Planeta 9, um novo membro do sistema solar?

Astrônomos encontram indícios de novo planeta gigante no Sistema Solar-3
Representação artística do Planeta 9

O sistema solar parece estar guardando mais surpresas para nós. A descoberta de novos planetas orbitando nosso sol ficou mais difícil depois de Eris, Biden e Sedna, mas aparentemente a família solar continua crescendo e acaba de ganhar mais um planeta, o Planeta 9.

Ainda não se trata de uma descoberta confirmada, e mesmo o nome Planeta 9 é temporário. Então do que estamos falando?

Neta quarta feira, o astrônomo Mike Brown, do Instituto de Tecnologia da Califórnia (Caltech), nos EUA, que participou da descoberta de Eris e Sedna, em conjunto com seu colega Konstantin Batygin, publicaram um trabalho científico no The Astronomical Journal, relatando o que se parece com uma perturbação na órbita de vários corpos além de Netuno.

Astrônomos encontram indícios de novo planeta gigante no Sistema Solar

Sozinhas, estas perturbações já são curiosas. Quando vistas em conjunto, elas parecem sugerir a presença de um novo planeta, um mini Netuno ou uma super-Terra, com 10 vezes a massa da Terra, consistindo de um núcleo rochoso envolto em uma atmosfera densa e com uma órbita de 32 bilhões de km (periélio) a 160 bilhões de km (afélio), com período de 10.000 a 20.000 anos.

Os primeiros indícios foram encontrados ao mesmo tempo do anúncio da descoberta de Biden, em 2014. Aparentemente, havia uma aglomeração de corpos em órbitas semelhantes, o que parecia sugerir a influência da gravidade de um planeta, atuando como um vaqueiro ao reunir gado, ou um pastor recolhendo ovelhas.

Mas por que este planeta até agora não foi isto? Scott Sheppard, do Carnegie Institution for Science, explica que para que possamos ver o planeta, a luz do sol tem que chegar até ele, refletir e então viajar de volta até nós.

Mike Brown e Konstantin Batygin
Mike Brown e Konstantin Batygin

Qualquer objeto que esteja duas vezes mais longe que outro objeto, será 16 vezes mais tênue. E quando a gente leva em consideração a distância dos objetos no cinturão de Kuiper, fica claro por que é tão difícil vê-los.

Agora é esperar a análise de outros astrônomos para confirmarmos a existência de tal planeta. Por enquanto, a comunidade científica está dividida, principalmente porque as evidências são circunstanciais. [NPR, NYTimes]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)
Curta no Facebook:

3 respostas para “Planeta 9, um novo membro do sistema solar?”

Deixe uma resposta