7 perigosíssimos caminhos pelos quais ninguém deveria passar

Por , em 30.10.2011

É necessário ser muito aventureiro (muito mesmo) para se arriscar por esses caminhos entre penhascos e abismos com uma alta taxa de morte embutida. E aí, você teria coragem?

1 – El Caminito Del Rey (Espanha)

Os loucos por adrenalina podem ir para o sul da Espanha para experimentar o El Caminito Del Rey, de 110 anos de idade. E você não precisa ser um alpinista experiente para passar por ali; basta ter pelo menos 12 anos e não ter medo de altura. A trilha, também conhecida como Caminho do Rei, foi originalmente construída em 1905 para trabalhadores poderem viajar entre duas usinas hidrelétricas, mas fechou em 2000, após dois caminhantes caírem e morrerem.

2 – Huashan Cliffside Path (China)

Huashan está localizado perto do canto sudeste da bacia do rio Amarelo, ao sul do vale do rio Wei, no extremo leste das Montanhas Qinling, no sul da província de Shaanxi. Faz parte da Cordilheira Qin Ling, que divide a China. Existem duas trilhas que levam a um dos picos Huashan (1.614 metros), a mais baixa montanha dos cinco picos principais. A mais popular é a rota tradicional em Hua Shan Yu (Hua Shan Gorge) desenvolvida pela primeira vez do século 3 para o 4 d.C., com expansões sucessivas, principalmente durante a dinastia Tang.

O perigo inerente das vias estreitas deu a montanha uma merecida reputação. Conforme o turismo tem crescido, a acessibilidade à montanha melhorou bastante com a instalação do teleférico na década de 1990. Apesar das medidas de segurança introduzidas pelo corte de vias mais profundas e construção de degraus de pedra e caminhos mais amplos, bem como a adição de trilhos, mortes continuam a ocorrer.

3 – Caminho para a escola de 1.520 metros (China)

As crianças da vila Gulucan, no oeste da China, arriscam suas vidas todos os dias com uma caminhada para a escola que envolve a navegação de um caminho estreito esculpido em um precipício de 1.520 metros. Essa é a única maneira de chegar à escola, que com suas cinco salas de concreto, é conhecida como a melhor construção da aldeia.

4 – Roche Veyrand (França)

A França é o lar de cerca de 120 vias ferratas, variando de rotas fáceis a rotas extremamente difíceis. A Roche Veyrand é definitivamente um bom exemplo de uma dessas rotas bastante desafiadoras. O caminho está localizado em St Pierre d’Entremont, na região Rhône-Alpes, que se estende na parte sul oriental do país.

5 – Ebenalp Path (Suíça)

Uma viagem no tempo para as cavernas pré-históricas em Ebenalp, Wildkirchli, é uma experiência única na vida de qualquer pessoa. O caminho leva da estação da montanha Ebenalp ao local em pouco menos de 20 minutos.

6 – Yueyang’s New Paths (China)

Conheça o incrível exército de “Homens Aranhas” da China que estão arriscando suas vidas para construir uma trilha cênica 300 metros acima do solo. Com pouco mais de um cinto de segurança e uma saliência para apoiá-los, os homens estão construindo centenas de metros de caminhos em um penhasco – com apenas um metro de largura – em Yueyang, na província de Hunan.

7 – The Cliffs of Moher (Irlanda)

Os ciclistas apaixonados dispostos a viajar por The Cliffs of Moher são verdadeiros corajosos. A trilha é o passeio de bike mais perigoso do planeta. Elevando-se a uma altura superior a 213 metros acima do oceano Atlântico, os penhascos de Moher ficam situados perto da encantadora cidade de Doolin na Irlanda e oferecem uma experiência verdadeiramente enriquecedora para os corajosos e aventureiros de coração.[Oddee]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 4,00 de 5)

85 comentários

  • Moroni Linhares:

    Faltou o cruzamento da avenida Raul Barbosa com a Capitão Aragão em Fortaleza-Ce

  • Juliano de Jesus:

    Procurem imagens no Google da linha férra da Serra do Mar, aqui do Paraná. Claro que não se compara á esses caminhos aí, da matéria, mas, tem alguns pontos bem estonteantes!

  • Donizete:

    esqueceram da estrada que leva a cidade de Coroico na Bolívia .Ela tem desfiladeiros de mais de 2000 metros e um detalhe estradas com 3 m de largura. Porém as imagens são lindas ao longo da viagem!

  • Giiselle:

    muito bom ja fui nessas ilhas , vale a pena

    • SABRINA RIBEIRO MATOS:

      vc me lembra aquela musica do zeze di camargo e luciano,tu mentes tao bem .

  • lucy:

    Com bike, tem que ser muito foda, e nao ter nenhum amor a vida kkk

    • Cabeção:

      Verdade hein! Gosto de bike, mas não faço aquilo na foto nem a pau!

  • Xico:

    PQP só de ver o último já deu tontura, imagina estar la´=o

  • claudemir da silva:

    nessa 7 ai são verdadeiros corajosos e loucos ainda mais com bike !

  • vanilda:

    fascinantes

  • Carlos Veiga:

    Pequeninos caminhos para chegar mais depressa ao Céu… Os malfeitores apenas se despedassam.!

  • EuláliaReis:

    Olha só … Tuo tem seutempo e sua hora! Quando era nova até 27 anos, quando fui mãe pela 1a. vez , dava para fazer todo tipo de aventura…. Fazia alpinismo e ficava pendurada pela corda numa boa … Saltava em qualquer lugar que a turma quizesse! Andava em todo tio de trilha … pois era eu e Deus ….Mas depois que tive filhos a coisa mudou de figura, pois eles dependiam de mim!Já não era só eu e Deus … era eu, eles e Deus …. por isso aconselho aos jovens que curtam essas coisas enquanto são jovens e não tem ninguém que dependa de vcs! Tudo feito com cuidado, planejamento,e com todos os recursos possíveis, para não dizer depois que não viveu ou que não fez!Pois …… A vida é curta e vale a pena experimentar de tudo que der!Sem medo e sem remorso! Só se tem uma vida para se viver, então VIVA! Fala sério!

    • SABRINA RIBEIRO MATOS:

      Esse é o melhor comentário,muito pessoas como a Giiselle só postam mentiras,ficam se gabando, mas você é diferente,veio dar um recado, que eu adorei.Sei que não terei filhos ainda,mas pensarei muito sobre isso ,obrigada.

  • marcos:

    Ninguem não pois eu acho que os politicos e outras profissoes autoritarias deveriam ser obrigado a passar…

  • Henrik:

    Deu frio na barriga só de ver a penultima foto do ciclista passando por ali onde tem sei lá 30 cm
    Eu não teria coragem nem com equipamento de segurança…

  • Elza:

    São muito bonitos esses caminhos como paisagem.
    SÓ quem é louco se arrisca a percorr~e-los.

  • aparecida silva souza:

    muito boa a matéria parabens

  • Jonatas:

    Cada um escolhe o nível de emoção e adrenalina na sua vida. Só prefiro viver como se nunca fosse morrer, do que morrer como se nunca tivesse vivido.
    Adoro alpinismo.

    • Flor de Lis:

      Louvável e admirável. gostei.

    • Nik:

      “Cada um escolhe o nível de emoção e adrenalina na sua vida.”

      Exceto as crianças chinesas alí, não se esqueça! (que agora que parei pra pensar lembram algumas brasileiras…)

    • Jonatas:

      Verdade.

    • Zé da Roça:

      Brasileiras? Crianças? Que ganha transporte público gratuíto para se locomover duas quadras para escola e ainda matam mais aulas do que o aceitável.

    • Nik:

      Não, aquelas que acordam de madrugada para ir para a escola… e acabam passando mais tempo no caminho para escola do que na própria escola! Seja à pé, tendo que atravessar rios carregar um pedaço de madeira para evitar ataques de animais… ou então de barco, tendo que elas mesmas remarem e rezarem para o barco não virar por causa do peso, enfim… vários outros casos que acho que não é necessário citar.

  • eli:

    EU SAIR DE CASA PARA CAMINHAR NESSAS PASSARELAS,NUNCA,AGORA JÁ QUE JÁ FOI MOSTRADO QUE AS CRIANÇAS TEM QUE PASSAR PELO TÚNEL O GOVERNO CHINES DEVERIA MELHORAR AS CONDIÇÕES DA VIA, JÁ QUE É UMA ECONOMIA EM EXPANSÃO.

    • ricardo:

      você deve viver em OZ.
      Num mundo de fantasia

  • fabio de vasconcelos:

    LEGAL A MATERIA

  • Alen:

    As crianças que se arriscam para ir a escola, essas merecem um prêmio!

    • Douglas:

      Verdade, e eu acredito que elas mereciam um ponto a mais que os demais que fazem o ENEM, dúvido se o colégio Crystus também tenha o mapa desse lugar.

  • casetex:

    se altura ultrapasar a cintura , eu desso .
    nasci sem asas.

    • Ezio José:

      Eu também. Só não intimido com o assento que fica na janela de aviões comerciais; porque até de helicóptero eu tenho medo de voar.

  • rosamarta mendonça:

    incrívelllllllllll……..

  • VELHO DESATUALIZADO:

    NO MEU TEMPO AS CRIANÇA IA NA ESCOLA E ATRAVESSAVA LAGOA ANDAVA POR PONTE DE PAU-A-PIQUE PULAVA MATA BURRO E SE ARRISCAVA CAS ONÇA ,HJ EM DIA AS MENINADA NAO VAI NA ESCOLA PORQUE FICA NESSA TAL DE INTERNETI MECHENO NO NAITIBRUIQUE

    • Ezio José:

      Nota-se.

    • CAIPIRÃO:

      -Ô velho desatualisado,nois aquí do sertão vamos é no lombo do burro…

  • EUSTRÓPIO FIGUEIRA PEREIRA:

    Perigoso é viver no Brasil: Bala perdida; invasão de terras; impostos escorchantes; corrupção até não poder mais; assaltos e roubos de todo tipo e os piores políticos do planeta!!!

    • Douglas:

      O Brasil so vai mudar quando você mudar o seu conceito.
      O lugar tem os seus obstáculos e no Brasil não é muito diferente, quebre esses obstáculo e será de fato um brasileiro pra falar assim do meu Brasil, do nosso Brasil.

  • santinha:

    meu pai amado!! como tem gente que se arrisca na vida.

  • LeO:

    A trilha de THE CLIFFS OF MOHER (IRLANDA)deve ter so suicidas muito lokos andando de Bike na quele lugar
    TensO.0

  • Andrearruth:

    Lendo e olhando o item 3 onde fala da dificuldade das crianças chegarem a escola notamos a coragem e a vontade delas de aprender e não deixamos de fazer uma comparação com nossas crianças onde muitas vezes a escola é pertinho não existe perigos desta magnitude no caminho e mesmo assim algumas delas não se importa em estudar muitas até nem a escova vão..È muito triste

    • Andrearruth:

      Olhando e lendo o item 3 notamos a coragem e força de vontade destas crianças em aprender onde todos os dias elas passam por perigos no caminho da escola.Não deixamos de fazer uma comparação com nossas crianças onde as vezes a escola é perto e elas não passam por perigos desta magnitude em seu caminho e mesmo assim muitas não querem ir a escola.È muito triste

  • Andrearruth:

    Acho que quem gosta deste tipo de aventura são pessoas que gostam de esportes radicais,mais que ao mesmo tempo gostariam de esta em contato com a natureza então uniram o util ao agradavel::natureva X adrenalina.E convenhamos a sensação de excitação gerada pelo perigo e a magestosa vista lá de cima e a sensação de comunhão com Deus vale o risco.Claro que tudo na vida deve ser feito com cautela e cuidado..

    • Pensador:

      Como assim sensação de comunhão com Deus? Só por está arriscando a vida nas alturas?? É preciso fazer para ter a “sensação” de comunhão com Deus. Acho que você está completamente equivocada. Deus está em todos os lugares, afinal de contas um dos atributos Dele é a onipresença. Então comunhão com Ele não depende de lugar específico nem circunstância.

    • Douglas:

      Deus, não é o salvador adotado por todos, no item 3 China, acredita em tudo menos em Deus.
      Não pense que Deus vaio salva os Indús.

  • Flor de Lis:

    Pra quem gosta de viver situações de aventura, esses caminhos são ideais e as paisagens valem a pena. Mas pra mim não dá…minha fobia de altura me impede de qualquer aventura nas alturas.

    • Ezio José:

      Flor de Lis;
      Algumas aventuras valem à pena, porém, ao nível destas não me entusiasmo muito, não!
      Estive em Curitiba-PR no final de agosto deste para participar de uma Convenção e aproveitei, estendendo minha estada por mais dois dias, para fazer o famoso passeio do Trem Turístico pela Mata Atlântica na Ferrovia Paranaguá-Curitiba. Se um dia estiver por lá não perca essa oportunidade de fazê-lo. Muita emoção, porém, nem tanta adreanlina. Por alguns momentos imagina-se que o trem está flutuando. Fiz muitas fotos bonitas durante o passeio, pois eu estava bem equipado com uma lente EF 75 x 300mm. Lógico que estava também com uma grande angular.

    • Ezio José:

      ADRENALINA. Meu teclado fumou muito hoje e o cinzeiro tá longe tanto quanto o aspirador.

    • Flor de Lis:

      kkkkkkkk….ok….mais uma dica do meu pretendente. rsrs. valeu. bjo

  • Canto do mar:

    Muito legal, estas trilhas… porem eu ainda recomento as trilhas e passeios em minha ilhabela, muita adrenalina, boa cia, curiosidades, historia local e Segurança é claro.
    Valeu – e Sejam bem vindos – (fotos daqui)cantodomar ilhabela.

    • Ezio José:

      Já ouvi falar muito da beleza daí. Tenho uma amiga que morou por alguns anos nessa região e ela fala muito da belza do lugar. Um dia quero conhecer e participar das aventuras menos radicais.

  • FB:

    O nº3, o Caminho para a escola, até me parece seguro.

    • Miguel:

      Acho que quando o tempo está bom até é relativamente seguro, mas com tempo mau é capaz de ser bem perigoso…

  • André:

    Só de olhar já fico com medo. : O

    • kid:

      com certeza…só olhar já derruba.
      to fora!

    • Ezio José:

      Realmente. As fotos são muito impressionantes e transmite uma sensação real. Dá medo!

    • Laísa:

      Imagine então quem tem de passar lá todo dia para ir à escola o.o

  • Dubec:

    Quem confia em si mesmo, tem todo chao para andar, mesmo no ar.

    • FB:

      Do chão não passa. 😉

    • Roni Muniz:

      já experimentou? rsrsrs

  • evelyn:

    Nossa, eu fico imaginando como eles construíram tais caminhos !!!
    É Impressionante, porém, hoje em dia são tantas coisas que estamos vendo de diferente que nem dá para ficarmos tão surpresos como antigamente !!!

    • Ezio José:

      A vantagem da internet é isto que estamos vendo hoje em dia. O mais impressionante é que mutos desses lugares foram construidos quando não havia a tecnologia de hoje e tão pouco a segurança.

  • jaime lopes:

    acho legaL.
    MAS NA REAL.
    ACHO QUE ELES QUE PRATICAM ISSO JÁ TAO PERTO DE DEUS.SO ESQUECERAM DE ENTERRAR.

  • Wladimir:

    O problema não é andar, mas construir tais caminhos…

    • Elizabeth:

      Era exatamente isso que eu estava pensando…

    • Ezio José:

      Realmente. Mas acredito que vão ganhando a confiança com o tempo na medida que vão arriscando aos poucos. É como os primeiros goles de cachaça ou os primeiros tragos de fumaça, com o passar do tempo e pouco a pouco acostuma-se que nem faz muito efeito. (rs)

  • magoado:

    adrenalina ou algo mais…..por que não escalem um poste de energia elétrica e caminhem sob os fios de alta tensão é uma maneira de adrenalina entes da morte…

    • Jonatas:

      è muito baixo, muito perto do chão.

    • Ezio José:

      Estão em busca de alturas e vistas. Não são eletricista e nem malabarista. Para tomar choque basta enfiar o dedo numa tomada e choque não é que esses malucos estão buscando.

    • Roni Muniz:

      puxa! Vc é magoado mesmo ein?!

  • jose kibi:

    a varias maneiras positivas de arriscar a vida! por ex os estudantes, tolera-se os trbalhadores os tais homens aranha, ai sim mas os ciclistas qual é o motivo? adrenalina? é mas desvalorisar a vida!

    • Miguel:

      Vou ser honesto, acho que aqueles ciclistas não têm amor à vida, a pé ainda vá que não vá, mas de uma bicicleta é muito mais fácil uma pessoa cair!

  • ALX:

    Na China eles passam por isso para estudar, aqui no Brasil a escola é quase dentro da casa e mesmo assim muitos deixam de ir. Depois quer q o País evolua ne? kkkkkkkkkkkkkkk

    • Ezio José:

      Pior… Ainda requerem o direito do passe-estudantil quando moram três quadras da escola. Mesmo assim abandonam aa frequência escolar no primeiro semestre.

  • Rudolf:

    Caramba. O editor do texto esqueceu de incluir o trâsito caótico de algumas cidades brasileiras.

  • Jonatas:

    Pode se ter adrenalina sem arriscar a vida? Acho que não. Lindas paisagens valem risco.

    • kid:

      hahaha ! eu penso que quem quiser que ponha o seu na reta ! (mas leve a pomadinha pra na hora não dar pra trás, tá ?)

    • Ezio José:

      É aí que certas manifestações geram preconceitos. Ser ou não ser, eis a questão; porém mantenha suas discrições.

    • Jonatas:

      Escute, eu sou praticante de alpinismo, só falei o que penso, se tu quer ser engraçado aqui não é o lugar.

  • Black:

    O que seria da vida sem adrenalina?

    • Fernando Ramos – Portugal:

      Uma vida calma???

  • Eris:

    Taí uma grande prova de que o perigo é excitante.Há outro motivo pra fazer uma loucura dessas?

  • Marcos Grangeiro:

    Se cair, dá tempo até de escrever um bilhete ou falar no celular!

    • Ezio José:

      Depende. Se o sujeito usa plumas e paetês, com certeza, flutuará e dará tempo até para recitar Hamlet.

  • Luiz:

    O caminho para a escola até que é moleza em dias de tempo bom, quero ver como eles fazem em dias de chuva (ou neve) e vento forte. Deve ser realmente perigoso!

  • nml:

    Se não é para fazer, sempre existirá alguém disposto a fazer. Extensão – “Houston, we have a problem”!

    • Ezio José:

      I’ve a fear.

Deixe seu comentário!