Buraco negro gigantesco cria bolha de partículas

Por , em 31.10.2012

Quando se fala em “buraco negro”, normalmente imaginamos uma espécie de “aspirador de matéria”, do qual nem mesmo a luz escapa. Contudo, alguns não apenas absorvem partículas, mas as expelem – e os feixes chegam perto de atingir a velocidade da luz. Quando desaceleram, criam uma espécie de “bolha” que, apesar do tamanho, é invisível para telescópios convencionais.

Assim, usando um equipamento capaz de capturar imagens a partir de ondas de rádio de baixa frequência, o Telescópio Internacional LOFAR, uma equipe de astrônomos de vários países conseguiu registrar o fenômeno. “O resultado é de grande importância”, destaca Francesco de Gasperin, um dos autores do estudo. “Ele mostra o enorme potencial do LOFAR e traz fortes evidências do vínculo entre buracos negros, galáxias e seus arredores”.

Bolha espacial

Durante o teste do LOFAR, os astrônomos observaram o centro da galáxia Messier 87 (que é 2 mil vezes mais massiva do que a nossa), onde está um dos maiores buracos negros já descobertos, cuja massa é 6 bilhões de vezes maior que a do sol. Em poucos minutos, o buraco absorve uma quantidade de matéria equivalente à da Terra, converte parte dela em radiação e expele grande parte em altíssima velocidade – emitindo ondas de rádio.

Em comparação com o resto do universo, a bolha é especialmente “nova”: tem “apenas” 40 milhões de anos. Além disso, o que vemos com a ajuda do LOFAR não é apenas um registro de uma atividade que ocorreu há muito tempo, pois a bolha recebe constantemente novas partículas expelidas pelo buraco negro.

“O que é mais fascinante é que esse resultado dá pistas sobre a violenta conversão matéria-energia que ocorre muito perto do buraco negro”, destaca a pesquisadora Andrea Merloni. “Nesse caso, o buraco negro é particularmente eficiente em acelerar o jato [de matéria], e muito menos efetivo em produzir emissões visíveis”.[ScienceDaily]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

5 comentários

  • Dryka Mazetto:

    o quasar não é um tipo de estrela que emite ondas de rádio a intervalos conhecidos, por girar em alta velocidade?eu não sabia que tinha a ver com buracos negros…

  • Janilton Miranda Silva:

    Gosto muito desses assuntos

  • Andre Luis:

    Qualquer imagem sobre alguma interação no buraco negro é sempre muito bem vinda!

  • Alzir Fraga:

    Ao que eu saiba, continua a valer a lei de que absolutamente nada pode escapar do horizonte de eventos de um buraco negro. O que acontece é que, ao absorver matéria, o buraco negro gera tanto calor nos gases que estão em seu rodamoinho que grande parte é transformada em energia e arremessada em enormes jatos pelos polos. Isso é conhecido pelo nome de Quasar.

    • Gil Cleber:

      Há a radiação de Hawking, que é a única forma conhecida de o buraco negro emitir energia. O que a matéria noticia parece mesmo que é, como diz o Alzir, o resultado do aquecimento da matéria que cai na direção do buraco negro, parte sendo absorvida e parte sendo ejetada em altas velocidade.

Deixe seu comentário!