bolou essa história de biblia foi INTELIGEnte, por que tinha que haver um modo para botar medo nas civilizações então, montaram uma espécie de deus castigador, eu dou risada quando leio a biblia, a biblia pune a gente, você acha que deus gostaria que nos vivesse nos punindo, sendo que agente e maior criação dele, o senho não gostaria que punissem suas criações não é mesmo?

      2° o senhor tem uma cara de JUDEU da por**************

      3°não vou perder meu tempo discutindo com o senhor, por que o senhor já tem uma opinião formada, mas ao longo do tempo verás que a evolução existe sim.

      Lá no alto da página veja alguns indicios ta bem, tome seu remedio da artrose correto senão o sr. vai quebrar as pernas quando velo

    • GIOVANE “O GRANDE E PRODÍGIO BIÓLOGO”:

      olha o senhor está certo em dizer que o homem tem um ancestral comum com o macaco, falha minha.

      Agora algumas coisas:

      1° a BIBLIA é maior mentira que já existiu, vou dizer por que, algume que bolou essa história de biblia foi INTELIGEnte, por que tinha que haver um modo para botar medo nas civilizações então, montaram uma espécie de deus castigador, eu dou risada quando leio a biblia, a biblia pune a gente, você acha que deus gostaria que nos vivesse nos punindo, sendo que agente e maior criação dele, o senho não gostaria que punissem suas criações não é mesmo?

      2° o senhor tem uma cara de JUDEU da por**************

      3°não vou perder meu tempo discutindo com o senhor, por que o senhor já tem uma opinião formada, mas ao longo do tempo verás que a evolução existe sim.

      Lá no alto da página veja alguns indicios ta bem, tome seu remedio da artrose correto senão o sr. vai quebrar as pernas quando velo

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      num to falando que esse bovidino, é um JEGUE*************, não sabe nem diferenciar a teoria da relatividade de EINSTEIN e da evolução de MEU GRANDE CHARLES DARWIN que ressalvo para mim um deus

      AUF Widersehen

      Herr Narr

    • Cesar Crash:

      Esse moleque é mais liso que sabão!

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      Ok, concordo com senhor, me coloquei errado ao dizer que vivemos dos macacos

      Eu não vou discutir com o senhor, mas vou dar 2 exemplos de evolução:

      as do guepardo e das cobras

      Está no topo dos comentários lá em cima

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      SR vou falar uma coisa para o SR.

      Esse deus que voces veneram não existe, vc acha que deus está nos vigiando, nos punindo, isso é mentira, isso foi uma forma que a igreja católica na época achou um jeito de controlar o mundo e roubar dinheiro do povo, falando que havia um deus la emcima nos vigiando e punindo, por que assim manteriam a ordem, por que dá medo né saber que tem alguem nos maltratando
      deus é mais que isso, não há esse negócio de juizo final isso é bobagem,

      A biblia é mentira, a biblia pune a gente, diz que a gente não é nada, poxa gente, pensem o seguinte:

      nós somos a criação de deus, e vcs acham que deus vai achar defeitos em sua criação, que me desculpe esse pensamento é ultrapassado,nós não vivemos disendo que ele é o criador perfeito, por que essa controversia agora

      se o senhor

      bODIVINO criasse alguma coisa o senhor viveria colocando defeito, magina que não.

      Nós não temos defeitos , é somente nosso jeito de ser

    • Rômulo:

      Se eu tivesse formação em ciências Biológicas, ficaria envergonhado em ter um colega desses na minha profissão.

      O Sr., pelo visto, não tem educação nem conhecimentos suficientes dentro da própria área profissional.

  • kairen:

    Cada pesquisa é uma aventura e nada mais. Ninguém comprova nada. Evolução e ação não existe. O que existe é uma diversidade de espécies inesploradas.Veja bem! Quem é que afirma que nunca existiu certas espécies que só agora estamos tendo conhecimento?

  • MUSTAFA DJOU:

    QUANDO OS INGLESES APORTARAM GALÁPAGOS.
    DARWIN SORRIU E OLHOU PRO CÉU E DISSE.

    LAGARTOS DESCANSAM SOBRE A PEDRA ESCURA,
    NO OBSCURO PASSADO DO HOMEM.

    POIS SE DEUS CRIOU O HOMEM,
    A SUA IMAGEM E SEMELHANÇA,
    E O MACACO EVOLUIU,
    A IMAGEM E SEMELHANÇA DO HOMEM.

    ESTÁ NAS SAGRADAS ESCRITURAS,
    SIM MEU BEM,
    TUDO, TUDO EVOLUI.

    MARKO CRUZ.

  • Sempre Livre:

    Que que aconteceu com os ateus/evolucionistas daqui? Parecem que sumiram na última semana! Foram extintas ou evoluíram pra uma espécie sem voz?

    • Cesar Crash:

      Plha só, eles estão aí negativando! Com certeza ficaram mudos então 😉

    • Rômulo:

      Acho que é culpa tua, @Cesar Crash.

    • Cesar Crash:

      Culpa minha!? Olha só quem tá falando!

    • Cesar Crash:

      Cê viu essa aí, Rômulo?
      https://hypescience.com/os-mais-temidos-dinossauros-carnivoros-podem-ter-sido-vegetarianos/

    • Rômulo:

      Eita! Nem lembrava deste pequeno detalhe sobre “lagartixas”!!

      Até tinha comentado neste post, mas havia me esquecido.E ao que parece, continuo com o mesmo discurso, hehehe…

    • Cesar Crash:

      He he! Eu nem tinha lido os comentários, daria pra saber que você já tinha visto.

  • Luan:

    to lendo um livro bem interessante de Francis collins lider do projeto genoma chama-se a Linguagem[disponivel no 4shared de Deus é um livro apologético sobre evolucionismo Teista parece que ele tb ja escreveu outros sobre esse tema acontece que após anos de pesquisa acabou se convertendo ao Cristianismo e segundo ele cre que a causa eficiente do universo é pessoal provavelmente deve ser o Deus Bíblico então ele explana sobre o fator religioso moral e cientifico mas mesmo assim ele não desmerece o evolucionismo se tornou um evolucionista teista e sugere a idéia do BioLogos uma vez que a Abiogenese nunca foi comprovada e parece muito improvavel que venha a ser o primeiro organismo vivo então seria mais ou menos assim com um ato criador Deus da origem universo e ao criar a primeira criatura viva ela ja dispõe de condições de evolução então é só esperar até td se ajeitar segundo ele a maioria dos biologos teista compartilham desta visão apesar de elea não ser a linha criacionista mais abordada parece ser a mais plausivel segundo ele é a que mais se encaixa no plano mas há alguns problemas com a evolução que ainda não foram esclarecidos de qualquer forma se pudessemos provar cientificamente o Criador ul seria o papel da fé nisso

    • Bovidino:

      Espero que seja um grande passo para a sua compreensão.
      Todavia, provar o Criador, cientificamente é uma utopia.
      Mal comparando, seria o mesmo que um peixe tentar provar para todos os outros peixes, que existem seres com duas pernas e dois braços que se chamam homens e que vivem em terra firme. O ambiente de terra firme, ainda é praticamente inacessível aos peixes.
      Já existe um cientista chamado Amit Goswami, com doutorado em física nuclear, que vem tentando provar cientificamente a existência de Deus.
      Entretanto se você tem essa pretenção, seria de bom alvitre, estudar Teosofia.

  • Bovidino:

    D2,
    Comentário de edson silva / 30.11.2011
    A Teoria Evolucionista de Darwin foi recentemente colocada em dúvida e tida como incapaz de explicar à luz da ciência do século XXI, o fenômeno do aparecimento da vida na Terra. O Ph.D. em Bioquímica pela Universidade da Pensilvânia, Michael Behe desenvolveu um trabalho científico no qual questiona a validade de se utilizar somente parâmetros anatômicos (pelo estudo dos fósseis) para descrever o surgimento de processos bioquímicos de espantosa complexidade.

  • Bovidino:

    Cesar Crash e D2
    Desculpe. Eu quiz dizer Teoria da Evolução.
    A Teoria da Evolução não é mais do que comprovada não senhor. Há muitas controvérsias e muitas pesquisas que a colocam em dúvida.

    • Giovane Biológo:

      olha me desculpe mas o senhor deve ser evangélico, pra não acreditar na evolução, há meu deus do céu que cabecinha heim,
      Vou dar exemplos da evolução pro senhor,

      1° As BALEIAS, preste muita atenção, As BALEIAS possuem um tipo de um vestígio na parte inferior de seu corpo, que lembra as de um membro locomotor que dá a entender que num passado muito, mais muto distante foram animais terretres, o sr. não acha muito “coincidencia” isso , já que o senhor não acredita
      na tese da evolução.

      2° Os crânios de Hominidios como neandertal achados, o sr. vai me dizer como um evangélico que aquilo é um crânio de “cachorro”, isso ta mais que provados viemos dos macacos meu sr.
      Pra finalizar com chave de ouro, vou dar um exemplo pro senhor para de falar Mer*************, o homem possui quase 98% DO Dna do Chimpanzé.

      Ta bom ve se o sr. abre essa cabeça pois eu tenho 18 anos o senhor deve ter uns 65 a 70 e sou muito mais cabeça aberte que o sr. com todo respeito

    • Cesar Crash:

      Olá, Giovane!
      Sim, o sr. Bovidino é evangélico como pôde observar, e eu sou Bozzo, o palhaço, muito prazer!
      Foi um longo debate até aqui, e algumas perguntas ficaram pendentes. Se puder, se tiver tempo, poderia clicar em “Mais Comentários” no rodapé da página e tentar responder às perguntas já lançadas por nós (trouxas e inúteis, com todo o respeito).
      Sobre as baleias, como bom biólogo que é, aos dezoito anos, com certeza você sabe que os tais ossos vestigiais nas baleias nem se quer estão ligados à coluna vertebral e que parecem, assim como o nosso apêndice cecal, possuir uma função no organismo do animal, não é mesmo? Sabendo disso, já que é biólogo, pode ser mais objetivo na sua declaração de evidência?
      Sobre os homens de neandertal, está afirmando que o mesmo evoluiu para o homo sapiens sapiens? Se sim, sugiro que guarde o livro de antropologia do seu avô e procure um mais compatível com sua idade.
      Você usa a porcentagem na similaridade entre homens e chimpanzés para ilustrar a evidência de parentesco. Tendo em vista a alta similaridade entre nossos genes e o dos ratos, devemos considerá-los também parentes próximos?
      Obrigado pela atenção!

    • Bovidino:

      Cesar Crash,
      Obrigado pelo adendo, muito bem colocado, mas não sou evangélico nem católico e nem pertenço a qualquer desses segmentos que chamam de ‘religião’.

    • Bozzo, o palhaço:

      Sim, Bovidino. Só pra ficar bem claro aqui entre nós dois, eu também não sou o Cesar.

    • Rômulo:

      Acrescento que a finalidade de tais “órgãos vestigiais” das baleias já foi estabelecida.

      Não tenho a fonte aqui, mas podemos providenciar. Adianto que a estrutura referida dá suporte ao acasalamento da espécie.

    • GIOVANE “O GRANDE E PRODÍGIO BIÓLOGO”:

      olha colega, eu quis dizer que o homem de neandertal perdeu sua hegemonia pro homo sapiens sapiens, é a famosa lei da “SELEÇÂO NATURAl” ou você não acredita que o mundo é dos fortes e os fracos vãó pro saco em?????

      O Neandertal foi extinguido, pois o homo sapiens era mais rapido, forte , inteligente, e acho que você ainda é um homem de neandertal pela sua cabeça, muito fraca, mais fraca mesmo,.

      Agora eu vou mandar pra você a arvore filogenética pra você ver ta bom
      http://aventuradaterra.aeiou.pt/wp-content/uploads/2009/10/arvorefilogenetica.png

      Você não sabe, então nem fale pois os ratos são mamiferos e nos também somos, somos da mesma classe seu IDI*******

    • GIOVANE “O GRANDE E PRODÍGIO BIÓLOGO”:

      http://www.portalsaofrancisco.com.br/alfa/evolucao-dos-seres-vivos/imagens/evolucao-dos-seres-vivos34.jpg

      olha este link pra ver as baleias e vem a evolução de perto,

      claro se vc conseguir entender

    • Cesar Crash:

      Olha só, ele começou a interagir!
      Bom, primeiro, quando eu tinha sua idade, estava cansado de ir na biblioteca para aprender mais sobre o seu deus. Essa tal árvore filogenética eu tenho de cor na minha mente, quase tão completa quanto essa aqui: http://2.bp.blogspot.com/-xGwzg8yT2RM/TpY1uOvXKXI/AAAAAAAAAOM/BNH4q2goRh8/s1600/arvore-da-vida2.gif
      O senhor com certeza sabe, sr. biólogo, que o homem de neandertal era mais robuto e tinha maior massa encefálica do
      que o homem moderno, né? Você pode me mostrar o seu estudo que levou à brilhante conclusão de que eram mais fracos e menos inteligentes?

    • Rômulo:

      Eu sabia que era tudo piada desse menino aí…

    • Giovane “O MAIOR DE TODOS OS BIÓLOGOS”:

      HOMO SAPIENS que é mais forte, mais rapido, mais inteligente.

      Lembrando o mundo é dos fortes como dizia charles darwin

  • MARUF:

    Amigo,são excelentes matérias, só queria contribuir, na minha pequenez,dizendo que o homem não descende do macaco, porém tem um ancestral em comum com ele. Chega um momento na evolução que eles seguem ramos diferentes na árvore genealógica, sendo que um deles se diferencia nos hominídios e outro nos macacos. Valeuuu

    • Cesar Crash:

      A última vez que tinha lido sobre o ancestral comum, o nome dele era Orrorin. Acabei de pesquisar sobre ele e vi que já não é mais. O elo atual deve ser esse tal de Pérola-piteco aí: http://www.bbc.co.uk/portuguese/reporterbbc/story/2004/11/041118_grandemacaco.shtml
      Seja qual for o ancestral do momento, é sempre descrito como um macaco.

    • Bovidino:

      Maruf,
      Essa história de ancestral comum é uma velha teoria do evolucionismo.
      Nenhuma das descobertas até hoje confirmou essa hipótese conclusivamente.
      Raciocinando um pouco:
      Se era ‘um’ ancestral comum, digamos que ele evoluiu para o homem atual.
      Nesse caso não haveriam mais macacos.

    • Filipe Campagnolo:

      Falso. Um ancestral em comum, no caso uma especie* em comum. Dessa especie uma parte que separou-se da outra se adaptou ao novo ambiente e evoluiu de forma diferente. O mesmo ocorre na outra parcela da especie.
      Não é como a visão “adão e eva”, são varios animais de uma especie que por determinada causa ambiental acabam por selecionar alguns genes e outros não(adaptação), e ai as mudanças(adaptações) são passadas para as novas gerações. Simples assim! =)
      E sobre as frases de eistein, seria legal colocar a fonte não? Que eu saiba, só a primeira frase ali tem fonte(a segunda é pura baboseira).

    • Bovidino:

      Filipe,
      Sim. Naturalmente você tem razão com base na Teoria da Relatividade de Darwin.
      Todavia, essa visão, em matéria de credibilidade não difere muito da visão ‘adão e eva’.
      Quanto as frases de Einstein, também não conheço as fontes e mesmo que conhecesse, não poderia comprovar com absoluta certeza pois teria que confiar nessas fontes.
      Outrossim, considerando a história de vida de Einstein, me dou o direito de atribuir-lhe ambas as frases até porque são coerentes.

    • Cesar Crash:

      Relatividade de quem!?

    • D2:

      Teoria da relatividade é de Einstein.
      A evolução é mais do que comprovada.
      Um animal deu origem ao chimpanzé, orangotango, gorila, homem etc
      o homem não descende dos macacos( que você vê hoje) mas de animais que TAMBÉM deram origem aos macacos. Isso demorou milhões de anos para acontecer, não é da noite pro dia e não é simples.
      Teoria científica não é o mesmo que hipótese.Procure por “método científico” e veja como se desenvolve uma teoria científica.

    • Bovidino:

      Desculpe. Eu quiz dizer Teoria da Evolução.

    • Bovidino:

      A Teoria da Evolução não é mais do que comprovada não senhor.
      Há muitas controvérsias e muitas pesquisas que a colocam em dúvida.

  • Bovidino:

    Jonatas,
    “À vista de tamanha harmonia no cosmos, que eu com minha mente humana limitada sou capaz de reconhecer, ainda há pessoas que dizem que não há um deus. Mas o que realmente me deixa irado é que eles me citam para dar apoio a esse ponto de vista”
    Alberte Einstein

    • MARUF:

      Excelente, Einstein também falou que a chance de Deus não existir seria a mesma que se jogasse uma porção de letras para cima e caísse um dicionário…isto que é sabedoria. O sábio sabe que nada sabe.
      Abraço.

    • Bovidino:

      Essa analogia eu não conhecia. Mas é pertinente. Vai para minhas notas. Mas queria saber o fonte.

    • Igor:

      A observação muda o observado, quanto mais você observa uma coisa, mais diferente ela se torna aos seus olhos. Pesquisadores do Instituto de Ciências de Weisman realizaram um experimento em que atiraram elétrons em duas placas de metal, de forma aleatória.

      Entretanto, em vez de os itens deixarem marcas dispersas ao longo da placa, o resultado obtido foram duas colunas verticais ordenadas. Qual é a explicação disso? Os cientistas também estão procurando por uma resposta.
      Interessante, se for por isso acho q ele n existe n, se galaxias planetas e fenômenos geológicos, são gerados ao acaso porque vermes que se replicam como os seres vivos n?O mal do homem eh o ego-centrismo, antes da ciência dizia-se estar no centro do universo, e que ate mesmo o sol girava em torno de sua ”morada sagrada”pois sempre se acha especial,

      Vamos a realidade, se um criador realmente existisse porque ele perderia tempo desenhando vermes ultramicroscópicos que só sabem se replicar?E que não tem relevância absolutamente NENHUMA para o universo?Se um asteroide caísse hj e extinguisse toda a vida, oq mudaria no universo?A resposta eh ABSOLUTAMENTE NADA, por isso se existe mesmo um criador ele n eh inteligente, ele eh muito eh BURRO de perder tempo criando uma PORCARIA q n serve pra NADA, alem de se auto-replicar, dado isso a minha opinião eh q ele simplesmente n existe.

    • Arteiro:

      Faça um esforço extra, sem judiar muito do Tico e Teco, e tente acompanhar este raciocínio: até uns tempos atrás a medicina acreditava que o apêndice era um órgão inútil, um estorvo que só servia para contrair apendicite e causar sofrimento. Até que se descobriu que ele tem sim um papel importante no corpo. Esse é só um de inúmeros exemplos. Agora, por não saber para que serve, você afirmar que alguma coisa não serve para nada é assinar atestado de burrice. O mesmo raciocínio poderia ser aplicado a seres como você, PRA QUE SERVEM?

    • Igor:

      Eu diria que burro eh quem n sabe ler e interpretar textos, e ainda chinga os outros, e o papel do apêndice esta longe de ser vital(sei disso por n ter mais o meu e n sinto falta alguma)”Cientistas americanos acreditam ter descoberto uma função real para o apêndice humano. Segundo estudo realizado na Duke University Medical School e publicado na revista Journal of Theoretical Biology, ele produz e protege os germes “bons” que atuam no intestino.
      Os pesquisadores afirmam que a função do apêndice parece estar relacionada com a população de bactérias que habita e ajuda o sistema digestivo. “O apêndice age como uma casa segura para esses microorganismos”, afirmou Bill Parker, co-autor do estudo, à CNN.

      Segundo o pesquisador, o apêndice também funciona como uma fábrica de bactérias, cultivando os germes “bons”. Esta característica, no entanto, não é mais necessária em uma sociedade moderna e industrializada, de acordo com Parker.

      “Se a flora intestinal de uma pessoa morre, ela pode ser repovoada facilmente adquirindo germes de outras pessoas”, explicou o pesquisador. “Mas em tempos passados, quando epidemias de cólera eram freqüentes e a população era menor, o apêndice tinha sua função”.da mesma forma os humanos(e a vida em geral)n tem papel relevante no universo, são apenas amontoados de material baseado em carbono(a maioria)cuja unica missão eh se reproduzir, se um meteoro exterminasse a vida na terra o universo n seria afetado de forma alguma, imagine a vida, como vc parece ser ignorante e burro, vou postar um link para ilustrar meu ponto http://www.youtube.com/watch?v=g0qKzdS5fIg&feature=player_embedded

    • Rômulo:

      O apêndice é um órgão do sistema imunológico e, assim como as amígdalas, são essenciais para desenvolvimento deste sistema durante a infância e juventude.
      Estudos comprovam que a retirada cirúrgica destes órgãos em idades inferiores à 20 está estatisticamente relacionada com aumento de doenças vasodegenerativas/obstrutivas. Ou seja, tais órgãos, commo também o baço, são funcionais e não obsoletos. Muito menos são vestígios da época em que éramos rãs/peixes/leveduras/archea/a.a.. Aliás, a extensa lista de órgãos vestigiais do ínicio do séc. XX já se encontra reduzida a zero.

      Fonte:
      http://cienciadiaria.com.br/2011/06/01/remocao-do-apendice-e-das-amigdalas-pode-aumentar-risco-de-ataque-cardiaco-prematuro/

      Uma visão criacionista:
      http://darwinismo.wordpress.com/2011/08/13/orgaos-vestigiais-a-ignorancia-cientifica-dos-evolucionistas/

      http://www.criacionismo.com.br/2011/06/orgaos-vestigiais-essenciais.html

  • claudemir da silva:

    as adaptações das especie faz coisas surpreedentes na natureza matéria fantastíca essa

  • Henrik:

    “Esse é um exemplo de uma grande mudança em uma espécie, causada por mutações ..” não houve mutações na mariposa apenas a seleção das mais aptas no ambiente urbano.

    Não consegui sair sem perguntar…o homem do tópico 8 é o Chuck Norris?

  • Ezio José:

    Um pouquinho de EVOLUÇÃO:
    No dia 09 de setembro de 2010, no Sítio Cachoeiras dos Alves, município de Vieirópolis, RN, nasceu um cabrito com estranhas características. Segundo informações, o animal tem aparência de um ser humano. A anormalidade foi percebida logo após o nascimento do cabrito.
    O bicho é filho de uma criação de cabras e carneiros pertencentes à senhora Edeide Soares Braga.
    Morreu horas após ter nascido.

    Também, em setembro de 2007, um cão nascido com uma “face humana” em Umbaúba, Sergipe. Com uma aparência um pouco melhor que o porco com face humana nascido no Rio Grande do Sul há algumas semanas, ambos são casos simples de malformações congênitas em que os pobres filhotes nasceram já mortos.

    • Rodrigo:

      Evolução se da com o acumulo de pequenas mudanças,não com absurdos.

    • Rômulo:

      Explica a explosão cambriana, então.

      Teus colegas evolucionistas já estão correndo atrás de teorias mais abrangentes. A nova versão da TE deve sair somente em 2020. Lá ela deverá abarcar as atuais insuficiências epistêmicas.

  • Dário…:

    Eu gostaria de saber de tudo sobre tudo, so pra por um fim à toda essa discussão entre ciêcia e religião.
    mas, infilizmente eu nao sei…
    voçe sabe?

    • Yrado:

      Eu sei. Mas não te conto.

    • Rômulo:

      Em breve. Todo olho verá.

    • Adler:

      Eu sei que “você” não tem “ç”.

  • Pedro:

    Apenas dois dos mais de 30 mil versículos da Bíblia esclarecem esse assunto mais do que pilhas de livros, séculos de polêmicas e tantas teorias adotadas e descartadas.

    Primeiro.
    “Cada casa, naturalmente, é construída por alguém, mas quem construiu todas as coisas é Deus.” (Hebreus 3:4)
    – Uma verdade incontestável declarada de modo muito simples já que o objetivo é que pessoas com muito ou nenhum estudo possam entender:

    Segundo.
    “Digno és, Jeová, sim, nosso Deus, de receber a glória, e a honra, e o poder, porque criaste todas as coisas e porque elas existiram e foram criadas por tua vontade.” – Apoc. 4:11
    – Aceitando-se a primeira verdade declarada, sabedoria é mostrar reverência e dar o crédito ao Criador. E mais: procurar saber qual é o nosso papel em seu propósito. Leia:

    Isso respeitado, será proveitoso estudar, aprofundar-se em conhecimento das maravilhas da criação, do contrário estaremos desperdiçando nossa curtíssima existência atual e jogando fora a oportunidade de fazer parte do propósito eterno do Criador, revelado em sua Palavra a Bíblia.
    Estou falando da Bíblia e não da forma como ela é apresentada e usada pela maioria das religiões.

    • Rodrigo:

      Isto só é valido para quem aceita a Biblia como verdade universal.Eu não aceito,não possuo este direito?

    • Demerval:

      Ou pra quem raciocina…

    • Sherphieoshyr:

      Como um lívro totalmente manipulado pode ser a “palavra de deus”?

    • Sherphieoshyr:

      Não só as manipulações é claro, também tem as inúmeras contradições e erros em geral.

  • Marcelo II:

    “A ‘macroevolução’ é uma extrapolação da ‘microevolução’. A ‘microevolução’, por sua vez, é dependente da flexibilidade de cada espécie. Essa flexibilidade/adaptabilidade é em si um atributo de design positivo que exige uma explicação. Os tentilhões de Galápagos que sufocariam imediatamente e morreriam com as primeiras sementes endurecidas pela seca, são fáceis de ser planejados comparados com os tentilhões de Galápagos que podem adaptar e sobreviver diante de incontáveis ataques ambientais. Um programa de computador que mal pode rodar num único ambiente de computador é muito mais fácil de planejar do que um programa que pode se adaptar, autocorrigir-se, e prosperar em incontáveis ambientes de computadores (PC, Mac, Unix, Atari, etc.). Se as espécies vivas fossem mais pobremente planejadas, elas morreriam imediatamente em resposta a mais insignificante mudança ambiental – e não haveria ‘evolução’ darwiniana. A informação genética correspondente a cada mudança ambiental tem que estar no lugar antes que qualquer organismo possa ‘evoluir’ em resposta à pressão seletiva. Portanto, a teoria darwinista não tem validade em si mesma e é totalmente parasítica no design requintadamente competente. O fator mais importante é que as espécies adaptáveis são exponencialmente mais ricas em informação do que as espécies que não são adaptáveis. Assim, toda a ‘evidência da evolução’ (as mariposas de Manchester, resistência antibiótica pelas bactérias, etc.) é, na verdade, a favor do design.”

    William Brookfield

    • Bovidino:

      Marcelo II
      Até que enfim uma informação valiosa. Muito obrigado.

    • Cesar:

      O William Brookfield pisou no tomate… As espécies não foram planejadas para serem mais adaptáveis ou não. As espécies mais adaptáveis é que acabam gerando novas espécies mais rapidamente, e as que não são tão adaptáveis sofrem extinção. Estima-se que cerca de 90% das espécies que já existiram neste planeta já estão extintas. Isto inclui, por exemplo, os trilobitas, que existiram como espécie durante 270 milhões de anos (!!!!) até sofrer extinção.

      O “design” não tem evidência alguma. Até agora não foi publicado absolutamente nenhum trabalho científico descrevendo uma evidência morfológica, bioquímica ou genética de “design”. Até por quê, ninguém viu nada sendo planejado em lugar algum. Nunca. A evolução já foi testemunhada acontecendo em laboratório e na natureza. O “design” jamais foi testemunhado. Como é que podem achar que foi real uma coisa que nem mesmo pode ser definida? Como é que se testa uma estrutura ou animal para provar que ele foi “planejado”? Não existe tal teste. Ou seja, é só mais uma questão de fé. O sujeito acredita que não há uma explicação natural para esta ou aquela estrutura e esta ignorância dele passa a ser a prova de que houve design…

    • Rômulo:

      Para testar seu critério científico, o qual você tanto denuncia faltar naqueles que possui uma cosmovisão diferente da tua:

      Você afirma que se estima que 90% das espécies uma vez presentes na Terra já foram extintas. Você leu e reproduziu aqui, certo? Você pensou nisso? Quais são as evidências que as milhares de milhões de espécies atuais representam apenas 10% de tudo que já existiu. Alguém teria catalogado algo em torno 9x mais em fósseis? Como foi feita esta estimativa, ou essa papo é um mais clássico pensamento circular darwinista (do tipo, já que para se selecionar tal diversidade tão complexa preciso de muitas tentativas mais simples e falhas – a famosa regrinha de três evolucionista).

    • Cesar Crash:

      Saiu no Datafolha, cê não viu?

    • Fernandes:

      Cesar, quando a banda podre da ciência (aquela manipulada e corrompida pelo capital) tirar alguma teoria da prateleira e realmente provar cabalmente o EVOLUCIONISMO… então eu tiro o chapéu. Mas a verdade é que o EVOLUCIONISMO, enquanto lastreado em teorias e teorias, equipara-se de igual estirpe ao CRIACIONISMO ou o DESING, também fundado em teorias, ainda que algumas, amparadas por resquícios históricos. Ora, disse você “Ou seja, é só uma questão de fé.” (sic). Meu caro, provado é, pela lei da física, que as coisas mais simples são mais fáceis de assimilar e, portanto, são mais verossímeis, assim: é mais fácil acreditar que o homem original foi formado do pó da terra, quando a ciência comprova que todos os elementos/substâncias presentes na química humana, também são encontrados na terra (solo), do que acreditar que o homem evoluiu do macaco, quando enxergamos no mundo bilhões de humanos vivos e outros tantos que já morreram, e jamais se documentou a mutação de um chimpanzé em humano, ainda que tenhamos tantos macacos na natureza. Penso que é necessário uma maior fé para acreditar na teoria do BIG BANG criando tudo e todos, do que acreditar na criação cuidadosa, criteriosa e planejada das coisas. Portanto, em questão de fé, os ateus, céticos ou pseudos cientistas poderiam ser classificados como mais ignorantes e cauterizados.

    • Bovidino:

      Tirou da minha boca. É isso mesmo.

    • Dinossauro Filósofo:

      Por quê é mais difícil acreditar que o homem evoluiu do macaco por haver tanto macaco na Terra, se há no mundo ainda mais terra do que macaco?

    • Bovidino:

      Você pisou em coisa mais desagradável.
      O ‘design’ não tem nenhum trabalho científico, porque sua evidência é tão grande que dispensa.
      Esse papo de ‘estima-se que’….é próprio de quem quer forçar a barra.

  • fermiani:

    Para evoluir uma espécie precisa de uma mutação seletiva, mas nem toda mutação vai fazer com que uma espécie evolua.
    Logo, mutação não é sinônimo de evolução. Quando a mutação favorece a sobrevivência de uma espécie à um determinado meio, esta mutação pode levar a uma evolução, pois os indivíduos melhores adaptados tem maior chance de sobreviver e procriar, passando a mutação adiante. Logo, com o passar do tempo, o número destes indivíduos aumentará a ponto de se tornar a maioria. Assim pode dizer que a espécie evolui porque uma mutação seletiva a deixou mais apta a sobreviver à um meio.

    • Ezio José:

      Ainda bem que em virtude disso é que temos as mais lindas mulatas do mundo. Bom, acredito que só nós as temos.

    • Jonatas:

      Absolutamente certo. As mais lindas, divertidas e carismáticas do mundo.

  • Stwart:

    A pergunta mais idiota que já vi:
    “SE O HOMEM VEIO DO MACACO POR QUE AINDA HÁ MACACO?”
    Mas vou responder por que a pergunta persiste e vai persistir, pois esse macaco evoluído e preguiçoso.

    R: Ora, o homem é um macaco que evoluiu. Sendo assim, aquele macaco não mais existe. Existindo por conseguinte o produto (homem) dele.
    Assim, os macaco que ainda existe são de uma raça inferior, não pertencente àquela que se tornou homem.

    • fermiani:

      Eu não diria uma raça inferior, mas sim que os macacos pertencem a outro ramo da nossa árvore genética (por isso alguns chamam-os de primos do homem). Mas não sei porque alguém negativou seu comentário e nem postou o motivo!? Se discorda do seu raciocínio (e do meu também, como você mesmo leu meu comentário mais abaixo) porque não faz um comentário explicado o que há de errado no nosso raciocínio?

    • Ezio José:

      (rs) É! Mas bem que esses macacos que hoje existem já deveriam ter passado por uma evolução pela datação do homem.
      Só porque o bicho se assemelha um pouquinho conosco já deram motivos de nossa origem.

    • Cesar Crash:

      Agora, Ézio, insistir nisso mostra que você também não entendeu a parte em que ele acertou. Para o evolucionismo, não é a semelhança com os primatas modernos que faz concluiir que evoluímos deles, até por que, como o Stwart disse, não é isso o que a teoria diz. Entende-se que o hemem evoluiu de criaturas simiescas, por causa de fósseis humanóides com traços simiescos, os quais julgam ser elos de ligação entre duas outras espécies.

    • Cesar Crash:

      Não fui eu quem negativou, mas dizer que macacos modernos são inferiores aos homens, mostra como se defende o evolucionismo sem ao menos conhecer o mínimo da teoria que defende. Cada um está adaptado muito bem ao meio e à forma que vive. Solta o macaco na cidade e achará que ele é inferior. Põe o homem pra subir em árvores e achará que o homem é que é inferior.

  • Gi Lima:

    Respeito a opinião de todos, porém entre EVOLUÇÃO e MUTAÇÃO existe uma enorme diferença.
    Uma mulher ingeriu asas de frango durante toda a gravidez. Após 2 meses do nascimento ela volta ao hospital pois sua filha estava com uma suposta hemorragia. Qual não foi a surpresa dos médicos ao descobrirem que era MENSTRUAÇÃO! A criança nasceu “geneticamente modificada” pelos hormonios injetados em frango que os fazem crescer em 40 dias (levaria 6 meses do modo normal).Ela não tinha doença alguma
    Pergunto: isso é Evolução? Não!!! Isso é Mutação. O mesmo acontece com as espécies expostas a todo tipo de contaminação por gases, água tóxica, dejetos que poluíram a terra, ar e mares. Não esqueçam que é um ciclo: uma espécie contaminada vira alimento e provoca mudanças em outras. Agora não me venham com essa de que perdi meu rabo e por isso evolui até a humanidade… É o cúmulo!

  • Pedro:

    Moderadores, me digam: qual é o critério para aceitarem comentários? Porque postei comentário bem ponderado, com educação e bem documentado, e ele não está aqui…
    Se a exigência é baixar o nível como vejo aqui frequentemente, infelizmente nunca vou me habilitar.

    • Nik:

      Aconteceu comigo também, muito estranho. Acho que meu comentário era tão grande que o moderador ficou com preguiça de ler e simplesmente deletou… (me lembrei até de uns professores do ensino médio :\)

    • Ezio José:

      Nik;
      Creio que os comentários devam ser sucinto tanto no quesito comentar o assunto como replicar comentários.
      Tudo que comentei até agora sempre foi publicado. Até alguns em que exagerei no tamanho do texto passou pelo crivo do moderador, porém, acredito que seja por ter escrito sem repetições incisivas.
      Mas, com calma, sem enervar diante comentários, sem deixar ser tomado por emoções na hora de expressarmos, acredito que o moderador tem muita sensibilidade e os publica.

    • Nik:

      Negativo, eu tento sempre ler os comentários justamente para não “bater na mesma tecla” que os outros. O que acontece aqui é que não atualizam este sistema de comentários faz tempo, vou contar uma experiência minha aqui (me desviando totalmente da matéria, já que me censuraram sem motivo)…

      Me lembro de já ter VÁRIOS comentários deletados porque usei uma palavrinha que começa com “comer” e termina com “cial” (censurem agora, har har). Só quando percebi que essa era AAaAaA coicidência entre os comentários deletados simplesmente substitui por “propaganda”, e foi numa boa! 😀

      Palavrões passam né, certas palavras não…

    • Cesar Crash:

      Não duvido não, já tive também comentários que sumiram sem motivo evidente. Eu e o Eduardog. Essa é só pra fazer o teste: comercial.

    • Ezio José:

      Ah! É? Ontem eu tomei um litro de Coca-Cola enquanto lia os comentários. Tive uma insônia danada. Hoje devo tomar uma garrafa de Tubaína da Fruttila, isso depois de comer umas duas barras de chocolate da Cacau-Show.

  • Demerval:

    Gosto de debates quando se mantém o nivel, a educação e o respeito. Mas fico irritado quando alguns usam ironia e se julgam donos da verdade, menosprezando quem pensa diferente dele. É assim um tal de Jonatas. Num dos comentários ele diz a outro que fez colocações ponderadas de modo educado que se ele quisesse que acreditasse que Deus fez homens e animais de bonecos de barro. E o pior é que se acha inteligente! De onde tirou essa besteira? A Bíblia diz que Deus fez o homem “do pó do solo”, claro que isso é linguagem figurada, se ele estudou química, não prendeu que o nosso corpo é composto de elementos que existem no solo: carbono,cálcio, fósforo, potássio, enxofre, sódio, magnésio, ferro, manganês, cobalto, iodo, flúor, cobre, alumínio, níquel, bromo, zinco e silício? Eu também acho que ele é extremamente crédulo e ingênuo por acreditar em fantasias, mas é um direito dele. Então que fique na sua e pare de se achar. Se acredita tão importante e senhor da verdade, me responda: onde vai estar daqui a cem anos? Alguém se lembrará de que existiu? Ora, faça-me o favor!

    • Mille:

      DEMERVAL…CONCORDO COM VC…POR ISSO QUE ISSO AQUI JA PERDEU A GRAÇA E O INTERESSE…ESTA CHEIO DE COMENTARIOS E PESSOAS GROSSEIRAS QUE NÃO SABEM DEBATER NADA COM EDUCAÇÃO…

  • Chuck Norris®:

    Eu acredito em Deus. Nem por isso sou ignorante ao ponto de negar a evolução das espécies. Crer em Deus não significa negar o que é evidente.
    Crer em Deus não significa que tenho que acreditar que tudo foi criado em sete dias, não significa que tenho que acreditar que Adão e Eva, Arca de Noé existiram. Eu não acredito nisto.

    • Pedro:

      A Bíblia diz que Deus criou tudo em sete dias. É sabido que não poderiam ser sete dias literais e nem a Bíblia afirma isso. Ela usa “dia” em diversos sentidos. P.Ex. Gên. 2:4 refere-se ao inteiro período de criação como dia. Lemos:
      “Esta é uma história dos céus e da terra no tempo em que foram criados, no dia em que Jeová Deus fez a terra e o céu.”
      Também, quanto ao sétimo dia, após 4 milênios, Paulo disse que ainda estava em andamento (Gên. 2:3; Heb. 4:1-4).
      Você diz não acreditar em Adão e Eva e na arca de Noé. Em Jesus você acredita? Porque ele citou Noé, Adão e Eva como pessoas reais. Confira:
      “Assim como eram os dias de Noé, assim será a presença do Filho do homem.” — Mateus 24:37.
      “Não lestes que aquele que os criou desde [o] princípio os fez macho e fêmea, 5 e disse: ‘Por esta razão deixará o homem seu pai e sua mãe, e se apegará à sua esposa, e os dois serão uma só carne’?” – Mateus 19:4, 5
      Também não sei se crê que a Bíblia é a Palavra de Deus, mas poderia examinar as evidências em favor disso. Um abraço.

    • Chuck Norris®:

      E você acredita na bíblia? Qualquer um pode ter escrito.

    • Pedro:

      Pense em um executivo que dita uma carta para sua secretária. Ela escreve, mas a carta é dele, porque são as suas ideias que estão na carta. Deus usou c. de 40 “secretários” humanos para escrever os 66 livros da Bíblia, mas o autor da Bíblia é ele. (2Tim. 3:16; 2Ped. 1:21)
      Por que não examina as provas em favor da autoria divina da Bíblia? Faço isso há 40 anos e posso ajudá-lo, se desejar. Nesse caso, visite meu blog e deixe um recado.

    • Dário…:

      subi no telhado da minha casa ontem a noite, e Deus me disse como ele criou o mundo…
      agora vou escrever um livro enorme explicando tudo isso.

      bah !

  • fermiani:

    “se o homem evoluiu do macaco, por que ainda há macacos?”
    O homem evolui de um primata, e assim sendo, este primata não existe mais. Obvio.
    O homem não evoluiu do macaco que vemos hoje.

    • Rodrigo:

      Perfeito cara,resposta perfeita!

    • Stwart:

      Fiz uma postagem antes de ler a sua FERMIANI. Fico contente que há pessoas que como vc usam a cabeça, para além de criar cabelo e dividir as orelhas, PENSAR.
      PARABÉNS.

    • Rômulo:

      Sim, supostamente evoluiu de algo que ainda não foi encontrado.
      Pois hoje se conhecem fosseis ou 100% humanos ou 100% macacos (com suas devidas aberrações). O tal hominídeo que teria divergido a ambos primatas nunca foi caracterizado.

  • Romário Huebra:

    Isso msm moderação, liberem meu comentário quando a matéria perder popularidade.

    • Jonatas:

      Ainda tem gente comentando sobre os animais gays e as seis teorias religiosas e cientificas sobre o centro da terra… As reportagem polêmicas ficam populares por um bom tempo, não se preocupe.

    • Romário Huebra:

      Mais até lá qem naum vai ecessar essa matéria é eu…

  • jops:

    não estou aqui para defender tese alguma e muito menos religião.
    Mas veja bem! não acho correto certas criticas a respeito do criacionismo porque o evolucionismo tbm é só teoria e nada mais.aquele q realmente qr respostas pesquisa e tenta ligar os dois fatos não faz da teoria uma história cômica.

  • Ricardo Luiz:

    Nos comentários, vejo alguns CRIACIONISTAS querendo eliminar a CIÊNCIA; também vejo alguns CIENTISTAS querendo eliminar DEUS. Porque essa angústia em eliminar variáveis da equação? Obscurantismo há quando religiosos querem eliminar a variável conhecimento científico; o inverso também é obscurantismo. Será que Deus eliminaria o conhecimento científico? Se algum cientista não crê em Deus, essa é SUA FÉ, porém não é científica, entende? Tanto para crer quanto para não crer, a FÉ é necessária, já que não se produziu provas em ambos os casos. Não temos nenhuma prova que elimine Deus do Universo. Aliás, em tudo, temos muitas evidências de muitas teorias. Considere que temos inúmeras (tantas que não conseguimos relacioná-las) da existência de um ARQUITETO do Universo. Olhe o relógio que está aí próximo de ti. Se eu dissesse que ele se montou sozinho você daria gargalhadas e me chamaria de doido varrido… Pense… Há tantos ‘relógios’, minerais, vegetais, animais espalhados por aí. Não vamos ser “irracionais’ apenas por orgulho próprio em não querer admitir nossa inferioridade e finitude como ‘criados’!

    • Cesar:

      Relógios não se reproduzem com mutação nem sofrem seleção natural. Relógios não são organismos vivos. Relógios são a prova de uma inteligência que surgiu por evolução…

  • Jonatas:

    Estrelas evoluem, galáxias evoluem, planetas evoluem, tudo no universo evolui, nada no universo é imutável, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma. É completamente estranho pra mim esse criacionismo, que diz que a vida seria uma excessão a essa regra universal.

    • Ricardo Luiz:

      Jonatas, se nada se cria, donde veio tudo que está aí? A partir de algum ponto ‘nada se cria, tudo se transforma’… Esse ponto, na minha fé, é Deus. Não há outra resposta para o tal ponto, entende? A ciência não precisa eliminar a variável Deus (como Einstein mesmo concluiu), bem como Deus não suprimiu de nós o conhecimento científico.

    • Jonatas:

      Einstein só disse essas coisas mais pra conquistar fãs também religiosos. É mais fácil pra alguns crer mais em criador do que em transformação, de um Universo onde os elementos foram evoluindo para formar átomos, e os átomos se transformando em outros permitiu formar moléculas, e interações entre moléculas e energia formando substâncias e sistemas orgânicos até formar a vida. Até aí, as causas todas estão na natureza, cósmica e terrestre. As coisas acontecem naturalmente, assim como as águas do rio vão até o mar pelas variáveis ambientais, e não pela vontade de alguém.

    • Ricardo Luiz:

      Jonatas, vamos falar com coerência. Você não pode macular a imagem do Einstein, com comentários de tua cabeça. Precisa respeitar a história. É necessário respeitar o conhecimento científico acumulado. Também não venha falar como poeta de rios indo para o mar. A pergunta simples é: donde veio tudo que está aí, já que TUDO é resultado de transformação sem CRIAÇÃO?

    • Márcio:

      Será que para tudo o que você não sabe a resposta, ela vai ser deus?

    • Jonatas:

      Haja paciência. Eu acredito na astrofísica, no Big-Bang, é o melhor desenho teórico pro universo atual, as transformações de hoje são resultados sequenciais de transformações anteriores, a partir de um estado primário de energia e concentração. Se tu preferes acreditar que homens e bichos foram feitos do barro e soprados de vida por deus, acredite, escolha tua. Estão no mesmo patamar, deus e o Big Bang, de escolher acreditar ou não, uma vez que nenhum tem uma comprovação científica imediata, só indícios. Prefiro o Big Bang, prefiro a complexidade do universo mutável observado desde sempre. Não é ser anti-religioso ou anti-divindade, é ser racional, analista, e ver que as coisas acontecem naturalmente, não por mágica.

    • Bovidino:

      Jonatas,
      Eistein deixou bem claro que não acreditava no Deus da Bíblia e no fanatismo das religiões, mas também deixou bem claro que acreditava num Criador.
      Se ele quisesse fazer média com outros religiosos, sua posição seria exatamente ao contrário.

    • Jonatas:

      É um Deus bem mais aceitável inteligentemente, de fato.

    • Cesar:

      Nah, Einstein não acreditava em um criador. Ele é bem claro nisso. Não acreditava nem mesmo em sobrevivência da consciência ou alma ou espírito. E ele foi bem claro quanto a isso. Para todos os efeitos, ele era ateu, embora se considerasse um panteísta, que via nas leis da natureza motivo para se maravilhar e se inspirar. E, como disse Carl Sagan, não faz sentido rezar para a lei da gravidade…

    • Rômulo:

      E hoje, esse “amontoado de átomos aí de cima” é capaz de raciocinar e ter a consciência que evoluiu! Vê se pode!

    • Jonatas:

      Enquanto outros não tem…

    • Cesar Crash:

      “Einstein só disse essas coisas mais pra conquistar fãs também religiosos”. Alguma evidência disso ou é só o que prefere acreditar?

    • Jonatas:

      Nenhuma evidência, apenas acho. O cara tinha popularidade e gostava disso.

    • Cesar Crash:

      Firmeza.

    • Mille:

      POIS É RICARDO LUIZ…NESSE PONTO TB CONCORDO COM VC…PQ É NECESSARIO ELIMINAR UM PARA QUE O OUTRO PERSISTA?…PQ AS DUAS PARTES NAO PODEM CAMINHAR JUNTAS JÁ QUE MUITAS VEZES UMA COMPLEMENTA A OUTRA?…INFELIZMENTE, DISCUSSOES COMO ESSA QUE PODERIAM SER FRUTIFERAS TANTO PARA CIENTISTAS E E AMANTES DAS CIENCIAS COMO PARA CRIACIONISTAS NAO LEVARÁ A LUGAR ALGUM POIS AQUI UM QUER CONVENCER O OUTRO A TODO CUSTO QUE SUAS EVIDENCIAS, TEORIAS OU SEJA LA O QUE FOR SÃO AS MAIS CORRETAS…É ESSA INTOLERANCIA QUE LEVA A RAÇA HUMANA A EVOLUIR SIM…PARA O FUNDO DO POÇO!

      BOA DISCUSSAO A TODOS QUE FICAM!!

      QUE A SABEDORIA DE DEUS E OS CONHECIMENTOS DA CIENCIA POSSAM ABRIR E ILUMINAR A MENTE DE CADA UM…NAO NO SENTIDO DE DIVISÃO, MAS DE UNIAO PARA O BEM GERAL!!

  • Guivas:

    lauro, concordo e replico seu comentário:
    Sim, os que crêem que todo esse ecossistema surgiu por acaso, sem um propósito são mais inteligentes do que aqueles que acreditam numa inteligência superior. Afinal aqueles que duvidam da existência desse ser que criou todas as coisas muito antes de existir a inteligência humana, não precisa de uma mente mortal do “deus” Dawkins para ser explicado. Conclui-se, que os ateus não crêem em Deus porque pra eles, Dawkins e Darvin são “deuses” tratados como donos da verdade, inquestionáveis, perfeitos, super inteligentes, acima de tudo e de todos. E quem falar qualquer coisa contra eles é lançado na “fogueira” dos ateus prepotentes e senhores absolutos da verdade.

    • Cesar Crash:

      Discordo disso também. O problema não é crer que há um Deus, crer no evolucionismo ou até nas duas coisas ao mesmo tempo. O problema é crer no que crê, seja o que for que se crê e julgar, condenar ou discriminar os outros por isso. E a gente assim nos dois lados.

    • Guivas:

      Cesar,
      Perfeitamente. Discriminar as pessoas é até irracional. Todavia, defender idéias que tenham base lógica em contraposição a outras que mostram-se falaciosas, de forma cortez, educada e didática, é a forma inteligente de estabelecer um consenso.
      Contudo, o desabafo do Lauro, tem o meu aval pois tenho verificado que realmente os evolucionistas tratam Dawkins e Darwin como verdadeiros deuses, infalíveis e inquestionáveis, quando sabemos perfeitamente que a teoria da evolução tem mostrado inúmeras falhas e é objeto de várias controvérsias.

    • Cesar Crash:

      Se lá, se o cara aceita que estão certos e pronto, faz sentido refletir que eles os têm por deuses, mas se o cara realmente vai a fundo nas ideias, e vê motivos para entender que elas estão mesmo certas, não acho que faça sentido não.

    • Cesar:

      Eu sou contra a mentira. E os criacionistas, em vez de arranjarem provas de que existe uma hipótese criacionista, tudo o que fazem é espalhar mentiras sobre a evolução.

      Olhe qualquer discussão sobre Evolução, e você nunca, jamais, vai ver um criacionista apontando evidências de criação. Por que não existe. Nem mesmo existe uma “hipótese da evolução”. Criacionismo NÃO É CIÊNCIA. MAS QUER MATAR A CIÊNCIA.

    • Jonatas:

      Pra mim esse criacionismo surgiu daqueles que desistiram de continuar estudando a biologia e a evolução quando a complexidade passou de sua compreenção, daí foi mais fácil criar uma teoria criacionista do que reconhecer os seus próprios limites.

    • Rômulo:

      É Jonatas, “para você” foi por isso que surgiu.

    • Demerval:

      É… Para se ter “COMPREENÇÃO” é preciso estudar… Um dicionário ajuda.

    • Bovidino:

      Cesar,
      Não há como ‘criacionistas’ matarem a ‘ciência’.
      A verdade e as provas conclusivas sempre prevalecem sobre qualquer tentativa de fraude.
      A ciência não necessita de defensores quando está perfeitamente sustentada pelas experiências e provas que produz.
      Só por preconceito ou por medo, alguém poderia aventar tal possibilidade.
      No seu caso, o preconceito é escancarado.

    • Cesar Crash:

      Eu até que acho meu xará bem educadinho!

    • Cesar Crash:

      Não é bem assim não. Criacionistas apontam as complexidades irredutíveis como evidências, as quais não servem para os evolucionistas, enquanto evolucionistas mostram pequenas variações entre as espécies, as quais não servem para os criacionistas.

  • Raul:

    Não existe micro ou macro evolução, o processo é o mesmo, os criacionistas que inventaram essa escala ridícula, pra não darem o braço a torcer.

    • Cesar Crash:

      Sinto muito, dizer assim é rejeitar a verdade de que os exemplos não ferem em nada a teoria da criação para se dar o debate por encerrado.

    • Raul:

      A “teoria” da criação diz que todos os animais foram criados exatamente do jeito que são hoje. O fato de observar espécies se modificando ao longo do tempo joga essa hipótese por terra.

    • Cesar Crash:

      De novo, exaustivamente de novo, aceita as diferenças horizontais, por exemplo entre um Hotweiller e um Chihuahua, que têm muito mais diferenças do que os exemplos mostrados, mas não deixam de ser cachorros na mesmíssima espécie.

    • Rômulo:

      Esse aí só leu o que interessa sobre criacionismo (deve ter lido da ponta da pena de um evolucionista).

  • Heaven:

    Essa do homem e do macaco é um tanto quanto pesada comparando-a com os silks, embora um grupo tenda a dar a luz e outro tenta a por ovos ainda continuam sendo da espécie silk o que enquadra em uma micro evolução (ou formação de raça).

    Mas a comparação de um ser humano com um macaco é um tanto quanto absurda pelo de serem espécies totalmente diferentes, não exatamente a mesma espécie, neste caso é um tanto quanto abrupta esta idéia, principalmente se levarmos em consideração que nenhum fóssil intermediário foi encontrado e sim fósseis humanos que tendiam a terem mais de 3 metros (houve um especial no history e discovery sobre isso).

    • MGK:

      Se fosse vc n falaria isso esse macaco pode ficar com raiva http://www.youtube.com/watch?NR=1&feature=fvwp&v=NIYWeqLyqkw

    • Raul:

      Fala asneira não cara, primeiro que o homem não descende de macacos, e sim ambos descendem de um ancestral comum. Fazendo uma analogia, é como se fossem primos evolutivos. E no caso dos skinks, isso é um forte indício de cisão de espécies. A tendência é que os dois grupos se isolem um do outro e acumulem cada vez mais mudanças, até que sejam considerados duas espécies diferentes.
      Fósseis intermediários entre ser humano e hominídios mais primitivos existem sim, o problema é o que é considerado intermediário… Imagina só, dois grupos, A e B. Entre eles, teria que haver um intermediário, chamado de C, então ficaria A – C – B. Entre A e C deveria haver um intermediário, e entre C e B também. O problema é que fósseis não são facilmente formados, e menos ainda facilmente encontrados. Tendo uma quantidade razoável de informação, a lógica faz todo o resto.

    • The Clarifier:

      Engraçado…
      Porque ninguém aqui citou ainda que os biólogos mais conceituados (estou excluindo o Dawkins) admitem que o surgimento do homem moderno retrata um capítulo sem precedentes na história da evolução?

    • Guivas:

      Raul,
      Já que você entende bem desse assunto, talvez possa me dar uma explicação.
      1) Quanto tempo demorou para que esse ancestral comum evoluisse?
      2) Quanto tempo demorou para que o homem, originário desse ancestral comum, chegasse até hoje?
      Claro que como dizem os cientistas, qualquer evolução leva milhões de anos, então não precisa me dar uma resposta exata, mas apenas aproximada.

    • Márcio:

      É tão engraçado… Com o conhecimento ainda se formando, coisas que antes se atribuíam simplesmente a deus e depois descobriram que não era bem assim, ainda tem os religiosos que cobram a resposta de tudo imediatamente!
      “Ah, não sabe? Então eu fico com o conto de fadas mesmo, que faz todo o sentido!”
      Eu hein…

    • Jonatas:

      De fato. Os fatos com o tempo darão a extinção das crenças.

    • Ricardo Luiz:

      Marcio, apenas tome cuidado para não cometer o mesmo erro que ‘religiosos enganados’ cometeram no passado. Quando o ser se jacta de seu próprio conhecimento para AFIRMAR ou NEGAR algo, corre o risco de errar. Religiosos ERRARAM no passado; cientistas ERRARAM no passado. Temos vários exemplos de erros de ambos. Átomo indivisível? Terra no centro? E por aí vai. Não há prova da não existência de um CRIADOR, antes, pelo contrário, buscamos um PONTO X (já que na natureza nada se cria, tudo se transforma)que justifique a ‘presença’ de tudo que há por aí! Os criacionistas afirmam que esse PONTO X é Deus. Os cientistas ainda procuram esse PONTO X (BigBang foi o mais distante do agora que conseguimos ir, porém continua a incógnita da MATÉRIA e do IGNIDOR do BANG). Temos de ser científicos em admitir a possibilidade de haver um ARQUITETO. Para negá-lo, já que não há provas, precisa também ter FÉ. Se você tem FÉ que esse CRIADOR não existe, é TUA FÉ, mas não há provas. Considere entretanto que as evidências apontam, sim, para a existência de uma INTELIGÊNCIA por trás da OBRA UNIVERSO. Já comentei abaixo que temos inúmeras evidências(tantas que não conseguimos relacioná-las) da existência de um ARQUITETO do Universo. Olhe o relógio que está aí próximo de ti. Se eu dissesse que ele se montou sozinho você daria gargalhadas e me chamaria de doido varrido… Pense… Há tantos ‘relógios’, minerais, vegetais, animais espalhados por aí. Não vamos ser “irracionais’ apenas por orgulho próprio em não querer admitir nossa inferioridade e finitude como ‘criados’!

    • Márcio:

      Ricardo, o risível sobre os fanáticos religiosos é o mesmo dos cientistas que você disse que erraram. É parar em determinado ponto e se conformar, dizendo que é deus e pronto.
      Quem somos nós como homens para, em míseros milhares de anos de raciocínio, em novembro de 2011, já se considerar detentores de todo o conhecimento existente? Cada vez que alguém parava num ponto e dizia que ali era o fim e foi assim que deus quis, outro avançava e descobria que não, que tem uma causa. E assim ainda estamos caminhando.
      O irritante é ver gente empacar no começo do percurso do conhecimento porque dizem que deus fez.
      É a mesma história do relógio. Eu tenho vários, faço coleção, mas não sei como todos foram feitos. Sei que as peças (que são inanimadas, destaque-se, não têm vida) não se juntaram sozinhas, então deve haver uma fábrica que monta seus componentes, que vieram de uma fábrica de componentes, que as produziu de uma fábrica que cria componentes e assim por diante, até possível big bang.
      Na analogia dos fanáticos, o relógio surgiu na loja como que por encanto e pronto. Param o raciocínio por aí!

    • Raul:

      Cara, não sou especialista em evolução, mas pelo que eu li, o homem divergiu dos chimpanzés há cerca de 6 milhões de anos, e o ancestral comum que deu origem à esses dois ramos surgiu a cerca de 40 milhões de anos.
      Sobre a evolução demorar milhões de anos, isso é muito relativo, alguns casos é possivel observar um salto evolutivo, mas é raríssimo e em geral depende de um evento externo (pode se considerar a queda dos meteoros que deu inicio a extinção dos dinossauros como um exemplo).

    • Cesar Crash:

      Legal. Eu tinha entendido que sempre dependia dos eventos externos.

  • Anti-Iluminati:

    Eu estou aki para comunicar vcs de que estao sendo manipulados pela midia .conheça a historia dos iluminatis e da rede globo .se puderem espalhem para seus vizinhos e familiares um dvd chamado Prepare-se assistam todos os episodios e vcs veram oque esta escondido por tras da televisao

    • Mille:

      AHHHHHHHHHHHHHHHH???????????????? é cada uma!!

  • Constancio:

    “Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”

    “Numa reação química… a massa permanece constante, ou seja, a soma das massas dos reagentes é igual à soma das massas dos produtos: m(reagentes) = m(produtos)”
    Lei de Lavoisier

    Note que “…não é possível consumir a matéria até sua aniquilação…”. Isso faz com que haja geração de resíduos em todas as atividades dos seres vivos, os quais podem ser reincorporados ao meio, para posteriormente serem reutilizados – essa “reciclagem” acontece todo o tempo na natureza através de ciclos.

    Já a Evolução (biológica, genética ou orgânica) é a mudança das características hereditárias de uma geração para outra.

    Interessante é: pesquisar sobre o comportamento da matéria, analisado pela ótica da Física Quântica.

    Sucesso!

  • Jonatas:

    Existe mutação, adaptação e evolução. Adaptação é o motivo de haver Evolução, e mutação é o método. Aqui no Brasil, as cobras cascavéis tinham um guiso que emitia um som mais alto, mas quando as pessoas começaram a matar as cobras e esse som alto passou a ser um problema – ao denunciar a posição do animal – logo, as cobras ficaram menos barulhentas.
    a) Mutação genética deixou as cobras mais silenciosas?
    (evolução por mudança genética)
    b) A seleção natural é que garantiu a sobrevivência das cobras mais quietas?
    (evolução por eliminação, não por mudança genética)
    c) O criador fez as cobras mudarem?
    (criacionismo)

    • Rômulo:

      A e B podem estar corretas, pois o Criador simplesmente fez os tipos básicos com grande plasticidade genética para se adaptarem a muitos ambientes.

    • D. R.:

      Concordo! O código genético dos seres vivos se parece mais com um programa de computador extremamente sofisticado feito por uma inteligência superior para se adaptar ao meio ambiente e, talvez, até mesmo evoluir; tanto que a biologia hoje é cada vez mais vista como uma ciência da informação.

      O problema é que, na época de Darwin, se acreditava que a célula era algo muito simples. Porém, quem já assistiu no YouTube alguma animação 3D sobre o funcionamento de uma célula viva, já viu o quanto ela é complexa; parecendo mais com uma fábrica ou uma pequena cidade muito bem planejada. Se até hoje o homem, com todo o seu esforço, conhecimento, inteligência e tecnologia, não conseguiu criar uma célula viva artificial, imagina tudo isso ter surgido do acaso?

    • Pedro:

      Refletir sobre como funciona UMA única célula, sua complexidade, ordem, perfeição, já basta para se concluir de forma racional que a probabilidade de ter surgido por mero acaso é ZERO. Multiplique por CEM TRILHÕES de células do nosso corpo, cumprindo funções específicas e interagindo para o funcionamento harmônico do corpo e da mente.
      A negação da existência de um Criador tem um objetivo: impedir que ele receba o crédito. Há muito mais por trás disso, o conhecimento está disponível a quem desejar.

    • Cesar Crash:

      É isso que estou tentando desmistificar. O criacionismo, digamos assim, “moderno”, o I.D. não diz que as espécies se adaptam por que o Criador quer e pronto. Ele entende que os genes que são favorecidos pelo ambiente são selecionados e isso conduz à “evolução”. Aceita que um memso ancestral comum pôde gerar lobos, cães, coiotes, chacais… Só que entende que há um limite imposto pelo potencial genético de cada espécie, permitindo que esses exemplos aconteçam, mas nunca bactérias se transformando em baleias azuis.
      Deixo claro de novo, não estou dizendo qual teoria está certa, só esclarecendo aquilo que estão dizendo sem conhecerem o mínimo necesário pra isso.

    • Cesar:

      Não. O Criacionismo, ou pelo menos uma versão dele, diz que as espécies surgiram no mundo exatamente como são agora, sem nunca mudar. Alguns negam inclusive as cronologias que a ciência descobriu depois de muito trabalho: negam que a Terra e o Sol existam a mais ou menos 4,5 bilhões de anos, que o Universo tenha 13,72 bilhões de anos aproximadamente, que a espécie humana tenha algumas centenas de milhares de anos, e que evoluiu de um humilde símio, que deu origem também ao chipanzé.

      O Design Inteligente diz que a evolução é verdadeira, que as espécies surgem por evolução, mas que em alguns momentos houve intervenção divina, por que certas estruturas não podem ter surgido por evolução, por que são de complexidade irredutível. Os biólogos de verdade já apontaram que existem caminhos naturais para o surgimento de uma estrutura de complexidade irredutível, sem precisar de uma intervenção externa de um “designer” (e os criacionistas murmuram “deus”).

    • Bovidino:

      O Design Inteligente diz que a evolução é verdadeira, que as espécies surgem por evolução, mas que em alguns momentos houve intervenção divina, por que certas estruturas não podem ter surgido por evolução, por que são de complexidade irredutível. (CONSTATAÇÃO LÓGICA) Os biólogos de verdade já APONTARAM que existem caminhos naturais para o surgimento de uma estrutura de complexidade irredutível, sem precisar de uma intervenção externa de um “designer” (APONTAR TEORICAMENTE NÃO PROVA NADA).

    • Rômulo:

      Jesus amado!!

      Que confusão fizeste, César.

      É verdade que existem pessoas que propagam “uma versão” de criacionismo fixista (as espécies são imutáveis), mas imagino que não tenham qualquer formação acadêmica. Somente ouvi falar destes que possuem essa idéia, mas não li nada deles, pois devem ser raros. Os criacionistas mais atualizados falam de biologia e química com boa propriedade (por formação acadêmica) e boa argumentação para a origem da vida pela Vida.

      Também é verdade que quase todos não concordam com a idade avançada da Terra e universo. Há muita evidência contrária aos bilhões de anos, assim como há evidência para eles. Contudo, há muito mais insuficiências interpretativas para os bilhões. Por isso os criacionistas coadunam os fatos observáveis ainda hoje com o relato bíblico (milhares de anos). Alguns criacionistas defendem a inerrância bíblica, alegando que a narrativa das genealogias de Adão a Jesus devem predizer a idade da vida humana na Terra. Outros não são tão específicos assim e permitem diferentes interpretações.

      O ID não afirma a transmutação das espécies (lê-se ancestralidade comum da ameba ao homem). Mas concorda com os criacionistas não-fixistas, ou seja, que toda a vida na Terra é bastante competente em responder às mudanças ambientais.

      Para tua afirmação sobre “os biólogos de verdade” vou deixar que você mesmo desenvolva…

    • Cesar Crash:

      Xará, realmente há quem creia que as espécies nunca mudam. As oito evidências do texto funcionam realmente como prova de que estão erradas. Mas se existe uma corrente D.I. que diz o que você diz que dizem, que as espécies nascem por evolução e que em algum momento houve interferência divina, desconheço totalmente. A ideia fundamental do D.I., é que tipos básicos foram formados pelo Criador, pelo que entendo, aproximadamente o que a taxonomia define como gênero ou talvez a família. Teriam sido criados por exemplo canídeos e equideos. Os primeiros teriam se diversificado em cães coiotes, lobos, hienas, raposas, enquanto os equideos em cavalos, asnos, zebras, etc. E diz que esses grupos jamais, independente do tempo que passe, independente das condiçoes do ambiente, deixarão de ser o que são: canídeos e equídeos. Têm casos como esse como a prova de que aquilo que a “ciência tradicional” considera como espécies diferentes, permanecem sendo a mesma espécie:
      http://noticias.terra.com.br/educacao/fotos/0,,OI134588-EI8266,00-Uma+baleia+ter+filhotes+com+golfinho+Veja+hibridos+inusitados.html
      Tudo isso baseado na genética mendeliana e, penso eu, sem nunca fugir dela.

    • Cesar:

      Cesar, canídeos e equídeos tem, em algum ponto no passado, um ancestral comum. É isto que a evolução aponta (e que está provado tanto por bioquímica como por genética e morfologia). Em algum ponto do passado, duas populações do ancestral comum se separaram e divergiram geneticamente. Em algum momento, se tornaram espécies diferentes, ao acumular diferenças genéticas. E seus descendentes foram acumulando diferenças genéticas, e, ao se isolarem, acabaram originando novas espécies por deriva genética. Até ao que temos hoje, cães e cavalos, tão completamente diferentes e ao mesmo tempo tão similares. Até mesmo a localização geográfica dos fósseis é eloquente em afirmar a evolução.

      http://cesarakg.wikispaces.com/Nada+em+Biologia

    • Cesar Crash:

      Sim, tudo isso como, como diz o texto “é fácil imaginar”. Provado por morfologia foi lindo!

  • PAULO ANTUNES:

    A natureza no geral está sim em INVOLUÇÃO. Grande erro de alguns cientistas e biólogos. E ponha falta de lógica nisso. São verdadeiros absurdos o que eles falam. Tudo em biologia faz sentido, exceto à luz da evolução.

    • Cesar:

      Você é biólogo?

      http://cesarakg.wikispaces.com/Nada+em+Biologia

      Quem afirmou que nada em biologia faz sentido, exceto à luz da evolução foi um biólogo que se considerava cristão e criacionista, o Theodosius Dobzhansky. Seria interessante não perverter as palavras de um gênio da biologia. Fica parecendo pretensão e arrogância.

  • Ezio José:

    No item um que refere às mariposas nota-se que não houve evolução. Houve a extinção de uma espécie e a predominância de outra em virtude de fatores ambientais.
    Quanto aos lagartos australianos suscita dúvidas. Eles tanto podem pôr ovos quanto dar à luz. Isto depende do habitat. (lembrei-me dos homo-sapiens bisessexuais)
    Os mexilhões e caranguejos, nesse caso, podem ser comparados aqueles molques da roça que, descalços, correm sobre espinhos, lascas e gravetos de madeiras e não são feridos por causa dos calos ou crostas que têm nas solas dos pés. Mudam para a cidade e depois de poucos tempos não conseguem andar descalços nem na calçada. Esses mexilhões, certamente, vivem fugindo entre pedras para não serem atacados e logo cria uma casca mais dura.
    Sem levar em conta as demais referências do documentário, só uma raça têm evoluído; a raça humana.
    Atualmente temos, além da miscigenação, a progressão dos homessexuais, bisssexuais e os “gays” (que inclui tudo no resumo de forma mais expressiva, mais colorida).
    Como são uma espécie que não reproduzem, se for acelerado este processo, teremos o fim da raça humana. Quem sabe o planeta passe a ser dos macacos mesmos.

    • Rodrigo:

      Meu,como assim “Atualmente temos, além da miscigenação, a progressão dos homessexuais, bisssexuais e os “gays” (que inclui tudo no resumo de forma mais expressiva, mais colorida).
      Como são uma espécie que não reproduzem, se for acelerado este processo, teremos o fim da raça humana. Quem sabe o planeta passe a ser dos macacos mesmos.”Vai falar besteira noutro canto.O que impede um Homossexual de ter um filho?Eu posso sim engravidar uma mulher,seja por inseminação artificial , ou fazendo sexo mesmo (uma vez não da em nada).Pense nas coisas ,cara.E só quando ter um argumento legitimo,poste!

    • Mille:

      Rodrigo…é que tem gente que adora comentar besteiras…

    • PC:

      Você é que está falando besteira, porque estais contando com inseminação artificial, gerando cada vez mais filhos frágeis porque não passaram pela seleção natural que é a luta por fecundação. Você na verdade parece ter se incomodado por ter se visto como o responsável direto pela extinção da espécie humana na terra (e o é na verdade).
      De fragilidade em fragilidade, mais a frente, nem com inseminação será possível fazer-se a procriação artificial…!.

    • Mille:

      PC…VC É PRECONCEITUOSO…CREDO…CABEÇA QUADRADA!

    • PC:

      Sou um homem, nada mais

    • PC:

      Educado nos princípios do relativismo, que entrou na moda quando eu era adolescente (embora os adolescentes de hoje acreditem ser os primeiros a tomar conhecimento dele), demorei muito para descobrir por experiência e tive enorme
      dificuldade de admitir que no mundo há pessoas muito boas e pessoas muito más, separadas por um abismo irredutível. Hoje em dia, quem quer que proclame em voz alta a existência dessa diferença que salta aos olhos na vida diária é imediatamente
      acusado de maniqueísmo . Mas isso não é senão uma inversão a mais, pois o maniqueísmo, historicamente, consiste em equalizar o bem e o mal como princípios,neutralizando a diferença de valor que os separa. E eu não sou covarde o bastante para me abster de dizer as coisas como as vejo, só por medo de uma rotulação
      pejorativa cuja falsidade já se revela na própria semântica do termo.
      Mais doloroso ainda, porém, foi descobrir que todos os mestres-pensadores e líderes
      políticos que encarnavam os ideais pomposamente alardeados pela militância
      intelectual esquerdista todos, sem exceção — pertenciam inequivocamente à
      segunda categoria. Quem quer que estude as vidas de cada um deles descobrirá que
      Voltaire, Diderot, Jean-Jacques Rousseau, Sade, Karl Marx, Tolstoy, Bertolt Brecht,
      Lênin, Stálin, Fidel Castro, Che Guevara, Mao Dzedong, Bertrand Russel, Jean-Paul
      Sartre, Max Horkheimer, Theodor Adorno, Georg Lukács, Antonio Gramsci, Chomsky e tutti
      quanti foram indivíduos sádicos, obsessivamente mentirosos, aproveitadores cínicos,vaidosos até à demência, desprovidos de qualquer sentimento moral superior e de qualquer boa intenção por mais mínima que fosse, exceto, talvez, no sentido de usar as palavras mais nobres para nomear os atos mais torpes. Muitos cometeram
      assassinatos pessoalmente, sem jamais demonstrar remorso. Outros foram estupradores ou exploradores de mulheres, opressores vis de seus empregados,agressores de suas esposas e filhos. Outros, orgulhosamente pedófilos. Em suma, o panteão dos ídolos do esquerdismo universal era uma galeria de deformidades morais de fazer inveja à lista de vilões da literatura universal.
      De fato, não se encontrará entre os personagens de Shakespeare, Balzac,Dostoiévsti e demais clássicos nenhum que se compare, em malícia e crueldade, a um Stálin, a um Hitler ou a um Mao Dzedong. Um dos motivos da crise permanente do gênero romance no século XX foi, precisamente, o fato de que a maldade real ultrapassou a
      imaginação dos ficcionistas.
      Em contrapartida, os representantes das correntes opostas, conservadoras ou
      reacionárias, conforme fui descobrindo com ainda maior surpresa, eram quase invariavelmente seres humanos de alta qualidade moral, atestada não só na idoneidade do seu trabalho intelectual, onde nada se encontrará das fraudes monstruosas perpetradas por um Voltaire, um Diderot ou um Karl Marx, mas também nas circunstâncias do cotidiano e nos testes mais rigorosos da existência.
      E mesmo aqueles que reconhecidamente pecaram, como Dostoiévski,Winston Churchill, Charles de Gaule, Ronald Reagan ou Maurice Barrès, jamais ostentaram orgulho disso como um Rousseau ou um Brecht, nem muito menos trataram de encobrir suas vergonhas com uma engenhosa teia de mentiras autolisonjeiras como o fizeram Voltaire e Diderot. Para levar a comparação até suas
      últimas conseqüências, até os mais notórios ditadores reacionários, Franco, Salazar e
      Pinochet, com todos os crimes políticos que cometeram, mantiveram em suas vidas
      pessoais um padrão de moralidade incomparavelmente mais elevado que o dos
      tiranos revolucionários.

      Portanto somente uma mente aberta, que não consegue ver o mundo tomado pelo esquerdismo, homossexualismo como valores morais, éticos e modernos, não tem a cabeça quadrada, estes são vocês que pagarão o preço de serem julgados por Jesus Cristo em sua volta para JULGAR a todos os que não compactuam com a palavra de Deus, são perdedores naturais, que Deus não irá conhece-los por que vocês utilizaram vossos livre arbítrios para a depravação cultural e física. Azar o de vocês…!

    • Mille:

      PC…ta legal…somos todos falhos…eu, vc e todos aqui (embora alguns achem que sao superiores)….poxa pelo menos dá uma olhada no que escreve pq a gente fica ate com má impressao de algumas pessoas por causa de uns comentarios aqui…

    • Cesar Crash:

      Tolstói, mano!?

    • Danilo M.:

      10% da população mundial é homossexual,mesmo massim a humanidade continua em um crescimento em ritmo muito acelerado,hoje já somos 7 bilhões daqui alguns anos seremos 9 bilhões esse papo de que a raça humana vai ser extinta pelos homossexuais é só mais um papo para criticar os gays!!!

    • Rodrigo:

      Eles não tem argumentos reais.O maximo que fazem é nos usar como bode-expiatorio dos problemas gerais da humanidade:DST,prosmicuidade,drogas…tudo isso existe entre heteros e homossexuais.A pressão social que exercem sobre nos realmente,nos da um destaque maior nestes problemas,mas isto é sociologia,não biologia.

    • Ricardo Luiz:

      Quem foi que te disse que não se pode criticar gays? Se sua opção é essa, porque você critica a opção de outros? Aceitamos a convivência com gays, mas não que os gays queiram nos impor que sua opção é correta. NÂO É! Também aceitamos fumantes, mas sabemos ser um desvio do padrão. Tanto quanto os gays desejem respeito à sua opção é necessário que os mesmos estejam dispostos a respeitar a opção padrão heterossexual. E mais, terem consciência de ser a sua opção homossexual fora do padrão. A própria ciência o demonstra.

    • O Outro:

      Desculpe, Ricardo, mas quem está fora do padrão é você.

      Já há mais de 40 anos que a homossexualidade foi retirada do DSM III e IV (se não sabe o que é, pesquise).

      Não, não sou homossexual. Sou psicólogo.

    • Rômulo:

      Somente o sufixo de “doença” é que mudou.

    • Cesar Crash:

      Boa pergunta, quem disse que não se pode criticar? Ele só disse que é só mais um argumento para criticar, não que não se pode fazê-lo.

  • D. R.:

    Adaptação é uma coisa, evolução de espécies (se é que realmente existe) é algo muito mais complexo. Hoje já se sabe que somente mutação e seleção natural não são suficientes para produzir a tamanha diversidade de seres que temos hoje. Talvez, segundo estudos mais modernos da epigenética, a transferência horizontal de genes entre seres vivos (até mesmo do que comemos) seja realmente a maior causa da diversidade que temos hoje.

    Um bom site sobre o assunto é o Pós-Darwinista, do Prof. Enésio.

    Por exemplo, o último exemplo do experimento do Dr. Richard Lenski que registrou a evolução de 50.000 gerações de bactérias; depois de todas essas gerações, embora adaptadas, elas continuaram sendo bactérias e, provavelmente, de E. coli! Adaptando o experimento para a espécie humana e considerando que o tempo de uma geração humana é de 25 anos; se multiplicarmos as 50.000 gerações x 25 anos, isso daria 1.250.000 anos; um tempo tão grande para uma evolução tão pequena, ou melhor, para uma mera adaptação!

    Esse é mesmo caso daquele famoso experimento com mosca-das-frutas:

    “Poucas experiências de mutação podem igualar as extensivamente realizadas com a mosca-das-frutas comum, Drosophila melanogaster. Desde o início dos 1900, alguns cientistas expuseram milhões destas moscas aos raios X. Isto aumentou a freqüência das mutações para mais de cem vezes a normal. Após todas estas décadas, o que mostra os experimentos? Dobzhansky revelou um resultado: ‘As mutantes explícitas de Drosophila, com as quais foi feita grande parte das pesquisas clássicas em genética, são quase que, sem exceção, inferiores às moscas do tipo selvagem quanto à viabilidade, à fertilidade e à longevidade.’. Outro resultado foi que as mutações jamais produziram algo novo. As moscas-das-frutas apresentaram asas, patas e corpos malformados, além de outras distorções, mas continuaram sendo sempre moscas-das-frutas. E quando moscas mutantes foram acasaladas entre si, verificou-se que, depois de várias gerações, começaram a eclodir algumas moscas-das-frutas normais. Se deixadas em seu estado natural, estas moscas normais teriam, por fim, sobrevivido às mutantes mais fracas, preservando a mosca-das-frutas na forma em que existia originalmente. O código da hereditariedade, o ADN, possui notável capacidade de reparar os danos genéticos causados a ele mesmo. Isto ajuda a preservar a espécie de organismo para o qual foi codificado. A revista Scientific American relata como ‘a vida de cada organismo e sua continuidade, de geração em geração’, são preservadas ‘por enzimas que continuamente consertam’ os danos genéticos. Assim, no livro Darwin Retried, o autor narra o seguinte sobre o respeitado geneticista, Richard Goldschmidt, já falecido: ‘Depois de observar as mutações nas drosófilas por muitos anos, Goldschmidt ficou desesperado. As mudanças, lamentou, eram tão terrivelmente micro [pequenas] que, se combinasse mil mutações num só espécime, ainda assim não haveria nenhuma espécie nova.’. “

    • Marcelo Ribeiro:

      Se você quer evidências criacionistas está no site errado. Terá que ir em sites religiosos ou simplesmente ler a bíblia.

      Adaptação a mudanças no ambiente é o mesmo que evolução. Para ver uma espécie se transformar em outra como uma bactéria se transformar em um mamífero terá que viver centenas de milhões de anos ou ter a esperança de que nossa civilização sobreviva todo este tempo para documentar isso.

    • Ezio José:

      É! O sujeito branquelo do interior vai passar as férias no litoral em pleno verão. Fica por lá os 30 dias curtindo praia e quando retorna, mostra-se para os seus chegados numa cor bem diferente. Até o linguajar fica meio surfista.

    • Cesar Crash:

      Mas isso ele não passa pra seus descendentes.

    • tavares:

      Caro amigo,desculpe a intromissão mas gostaria de relatar duas falhas no seu comentário:
      1.Evolução é mudança a nível crosmossômico,ou seja,alteração no dna que leva ao aparecimento de um fenótipo diferente(como cor da pele)e a ciência nunca provou o porquê da diversidade de cútis existente no mundo.Aí eu pergunto:quem surgiu primeiro o negro ou o branco,ou o amarelo,ou o índio?Quem descende de quem?A teoria evolucionista nunca explicou isso.Vc sabe explicar?E provar?
      2.A explicação para a evolução não está no tempo(milhões e milhões de anos),está na presença de métodos científicos mais seguros e confiáveis.Ou vc.acha que com apenas um ossículo poderá explicar e origem de um ser e traçar o perfil de toda sua descendência?
      Outra coisa:saiba que os maiores cientistas de todos os tempos acreditavam em um ser superior.Leia os livros de Renné Descartes,Copérnico e outros e entenderá a minha visão.

    • Mille:

      TAVARES…E QUEM NEGOU A EXISTENCIA DE UM SER SUPERIOR…NAO SEI PQ SE SEPARAM TANTO…HA MUITAS COISAS QUE NÃO PODEM SER EXPLICADAS PELA CIENCIA MAS PODEM SER ESCLARECIDAS PELA RELIGIAO…E VICE VERSA…PQ NAO PODEM CAMINHAR JUNTOS?? TB O PROPRIO DARWIN ADMITIA A EXISTENCIA DE UMA “FORÇA MAIOR” PARA O SURGIMENTO DA PRIMEIRA VIDA NA TERRA…ENQUANTO O PQ DA DIVERSIDADE DE COR DE PELE…O QUE ISSO IMPORTA?? IMPORTA MAIS VC SABER QUE AS LINHAGENS HUMANAS TEM NADA MAIS NADA MENOS QUE 99,99% DE DNA IDENTICO…AS EVIDENCIAS SE APRESENTAM…BASTA OBSERVAR O QUE OS ESTUDIOSOS ENCONTRAM E NAO DESMERECER O TRABALHO DELES COM PENSAMENTOS PEQUENOS…SABE AQUELA PROPAGANDA “SAO AS PERGUNTAS QUE MOVEM O MUNDO”…É MAIS OU MENOS ISSO.

    • Raul:

      Então me explica aí, se Adão e Eva eram brancos, como existem todas as etnias do mundo?
      A Teoria Evolutiva tem explicação pra isso sim, cara. Vai ler que voc~e acha.

    • Cesar Crash:

      Quem disse que eram brancos foram os pintores renascentistas. Pode funcionar assim: Se Adão era negro e Eva branca, todos os meios tons são possíveis (a partir da terceira geração, eu acho). Se um era meio branco meio negro e o outro meio amarelo e vermelho (não significa mestiçagem, mas o contráro que houve especiação futuramente), aí fica mais fácil ainda. Não estou dizendo que por que é possível, logo é certo, mas essa sua pergunta, em genética, se explica facinho, facinho. E também, o criacionismo pode estar certo e a estória de Adão e Eva errada. O pensamento criacionista leva a ideia de que as espécies foram criadas por alguém ou vários alguéns. Quem criou, cabe à religião e à fé de cada um.

    • Demerval:

      Raul, nem sempre ler significa instruir-se. Mas se você buscar o conhecimento em fonte confiável pode sim aprender muito. Você fez uma pergunta que tem resposta simples, cientificamente comprovada, diferente da resposta que você diz que a teoria evolutiva (o nome já diz, teoria = suposição, especulação). Deus colocou no código genético do primeiro homem genes que dariam origem a diversos tipos.
      A publicação The Races of Mankind (As Raças da Humanidade), dos antropólogos R. Benedict e G. Weltfish, observa: “A história bíblica de Adão e Eva, pai e mãe de toda a raça humana, já contou há séculos a mesma verdade que a ciência está demonstrando atualmente: que todos os povos da terra são uma única família e têm origem comum.”
      Como vê, a ciência está chegando perto de descobrir o que esteve sempre na Bíblia: todos descendemos de um primeiro casal não de um macaco ou de uma ameba.

    • Marcos:

      Tem explicações para tudo isso sim.
      A mais provável é que todos descenemos dos negros. Com amigração para aa europa, onde os raios de sol são mais raros, a pele se adaptou para absorver melhor os raios de sol raros, para sintetizar vitamina D. Assim como os olhos dos orientais tem função de proteção da visão, e a pela, tudo adaptado para o clima.
      Claro que nesse vai e vem, alguma mudança ficam. Os indios americanos, que opssuem traços parecidos com orientais acabaraqm preservando alguns traços como olho puxado, mas adaptou a cor da pele, ´por exemplo. Sendo uma pele na america do sul (bronzeada) e outra na america do norte (para suportar o frio).

    • Ezio José:

      O problema dos citadores de trechos e afirmações bíblicas não entendem de metáforas e nuncam procuram aprofundar naquilo que estão procurando. Os pastores idzem lá o que acham e outros procuram encaixar seus problemas ou ilusões dentro do texto de mais de 2000 anos no momentos e culturas atuais.

    • Raul:

      Demerval, na pergunta que eu fiz, na verdade não importa se Adão e Eva eram brancos ou negros, mas significa que um única casal, com determinada caraterística e sofrendo intercruzamento, torna quase impossível a formação de etnias variadas sem o componente evolutivo. O mais provável foi o que o Marcos disse, mas só complementando, que o que acarretou isso não foi um único casal de indivíduos, e sim um grupo. Isso pode ser observado até mesmo em zoológicos, é muito difícil fazer uma espécie continuar saindo de um único casal. Um outro comentário: teoria científica não é meramente suposição, tem que ser embasada em fatos naturais, evidências necessariamente verificáveis. Se fosse por esse raciocínio, a gravidade é só uma “teoria” também. E nem por isso alguem sai levitando por aí.

    • Dinossauro Filósofo:

      É Teoria da Gravidade e Lei da Evolução, ou Teoria da Evolução e lei da Gravidade?

    • Mille:

      Isso mesmo!

    • Netnature:

      Professor Enésio é um criacionista, e como todo criacionista a resposta para todas as perguntas do jundo é “Porque Deus quis assim” Só substitui um mistério por outro. Misticismo é uma coisa, ciência é outra. Por isso criacionismo não é ciência, nao se tem laboratórios que estimulem a busca por um designer inteligente e etc e tal. Enésio tem aquele velho e patético discurso estereotipado de quem foi darwinista e se arrependeu e toda aquela cena de renovação aos olhos de Deus.blablabla.

      A seleção natural é sim um mecanismo que promove a evolução sim, com alguns exemplos na natureza. A idéia da seleção artificial que tem como agente seletor não a ecologia do local mas o ser humano, criou diferentes especies através da seleção de caracteres desejados ou através de técnicas como a hibridização.
      Variantes de teosinto já não mais se reproduzem com o milho, ou seja, isolamento genético, espécies distintas.

      Se quer aprender evolução, não leia Enésio, nem Michelson Borges e nem Mateus são topeiras da biologia evolutiva.

    • Rômulo:

      Para variar, os “pensadores” niilistas argumentando “ad homini”, ao invés de debater as idéias.

      Seria mais produtivo se você trouxesse novas informações às idéias do Enézio ou qualquer pensador criacionista, mas visto que não tens arcabouço para tal, atacas a cosmovisão da pessoa, quando não ela própria.

      Quanto ao teu milho, ele continua milho.

    • Rômulo:

      Acho que caí no mesmo erro acusando meu colega de “sem arcabouço”.

      Peço perdão.

    • Demerval:

      Êpa! Vamos acompanhar a evolução. “Topera” era antes.
      Depois de um bilhão, seiscentos e dois milhões, trezentos e trinta e sete mil, setecentos e quatro anos e três meses, evoluiu para a forma atual: “Toupeira”, de acordo com os melhores dicionários (mas há controvérsias)…

    • Mille:

      Amigo…as adaptaçoes, evoluçoes e especiações nao ocorrem num piscar de olhos não…levam milhoes de anos…

    • Rômulo:

      Não há provas para a transmutação das espécies. Só há observação de adaptações através de modificações de sistemas bioquímicos pré-existentes.

    • Márcio:

      “Ah, meu deus!!!” Olha o cálculo que você fez… Espera que uma bactéria vire um ser humano em 25 anos terrestres calculando com base na evolução da bactéria!!!
      A Terra existe há mais de 4 bilhões de anos, meu amigo! E depois desse tempo todo ainda tem gente que pensa como você…

    • Guivas:

      Márcio,
      Já que você entende bem desse assunto, talvez possa me dar uma informação.
      Quanto tempo demora para que se forme uma bactéria e essa bactéria evolua até chegar ao homem de hoje?
      Quantos são o milhões ou bilhões de anos?

    • Márcio:

      Já tenho a resposta exata, com todas as variáveis necessárias. Mas antes, me responda você quantas religiões existem no mundo, quem são seus deuses e quais seus poderes.
      Será que o hypescience tem limitador de caracter?

    • Guivas:

      Será tão difícil assim que tenha que usar um subterfúgio tão barato?
      Eu não sou especialista em religiões e muito menos em deuses.
      Você é que é o especialista em ciência da evolução.

    • Márcio:

      Devolver o mesmo tipo de pergunta que você fez? Tem razão, esse tipo de pergunta é um subterfúgio barato… E percebi que você se utiliza muito dele.
      Você não é especialista em deus? Mas tem a resposta pra tudo na hora: deus quis.

    • Cesar Crash:

      Resposta EXATA com todas as VARIÁVEIS!? Eita nóis!

    • Cesar:

      Sabe como é que você descobre se um criacionista está mentindo? Veja se ele está falando sobre evolução.

    • Rômulo:

      Tão dogmáticos estes evolucionistas…

  • lauro:

    Sim, os que crêem que todo esse ecossistema surgiu por acaso, sem um propósito são mais inteligentes do que aqueles que acreditam numa inteligência superior. Afinal aqueles que duvidam da existência desse ser que criou todas as coisas muito antes de existir a inteligência humana, não precisa de uma mente mortal do “deus” Dawkins para se explicado. Conclui-se, que os ateus não crêem em Deus porque pra eles, Dawkins e Darvin são “deuses” tratados como donos da verdade, inquestionáveis, perfeitos, super inteligentes, acima de tudo e de todos. E quem falar qualquer coisa contra eles é lançado na “fogueira” dos ateus prepotentes e senhores absolutos da verdade.

    • Netnature:

      O que faz de uma teoria uma verdade não é a afirmação de sua verdade dada pelos autores mas as resultados que se tem de experimentos que corroboram tais premissas.
      A evolução não é verdade porque Darwin ou Dawkins falaram que ela existe. Elas passam hoje a serem vistas como um fato consolidado pela ciência depois de 150 anos de publicações de artigos de evolução que vem corroborando essa idéia de Darwin.
      Conceito de propósito, a criação de um mundo com uma finalidade é uma criação humana. Finalidade é uma criação humana, não existiria finalidade no mundo se o ser humano não existisse.
      Nós procuramos padrões, finalidades nas coisas e consequentemente criamos finalidades para elas. minha mão não tem a finalidade de pegar as coisas, ela pega porque é anatomicamente adaptada para isso.
      O conceito de finalidade é puramente regilioso, quer ver uma finalidade legal; se ha humanidade não existisse não havia joelhos para se dobrar para poseidon, para Cristo ou qualquer outro Deus… portanto a humanidade foi criada para louvar a Deus. Esse é conceito de criação da humanidade mais escroto e fútil que ja vi na minha vida.
      Finalidade é criação nossa, ou a chuva vai por alguma finalidade? Alias ela é feita com que finalidade? Como se forma uma nuvem, com a finalidade de ou aleatoriamente? Qual a finalidade das chuvas de metano de Titã em jupiter? Nenhuma, porque aqui haveria de ter finalidade?
      Vá ler crepúsculo dos ídolos de Nietzsche e estudar finalidade como idolatria e não perca tempo com livros supostamente divinos!!!

    • Mille:

      LAURO…ONDE FOI QUE VC LEU QUE “TODO ECOSSISTEMA SURGIU POR ACASO”?? EM QUE LIVRO DE EVOLUÇÃO, ARTIGO CIENTIFICO OU CONGRESSO VC OUVIU OU LEU ISSO??
      LEIA MAIS ANTES DE ESCREVER BESTEIRA.

  • Ze da Feira:

    Se deus existisse igreja não tinha para-raio e papamovel não precisava ser brindado. fim de papo.

    • Netnature:

      Curto e grosso, sem argumentar e sem filosofar. Se tivesse um botão de curtir eu clicaria na lata haehheaeh

    • Raul:

      FATO!

    • Cesar Crash:

      Fim de papo é ideia de quem não aceita réplicas. Uma coisa nada tem a ver com a outra, isso é falácia de analogia, de composição. Você não cansou de ouvir: “Se uma casa tem um construtor, logo o universo também tem” ou “dizem que espécies evoluem e homens evoluíram do macaco. Macacos ainda existem. Logo, homens não evoluíram de macacos”? Então, faz igual não. Aliás, você fez pior!

    • Cesar Crash:

      Argumentos inválidos são sempre válidos pra quem está certo que é válido aquilo que é inválido.

    • Cesar:

      É o tipo de argumento que os criacionistas entendem. Vai usar de racionalidade com quem abraça crenças irracionais? Não vai dar certo. Melhor devolver o veneno deles. Se eles quiserem desqualificar o argumento, vão ter que se contorcer para não desqualificar os próprios argumentos.

      Se bem que criacionistas são campeões em ignorar evidências contrárias e mesmo declarar que evidências contrárias são, na verdade, evidências a favor…

    • Cesar Crash:

      Então, com isso você está dizendo que quando o crente diz algo incoerente, isso não serve, mas quando o ateu diz, aí serve.
      Tudo isso que você diz, eu estou vendo dos dois lados. Logo, logo, serão trezentas evidências disso.

    • Valentina Bittencourt:

      Nada ver, gente eu sei q vcs acreditam na ciência e ponto finaç. Mas não fala merda ok? Po do mesmo jeito q vcs falam mal de quem dá opnião sem se informar direito, não fale do q vcs não sabem vai estudar um pouco de teologia para ter fundamento pra tanta asneira q vcs falam.

  • Rodolfo:

    acredito em Deus. acredito na ciência. aliás, sou apaixonado pelas duas coisas, pois sempre li literatura religiosa e já pequeno brincava com microscópios e dava uma de químico no quintal.
    apenas o que considero repudiável é uma conclusão, totalmente descabida de verificação empírica, que teístas são pessoas de mente atrasada/atrofiada/idiota, isso qualquer pessoa da minha universidade poderia contestar, mas principalmente um ateu que é o cara com quem mais converso naquele meio.

  • clarice:

    exelente matéria……
    não paramos nunca de evoluir…..

  • Evandro:

    o mais impressionante é leigos achar que fizeram uma ‘apuração cientifica’ de modo que possuem a certeza que a Teoria da Evolução é considerada um fato não-paradigmática (ou seja, dogmático).

    Esse tipo de matéria não tem por objetivo informar e elevar o senso critico dos leitores. Ainda mais, que não é discutido. Não é levando questões. Não é posta em comparação com outros modelos e tudo mais. Tem apenas carater midiático, provavelmente, mais uma daqueles dos darwinistas militantes.

  • Evandro:

    8 exemplos de evolução em ação? Eu daria outro nome.

    Esses conteudos dogmáticos superficiais… aff, perdi 5min. lendo isso.

    Que tal uma matéria contendo as 80 contradições, incoerências e carências da ‘teoria’ [lembre-se é uam teoria] da evolução?

    • Cesar:

      Mais um que acha que por que tem nome de ‘teoria’ não é verdadeira…

      Até quando a ignorância vai grassar nos campos do Senhor? Até quando, Senhor, vais esconder dos teus fiéis a verdade e a ciência e o conhecimento? Até quando vais deixá-los como crianças, sem saber de onde vieram, para onde vão, e acreditando em contos de fadas?

    • Raul:

      Vai lá então Evandro, a gravidade é uma teoria também, pula e sai voando que eu quero ver.
      Eu queria que você apontasse uma evidência sólida que a teoria da evolução é falha.

  • Pedro:

    A declaração bíblica: “[Deus]fez de um só [homem] toda nação dos homens, para morarem sobre a superfície inteira da terra” – 17:26
    confirma o que a ciência moderna já admite: que a genética do primeiro homem foi programada de forma a possibilitar uma descendência com tipos variados, a exemplo de todas as outras espécies e famílias dentro de cada espécie, animal e vegetal. O que observamos é simplesmente o desenvolvimento desse processo. Os organismos permitem até mesmo a manipulação genética, na produção de novas variedades, porque foram projetados de forma a facultar isso. Porém, as variações ocorrem somente DENTRO DA ESPÉCIE, contrariando o que os evolucionistas desejam provar por força de lei, ou seja, que uma espécie pode evoluir para uma outra espécie. E por que fazem isso? Porque acreditam que assim poderiam descartar um Criador todo-poderoso e todo-sábio que projetou tudo e limitou as transformações ao âmbito da espécie. Muita gente já desperdiçou o curto e precioso decurso da vida tentando provar o contrário, e outros estão fazendo o mesmo. Todos vão chegar ao mesmo lugar: lugar nenhum.

  • Romário Huebra:

    Me ajudem com esse pensamento. Eu acho qe a volução naum vai dar muito certo com o ser humano, estamos repassando todos os genes defeitosos para as próximas gerações. Quando o homem ainda era nômade uma pessoa deficiente normalmente morreria pq provavelmente nimguem iria sair carregando ela nas costas, hoje pessoas deficientes ou com doenças geneticas estão vivendo normalmente e até tendo filhos ou seja estão repassando os seus genes defeituosos para seus filhos. Daí tirei a ideia de qe a seleção natural naum funciona com os humanos, e qe com o passar do tempo as doenças geneticas seram muito muito mais muito comum. Imagino eu qe daqi algumas gerações o ser humana precise de manipular seu DNA para tirar esses genes defeituosos.

    • Rômulo:

      Vou dizer onde tua idéia chega Romário.

      [Irony on]
      Na “raça pura ariana”!!!!!
      Portanto, matem os inferiores!

      [Irony off]
      Tsc, tsc…
      Shame on you…

  • Romário Huebra:

    A evolução é causada por erros de copia do DNA, qe a natureza cuida de selecionar os melhores erros, passando esses erros para a próxima geração.

  • curioso:

    A ciência correta ainda descobrirá que existe um Dogma, que existe um momento peculiar em toda essa existência, no qual existirá com uma plaquinha escrita “Daqui você não passa, Keep Out!”

    • Alins:

      Tudo Bem…! Vocês não sabem… e estão buscando a verdade…!

      Uma coisa que é de muito chata é que a “Ciência” erra e não pede desculpa. Já acabou com carreiras brilhantes tudo em função do atraso de suas convenções acadêmicas. E triste ficaremos quando observarmos o link politico e mercantil que ela possui com concentradores de grandes poderes… O que tem comprometido o lindo trabalho de cientistas sinceros que dedicam suas vidas com único objetivo de buscar e entender a verdade.

  • Pedro:

    A firmação: “há tantas evidências a favor da evolução, que argumentar contra ela é como negar que há uma lua no céu” é dogmática e incentiva a aceitação sem questionamento, o que não é nada bom. Sobre o primeiro exemplo, apresentado como evidência inquestionável da evolução, peço aos leitores que analisem o que diz o livro “A Vida – Qual sua Origem: Evolução ou Criação?”* cap. 8 §§ 18-22:
    “A Mariposa Pontilhada
    18 Com freqüência, nas publicações evolucionistas, cita-se a mariposa pontilhada da Inglaterra como exemplo moderno da evolução em progresso. Declarava The International Wildlife Encyclopedia (Enciclopédia Internacional da Vida Selvagem): “Trata-se da mais assombrosa mudança evolucionária já testemunhada pelo homem.”20 Depois de comentar que Darwin se via afligido por sua incapacidade de demonstrar a evolução de uma espécie sequer, Jastrow, em seu livro Red Giants and White Dwarfs (Gigantes Vermelhas e Anãs Brancas), acrescentou: “Caso tivesse sabido, tinha em mãos um exemplo que lhe forneceria a prova de que precisava. O caso era extremamente raro.”21 O caso era, naturalmente, o da mariposa pontilhada.
    19 Exatamente o que ocorreu com a mariposa pontilhada? De início, a forma mais clara desta mariposa era mais comum do que a mais escura. Este tipo mais claro se combinava bem com os troncos mais claros das árvores, e, assim, era mais protegido das aves. Mas, daí, devido aos anos de poluição advinda das áreas industriais, estes troncos escureceram. Agora a cor mais clara das mariposas trabalhava contra elas, uma vez que as aves podiam capturá-las mais rápido e comê-las. Por conseguinte, a variedade mais escura de mariposa pontilhada, que se afirma ser mutante, sobreviveu melhor, visto ser difícil que as aves as vissem em contraste com as árvores enegrecidas pela fuligem. A variedade mais escura (melânica) tornou-se rapidamente o tipo dominante.
    20 Mas, estava a mariposa pontilhada evoluindo em algum outro tipo de inseto? Não, ainda era exatamente a mesma mariposa pontilhada, tendo apenas diferente cor. Assim, a revista médica inglesa, On Call (De Plantão), referiu-se ao emprego deste exemplo para tentar provar a evolução como “notório”. Declarava: “Trata-se de excelente demonstração da função da camuflagem, mas, visto que começa e termina com mariposas, e não se forma nenhuma espécie nova, é bem irrelevante como evidência a favor da evolução.”22
    21 A afirmação inexata de que a mariposa pontilhada está evoluindo é similar a diversos outros exemplos. A título de ilustração, visto que alguns germes provaram-se resistentes aos antibióticos, afirma-se que está ocorrendo uma evolução. Mas, os germes mais resistentes ainda são do mesmo tipo, e não evoluíram em outra coisa. E é até mesmo admitido que a mudança talvez seja causada, não por mutações, mas pelo fato de que alguns germes, já de início, gozavam de imunidade. Enquanto os outros eram mortos pelos fármacos, os imunes se multiplicavam e tornavam-se dominantes. Como afirma a obra Evolution From Space (Evolução Proveniente do Espaço): “Duvidamos, contudo, que haja algo mais envolvido nestes casos do que a seleção dos genes já existentes.”23
    22 O mesmo processo talvez tenha acontecido no caso de alguns insetos imunes aos venenos utilizados contra eles. Ou os venenos mataram os insetos contra os quais foram usados, ou os venenos eram ineficazes. Os insetos mortos não podiam desenvolver resistência, uma vez que estavam mortos. A sobrevivência de outros poderia significar que já eram imunes, desde o início. Tal imunidade é um fator genético que surge em alguns insetos, mas não em outros. De qualquer modo, os insetos continuaram sendo da mesma espécie. Não evoluíram em outra coisa.”
    ———————————————————
    *publicado pela Watchtower e distribuído exclusivamente pelas Testemunhas de Jeová.
    O livro citado apresenta provas incontestáveis da falácia que é a teoria da evolução.

    • Cesar:

      Os “Testemunhas de Jeová” publicam mentiras sobre a ciência. Principalmente sobre Evolução e sobre Big Bang. Não servem de referência, pelo menos não se você está procurando a verdade.

    • Pedro:

      Cesar, se quer convencer alguém, pelo menos tente disfarçar o preconceito. Ele não ajuda em nada quem procura a verdade como você mesmo diz.
      Uma declaração não se torna verdadeira ou falsa simplesmente porque VOCÊ decide assim, ou porque não gosta de quem a fez. Se tivesse prestado atenção ao que escrevi perceberia que as TJ baseiam suas declarações em estudos sérios e fontes fidedignas, tudo muito bem documentado.
      Aceitar ou não é prerrogativa sua, mas poderia evitar as críticas por puro preconceito, mesmo que só por educação.

  • Glauco:

    Sapo cururu, na beira do rio, tava sem camisa, morrendo de frio!

    Quantas vezes dormi ouvindo isso!

    A Natureza TEM que evoluir. No ocultismo isso faz parte do plano divino.

  • Bovidino:

    Ninguém precisa ser religioso ou cientista, ler a Bíblia ou estudar Darwin, para intuir e perceber que a evolução é um fato natural e imprescindível cujo propósito é indubitavelmente, o aperfeiçoamento.
    Até aquí, temos o ‘efeito’ e o ‘propósito’. Qual é a ‘causa’?

    • Marcelo Ribeiro:

      A causa das adaptações que levam à evolução é clara no artigo e para qualquer biólogo: sobreviver a uma mudança no ambiente em que o animal está.

    • Rômulo:

      Não. Sobrevivência é o efeito da adaptação selecionada.

    • Ze da Feira:

      Tambem concordo, tem gente que só acha que você pode opinar se vo ler uma pancada de livros e se for “formado em alguma coisa”. digo aqui que os maiores pensadores e os maiores criadores da humanidade partiram de suas proprias convicções e rejeitaram qualquer paradgma estabelecido para chegar onde queriam. exemplo é que não falta.

    • Mille:

      ZE DA FEIRA…MAS COM CERTEZA ERAM PESSOAS QUE LIAM…AGORA, O CARA CHEGAR AQUI E ESCREVER COISAS QUE QUEM ESTA ESTUDANDO OU JA É FORMADO SABE QUE NAO SAO VERDADES OU ESTAO DISTORCIDAS É OUTRA COISA NE…NAO SEI SE ESSE É O SEU CASO.

    • Glauco:

      Hehehe, muito bom!

    • tavares:

      Gostei muito do seu comentário exceto o fato do “APERDEIÇOAMENTO”.A segunda lei da termodinâmica diz: qualquer alteração que aconteça em um sistema,tende a passar de um estado de ordem para um de desordem;neste ponto de vista,não ocorre aperfeiçoamento e sim o caos.
      A primeira lei da termodinâmica diz que em qualquer tipo de mudança,a quantidade de matéria permanece sempre constante,baseado nisso ,concluímos que nada está sendo criado ou destruído.Então como uma espécie pode tramsformar-se em outra?

    • Bovidino:

      tavares,
      A evolução a que me refiro não é exatamente a mesma de Darwin e dos evolucionistas.
      Essa ensina que evolução não é sinônimo de APERFEIÇOAMENTO e que as espécies sofrem mutações drásticas que as transformam em novas espécies. Com isso, não concordo.
      Para mim, evolução é aperfeiçoamento. Todavia, a evolução material, biológica, é apenas um detalhe.
      O mais importante é a evolução moral e espiritual.

    • JorBS:

      Não importa se não concordamos com a Natureza. Ela prosseguirá indiferente aos nossos gostos, desejos e sonhos. E ainda bem que é assim. A teoria da evolução é realmente uma idéia incrível, tanto é que aqui estamos nós até hoje discutindo seus aspectos polêmicos. Isso é bom. Também é bom lembrar que ela busca explicar por meio de uma idéia simples fenômenos muitas vezes tão complexos quanto o da diversidade de espécies. Só os gênios conseguem explicações simples para os fenômenos complexos da Natureza que podem sobreviver ao desafio das evidências. É claro que a própria teoria da evolução não está acima da teoria da evolução: ela também evolui, tem que evoluir. Até mesmo a teoria científica que preve que amanhã o Sol irá nascer, assim como hoje nasceu, poderá sofrer a qualquer momento uma evolução. Basta alguém se empenhar em entender como a Natureza ralmente funciona e usar o melhor instrumento que temos, ainda que imperfeito: a ciência e seu método. Nesse momento a nossa discordância será de máximo valor. A ciência é como um edifício em construção e já em reforma.

    • tavares:

      Grato pela explicação…

    • Mille:

      TAVARES…VC JA ESTA DEVIDAMENTE APERFEIÇOADO NE…SABICHAO…NAO PRECISA APRENDER MAIS NADA NESSA VIDA…MUITO MENOS SE APREFEIÇOAR…SEJA COMO SER VIVO…SEJA COMO SER MORAL…AFF

    • Mille:

      BOVIDINO…PARABENS…GRAÇAS A DEUS UM COMENTÁRIO COERENTE !!

    • JorBS:

      Que a evolução é um fato natural é evidente. Quanto ao propósito da evolução, ai cabe notar que o termo técnico evolução em biologia não exige um propósito. O propósito moral, ético e espiritual para a evolução estritamente biológica não tem relevância. Contudo, se tais propósitos se referirem a uma evolução espiritual, que não tem o mesmo sentido que a evolução tratada pela ciência, então a idéia de aperfeiçoamento é cabível. O predador mais apto mata sua presa. Quanto maior for sua habilidade de matar melhores serão suas chances de prosperar como especie. A evolução biológica pode inclusive ser negativa, ou seja, propor organismos inferiores. Nesse caso a chance desse organismo sobreviver é menor. A seleção natural não tem piedade, logo dará cabo dele. Sempre é bom deixar bem claro quais são os limites dos termos e idéias que estamos discutindo. Assim a confusão diminui.

  • luciana:

    MGK
    Sensibilizou-se à toa. Entendi perfeitamente a colocação de Klediany. “Escuro” no sentido existencial, significa falta de sabedoria, ignorância. Mesmo porque, em outro parágrafo ela cita que “Deus fêz tudo perfeito”, e como a ci~encia já desvendou, a humanidade começou no continente africano, assim genes negros são nossos antecedentes geneticos, de toda a humanidade. Também tenho descendência negróide, graças a Deus. Por conta disso estou imune à várias doenças, como câncer de pele. Mas nem por isso dou shouzinho e xiliques, querendo me fazer de vítima. Sai dessa cara!

  • Radamés Genésio dosSantos:

    Recomendo uma leitura mais séria do assunto. Em vez de divagações inconcludentes por que não pesquisar seriamente na direção certa…. Ouvir aqueles que não são preconceituosos ajuda em muito a formação da correta opinião porque eles se rendem aos fatos e não a tendências que no final querem apenas a libertação da obediência à um ser Soberano e Criador de tudo … Fugimos assim do verdadeiro objetivo da pesquisa que é estabelecer verdades…
    Dentro deste quadro recomendo veementemente uma leitura de uma verdadeira obra prima: A Vida – Qual a sua origem A evolução ou a criação..

    • Cesar:

      Uma excelente obra para quem quer conhecer outras evidências da evolução é “O Maior Espetáculo da Terra”, do Richard Dawkins. Os criacionistas odeiam o Dawkins e odeiam o livro por que volta e meia ele dá uma cutucada neles, mas os exemplos são fantásticos, muito bem explicados, e o livro todo é maravilhoso.

    • Mille:

      CESAR…OBRIGADA PELA SUGESTAO…TENHO CERTEZA QUE COMO ESTUDANTE DE BIOLOGIA VOU GOSTAR MUITO…E NEM POR ISSO VOU DEIXAR DE ACREDITAR EM DEUS…COMO ALGUNS PRECONCEITUOSOS AQUI.

    • Rômulo:

      César.

      Você anda lendo muita filosofia.
      Cai um pouco mais na ciência operacional.

  • Ricardo Luiz:

    Aprecio Hypescience, porém fico abismado com uma edição dessas, desprovida do pensamento científico. O próprio comentário já se contradiz ao colocar ‘evidências’ deixando tácito não haver prova! Fala em ‘tantas’, mostra oito forçados e sem os devidos contra-argumentos. Ah, só mais um detalhe: não há mesmo “uma lua no céu”, senão várias, lá no espaço!

    • Cesar:

      Ricardo, a rigor só existe um campo do conhecimento humano que aceita “provas”: a matemática. O resto do conhecimento humano trata de “evidências”. Uma maçã caindo e a Lua em sua órbita são evidências de que a atração gravitacional existe. A gente fala que são “provas”, mas é como eu falei, se formos rigorosos, e primarmos pela correção semântica, “provas” só na matemática.

    • Carlos Henrique:

      pra mim é uma evidencia bem simples observar um prédio e saber que alguem o construiu é a primeira observação que alguem pode fazer

    • Ezio José:

      Verdade, Carlos Henrique.
      Cidadão…..
      Tá vendo aquele edifício moço
      Ajudei a levantar
      Foi um tempo de aflição
      Eram quatro condução
      Duas prá ir, duas prá voltar
      Hoje depois dele pronto
      Olho prá cima e fico tonto
      Mas me vem um cidadão
      E me diz desconfiado
      “Tu tá aí admirado?
      Ou tá querendo roubar?”
      Meu domingo tá perdido
      Vou prá casa entristecido
      Dá vontade de beber
      E prá aumentar meu tédio
      Eu nem posso olhar pro prédio
      Que eu ajudei a fazer…

    • Ricardo Luiz:

      Se eu dissesse que o prédio se construiu sozinho, vocês me chamariam de louco… Diriam que NECESSARIAMENTE, algo tão complexo demandaria uma AÇÃO inteligente e laboriosa na produção do mesmo… Como é que pessoas ‘tão sábias’ querem fazer crer que um ‘edifício’ infinitamente mais complexo se ‘auto criou’? P E N S E M!

    • Cesar Crash:

      Crentes e ateus, todos se justificando com falácias.

    • Bovidino:

      Ricardo,
      Todos nós sabemos que existe uma lei invariável de CAUSA e EFEITO.
      Todo efeito tem uma causa e toda causa tem seu efeito.
      Creio que para os cientistas, essa lei também deve valer.
      Todavia, não é considerada para a criação do universo nem para os seres que nela habitam.
      A teoria do BigBang pode até ser válida, entretanto trata-se apenas de um efeito cuja causa desconhecemos.
      A vida na Terra também é um efeito, cuja causa desconhecemos.
      Os que acreditam num Criador, atribuem a ele a Causa de tudo.
      Os que acham que um Criador é uma fantasia, (cientistas) atribuem ao ACASO, a Causa de tudo e querem eliminar a hipótese do Criador com a simples argumentação de que isso não passa de ‘ignorância’, até porque tudo que não compreendem, tem que ser necessariamente rotulado de ‘ignorância’ porque não sabem explicar.
      Embora acreditar que toda a vida no universo é obra do ACASO, seja ridículo, essa idéia contamina as mentes dos jovens que assim passam a se considerar mais inteligentes do que os pobres ignorantes que acreditam num Criador.
      Você não vai demovê-los dessa CRENÇA.

    • Cesar:

      Carlos Henrique, a Teoria da Evolução trata da evolução de seres vivos. A construção de prédios é assunto de Engenharia Civil. Uma coisa não tem NADA A VER COM A OUTRA.

    • Ricardo Luiz:

      Perfeito, Cesar! Considere entretanto que até na matemática temos que partir de conceitos intuitivos, para sobre eles construirmos ‘provas’… Assim, você demonstrou que nós não as obtemos, senão se existir ALGUM princípio, que não seja apenas intuitivo. Foi por isso que Einstein disse que faltava uma incógnita para ‘fechar’ o Universo, e ele, concluiu ser Deus.

    • Cesar:

      Onde é que você viu esta história absurda de Einstein e da incógnita que seria deus? Em qual trabalho ele, que disse não acreditar em um criador, disse que “faltava uma incógnita para ‘fechar’ o Universo”? Esta é a frase mais absurda que eu já vi relacionando Einstein a Deus e o Universo…

    • Marcelo Ribeiro:

      Segundo o Houaiss 3.0 evidência é “qualidade ou caráter do que é evidente, do que não dá margem à dúvida”.

      Para mim isto é prova e quem fala o contrário apenas leu o título do artigo e comentou sem sequer se dar ao trabalho de lê-lo.

    • Cesar Crash:

      “Ou são provas, ou são apenas evidências. As provas são concretas, documentadas. As evidências prescindem de provas: tem-se certeza mesmo sem contar com provas objetivas. Portanto, prova e evidência são coisas diferentes.”
      http://www.conjur.com.br/2004-jun-11/prova_evidencia_definicoes_diferentes
      Pega esse caminho que você vai mais longe.

    • Cesar:

      Xará, Direito não é Ciência. Por mais que alguns falem em “ciência do direito”…

    • Rômulo:

      Mais um pouco você vai dizer que filosofia também não é ciência. Mas aí vais ter que assumir que a filosofia materialista da transmutação das espécies provindas da abiogênese também não o é.

    • Cesar Crash:

      Observar o céu e ver como os astros se comportavam em relação à Terra era a evidência do geocentrismo. Funcionava como prova? Isso, pode estar certo, não era bem a religião que dizia não, era a ciência da época, baseada nos recursos que possuia.
      Havia evidências de que o Homem de Piltdown era um elo entre homens e macacos, que o celacanto era elo o entre peixes e tetrápodes. Era evidência, funciona como prova pra você? Então por favor, se serve, diga pra todo mundo que continua crendo nisso.
      Ou será que suas provas são descartáveis?

    • Cesar Crash:

      Aliás, em direito, toma-se esse cuidado a fim de não se tomar conclusões precipitadas (mesmo assim erros acontecem). Assumir que a dita “ciência” não toma esse cuidado, é o mesmo que entregar os pontos.

    • Guivas:

      Isso é questão de semântica.
      Mesmo assim, você cometeu uma fraude só para validar sua opinião. O item 3, diz:
      3. aquilo que indica a existência de (algo); indicação, indício.
      E o significado de indício é:
      1. o que indica, com probabilidade, a existência de (algo); indicação, sinal, traço.

    • Cesar Crash:

      Pegou no pulo!

  • Laudo Leon:

    – Os exemplos apresentados nessa série são realmente impressionantes no que diz respeito a adaptação da espécie.
    – Porém, nenhum deles mostra a evolução de uma espécie para outra.
    – Para mostrar isso, nem era preciso usar esses bichos, bastava usar o próprio homem.
    – Por que alguém que vivem em uma região de grande frio tem muito mais pelos do que os que vivem em regiões quentes?.
    – Por que a maioria dos asiáticos tem cor da pele clara e os africanos escura?
    – Por que os gaúchos são mais robustos do que os nordestinos?
    – Por que existem tantas diferenças entre americanos do sul e do norte, europeus, asiáticos e africanos?
    – Será que tudo isso também é evolução da espécie ou apenas características ressaltadas nas pessoas devido ao seu local de moradia, sua alimentação, suas exigências físicas e intelectuais e outras particularidades.

    • Cesar:

      Laudo, como não mostram?

      Os lagartos italianos estão se diferenciando em uma outra espécie, diferente da original. Já não são compatíveis geneticamente com os originais, ou seja, não podem mais reproduzir com eles, ou seja, JÁ SÃO UMA ESPÉCIE DIFERENTE!

    • OOOPS:

      É só devolve-los ao seu habitat que eles voltaram ao original. Alias toda mutação natural provoca imperfeições nunca melhorias nas espécies resultando em aberrações da natureza.
      Esses repteis somente se adaptaram ao novo habitat mas continuam com seu DNA original.

    • Mille:

      OOOOOOPPPPPPPPSSSSSSS DIGO EU…ESSE SIM..ACHO QUE FOI O COMENTARIO MAIS SEM NOÇÃO DE TODOS!!

    • Raul:

      Não continuam não. Se eles estão expressando característica diferenciada dos originais, pelo menos a nivel de produção de RNA já existem diferenças.

    • Cesar Crash:

      Amigos, o homem faz com a seleção artificial, “especiações” muito mais acentuaddas do que essas obdservadas na natureza. Um cão basset é longo, tem pernas curtas e orelhas pendentes, um dogue alemão é bem alto e tem orelhar pontudas e erguidas. As diferenças são enormes, muito maior que as dessas lagartixas, mas passam longe de constituírem uma nova espécie, mostra onde é que está a diferença.

    • Cesar:

      De onde você tirou que eles “continuam com seu DNA original”? Você fez alguma comparação genética? Ou tem algum trabalho que comparou geneticamente os dois lagartos e chegou à conclusão que eram geneticamente idênticos, embora tivessem morfologia diversa?

      Ou você, como todo criacionista que se preze, inventou isso?

    • Rômulo:

      Pelos três artigos lidos e comentados pelo César Crash, os “bichinhos” são geneticamente idênticos. Ele interpretou e comentou corretamente. Particularmente no segundo artigo…

      “What could be debated, however, is how those changes are interpreted—whether or not they had a genetic basis and not a “plastic response to the environment,” said (Andrew) Hendry (a biology professor at Montreal’s McGill University).” (news.nationalgeographic.com)

      Pelo visto os diferentes fenótipos foram transcritos usando-se a mesma base genética, confirmando o óbvio, a imensa capacidade adaptativa da vida terrestre.

    • Mille:

      EMERSON…É SO ESTUDAR UM POUQUINHO DA EVOLUÇÃO HUMANA QUE VC VAI ENTENDER COMO OS HOMINOIDES EVOLUIRAM , QUE NAO FOI DE UM DIA PARA O OUTRO, NEM DE QUALQUER JEITO …NAO SAO SIMPLES OSSICULOS COMO OUTRO AQUI JA DISSE…TUDO QUE SE SABE SAO RESULTADOS DE PESQUISAS DE PESSOAS SERIAS QUE MUITAS VEZES PASSARAM SUAS VIDAS INTEIRAS PESQUISANDO AS MINIMAS EVIDENCIAS PARA CHEGAR A ALGUMA LUZ…AH…E COMPARATIVAMENTE,O QUE TE SEPARA, O QUE NOS SEPARA DE UM CHIMPANZE SÃO APENAS 1% DE DNA DIFERENTE

    • Rômulo:

      E 50% das bananas.

    • Mille:

      AH ROMULO…AGORA VC DEU ATESTADO DE QUE SUA SEMELHANÇA GENETICA COM OS CHIMPAMZES DEVE SER DE MAIS DE 99%…JA SUSPEITAVA…RSRSRS

    • Marcelo II:

      Querida, a afirmativa dele é correta, não foi uma piada.

    • Cesar Crash:

      Essa porcentagem é do tempo que só se tinha comparado 97 genes e a mídia saiu alardeando e mostrando o quanto tantos evoilucionistas acreditam em qualquer coisa que se diz científico, ainda que não haja nenhum respaldo lógico, da mnesma forma que acusam os crentes. E você e tantos outros acreditando nisso até agora! E ainda estão dizendo que criacionistas não estudam…
      Lê isso aqui que te ajuda, não é site de crente não, é de ciência pura:
      http://www.cienciahoje.pt/index.php?oid=3946&op=all

    • Rômulo:

      Os crentes evolucionistas continuam usando homologia comparativa para justificar a tão almejada “ancestralidade comum”.

    • Cesar Crash:

      Xará, o que você disse me pôs dúvida. Você falou nos “lagartos italianos”, enquanto o texto fala em “lagartos AUSTRALIANOS” e “LAGARTIXAS italianas”. Nesse texto, eu não li nada sobre não poder reproduzir entre si, então eu queria saber de qual dos dois você fala.
      Na internet, pesquisando pelo Saiphos equalis, os quatro primeiros resultados são este mesmíssimo texto. Mas uma fonte questionável http://atitudesdepobre.com/2011/06/04/os-12-animais-mais-incriveis/ diz que podem reproduzir, enquanto o próprio texto diz: “É de se prever que estas duas populações, em algum momento, se separem em diferentes espécies”.
      Já o Podarcis sicula, penso que deve ser esse, só vejo site criacionista, que dizem “provavelmente possível o acasalamento entre elas e a geração de híbridos férteis ou estéreis”. http://cienciaxreligiao.blogspot.com/2008/07/no-retorno-s-origens-seleo-natural.html

    • Cesar:

      São lagartos ou lagartixas de uma ilha, Pod Kopiste, que foram introduzidos em outra ilha, Pod Mrcaru. As duas ilhas ficam no Mar Adriático, que separa a Itália da Croácia (e outros países da península balcânica, se não me falha a geografia). O nome da espécie é mesmo Podarcis sicula. Eu encontrei alguma matéria em inglês reproduzindo o anúncio científico e discutindo a descoberta de um ponto de vista científico.

      http://www.sciencedaily.com/releases/2008/04/080417112433.htm
      http://news.nationalgeographic.com/news/2008/04/080421-lizard-evolution.html
      http://en.wikipedia.org/wiki/Italian_wall_lizard#Rapid_evolution

    • Cesar Crash:

      Amiguinho, as próprias referências que você mostrou dizem:

      “Tail clips taken for DNA analysis confirmed that the Pod Mrcaru lizards were genetically identical to the source population on Pod Kopiste.” (sciencedaily.com), e você ainda perguntou: “De onde você tirou que eles “continuam com seu DNA original”? Você fez alguma comparação genética? Ou tem algum trabalho que comparou geneticamente os dois lagartos e chegou à conclusão que eram geneticamente idênticos, embora tivessem morfologia diversa?”

      O segundo artigo diz: “What could be debated, however, is how those changes are interpreted—whether or not they had a genetic basis and not a “plastic response to the environment,” said (Andrew) Hendry (a biology professor at Montreal’s McGill University).” (news.nationalgeographic.com) Esse tenho alguma dificuldade pra entender, mas se estiver certo, o biólogo vê a possibilidade de já terem base genética que possibilitava as modificações.

      Já o terceiro diz: “While mitochondrial DNA analyses have verified that P. sicula currently on Pod Mrčaru are genetically indistinguishable from the Pod Kopište source population” (en.wikipedia.org) ou seja, confirma de novo que são indistinguíveis geneticamente.

      Continuo esperando de onde você tirou que “Já não são compatíveis geneticamente com os originais, ou seja, não podem mais reproduzir com eles, ou seja, JÁ SÃO UMA ESPÉCIE DIFERENTE!”.

    • Cesar:

      Cesar Crash, o trabalho para identificar a mesma espécie foi feito em cima do DNA mitocondrial, como aponta o artigo científico:

      http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC2290806/?tool=pmcentrez

      Genetic mitochondrial DNA analyses indicate that the lizards currently on Pod Mrčaru are indeed P. sicula and are genetically indistinguishable from lizards from the source population [supporting information (SI) Fig. 5].

      E por que pegaram o DNA mitocondrial? Por que em espécies que se diferenciaram recentemente o DNA mitocondrial permanece exatamente o mesmo. As mitocôndrias tem uma taxa de alteração genética constante e bem lenta, e comparando as diferenças entre duas espécies podemos calcular quando foi que as duas tiveram um ancestral comum. Os dois lagartos tiveram um ancestral comum há menos de 50 anos, fato confirmado pelo DNA mitocondrial.

    • Cesar Crash:

      Irmãozinho. Não estou esperando você justificar a semelhança nos resultados, eu estou é esperando o resultado que prova a diferença! Você afirmou categoricamente que são duas espécies distintas, que não podem reproduzir entre si, lembra?
      “Os lagartos italianos estão se diferenciando em uma outra espécie, diferente da original. Já não são compatíveis geneticamente com os originais, ou seja, não podem mais reproduzir com eles, ou seja, JÁ SÃO UMA ESPÉCIE DIFERENTE!”
      Poderia aceitar como mera opinião, mas você cobrou o estudo de quem afirma que são a mesma espécie (e é o que o seu texto diz), lembra também?
      “De onde você tirou que eles “continuam com seu DNA original”? Você fez alguma comparação genética? Ou tem algum trabalho que comparou geneticamente os dois lagartos e chegou à conclusão que eram geneticamente idênticos, embora tivessem morfologia diversa?”
      E esse texto, continua a concordar com o que venho dizendo ““What could be debated, however, is how those changes are interpreted—whether or not they had a genetic basis and not a “plastic response to the environment,” said (Andrew) Hendry (a biology professor at Montreal’s McGill University). (news.nationalgeographic.com)”.
      Devo te dizer que ainda estou aguardando de onde você tirou que se tornaram espécies distintas que não podem se reproduzir.

    • Anderea:

      – Por que a maioria dos asiáticos tem cor da pele clara e os africanos escura?
      – Por que os gaúchos são mais robustos do que os nordestinos?
      – Por que existem tantas diferenças entre americanos do sul e do norte, europeus, asiáticos e africanos?

      Daria para responder porem a todo cientista tem medo de criar um conflito um exemplo mesmo darwin que tinha uma teoria que contrariava a religião talvez a verdade é que o universo não é ético nem moral e saber de certa coisas é ruim

      – Porém, nenhum deles mostra a evolução de uma espécie para outra
      preste atenção na imagem dos tentilhões ja da pra ver as diferencias evolucionais na imagem agora se vc que foto ou um vídeo real então é só especificar suas palavras

      – Para mostrar isso, nem era preciso usar esses bichos, bastava usar o próprio homem.
      nossa geração nunca viu o homem evoluir já que processo lento imperceptível porem essas espécies foram vista evoluindo num processo perceptivo talvez pouco mais rápido

      – Por que alguém que vivem em uma região de grande frio tem muito mais pelos do que os que vivem em regiões quentes?.
      porque seres humanos usam uma roupa mais grossas no inverno? vc deve saber né
      é algo mais ou menos assim mesmo que haja certas diferencias em roupas e pelos.
      resto do comentário não irei criticar

    • Nik:

      “Será que tudo isso também é evolução da espécie ou apenas características ressaltadas nas pessoas devido ao seu local de moradia, sua alimentação, suas exigências físicas e intelectuais e outras particularidades.”

      Se você pegar sol vai ficar com a pele mais morena, mas se VIVER em um deserto escaldante então o resultado dessa adaptação será bem mais forte. A raça humana ocupa quase todo o planeta e são muitos habitats diferentes, logicamente teriamos de nos adaptar.

      Pode ver que todo povo possui particularidades que se originaram das adaptações de onde viveram por tanto tempo, meu exemplo favorito é dos aborígenes australianos que possuem uma MEMÓRIA SUPREENDENTE, pois desde a pré-história a região onde vivem é muito confusa e, portanto, fácil de se perder… (mas pra eles não! :D)

      Acho que o que algumas pessoas precisam entender é que uma espécie não “vira” outra COMPLETAMENTE DIFERENTE da noite pro dia, são centenas de adaptações que levam milhares de anos para notar uma diferença tão grande, e também que a espécie “anterior” não precisa necessariamente ser extinta.

      Mas é isso. Um dos grandes objetivos da ciência (ainda) é encontrar o “ELO PERDIDO” entre o homem e o macaco, justamente para preencher esta maldita lacuna que para muitos faz parecer com que a evolução seja só mais uma teoria engatinhando… :\

    • Cesar Crash:

      “Se você pegar sol vai ficar com a pele mais morena, mas se VIVER em um deserto escaldante então o resultado dessa adaptação será bem mais forte”
      Olha Lamarck dando o ar de sua graça aí de novo…

    • silvia:

      A adaptação por hora vitoriosa da espécie humana, entre várias, está em sua capacidade de ser generalista. Somos onívoros, nossa espécie adaptou-se para viver no sol escaldante, nos desertos, nas terras geladas.

  • Gui Melo:

    Darwin seu sapequinha!

  • Carlos Henrique:

    É engraçado falar de evolução quando na mesma aula que nos ensina isso também ensina que o Genótipo não pode alterar o Genótipo. coisa que eu particularmente acho contraditória mas os exemplos aqui são pequenas mudanças nada nessa lista prova uma mudança de espécie pra mim evolução ainda é apenas uma teoria

    • Carlos Henrique:

      Sobre o oitavo exemplo
      Se E. coli representa as espécies em evolução, as condições utilizadas no laboratório seriam as condições do nosso Planeta. Quem representa Richard Lenski?
      Reflita…

    • Cesar:

      Carlos Henrique, comparação sem sentido…

      Richard Lenski simplesmente coleta amostras das gerações de bactérias todo dia, mantendo um “registro” delas (ele as congela). Ele não induz evolução, ele não cria bactérias novas, ele não seleciona nenhuma delas, ele apenas coloca uma amostra delas em uma nova solução a cada dia, só isto.

      Uma descrição mais completa do experimento do Lenski encontra-se no livro “O Maior Espetáculo da Terra”, do Richard Dawkins. Ele é bem mais didático, já que pode ocupar várias páginas explicando o experimento e os resultados obtidos, e comentando a celeuma criada entre criacionistas por causa do trabalho científico do Lenski.

      Recomendo ler o livro do Dawkins, vale a pena.

    • Pedro:

      Já leu “A vida – Qual sua Origem: Evolução ou Criação?”

    • Cesar:

      Com um título destes só podia ser coisa de Testemunhas de Jeová… A origem da vida não é explicada pela Teoria da Evolução, a Teoria da Evolução trata da diversidade da vida, não da sua origem. Só por aí se vê que quem escreveu o livro só sabe o criacionismo…

    • Pedro:

      Cesar(aí embaixo), o livro avalia de forma honesta e coerente OS DOIS LADOS da questão. Pena que você não vai ler porque tem preconceito contra os editores. Como você chama o ato de condenar sem avaliar?
      A Bíblia fala sobre isso:
      “Quando alguém replica a um assunto antes de ouvi-lo, é tolice da sua parte e uma humilhação.” (Provérbios 18:13)

    • Carlos Henrique:

      claro que ele Induz as modificações caso contrário ele só deixaria as coisas acontecerem ” as bactérias se tornaram muito mais eficientes em crescer nas condições utilizadas no laboratório”
      o Artigo da a entender que ele modifica as condições esperando que as bactérias se adaptem não é ao mero acaso como vcs afirmam e sim com uma mente superior controlando tudo por de trás

    • Cesar:

      Carlos, estude o experimento. Senão você vai continuar falando bobagem atrás de bobagem.

    • Rômulo:

      Este estudo é interessante.

      O resultado não é o que eles esperavam.

      No final, a cepa variante que esteve melhor adaptada (inferido pela predominância em UFC/ml) foi a cepa que do início ao meio do experimento estava “perdendo campo” para outra. A cepa “campeã” apresentava sérias dificuldades metabólicas no início, mas re-ajustou suas prioridades e pôde se desenvolver melhor ao final.

    • Carlos Henrique:

      Fenótipo não pode alterar o Genótipo*

    • Cesar:

      Carlos Henrique, a seleção funciona em cima do fenótipo, que é determinado pelo genótipo. Quando os lagartos que tem cabeça maior ganham vantagem na seleção natural, é o fenótipo que é selecionado, mas o que é passado adiante é o genótipo que determina a cabeça maior.

    • Rômulo:

      O correto ao observar seria que as lagartixas voltaram a ser herbívoras.
      Certamente que elas já apresentavam toda a informação para a re-adequação ambiental.
      Poderíamos inferir que outros gêneros considerados estritamente carnívoros pudessem se adaptar eventualmente. Inclusive, há relatos de felinos herbívoros.

    • Cesar:

      Ouvi falar que os felinos herbívoros estão na mesma categoria do conjunto de pegadas humanas ao lado de pegadas de dinossauros: fraudes criacionistas.

    • Rômulo:

      Tens ouvido bastante.

      Traz lá a fraude para a gente ver, então.

    • Cesar Crash:

      Mas Rômulo, que lance é esse de felino herbívoro? Não vou nem falar em fraude criacionista, mas já vi tanto crente acreditando nas fotos de “nefilins” espalhadas na internet…

    • Rômulo:

      Tinha lido qualquer coisa, faz tempo. Mas no google achei isso:

      Também achei estes comentários num site criacionista sobre o mesmo exemplo das lagartixas deste site.

    • Rômulo:

      Ops! Como se põe links aqui?

      http://www.telegraph.co.uk/news/newstopics/howaboutthat/5148172/The-UKs-only-vegetarian-cat.html

      Reproduzidos aqui no Brasil:
      http://moglobo.globo.com/blogs/blog.asp?blg=/blogs/moreira/@176783

      http://www.osdeusesdevemestarloucos.com/index.php/2009/04/gato-estranho-so-come-verduras-e-fruta/

    • Rômulo:

      Também achei este elegante estudo:

      http://www.plosgenetics.org/article/info:doi/10.1371/journal.pgen.0010003

      Mostra que a família Felidae (gatos domésticos, chitas e tigres,…) perderam (obviamente nas amostragens estudadas até então) a capacidade de sentir sabores adocicados por uma DELEÇÃO de um gene específico que existe nos outros mamíferos.
      Com isso, isto é, por não se sentir estimulado a estes sabores, aviva-se seu paladar para certos grupos de aminoácidos (carnes).
      Mais uma vez, demonstra-se que a especiação acentuada diminui o potencial genético, ou seja, involução.
      Como nas extinsões em massa descritas no passado, basta uma perturbação extrema, para que seres bastante adaptados ao atual habitat, pereçam por não conseguirem responder em tempo.

      “The domestic cat (Felis silvestris catus), of the family Felidae in the order Carnivora, is an obligate carnivore. Its sense of taste is distinguished by a lack of attraction to, or indifference toward, compounds that taste sweet to humans, such as sweet carbohydrates (sugars) and high-intensity sweeteners [1–3]. This behavior toward sweet stimuli is in marked contrast to the avidity for sweets shown by most omnivores and herbivores and even some other carnivores such as the dog [4]. The indifference that cats display toward sweet-tasting compounds contrasts with their otherwise normal taste behavior toward stimuli of other taste modalities. For example, they show preference for selected amino acids [5] and generally avoid stimuli that to humans taste either bitter or very sour [1,5]. Congruent with these behavioral responses to taste stimuli, recordings from cat taste nerve fibers, and from units of the geniculate ganglion innervating taste cells, demonstrate responses to salty, sour, and bitter stimuli as well as to amino acids and nucleotides, but do not show neural responses to sucrose and several other sugars [5–12]. The sense of taste in the cat, in general, is therefore similar to that of other mammals, with the exception of an inability to taste sweet stimuli.

      … we postulated that the defect in the cat (and likely in other obligate carnivores of Felidae) lies at the receptor step subtending the sweet-taste modality. The possible defects at the molecular level that might cause this sweet blindness could…

      … whereas cat Tas1r2 is an unexpressed pseudogene. The immediate repercussion of this unexpressed gene is that the heteromer normally acting as a sweet-taste receptor in most other mammals likely does not form in the cat.

    • Cesar Crash:

      Ótimo Rômulo. Meu amigo tem um gato que não é exclusivamente herbívoro, mas adora frutas. É só cortar um mamão que de longe ele sente o cheiro e vem miando pra ganhar um pouquinho.
      Pelo jeito, gatos herbívoros não estão na mesma categoria das lagartixas que se tornaram espécies distintas!

    • Rômulo:

      Certo, o correto seria felino onívoro, então. Que já se está longe de carnívoro obrigatório. Este gato inglês, pelo que parece, nem pensa em carne.

      Quanto as lagartixas, já vimos que se tratam da mesma espécie, inclusive geneticamente idênticas.

    • rai:

      isso é muito relativo meu caro.
      reflita…
      Alteraações do meio podem acabar trazendo fenótipos
      como por exemplo: o sol e o esurecimento da pele por bronzeamento. Sol: fator externo. Escurecimento da pele: Fenótipo. No caso isso seria uma resposta do seu organismo, tupo que responde pode evoluir, se n evoluisse não poderiamos nos mudar de lugar, pois apesar de nós homens alteramos o ambiente ao nosso favor, nós acbamos nos adaptando um pouco a ele. Adaptação é quase um sinonimo de evolução…

    • Cesar Crash:

      Pra mim, você está usando as ideias de Lamarck, derrubadas por Weismann e que vão contra o evolucionismo Darwiniano. Quando você fala de adaptação do indivíduo ao meio ao longo da sua vida, isso não é transmitido aos descendentes, o evolucionismo diz que são as mutações que por acaso o indivíduo nasceu com ela e são favoráveis ao ambiente que prevalecem por seleção natural.
      Ou seja, não é a pessoa que se tornou escura que vai passar genes de pele escura para os descendentes, são os que por acaso nasceram um pouco mais escuros que têm maior chance de sobrevivência em lugares de muito sol e assim mais chances de transmitir esses genes para a próxima geração.

    • JorBS:

      DEFINIÇÕES QUE PRECISAM FICAR EXPLÍCITAS:
      O que é uma teoria no entendimento popular?
      O que é uma teoria científica?
      O que é ciência (a que se vale do método científico)?
      O que é ciência no sentido lato?
      O que é uma prova científica?
      O que é evidência científica?
      Qual a diferença entre entre prova e evidência científica? (Existe diferença)
      O que é espécie biológica?
      O que é uma mutação cromossômica?
      .
      .
      .
      etc

      Se discutirmos tudo isso sem antes nos certificarmos de que todos estão falando sobre a mesma coisa, a lugar algum chegaremos.

  • The Clarifier:

    Exemplos da evolução em ação. Ok. Mas onde isso nos leva? Pois não significa nenhuma adição ao debate da origem da vida a partir do acaso ou de um agente inteligente.
    Os fósseis de dinossauros que apontam para a presença de sacos aéreos é muito mais interessante que qualquer um desses mostrados na reportagem.
    Os fatos presentes não invalidam a possibilidade do “ID”, pois ainda hoje um agente causador (o homem) segue conduzindo de maneira direta e indireta a seleção das espécies.
    Por fim, o discurso criacionista pode e deve estar de fato, não de acordo até com os proprios textos onde se baseiam, já que em termos as palavras na Bereshit variam entre “criar” e “fazer”, implicando numa alteração fundamental de sentido, já que enquanto “criar” significa trazer à existencia a partir da inexistência, “fazer” remete ao trabalho transformador realizado sobre algo já existente àquela altura.
    A evolução advinda do simples “acaso” está muito longe de explicar o surgimento do homem moderno, e diversas outras lacunas em menor grau.

    • Fabricius Domingos:

      @The Clarifier: Como sempre, pessoas que defendem o design inteligente (ID) possuem a tendência de escrever várias frases descoordenadas e atirar “evidências” que não significam nada. acreditar que a evolução ocorre “ao acaso” é o maior e mais comum erro de interpretação da forma como a seleção natural atua. É importante lembrar que existem teorias, hoje bem estabelecidas, de como ocorreu a origem bioquímica da vida, e de sua evolução após isso. A origem do homem, ou da baleia, ou de um lagarto, ou de uma bactéria, ou de uma árvore, ou de qualquer outro organismo vivo não está nada longe de ser explicada. Ela foi explicada desde 1859 com a publicação do “Origem das espécies” e, após isso, a quantidade de evidências que se acumuluram é tão grande que não resta nenhuma dúvida de que evolução é um fato. Evidentemente, criacionistas não procuram conhecimento, eles não procuram ler ou estudar um assunto antes de criticar, demonstrando nada mais do que profunda ignorância de aspectos básicos da ciência moderna. Por outro lado, se você estiver disposto, leia “o maior espetáculo da terra” de Richard Dawkins e, depois disso, caso você consiga mostrar que evolução não é verdade, você pode pedir para ser nominado para o próximo prêmio Nobel, ok?

    • Rômulo:

      Poupe-me, rapaz! De onde que se conhece a origem abiótica da vida! Daquilo que SE ESPECULA LARGAMENTE para um teoria é um LONGUÍSSIMO caminho. Quem dirá para “bem estabelecidas”. Faz-me rir.

    • Fabricius Domingos:

      Faz-me rir de onde você tirou essa informação. O que você chama de teoria? Qual filósofo da ciência você leu para acreditar nisso? Mais ainda, qual artigo científico você leu sobre origem da vida? Não me refiro a livros, muito menos traduzidos pro português, me refiro a artigos publicados em revistas internacionais como a Science e a Nature. Se você quiser posso te enviar vários que tratam disso. Você reforça o meu ponto, criacionistas não lêem e não estudam, eles criticam porque querem, por fé, sem nenhuma fundamentação científica.

    • Rômulo:

      Manda os artigos (cada um deles, não só aqueles que tu gostou) e eu te mostro a inteligência, o planejamento, as interferências, os desvios e as evidências auto-excludentes que as tuas “epístolas” contêm. E tudo isto para teus “apóstolos” NÃO CHEGAREM NEM PERTO de explicarem a síntese EM AMBIENTES NATURAIS E HIPOTÉTICOS (quanto mais a origem informacional) das sofisticadas estruturas biológicas. Quando falo de estruturas não me refiro aos “tijolinhos da vida da seita Muller”, falo do que não é básico: membrana ativa, seletiva, expansiva e auto-reparável, sistemas de transporte intracelulares, vias metabólicas, via mRNA-protíica, replicação genômica, etc, etc, etc… Aquilo que qualquer biólogo e afins aprendem. Na verdade, NÃO CHEGARAM NEM PERTO de enzimas triviais. Manda teu e-mail que eu entro em contato.

    • Rômulo:

      Depos que você recolher os artigos, comece um fichamento breve e estabeleça teus métodos.

      Vou aproveitar outro comentário meu para te adiantar um esboço.

      Dicas para tua primeira biomolécula:

      1) Crie um ambiente equiparável a qualquer atual (não és tu adepto do uniformitarismo?), já que a Terra nunca apresentou um ambiente redutor. Garanta que ele apresente o suficiente para montar tua célula a apartir de C, H, O, N, P, S…

      2) Comece as suas reações com frações plausíveis não com soluções de 1,o M de componentes ultra-puros da Sigma-Aldrich.

      3) Não remova das soluções os produtos NATURALMENTE formados, mas indesejáveis para tuas sínteses.

      4) Deixe que compostos racêmicos participem com justiça de todas as etapas.

      5) Não interfira com acréscimos de compostos improváveis para redirecionar o equilíbrio das reações.

      6) Enfim, diligentemente sintetize uma biomolécula estável frente aos intemperes usuais do ambiente que tu escolheste como primordial.

      Feita tua primeira biomolécula, faça as estimadas outras 9.999 para um funcionamento mínimo de uma célula.

      Depois enclausure-as utilizando uma matriz natural e em concentrações plausíveis de maneira que surja um esboço celular.

      Dê um “start” e verás que ela vai se reproduzir, associar-se a suas vizinhas e um dia, vai adquirir auto-consciência deste fato.

    • Cesar Crash:

      Tanto tem gente critica a TE sem a conhecer, como tem muita gente que critica o ID sem conhecer também. Mais divertido ainda é quando as pessoas defendem sem conhecer. Mas assim cara, não fala no Nobel não que é embaçado. Se o Obama ganhou o Nobel da paz que tipo de pesquisa poderia ganhar o Nobel de…
      Nobel de biologia? Já inventaram também? Ha ha ha ha ha!

      http://pos-darwinista.blogspot.com/2011/11/darwin-nao-existe-premio-nobel-em.html

    • Cesar:

      The Clarifier, os exemplos apontados são da evolução acontecendo AGORA. Tem criacionista por aí que afirma que ninguém nunca viu uma espécie evoluir. Aí está a resposta para eles, oito exemplos de evolução acontecendo bem debaixo dos nossos narizes.

      Outra coisa, a evolução não é “do acaso”. Ela tem uma componente completamente aleatória que são as mutações. E tem uma componente que de aleatória não tem nada, que é a seleção natural. A seleção natural é um processo que vai podando o que é menos eficiente e o que não consegue dar conta das mudanças ambientais. Foi isto que acabou favorecendo aquele macaco que por acaso tinha um cérebro maior e melhores condições de lidar com um mundo em alteração.

    • Rômulo:

      Hummm… E os macacos? Se adaptaram (com rabos que os prendem, com pés que abraçam galhos, com dieta…) às árvores por que a presença maciça delas no globo PRESSIONARAM-nos evolutivamente? Eles eram outra coisa antes das árvores os pressionarem? Ou, segundo a TE, não são as àrvores muito mais antigas que os primatas????

      Mas aí vem o hominídeo e este, REDESCOBRE o chão!!!! Que piada!

    • Mille:

      ROMULO…VC PARECE ESTUDIOSO…ENTAO ESTUDE PARA SABER COMO OS HOMINIDEOS SAIRAM DAS ARVORES E EVOLUIRAM…

    • Rômulo:

      Não foi ao que me referi: pois os supostos hominídeos redescobriram o chão, claro!

      Ou o chão não existia para os supostos primeiros primatas?

      Quanto a estudar, quem sabe você não me poupa tempo e nos dá um resuminho desta re-descoberta? Já tá na ponta-da-língua, não tá?

    • Mille:

      ROMULO…ENTAO DEVO TER ENTENDIDO ERRADO…
      QUANDO A POSTAR UM RESUMO DE REDESCOBERTA…SINCERAMENTE,PROCURA VC JA QUE TODOS AQUI ESTAO TAO SENHORES DE SI…SABEM DE TUDO…NAO ACEITAM NEM A OPINIAO DOS OUTROS…QUEREM CONVENCER,CADA UM PELO SEU CRITERIO…PREFIRO ME DEDICAR A MEUS ESTUDOS AQUI POIS TODO ESSE DEBATE JA PERDEU FUNÇÃO…´TODOS AQUI TEM QUE EVOLUIR NO SENTIDO DE ACEITAR QUE OS OUTROS SAO DIFERENTES E TEM DIREITO A OPINIOES DIFERENTES…BOM DEBATE PARA VCS!! QUE AO FINAL DELE QUEM SABE VCS POSSAM “EVOLUIR”…

    • Rômulo:

      Mille.

      Agora sim você denotou algo de valor para o hiperplastico termo “evolução”.

      Nosso carácter realmente deve evoluir. O meu e o seu.

    • Cesar:

      Não, Rômulo, espécies podem evoluir para ocupar nichos ecológicos desocupados em seus ambientes. Foi o que aconteceu com os tentilhões das ilhas Galápagos. Foi o que aconteceu com os ciclídeos no Lago Vitória, na África.

    • Rômulo:

      Não o quê?

      Os ancestrais dos primatas (conhecidos hoje) saíram do térreo e ocuparam o 2o. andar, pois este estava vazio, certo?

      E abandoram o térreo ou mantiveram alguns primos por lá?

      Se abandoram o térreo de vez, quando o suposto hominídeo (aquele das supostas regiões alagadas intermediárias) começou a “desgostar da varandinha” e passou a se aventurar no térreo ele apenas o redescobriu.

      Caso seus “primos” se mantiveram adaptados ao térreo, o suposto hominídeo teria uma acirrada competição com aqueles que já dominavam o nicho.

  • Kleidiany:

    MGK, você deve ser alguém muito belo,inteligente e especial, penso que um comentário como esse não é motivo para te sentires ofendido. É apenas um ponto de vista e jamais imaginei que iria ocorrer esse tipo de sentimento em alguem. Eu não sou racista e sou encantada pela beleza negra. Adoraria te conhecer.
    Será que voce pode me mandar seu e-mail?

  • igor:

    Não condenem quem acredita em deus, eles apenas n tem capacidade intelectual muito avançada a ponto de pensarem por si mesmos, já esta comprovado que crianças quando confrontadas com questionamentos como: você acha que estas pedras são pontudas por qual razão, foram esculpidas pelo vento e pela chuva, ou para os animais poderem se coçar melhor?
    Elas respondem que eh para os animais se coçarem melhor, eh uma tendencia do cérebro delas(e dos humanos em geral)acreditar que tudo ocorre com um finalidade, e n uma uma causa.Um ótimo livro tanto para ateus como para teístas eh este http://www.multiupload.com/W34AF7UZ5Y podem baixar e ler pois eh muito bom.

    • Demerval:

      Mas que raciocínio inteligente, Ígor!!! Acreditar em Deus significa que a pessoa “não tem capacidade intelectual muito avançada a ponto de pensarem por si mesmo”. São todos burros!
      Isso inclui grandes pensadores e cientistas renomados como Isaac Newton, só para citar um exemplo. Pena que ele não é seu contemporâneo, perdeu a oportunidade de aprender com você, que se acredita um gênio.
      Que nojo…

    • Marcelo Ribeiro:

      Não concordo com o igor: houve muita gente inteligente que acreditava em deus. Mas não tem muita gente inteligente HOJE que acredita que deus fez o mundo em seis dias ou que pode influenciar diretamente a sua vida. As coisas estão mudando, e para melhor.

    • tavares:

      Bom comentário porém,releia a segunada lei da Termodinâmica e veja porque a tendência é piorar.

    • Cesar Crash:

      Você seleciona a seu favor o que quer considerar inteligente.

    • tavares:

      Amigo,desculpe mas “acreditar em “DEUS”não é
      um privilégio de pessoas sem massa cinzenta no cérebro.Sou fã da ciência,professor de física e estou a par de muitos eventos científicos atuais e ainda assim creio em um ser sempiterno,apesar de não ser religioso.
      Vc.já ouviu falar de Renné Descartes,Nicolau Copérnico,Isaac Newton,Charles Darwin,Blaise Pascal?Pois é amigo,todos esses caras foram cientistas brilhantes,concorda?Amigão,todos esles criam em DEUS.Isso dá para fazer vc.se retratar?
      .

    • Cesar:

      Alguns deles, se vivessem hoje, rejeitaria a ciência e abraçaria o fanatismo religioso dos criacionistas? Duvido.

    • Cesar Crash:

      Tenho dúvidas se você tem “pensado por si mesmo” pra chegar a essa conclusão.

  • Gabriel Zambon:

    Trecho extraído da Wikipédia: Seleção natural.

    Um exemplo bem conhecido da seleção natural em ação é o desenvolvimento de resistência a antibióticos em microorganismos. Antibióticos vem sendo usados para lutar contra doenças bacteriais desde a descoberta da penicilina por Alexander Fleming em 1928. Populações naturais de bactérias contêm, entre seus vastos números de membros individuais, considerável variação em seu material genético, primeiramente um resultado de mutações. Quando expostas a antibióticos, a maioria das bactérias morre rapidamente, mas algumas podem possuir mutações que as fazem ser um pouco menos suscetíveis aos efeitos dos antibióticos. Se a exposição aos antibióticos for curta, esses indivíduos irão sobreviver ao tratamento. Essa eliminação seletiva de indivíduos mal-adaptados de uma população é seleção natural.

    Abraços

    • Rômulo:

      Quando ela virar um mamute me avisa…

      Não, não, basta uma levedura.

    • Netnature:

      Parabens, essa frase do mamute mostra claramente como voce nao entende como a evolução trabalha!!!
      Nem vale a pena discutir evolução ou ciência quando a pessoa não sabe como a ciência funciona e nem o que a evolução afirma!!!

    • Cesar Crash:

      De uma bactéria pra um mamute tem grande diferença, é óbvio que ele está ironizando. Mas observar um ser unicelular se tornar, com permição do novo termo, bicelular, ajudaria bastante.

    • Rômulo:

      Obrigado Cesar Crash.

      Esqueci-me de avisar que meu teclado está com defeito e justamente no botão [Irony].

    • Rômulo:

      Ow, Netnatureza.

      Foi teu professor de biologia que te ensinou sobre a transmutação das espécies?

      E ele usou resistência bacteriana aos antimicrobianos para comprovar?

      Hummm….

  • celiane:

    procurar uma resposta coerente e racional para os eventos na terra ao invés de consultar “aquele lvro” é uma prova de evolução.

    • ze da feira:

      correto. nao so a biologia evolui. tudo que concorre pode ser submetido a leia da evolucao inclusive as ideias. ideias inconsistentes e improdutivas levam aqueles que as seguem a serem ignorados ja as ideias que se mostram produtivas levam a seus seguidores a popularidade e a disseminacao das mesmas. acho que religiao , crencas e superticoes vao sucumbir a concorrencia com as estatisticas probabilidades e a logica ainda neste seculo. e a evolucao em acao.

    • rai:

      calma calma… eu não sou fanatico mas n vou ser radical tbm, n vou colocar aqueles discursos idiotas pq eu os relevo, mas ”aqule livro” ajudou nossos atepassados a sobriviverem perante a outros, não só esete livro que vos fla mas muitos outros, pois a religião cega foi o q salvou muitas comunidades da extinção como aconteceram c as comunidades atéias, pu seja, isso foi primordial a sobrevivencia dos homens um dia, e agora q está sendo ultrapassado n dveremos simplermente o abominar como um monstro antigo que assola a contemporaneidade…

    • Rômulo:

      Por isso que Deus ensina a aprender com Ele, isto é, com as coisas criadas por Ele. Para isso existe a ciência operacional.

  • kleidiany:

    A explicação tá na mariposa. Deus fez tudo perfeito, mas nós com essas idéias bizarras estamos deixando tudo feio e escuro. O que é belo, saudável aos poucos vão sumindo.
    Até as pessoas já não estão mais no seu estado natural. Consumimos muitos produtos químicos e as clínicas de plásticas e implatação de silicone cada vez mais crescendo.

    • MGK:

      Q mania eh essa de achar que tudo preto eh feio, do mal, do capeta?Porque as claras são mais bonitas e melhores que as escuras?Eu sou negro sou pior ou feio por ser assim?Me poupe.

    • Mille:

      MGK…CARA…ALGUEM DISSE QUE VC É FEIO…DO MAL…OU CAPETA…POR SER NEGRO??? QUE ISSO…DEIXA DE MANIA DE PERSEGUIÇÃO…CREDO!

  • drew:

    acredito em deus mais nem por isso serei cego a ponto de acreditar na história fuleira do criacionismo o qual pastores e padres ignorantes ainda inssistem em falar..

    • Ricardo Luiz:

      Você começou mal, com uma mentira no início da frase…

    • Romário Huebra:

      vc está totalmente certo!!

    • tavares:

      Acreditar em Deus e não crer na criação não parece demasiadamente contraditório?

    • drew:

      acredito que a evolução foi algo criado por deus para nós mesmos evoluirmos de acordo com nossas necessidades de acordo como tempo,a hitória de criacionismo espontâneo segundo minha opinião foi criada de acordo com visão de pessoas da epoca que nem sabia um milésimo a genética que sabemos hoje, as pessoas tem de deixar de ver que ciencia e religião nunca podem ter unideias juntas…

      CREIO QUE SE DEUS EXISTIR ELE É UM GRANDE CIENTISTA

    • Mille:

      DREW…COM CERTEZA…ELE É UM CIENTISTA MARAVILHOSO QUE FEZ COISAS TÃO FASCINANTES…MARAVILHOSAS…AINDA SOMOS TODOS APRENDIZES DELE !! E QUE BOM NE??

    • Rômulo:

      De fato.

    • Felipe:

      Por favor, eu não li isso

  • verner:

    evolução e uma coisa incrível

    • Demerval:

      … e mesmo assim tem gente que acredita…

    • Ricardo Luiz:

      Excelente Dermeval; com uma frase simples você captou tudo… É realmente incrível da forma como é colocada, como negação de outras verdades. Como é que seres pensantes são tão facilmente engodados, tão somente por emocionalmente desejarem uma determinada coisa? Então usam a TEORIA B, a qual NÃO IMPLICA EM ‘NÃO TEORIA A’ justamente para negá-la. O Criacionismo não nega a ciência, mas a considera como evidência da própria inteligência criacionista – e mais – tem como forte argumento da necessária existência de uma inteligência construtora. Se eu mostrasse um simples edifício de 10 andares e dissesse que o mesmo se montou sozinho, me chamariam de doido varrido; no entanto, argumentam que entes infinitamente mais complexos, minerais, vegetais, etc. o foram. Irracionalidade travestida de racionalidade.

    • Ricardo Luiz:

      É realmente “não crível” da forma como é colocada, como negação de outras verdades. Como é que seres pensantes são tão facilmente engodados, tão somente por emocionalmente desejarem uma determinada coisa? Então usam a TEORIA B, a qual NÃO IMPLICA EM ‘NÃO TEORIA A’ justamente para negá-la. O Criacionismo não nega a ciência, mas a considera como evidência da própria inteligência criacionista – e mais – tem como forte argumento da necessária existência de uma inteligência construtora. Se eu mostrasse um simples edifício de 10 andares e dissesse que o mesmo se montou sozinho, me chamariam de doido varrido; no entanto, argumentam que entes infinitamente mais complexos, minerais, vegetais, etc. o foram. Irracionalidade travestida de racionalidade.

    • Dário…:

      Eu prefiro acreditar que tudo se criou sozinho à acreditar que um ser enigmático que ninguem nunca viu simplesmente deu na telha de criar vida com sua “infinita bondade” ¬¬

  • Felipe:

    Me desculpem, mas podemos esperar agora uma resposta religiosa pra isso? Podem apostar que os comentários abaixo do meu dirão que Deus planejou essas evoluções quando criou o Céu e a Terra.
    Agora como? por mágica, as coisas não ficam mais fáceis quando a resposta é “apareceu por mágica?”.
    A mágica não precisa de explicação, ela simplesmente “acontece”.

    • Cesar Crash:

      Respostas religiosas é embaçado, mas pra quem conhece um pouquinho de D.I., esses exemplos de seleção natural não interferem em nada, não é nada que não se sabe e não se concorda. Certa vez, eu botei três plantinhas em um vazinho dentro do meu quarto escuro. Duas tinhm muitas manchas brancas nas folhas, uma tinha bem poucas, apesar de serem da mesma espécie. As duas mais brancas morreram logo, a mais verde subsistiu. Por quê? Por que ela tinha mais clorofila e por isso, mais facilidade para realizar a fotossíntese, provavelmente. Mas dizer que isso é tão claro que pode cuminar com a formação de uma nova espécie quanto que há uma lua no céu é forçar a barra. Os genes mais adaptados ao meio são selecionados em detrimento dos outros, mas como no caso das mariposas, a própria matéria afirma que as escuras já existiam, só se tornaram maioria. Quem garante que o mesmo não acontece com todos os outros casos?
      Exemplo disso são as diversas raças de cachorro que o próprio homem criou, através de cruzamentos selecionadas. Existe uma diferença gritante entre um poodle e um rottweiler, um dinamarquês e um chihuahua, mas nisso não se observa a formação de uma nova espécie.
      Resumindo, o criacionismo não diz que as espécies não se adaptam ao meio, só diz que as adaptações têm um limite que torna incapaz a formação de uma nova espécie.

    • Demerval:

      As respostas estão aí… a questão é se vc vai prestar atenção a elas.

    • Cesar Crash:

      De novo cara, o que estou dizendo é que a microevolução observada não vai contra a teoria do D.I., não é questão de observar ou de prestar atenção, nem estou dizendo que acredito, só que assim como pra criticar o evolucionismo é preciso conhecê-lo, o contrário também é verdade.

    • Cesar Crash:

      Respondendo mais uma vez por que esqueci de marcar para receber novos comentários por e-mail 🙂

    • Cesar Crash:

      Hi hi, até isso os caras negativam! Ai meu padim Padinciço!

    • Cesar:

      O Theodosius Dobzhansky era um biólogo que se considerava criacionista-evolucionista, e ele dizia que “nada em biologia faz sentido exceto à luz da evolução”. Veja aqui um excelente artigo dele:

      http://cesarakg.wikispaces.com/Nada+em+Biologia

    • Mille:

      CESAR…ACHO QUE O POVO AQUI PRECISA DE UMA DEFINIÇÃO DO QUE É ESPECIE E QUANDO SE CONSIDERA UMA ESPECIE DIFERENTE DA OUTRA INICIAL NE?

    • Cesar Crash:

      Boa Mille. Qual é a definição de espécie? Antigamente diziam que quando dois animais pudessem reproduzir gerando descendentes férteis, eles pertenciam à mesma espécie. Mas se temos produzido descendentes férteis entre Canis familiaris e Canis lupus, Ursus arctus e Ursus maritimus, Panthera leo e Panthera tigris (embora nos últimas só as fêmeas sejam férteis), qual a definição de espécie? É muito complexa, não pense que só o povo aqui precisa de uma definição, grandes cientistas também se complicam com ela.

    • Rômulo:

      Obrigado pela informação.
      É bastante valiosa.

    • Cesar:

      Mas isto não impede os criacionistas de alegarem que as espécies são fixas…

    • Rômulo:

      César, acho que devias dar “uma bandinha” pelos sites criacionistas mais usuais para saber o quê eles andam falando.

      Em quase todos comentários teus que li, pude perceber que estás precisando de uma atualização rápida.

    • Cesar:

      Cesar, o problema é que não existe uma “espécie”. Isto é platonismo. Platão achava que existia um exemplar perfeito de cavalo, de cachorro, de lobo, de leão, e tudo o mais, no famoso “mundo das ideias”, e que os exemplares que temos à nossa frente são cópias pobres daquele ideal.

      Mas não existe isto. Espécie é um conceito inventado pelo homem para tentar classificar e nomear os animais. Se você for bem superficial, pode separar espécie de espécie e chamar de híbrido os indivíduos resultantes do cruzamento de diferentes espécies. Mas se você for examinar à fundo, comparando o código genético, vai descobrir que o que você chamava de espécie podem ser duas espécies diferentes, como os gorilas das montanhas e os gorilas das florestas, que antes eram considerados uma espécie. Mesmo o Neandertal e o Cro-Magnon, que eram considerados espécies diferentes, cruzaram, e temos hoje em nosso código genético trechos que pertenciam ao Neandertal.

    • Cesar Crash:

      Continuo preferindo a ideia de que espécies consideradas diferentes são na verdade, subespécies da mesma espécie. Muito mais filosofia está em crer que todos os seres são diversas manifestações de uma mesma essência, se é assim que prefere definir.
      Mas , veleu, muito inteligente. Dessa forma você se isenta de nos apresentar o aguardado estudo que nos mostraria que as lagartixas se tornaram em espécies distintas, já que isso nem existe, não é mesmo?

    • Rômulo:

      “Crash”.
      As lagartixas ainda estão rendendo o que falar. O teu xará está trazendo novas informações sobre elas.

      Procure por “evolução medo” no search daqui do site.

    • Cesar Crash:

      Como é bom ver que ele está vivo e com saúde!
      Aquela imagem da sequência hipoteticus> australopitecus > habilis > erectus > neandertalensis > sapiens parece ser do tempo da vovó Romanzoti! E é interessante notar como o homem mais evoluído começa a ter cabelos claros!.
      Só falta criar o tópico: “Evolucionistas evitam citar Gregor Mendel por medo!”
      Cara, deixei tanta, mas tanta coisa pra fazer nesse fim de ano, que encher a minha caixa de e-mails como aconteceu no auge desse artigo aqui pode ser suicídio (e ainda tenho que dar de mamar pra uma criança de dezoito anos).
      Rômulo, como é que você faz para pegar o link direto para os comentários? Você pegou no “Responder” ou tem um outro jeito?
      Valeu!

    • Rômulo:

      Crash.
      Vou no link do nome do comentarista ou na data, não lembro direito.

      Esse Geieovannei realmente veio pra diversão final mesmo.
      Mas teu trabalho não está aí em vão. Tenho agora um monte de material para ver, acho até que vou ter que juntar um pouco em alguma apresentação ou blog, mas dá uma preguiça…

      Cara, eu não set’ei pro site me encaminhar e-mails não. É muito perigoso pro meu servidor, hehe.

    • Ricardo Luiz:

      Felipe, porque você quer eliminar variáveis da equação? Obscurantismo há quando religiosos querem eliminar a variável conhecimento científico; o inverso também é obscurantismo. Será que Deus eliminaria o conhecimento científico? Se você não crê em Deus, essa é TUA FÉ, porém não é científica, entende? Igualmente não temos nenhuma prova que elimine Deus do Universo. Temos muitas evidências de muitas teorias. Temos inúmeras (tantas que não conseguimos relacioná-las) da existência de um ARQUITETO do Universo. Olhe o relógio que está aí próximo de ti. Se eu dissesse que ele se montou sozinho você daria gargalhadas e me chamaria de doido varrido… Pense… Há tantos ‘relógios’, minerais, vegetais, animais espalhados por aí. Não vamos ser “irracionais’ apenas por orgulho próprio em não querer admitir nossa inferioridade e finitude como ‘criados’!

    • Felipe:

      Eu não tenho fé rapaz, eu tenho esperança como você. E NÃO temos evidências científicas de que um “Deus” criou tudo?
      Me apresenta UMA, uma evidência de que ele existe, aí comparamos com as evidências que temos hoje sobre a não existência dele.

    • Rômulo:

      A célula.

      Tenta montar uma apartir de C, H, O, N, P, S…

      Dicas para tua primeira biomolécula:

      1) Crie um ambiente equiparável a qualquer atual (não és tu adepto do uniformitarismo?), já que a Terra nunca apresentou um ambiente redutor.

      2) Comece as suas reações com frações plausíveis não com soluções de 1,o M de componentes ultra-puros da Sigma-Aldrich.

      3) Não remova das soluções os produtos NATURALMENTE formados, mas indesejáveis para tuas sínteses.

      4) Deixe que compostos racêmicos participem com justiça de todas as etapas.

      5) Não interfira com acréscimos de compostos improváveis para redirecionar o equilíbrio das reações.

      6) Enfim, diligentemente sintetize uma biomolécula estável frente aos intemperes usuais do ambiente que tu escolheu ser o primordial.

      Feita tua primeira biomolécula, faça as estimadas outras 9.999 para um funcionamento mínimo de uma célula.

      Depois enclausure-as utilizando uma matriz natural e em concentrações plausíveis de maneira que surja um esboço celular.

      Dê um “start” e verás que ela vai se reproduzir, associar-se a suas vizinhas e um dia, vai adquirir auto-consciência deste fato.

    • Cesar:

      1) quais as evidências que a Terra nunca teve ambiente redutor?

      2) cometas e asteroides tem acesso a soluções puras da Sigma-Aldrich?

      3) alguma evidência que eles permaneceram?

      4) alguma evid~encia que eles participaram “com justiça” (justiça?) de todas as etapas?

      5) alguma evidência que não houve introdução de compostos “improváveis”?

      6) o ambiente escolhido corresponde ao primordial?

      A montagem de 9.999 moléculas em série é um método plausível para construir uma célula?

    • Cesar:

      http://www.scielo.br/pdf/ea/v21n59/a21v2159.pdf

    • Rômulo:

      Cara.
      Tu viu lá neste teu “pdf” alguma esperança???

      Os autores só estão repetindo o que de muito já se viu que não vai dar em nada…

      Aceita aí o convite do teu xará, acho que o cara é fera.

    • Dinossauro Filósofo:

      “A geração espontânea para seres considerados simples foi admitida desde a Antigüidade até o final do século XIX.”

      Hoje, admite-se também para seres considerados complexos!

    • Rômulo:

      Dinossauro.

      Não entendi… Tu estás sendo irônico, certo?

      Pois os experimentos de Louis Pasteur não foram refutados. Neles, vida provém somente de vida. Desde o século XIX, a galerinha de Darwin vem rebolando para levantar cenários para a tão almejada abiogênese.

      E hoje, alguém admite a geração expontânea de seres complexos???
      Tipo, uma ameba é complexa para ti?

    • Dinossauro Filósofo:

      Rômulo, filosofa um pouco comigo:
      No passado cria-se que animais simples eram criados espontaneamente. Hoje, crê-se que todas as criaturas descendem de um micróbio gerado de forma espontânea. Logo, a origem do mamute, da lula gigante, de mim que sou um dinossauro e de você que é humano também é espontânea!

    • Rômulo:

      Exato, dinossauro.

    • Cesar Crash:

      Se permitir que eu te mostre no lugar dele, se morar aqui em São Paulo, eu me abilito. não encontrei um ateu ainda que tope, só aceitam evidências via internet.

    • Rômulo:

      1) A principal é que não há evidências para algum redutor. Mas também podemos perceber a extensa presença de óxido férrico em camadas sedimentares; ou que a composição dos gases expelidos do magma são, no máximo, neutros.

      2) Vais apelar para a panspermia cósmica? Não achas a Terra um bom laboratório?

      3) Exatamente César, nas experiências de síntese controladas não há evidências que permaneceram, portanto, foram retirados. Em ambientes não controlados, tais produtos indesejados continuariam a reagir até alcançarem o equilíbrio.

      4) Se, ao serem formados, naturalmente são fifty-fifty, justamente estariam lá.

      5) Novamente, eles não estão disponíveis naturalmente, somente nos “materials and methods” de alguns trabalhos sobre abiogênese.

      6) É o que te pergunto. Foi o certo ou queres escolher outro? (a sopa oceânica, a sopa da pocinha, a sopa da grutinha, a sopa do vulcãozinho, a argila do leito oceânico, o gelinho do RNA,… onde vai ser?)

      Proteínas em série? Quem falou em série? Tu podes convidar vários laboratórios e cada um faz uma linha de biomoléculas, depois junta pra ver se dá alguma coisa… Podes até começar pelas membranares, depois poelo exoesqueleto, parte para o gel citoplasmático, pros compartimentos de catálise, pras vias informacionais, de controle e reparação. Escolhe um esboço aí. Deixo a teu critério.

      Tu és químico ou bioquímico, César “ateu”?

Deixe seu comentário!