Cientistas aperfeiçoam método para revelar impressões digitais em roupas

Por , em 7.02.2011

Uma nova técnica de investigação desenvolvida por especialistas da Universidade de Abertay Dundee, no Reino Unido, e pela polícia escocesa pode ajudar autoridades a condenarem criminosos. Reformulando um antigo método para revelação de marcas digitais em materiais lisos, os pesquisadores conseguiram obter impressões digitais em tecidos.

Chamada de “depósito de metal no vácuo”, a técnica consiste na utilização de ouro e zinco sobre os tecidos, em uma câmara a vácuo. O método já é usado para recuperar detalhes de marcas digitais em materiais lisos, como plástico e vidro, mas foi aperfeiçoado para levantar impressões também em vestuário.

Uma das pesquisadoras de ciência forense da universidade, Joanna Fraser, explica que o método funciona de maneira semelhante a um negativo fotográfico, no qual as cores aparecem como seus opostos. Na técnica de deposição de metal no vácuo, o tecido apresenta uma cor acinzentada, decorrente do metal, mas nos lugares onde há sulcos de impressão digital, pode-se ver um tecido limpo.

A investigação ainda está em seus estágios iniciais, mas já apresenta alguns resultados. Fraser aponta, por exemplo, que tecidos com muitos fios são os melhores para revelar uma impressão, e que já foi possível recuperar marcas em tecidos como seda, nylon e poliéster.

Segundo os especialistas, a técnica não é muito eficiente para revelar impressões digitais completas, devido a fatores como o suor da roupa. Ainda assim, as autoridades podem utilizar os resultados para encontrar a forma de uma marca de mão em vários tipos de confecções – o que pode determinar se uma vítima foi empurrada de um edifício ou se pulou sozinha, por exemplo, entre muitas outras situações. [DailyTech]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

3 comentários

  • killer:

    Quer um método funcional? Bata com um bloco de gelo. Gelo derrete e não deixa impressão digital e nem arma.

  • coltpanzerfaust:

    agora termos melhores ferramnetas para punir os verdadeiros culpados pelos crimes

  • Jadson:

    Parece que a ficção está se aproximando cada vez mais da realidade. Aquelas investigações só vistas na tv agora serão possíveis. Casos como a da Isabella de Oliveira Nardoni, poderão ser investigados com mais facilidade.

Deixe seu comentário!