Alimentação saudável aumenta o QI de crianças

Por , em 10.02.2011

Pais em todo o mundo têm mais argumentos para convencer seus filhos a comer frutas e vegetais. Segundo dois estudos independentes, uma dieta saudável e balanceada pode aumentar o Quociente de Inteligência (QI) de uma criança, assim como melhorar os sintomas do Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH).

Na Inglaterra, um time de pesquisadores analisou os hábitos alimentares e o QI de aproximadamente quatro mil crianças, em um período de seis anos. Após considerarem outras possíveis influências nos teste de inteligência, a equipe descobriu que crianças de três anos com uma dieta rica em gordura e açúcar apresentam escores menores no teste do que aquelas alimentadas com dietas mais saudáveis. Crianças de oito anos com dietas de frutas e vegetais também pontuaram mais do que aquelas em dietas menos saudáveis.

Segundo os investigadores, aproximadamente 23% das crianças entram na escola obesas ou com sobrepeso. Escolhas saudáveis de alimentação, portanto, devem fazer parte do desenvolvimento de cada uma, melhorando o seu desempenho na escola e as ajudando a manter um peso saudável na medida em que crescem.

Além disso, um estudo holandês afirma que a alimentação também pode ser um fator fundamental para o Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade. Comparando as dietas de cem crianças com TDAH, os pesquisadores descobriram que três quartos delas apresentaram melhoras significativas no comportamento quando sua dieta era restrita. No entanto, os pediatras continuem céticos de uma verdadeira conexão entre alimentação e transtornos de hiperatividade. [NewScientist]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

9 comentários

  • Michelly:

    com esse site fico mais calma com a alimentação de minhas gêmeas . agora qualquer duvidas venho aqui ver .

  • Evandro:

    Argumentar com os filhos?

    O melhor argumento é o exemplo. Quer que o filho seja saudavel, estudioso, isto e aquilo? Então, os pais devem ser isso primeiro.

    Pois em geral, os filhos seguem nada mais que o exemplo dos pais… e o pior para os filhos, quando os pais tentam dar liçaõ de moral, ou dizer apra fazer algo, que os próprios pais são faltosos.

  • Elizabeth:

    Uma alimentação errada pode até destruir nossos DNAs. Pesquisas recentes mostram que os nossos genes podem sofrer mutações.
    Todos os pais deveriam se preocupar em, desde cedo, acostumar seus filhos com alimentos saudáveis, afinal, o que comemos é que alimenta nossas células. Quem come mal produz suas próprias doenças.

    Eu já esperava que a inteligência pudesse ser auxiliada por uma alimentação saudável.

  • ALEX:

    Tambem creio que isso de QI,se adquire logo na formação combinada do DNA dos pais,unido a outros fatores como a atenção dada pelos pais,etc…

  • Gude:

    Esse tipo de estudo é de dar risada

    Associam um único fator pra determinar algo

    Claro que criança que come melhor vai ser mais inteligente, se alimentar melhor ja mostra que a criança tem pais mais preocupados, afinal nao é a criança que vai ao mercado e escolhe o que vai comer

    Pais mais atenciosos com certeza criam um ambiente propicio a criança se desenvolver melhor

    Não é o alimento sozinho que vai deixar alguém mais inteligente, e sim todo o ambiente em que a criança é criada, pq tenho certeza que vai ter pai comprando alface pro filho achando que ta arrasando e largando a criança a própria sorte, sem acompanhar todos os aspectos do desenvolvimento.

    Mas claro que vender a ideia que só basta dar comida saudável agrada, principalmente aos pais ausentes…

  • Ze da Feira:

    Aumenta não , apenas faz alcançar o potencial pré-determinado genéticamente. QI não se aprende na escola e nem se adquire.

  • Thiago Luiz:

    Digamos que metade da “culpa” dos habitos alimentares das crianças hoje em dia são dos pais e a outra metade é da propria sociedade, que por meio de veiculos de divulgação (tv, internet, radio, etc etc), “induzem” os jovens aos hábitos que nos “tempos de nossos pais” não era tão difundido.
    Não se imaginava antigamente voce ver na tv, tanta divulgação de alimentos “nada” saudaveis, como se ve hoje em dia.
    Pergunta para uma criança de 07 anos o que ela gosta de comer no intervalo do recreio?!!A propria escola em si, que deveria educar, não cumpre seu papel, ainda vivemos com aquela ideia na cabeça de que somente na sala de aula se aprende algo, mas o mundo la fora é um campo vasto de aprendizado, so nao nos demos conta de como explora-lo.
    A questao do QI é relativo, todos sabemos que alimentação é essencial, que ingerir alimentos ricos em vitaminas, minerais,etc., mas precisamos levar em conta a questão genetica, cultural e outros fatores que interferem na construção do conhecimento e posteriormente na medição do Q.I. Fato é que, no modo “moderno” que vivemos, temos de um lado uma “tempestade” de informações advindas da internet e dos demais meios de comunicaçao, so por ai poderiamos de fato expandir todo o conhecimento que temos e podemos assimilar, de outro lado temos nossos proprios habitos culturais e alimentares, que podem certamente interferir na fisiologia do nosso organismo, tal como um efeito dominó.

    O fato é saber dosar as coisas, pois como diria minha vó: “Tudo em excesso so nos faz mal”.

  • Douglas Miranda:

    Independente do QI da pessoa, alimentar-se bem já é um ato de inteligência. Mas a criança sempre tende a querer o que é gostoso, então cabe aos pais acostumá-los desde cedo a conciliar os dois: “pode comer o doce, mas só depois do almoço” (ainda assim controlando o exagero, criança não tem conhece limite).
    Por experiência própria eu sei que podemos nos acostumar a comer bem. Eu era muito chato com comida, aos poucos, comendo um pouco forçado, passei a gostar de certos alimentos que antes me davam até aflição. Fica a dica.

  • eduardo:

    Fico tranquilo e orgulhoso da minha filha… ela não gosta de doces e adora legumes e verduras, e ainda bebe água a toda hora… e ela é muito esperta…

Deixe seu comentário!