A primeira biblioteca sem livros do mundo – ou quase

Por , em 11.07.2010

A biblioteca da faculdade de Engenharia da Universidade de Stanford diz estar adotando o futuro de todas as bibliotecas: ter cada vez menos livros!

A reforma da biblioteca deverá ser iniciada em agosto e, quando for concluída, terá 85% a menos de livros. Por que? Porque eles serão digitalizados. Uma pesquisa feita na própria universidade indicou que os alunos freqüentam cada vez menos as bibliotecas e um grande número de livros não havia sido emprestado por um período superior a cinco anos.

Então, em vez de oferecer os volumes “físicos”, a biblioteca irá oferecer acesso a versões digitalizadas de livros e periódicos – e, especificamente para engenheiros, que normalmente precisam do livro inteiro para consultar uma fórmula ou duas, haverá uma ferramenta de pesquisa que facilitará o processo.

A nova biblioteca ainda irá manter 10 mil livros “de papel” – mas isso é pouco comparado com os 60 mil que possui atualmente.

Sem muitos livros ocupando as prateleiras, a faculdade diz que poderá oferecer mais recursos para os alunos. Resta saber o que eles irão fazer com todos os livros antigos. [Gizmodo]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

11 comentários

  • Fernando:

    Isso ai pra mim ja virou uma lan house xD

  • Wesley:

    Nos PDFs “A Bíblia Desmistificada” e “Jesus foi assassinado, ou morreu devido à crucificação?” Veja
    http://www.calameo.com/books/00034268051d0e4d0af03
    Através de textos próprios, e usando mais de 600 imagens belíssimas retiradas da Internet, o autor prova que embora a religião tenha sido muito útil aos nossos ancestrais, hoje ela seria indesejável, uma crença falsa e uma mitologia risível.

  • Rosângela:

    As razões da digitalização dos livros dadas pela Universidade de Stanford são compreensíveis.
    Em se tratando de livros didáticos ok! mas convenhamos para os outros gêneros literários nada como um bom sofá e um bom livro “de papel”.
    Quanto ao destino dos livros antigos acredito que eles encontrarão uma solução inteligente.

  • Jose Renan:

    podiam disponibilizar esses livros para os alunos baixarem tbm, assim poderiam colocar eles em e-readers ou em iPads

  • Rafael:

    Deveria ter as duas versões. Prefiro o livro na mão.²

  • Jorge de Melo:

    O que eles vão fazer com os livros? Vão “reciclar” o papel dos livros e usar nos banheiros, ora!

  • Rodrigo:

    Nao é porque foi digitalizado que deixou de ser livro.

  • Aníbal N.:

    Isto é péssimo. Muito melhor ter o livro na mão.

  • Zilda Santiago:

    No meu entendimento isto é péssimo.Deveria ter as duas versões.Prefiro o livro na mão.

    • Ivo Sérgio Gomes Reis:

      Concordo com o comentário da Zilda Santiago e, na minha visão, o livro impresso jamais poderá deixar de existir, por questões de praticidade e “segurança“. Livros virtuais e “biblitecas virtuais” são práticos e modernos, mas não são seguros (falando-se em termos de futuro). Quem pode garantir que com um grande colapso no BD ou na internet eles não vão desaparecer? Pensem nisso!

  • Sam:

    E eu achando que era o 4shared hashahsahshahhs

Deixe seu comentário!