As águas-vivas vão dominar nossos oceanos?

Por , em 5.02.2012

Nos últimos anos, notícias da mídia e publicações científicas sobre águas-vivas estão alimentando a ideia de que esses seres gelatinosos são cada vez mais comuns e talvez vão dominar os oceanos nas próximas décadas. O impacto gigante dos humanos nos oceanos, incluindo a pesca exagerada e as mudanças climáticas, já foram sugeridas como a causa desse processo alarmante.

Uma pesquisa realizada por Robert H. Condon e 16 coautores, entretanto, afirma que a ideia de que as águas-vivas e organismos similares estejam surgindo em uma onda global não se apoia em boas evidências. Condon e colegas sugerem que a percepção desse aumento é resultado de uma atenção maior por parte dos cientistas e da imprensa a esse fenômeno. Também faz diferença a falta de boa informação sobre o passado deles, o que encoraja comparações ruins.

Os fósseis e evidência documentada indicam a ocorrência de picos ocasionais de águas-vivas, como parte comum da história natural desses organismos, talvez esteja ligada a ciclos climáticos naturais. Mas essas explosões geraram menos atenção em décadas e séculos passados.

Condon e os coautores não esperam que todos concordem, e sabem que falta um consenso entre os pesquisadores. Eles apontam que as mudanças populacionais das águas-vivas e organismos marítimos similares têm importantes consequências para o ecossistema local e podem ser afetados pela atividade humana. Por essa razão, eles estão montando uma base de dados para analisar as flutuações populacionais e ligá-las com a atividade humana. Mas, por enquanto, eles não acreditam que as águas-vivas vão dominar os oceanos. [ScienceDaily]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • John jones:

    e a vingança da natureza!!!!!!!

  • eulalia Reis:

    Não se preocupem … nós os seres humanos … já já … damos um jeito nisso!os cientistas sempre estudam um meio para exterminar o que os incomodam!Relaxem … vem aí o extermínio das aguas vivas … Fala sério!

  • Jonatas:

    As águas-vivas já eram veteranas n oceano quando os Dinossauros davam seus primeiros passos na Terra. Os celenterados surgiram a 1 bilhão de anos, e sobreviveram a todas as grandes extinções e em algumas delas até se beneficiaram.
    Uma delas beira a própria imortalidade, alternando entre a fase de Medusa (a água viva, adulta e reprodutiva) e a de Pólipo (a imatura).
    Com todas essas adaptações, não duvido que as Medusas conquistem os oceanos, porque são mais adaptadas que a maioria de seus habitantes.

  • Zeca:

    Relaxa.. Até lá o ser humano vai dar um jeito de exterminar todas ou a maioria. É o que fazemos melhor.

Deixe seu comentário!