“Líquido poroso” é inventado

Por , em 13.11.2015

Cientistas da Queen’s University Belfast (Irlanda do Norte), em conjunto com pesquisadores da Universidade de Liverpool (Inglaterra), criaram um líquido poroso com o potencial para uma enorme gama de novas tecnologias, incluindo “captura de carbono”.

Isso porque o novo líquido pode dissolver quantidades invulgarmente grandes de gás, que são absorvidas nos “buracos” da substância.

Os resultados da pesquisa foram publicados na revista Nature.

O primeiro líquido do seu tipo

De acordo com Stuart James, da Escola de Engenharia Química e de Química da Queen’s University, os materiais que contêm buracos permanentes, ou poros, são tecnologicamente importantes.

“Eles são usados para a fabricação de uma gama de produtos, desde garrafas de plástico a combustíveis. No entanto, até recentemente, esses materiais porosos têm sido somente sólidos. O que fizemos foi conceber um líquido especial”, conta.

As moléculas que compõem esse líquido foram projetadas para que ele não pudesse encher todo o espaço no qual se encontra, criando “vazios”. Em seguida, os pesquisadores fizerem testes e confirmaram que o líquido poroso era capaz de dissolver enormes quantidades de gás.

Aplicações importantes

Estas primeiras experiências apontam para aplicações interessantes a longo prazo.

O projeto de pesquisa de três anos pode pavimentar o caminho para processos químicos muito mais eficientes e amigos do meio ambiente, incluindo o procedimento conhecido como captura de carbono – a captura de dióxido de carbono a partir de grandes fontes, por exemplo, uma usina de energia de combustível fóssil, a fim de armazená-lo para evitar sua entrada na atmosfera.

“Mais pesquisa é necessária, mas se pudermos encontrar aplicações para estes líquidos porosos, eles poderiam resultar em processos químicos novos ou melhorados. No mínimo, conseguimos demonstrar um princípio muito novo – que, através da criação de buracos em líquidos, pode-se aumentar drasticamente a quantidade de gás que ele pode dissolver”, conclui James. [Phys]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

1 comentário

Deixe seu comentário!