Encontrado finalmente o 113º elemento químico?

Por , em 2.10.2012

Se você, leitor, observar a tabela periódica, verá que o 113º elemento químico (unúntrio) está lá. Supostamente encontrado em 2004, o crédito por sua descoberta é disputado por cientistas americanos, russos e japoneses.

O unúntrio (nome provisório, que significa “um-um-três” em latim) faz parte de um grupo de elementos químicos artificiais, que não ocorrem naturalmente e são produzidos por meio de experimentos químicos complexos – quando essas experiências resultam em átomos relativamente estáveis e que passam por determinado tipo de desintegração, o elemento pode ser nomeado e adicionado oficialmente à tabela periódica. O primeiro foi sintetizado em 1940, e desde então cientistas de vários países vêm se esforçando para descobrir (e nomear) novos elementos. Os elementos 93 a 103, por exemplo, foram descobertos por pesquisadores dos Estados Unidos; os 107 a 112, por cientistas da Alemanha.

Desde 2003, uma equipe do RIKEN Nishina Center (Japão) conduziu vários experimentos para criar átomos do elemento 113 estáveis o bastante para serem considerados uma descoberta “oficial”. Recentemente, eles anunciaram que a pesquisa finalmente deu frutos. “Por nove anos, nós temos procurado dados para identificar o elemento 113 de forma conclusiva, e agora que nós finalmente conseguimos, é como se um grande peso tivesse sido levantado de nossos ombros”, conta o pesquisador Kosuke Morita, líder da equipe.

Contudo, cientistas dos Estados Unidos e da Rússia também anunciaram a descoberta do elemento, feita por métodos diferentes daqueles usados por Morita e sua equipe. Os resultados ainda precisam ser avaliados por um júri independente, e só depois saberemos qual grupo levará o crédito por ter encontrado primeiro o elemento – se for a equipe de Morita, o Japão será o primeiro país asiático a ter o direito de nomear um elemento químico artificial.[Science 2.0] [Scientific American]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

5 comentários

  • holograma:

    Logo os cientistas chegaram no elemento 115, estável. Aquele mesmo descrito por Bob Lazar utilizado nos OVNIS!!! Segundo relatos , “capaz de gerar um campo de energia nuclear que adequadamente amplificado, o efeito resultante seria a distorção do campo gravitacional circundante “. Vamos aguardar!!!

  • Adauto Vieira:

    A grandeza destes elementos está no fato deles auxiliarem no crescimento do conhecimento atômico!

    Eles podem não ter aplicação leiga, mas nos ensinam sobre o átomo mais do que qualquer elemento natural!

    O estudo deles pode levar a futuras aplicações jamais pensadas para os outros elementos, e nada nem ninguém de mente pequena pode contestar isso!

  • ASantana:

    E a pergunta que não quer calar: Para que servem estes novos elementos?

    • HFC:

      Servir ? Eles existem – nós como sociedade damos uso a eles em nossas atividades. O chumbo não serve para algo, Asantana, nós o utilizamos e estabelecemos sua serventia. Mas nem o chumbo, nem qq outro elemento químico tem “propósito”.

    • Adauto Vieira:

      Somente pessoas de mente pequena fazem perguntas tão estúpidas como esta!
      Isso me lembra uma dita professora de Química Inorgânica da UECE, que também ousou fazer tal pergunta, que no caso dela, é uma estupidez ainda maior, já que é um assunto o qual ela deveria dominar!

      Mentes assim só pensam no aqui e agora!

      Sim, estes elemento não poderão ser utilizados livremente, a menos que se queria matar milhões por exposição a radiação!

Deixe seu comentário!