Buracos negros monstruosos resultam de colisões entre galáxias

Por , em 24.06.2010

Buracos negros massivos são as maiores fontes de radiação do Universo e, aparentemente, são criados quando acontece uma colisão entre duas galáxias.

Os cientistas notaram isso quando perceberam que algumas galáxias podem gerar uma energia radioativa muito maior do que seria possível apenas com a presença de estrelas e de outros planetas – e elas conseguiam gerar mais energia do que toda a Via Láctea junta, mas em um espaço menor do que o nosso sistema solar. Agora os astrônomos suspeitam que isso seja resultado da absorção da matéria através de buracos negros – que, de tão grandes, podem ser bilhões de vezes maiores do que nosso Sol.

O novo estudo reforça a idéia de que esses núcleos ativos seriam resultado da junção de duas galáxias, que por sua força gravitacional, se tornam apenas uma. As colisões também resultariam em bastante material para que um enorme buraco negro pudesse ser alimentado e crescesse– quando não “engole” matéria, o buraco negro vai perdendo as forças até desaparecer. [MSNBC]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

12 comentários

  • ENAX:

    O tamanho de um buraco é medido pela circunferência em seu entorno. O que faz o buraco ser maior ou menor é o disco de acreção. E quem garante que exista algo em seu centro?? Alguém já viu alguma coisa lá? E se existisse algo não teria gravidade tão grande a ponto de chupar o disco de acreção e de destruir tudo? A gravidade que funciona para manter as estrelas de uma galáxia coesas é tanto maior quanto mais próximo do centro da galáxia, logo se funciona para toda a galáxia porque não funcionaria para o disco em torno do centro? Se um planeta se aproximar muito do sol vai ser engolido pela sua gravidade, só não seria se assumisse uma velocidade enorme para que as forças de atração fossem anuladas pela força centrífuga, só que seria necessário muita força para acelerar o planeta, e de onde viria essa força? O caminho natural seria para o centro, pois não existem outras forças que façam tanta massa desviar e assumir velocidade, porém, no buraco negro o disco de acreção está em enorme velocidade e assim não é puxado em direção ao centro como deveria ser, ou seja, a gravidade do buraco negro atua em toda a galáxia mas não suga o disco de acreção devido sua grande velocidade, mas ninguém explica como surgiram as forças que aceleraram os corpos no entorno do buraco negro para que eles permaneçam em alta velocidade e afastados do centro. Quando duas galáxias colidem deveriam existir forças para perturbar o disco de acreção diminuindo sua velocidade e fazendo com que tudo caminhasse para o centro, mas não é isso que acontece, pois na verdade o disco de acreção aumenta de tamanho fazendo com que a massa girante ganhe maior raio e o tal do buraco negro aumenta de tamanho e se transforma em supermassivo, ou seja, o disco de acreção ganha massa e velocidade mas é o buraco vazio no centro que leva a fama… A evolução dos telescópios com certeza elucidará a realidade do buraco negro, mas já existem observações mostrando que quem arrota depois da refeição não é o centro do buraco negro e sim o disco de acreção…

    • Cesar Grossmann:

      ENAX, fora do horizonte de eventos o buraco negro não é nada mais que um corpo com massa. Ele não tem poderes especiais, apenas uma massa enorme. Por isso ele forma um disco de acresção enorme, por que ele tem muita massa e a gravidade é forte. A matéria no disco de acresção está caindo em direção ao centro, o tempo todo, só que ela tem uma energia cinética que ela precisa perder antes de conseguir atravessar o horizonte de eventos. Ela perde essa energia na forma de calor. Por isso o disco de acresção brilha na faixa do raio-x, porque a temperatura é imensa.

  • Campos:

    No universo, tudo é especulação. Não temos certeza de nada. Muita coisa pode mudar. O que foi dito ontem, não tem valor hoje. O que é dito hoje, pode não ser verdade amanhã. É assim que caminha a cosmologia. Veja em “olhando o universo” as últimas interpretações atualizadas.

  • nensin:

    ainda nao me cai este negocio de buraco negro,pois muito se fala mas ainda nao comprovaram precisamente sua existencia

    • Jean Carvalho:

      Não, Nensin… a existência deles já foi comprovada sim, é só ler as notícias… agora, como eles funcionam exatamente, qual sua origem, se são ou não portais p/ “outras dimensões”… aí é outra história (ou “estória”?)… seria legal se vivêssemos p/ saber o resto…

  • Welligton Fontenele:

    Claro que, infelizmente, no que tange à ideia do que realmente vem a ser o universo e toda sua composição, ao ser humano somente é possível teorizar. Em relação ao “buraco negro”, v.g., entendo ser uma transposição de energia intensa que daria acesso a outras galáxias, planetas, estrelas e outros seres. Suponho ainda que esta compactação de energia daria acesso a tempos pretéritos e futuros. Seria realmente como colocar uma formiguinha em um labirinto circular dando-lhe a impressão que um mundo meramente finito tivesse uma dimensão incomensurável.

  • David Quirino dos Santos:

    Teorias, apenas teorias. Nada do que digo deve ser levado a sério, pois não disponho de conhecimento acadêmico para fazer nenhuma afirmação… sequer teorizar. Apenas penso que tudo que cai em direção a um centro comum, cai, ou espalha-se sobre êle na mesma medida, de maneira tal que: não importa se um planeta, uma estrela, ou uma galáxia, tudo em sua formação original deve assumir a forma de uma esfera. Porém, a mesma gravitação que os compacta, dota-os de um movimento, também originalmente esférico que é chamado pelos físcos de momento. Estes movimentos podem ser maiores ou menores dependendo das quantidades de massa envolvidas… tanto dos corpos em formação, quanto dos situados em suas vizinhanças. O fato é que: o universo, ou esta parte de sei lá o que, que costumamos chamar de universo… o nosso universo, não foge à regra e gira também. Tudo o que é contido no universo, ou, nos universos, seria levado em turbilhões e adquiriria, conseqüentemente, maior quantidade de momento dependendo das quantidades de massas envolvidas. *Uma estrela poderia movimentar-se muito rápidamente, mas nunca conseguiria escapar de uma galáxia, que para nós, permanece estática desde o sempre, mas, que na verdade percorre distâncias que não podemos medir, a velocidades que não podemos imaginar, e gira tão rápido que seu próprio tamanho não a consegue impedir de achatar-se sob a centrífuga por ela mesma criada, que a faz esfacelar-se em braços que poderão vir a dela desligar-se formando pequenas galáxias satélites. Ainda assim, elas interagem com suas vizinhas e dançam juntas numa sarabanda chegando a ensaiar passos de quadrilhas em que umas afastam-se enquanto outras aproximam-se em elipses que passam a ser o movimento comum à maioria dos corpos de que tomamos conhecimento nesse nosso universo. Infelizmente, não acredito que duas galáxias posam chegar a chocar-se, pois suas forças centrífugas forçam-nas de tal modo para fora, inflando-as, que as distâncias entre tudo o que nelas é contido tornam-se enormes, mesmo entre as estrelas pertencentes a um mesmo grupo estelar, quiçá entre os próprios grupos estalares em uma mesma galáxia. Portanto, duas galáxias poderiam passar uma por dentro da outra sem que sequer uma estrela se chocasse com outra, tamanhas são as distâncias entre elas. Não, não creio que duas galáxias colidentes possam vir a constituir um super buraco negro, mas, isso tudo são apenas devaneios meus aos quais nem mesmo eu dou crédito… Afinal, deduzo tudo isto de “teorias” sobre as quais leio ou ouço falarem.

    Nefas.

  • sebastiao aquino:

    BURACO NEGRO E COMO LIQUIDIFICADOR (RISO) TRANSFORMA PEDACOS EM LIQUIDO OU PO MAS COMO A METERIA SE CHOCA NO FUNDO DELE ELA NAO SE DESINTEGRA OU ESPALHA.. O BURACO NEGRO MANDA ELA PRO ESPACO ..CERTO MAS SERA EM FORMA DE GAS MESMO OU RADIACAO OU JOGADA EM OUTRO LUGAR…

  • Coca Cola:

    Mas eu tenho uma dúvida que é o seguinte: se esse efeito ocorre, ele deve ser bem aleatório. Então, a emissão de uma determinada partícula poderia ser sucedida pela de sua anti-partícula, em algum instante aleatório. Logo, no “over all” ocorreria um cancelamento, o que poderia determinar uma certa estabilidade ao longo do tempo.
    Acaso esse raciocínio está válido?

  • Anônimo:

    O horizonte de eventos de um buraco negro é uma zona em que ha o choque entre as matérias expulsas pelo buraco negro, devido a força centrifuga e as matérias a sua frente, causando um choque entre matérias que se desentegram e mandam para o espaço um jato de energia e gases. No centro de um buraco negro só existe força gravitacional em alta rotação. Nenhuma matéria. Esta forte energia gravitacional é o centro de gravidade das galáxias, como acontece com os planetas, as estrelas, etc.

  • Radeir:

    Veja que maluquice,mas penso que a razão e a função do Buraco Negro é semelhante ao Intestino do corpo humano. É ali aonde se processa a fabricação dos melhores e mais poderosos humores dos mais delicados hormônios que vão reativar e manter o dinamismo de todo o organismo. É de tirar o chapéu saber que as ‘ endorfinas’, reponsáveis pela alegria de viver são ali produzidas.

    E quem foi que disse : Homem, conhece-te a ti mesmo e conhecerás o mundo e os deuses! Isso mesmo?

  • Douglas:

    eu ouvi tempos atras q os buracos negros ficavam menor quando engoliam materia , dimninuiam quase insinificamente
    agora essa de ficar parado é nova pra min
    nao sabia q se nao começem nada ficavam menor

Deixe seu comentário!