Pessoas vendadas se beijando na boca em experiência social para explorar amor ao primeiro beijo

Por , em 30.09.2015

Jordan Oram é um cineasta de Toronto, no Canadá, que queria fazer um experimento social diferente. Assim, ele perguntou a oito estranhos se eles podiam vendar os olhos e beijar alguém que não conheciam depois de uma breve introdução.

Ok, essa ideia não é nova. Experimentos semelhantes que uniram duas pessoas desconhecidas para compartilhar um beijo já foram feitos antes.

Mas Oram tinha um objetivo distinto em mente. “[Nesses experimentos] Não havia nada que realmente mostrasse a razão pela qual as pessoas estavam se beijando na boca… A razão por trás do beijo. E se você conhece a pessoa e se apaixona por causa do primeiro beijo? E se fosse como seu primeiro beijo? E se você encontrar alguém, beijá-la, e, em seguida, se apresentar? E se você construir a química a partir daí?”.

Essas são muitas das perguntas que Oram queria saber a resposta.

É divertido assistir o vídeo e observar as interações desajeitadas das pessoas antes de finalmente ver algumas faíscas saindo com o famoso primeiro beijo.

A introdução

beijando na boca experiência
Os participantes soltaram frases como:

“Qual seu nome?”
“Estou tão nervosa…”. “Eu também”. “Eu nunca beijei um estranho antes”.
“Como foi seu dia?”. “Foi ok, interessante. Bem menos interessante que isso”.
“Você não é tão alta quanto eu pensava”.

O primeiro contato

beijando na boca experiência
Os diálogos logo ficaram mais embaraçados e íntimos.

“É pra tirar a venda?”. “Não, nós a mantemos”. “Sério?!”
“Podemos tirar?”. “Não, é parte do experimento”. “POR QUÊ!?”
“Como vamos beijar?! Temos que apenas sentir?”. “Minhas mãos estão geladas”.
Cineasta diz: “Toque ela”. Garoto estica os braços. Garota: “Não quero!”. Garoto se encolhe.

O beijo

beijando na boca experiência
E chega a hora.

“Nós… fazemos isso agora?”. “É pra beijar?”
“Você está pronto?”. “Acho que sim”. “Me abraça”. “Posso? Obrigado”.
Garota sente barba. “Não está muito cheia”, diz garoto.
“Vamos beijar de novo”.

O vídeo das pessoas beijando na boca

Depois do beijo, as pessoas finalmente tiram as vendas e se “introduzem” para valer. Segundo Jordan, a experiência é especialmente curiosa porque esses estranhos provavelmente nunca beijariam se não fosse pelo experimento.

Algumas situações na filmagem podem ser constrangedoras, mas outras são absolutamente elétricas. Os beijos pareceram muito sinceros e, depois de se verem, os participantes trocaram elogios e apresentaram emoções (“Você é muito bonita”, “Eu gostei que você quis beijar uma segunda vez”, “Isso foi mais agradável que eu pensava”, “Estou chorando” e etc).

Será que é possível se apaixonar sem ter visto a pessoa antes? Será que existe “amor ao primeiro beijo”?

Tire suas próprias conclusões: [BoredPanda]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

Deixe seu comentário!