Cientistas transformam gordura ruim em boa, que queima calorias

Por , em 4.05.2011

Eis a notícia-sonho das mulheres: se estiverem corretos, pesquisadores americanos podem ter encontrado uma maneira de transformar gordura corporal em um tipo melhor de gordura que queima calorias e reduz o peso.

A descoberta foi feita em ratos, mas os cientistas acreditam que o mesmo pode ser feito em humanos. O tratamento é esperança para cuidar do mal do século, a obesidade.

Quando os pesquisadores modificaram a expressão de uma proteína ligada ao apetite nos ratos, não só isso reduziu o consumo de calorias e o peso dos animais, como também transformou sua composição de gordura – a gordura “ruim” branca se tornou gordura marrom “boa”.

A gordura marrom é abundante em bebês, que a usa como fonte de energia para gerar calor corporal, gastando calorias ao mesmo tempo. Mas, à medida que envelhecemos, nossa gordura marrom em grande parte desaparece, e é substituída por uma gordura “ruim” branca, que normalmente forma pneuzinhos em torno da nossa cintura.

Especialistas acreditam que estimular o organismo a produzir mais gordura marrom em vez de gordura branca poderia ser uma maneira útil de controlar o peso e prevenir a obesidade e os problemas relacionados com a saúde, como diabetes tipo 2.

Várias pesquisas procuraram uma maneira de fazer isso, e agora certos pesquisadores afirmam que podem ter conseguido. Eles planejaram um experimento para ver se suprimir uma proteína estimulante de apetite, chamada NPY, diminuiria o peso corporal em ratos.

Sem a NPY trabalhando no cérebro dos ratos, eles diminuiriam o apetite e a ingestão alimentar. Mesmo quando eles foram alimentados com uma dieta muito rica em gordura, conseguiram manter mais o peso do que ratos que tinham pleno funcionamento da NPY.

Os cientistas compararam então a composição da gordura dos ratos e encontraram uma mudança interessante: sem a expressão da NPY, um tanto da gordura ruim branca tinha sido substituída pela gordura marrom boa.

Os pesquisadores têm esperanças de que isso possa ser possível nos humanos, também. Através da injeção de células-tronco de gordura marrom sob a pele, para queimar a gordura branca e estimular a perda de peso, o mesmo efeito pode ser alcançado.

Claro que mais pesquisas são necessárias antes de confirmarem essas suspeitas, mas a nova abordagem pode ser um caminho viável para desenvolver novos tratamentos para a obesidade. [BBC]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

26 comentários

  • claudemir da silva:

    se for para melhorar a saúde tudo bem

  • Gray:

    Só espero que não acabem com as gordinhas que eu tanto gosto!

    • Urso Panda:

      Hahahaha!!! Muito bom esse comentário!

  • Michel Zayres:

    Uma criatura humana que chega ao ponto de ter que passar por um procedimento desse tipo porque não consegue fechar a boca, ou seja, controlar um dos instintos mais primitivos que é o saciar a fome…esse tipo de procedimento deveria sim ter que ser desnecesário!

    • ricardo:

      Acho que isso logo vai ser realidade…
      Aliás é mais facil fazerem isso do que o Corinthians ser campeão da libertadores….kkkkk

  • Rimundo gomes neto:

    e bom para as pessoas qui sofrem de obesidade, qui matam muita gente no mundo parabens por esses cientistas americano

  • zaira:

    Gostei do assunto sobre obesidade porque é um problema mundial

  • michael:

    Que bom, meu ratinho vai adorar!rsrsr!
    Bricadeira, isso vai evitar a morte de milhares de pessoas pois a obesidade está relacionado com a maioria das doenças, inclusive mental como a depressão, parabéns aos pesquisadores e aos ratos, é claro.

  • josiane bernardes rocha:

    adorei a reportagem,tenho uma amiga que trabalha com pesquisa em ratos e ja enviei essa reportagem p ela

  • Guilherme Euripedes:

    Nossa….fala sério hein garotada. A nossa querida repórter não escreve a reportagem inteira, ela só redige através de outra fonte, neste caso a BBC.

    Pra dizer a real a Serta Romanzoti está em débito (na minha opinião) com o público da Hype.. Cada mancada e notícia ruim que você nos traz que dá até raiva.

    E ninguém vai pegar ela só porque ta elogiando na internet….fikdik pessoal.

    Dar valor a alguém só pela beleza é típico do brasileiro…Depois espera um futuro melhor.

    • Urso Panda:

      Pelo menos ela tá estudando jornalismo – afinal, agora que o curso não vale mais nada, qualquer imbecil pode escrever matérias e se dizer jornalista. E bonita ela é mesmo… 🙂

      Mas isso não tem nada a ver com o contexto. Não vi problemas com o texto e foi ela quem trouxe a notícia até nós. Apesar de achar um absurdo – pra não dizer uma vergonha – que ainda se faça testes em animais, achei a reportagem OK.

      Cara, acho que você tá muito estressado… Relaxa! 😉

  • Luis Talora:

    Ah, sim: quanto à reportagem, muito legal. Parabéns para a Natasha! 😉

  • Calma…:

    Ô Roberta, a matéria pode ser antiga pra você.

    Pra mim ela está novinha em folha.

    Se a Natashinha escreve, tá tudo bem, ha ha

  • TrueLogic:

    Não adianta muito a ciência quando a pessoa não liga para a própria saúde.

    O “mal do século” não é a obesidade, é a falta de vergonha na cara, os costumes e acomodações (Afinal, ninguém nasce obeso).

    Mas é claro que também existem pessoas com doenças.

  • Roberta:

    Reportagem muito antiga… Já tá uns 2 anos circulando isso pela net… Já saiu na Super e na Galileu…

  • claudio machado:

    Gostei muito da matéria e me surpreendi com a autora. 1° Pela idade x qualidade da redação e 2° pq ela é uma gata!!! Bjs e sucesso minha gata!!! Virei Fã!!!

  • Luis Talora:

    Mais uma descoberta que não vai chegar a lugar nenhum… Testes em ratos? Além de cruéis, são inconclusivos. Vejam o artigo abaixo:

    http://www.univida.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=110:a-pesquisa-cientifica-com-animais-e-uma-falacia-afirma-ray-greek&catid=36:geral&Itemid=62

  • rodrigo:

    anthytezes…

    quem foi sua professora de ciencias na 5° série ein????

    “duas mãos trabalhando produzem mais que 1 bilhão de mãos rezando”

  • juliana:

    eu achei muitíssimo interessante essa reportagem, não só pelo fato de se tratar de uma abordagem IN FASHION nas também, por ter sido reportada por uma menina tão jovem e tão cheia de talento.
    Essa escolha que ela fez foi de muito bom gosto e ela com certeza acertou nessa!!!
    Parabéns!!!

  • Guilherme Euripedes:

    Nossa! Isso sim é uma reportagem interessante!

    Se isso for realmente capaz de ser feito vai REVOLUCIONAR não só a área da saúde como a área da estética, esportes, medicina, estudos sociais…………….

  • frederico:

    O comentário de Anthytezes / 5.05.2011 é a maior imbecialidade que tive a oportunidade de por meus olhos.

    • Zé da Morte:

      Sonho das mulheres… e de muitos homens! Pensou poder comer e beber a vontade, sem ter que ostentar a pança de chopp?

  • Anthytezes:

    Enquanto a ciencia considerar só a matéria ela irá
    entrar num labirinto sem fim,desconsiderar que o homem é fi-
    lho do CRIADOR e que tem alma e espírito todas as teorias es
    tarão coxo.É brincadeira testar no rato e depois querer apli
    car no ser humano,e,assim eles vão brincando de medicina.
    ESPÍRITO PRECEDE MATÉRIA,enquanto a medicina esti-
    ver nas mãos de proeminentes MATERIALISTAS,irá acontecer is-
    to.MAS EIS QUE SURGE O JUIZO FINAL E VEREMOS MUITOS CAÍREM
    NO CHÃO APOS UMA APLICAÇÃO DE INJEÇÃO OU COMPRIMIDO PARA IS-
    TO OU AQUILO.jÁ ESTÁ ACONTECENDO,A MATÉRIA DA GLOBO DOBRE O
    SAL,JÁ É UM INICIO DISTO TUDO.VEREMOS.FUI

    • Guilherme Euripedes:

      Fiquei muito feliz quando no final da mensagem eu li um “Fui”. =]

      Espero que não volte.

  • Nilva:

    O assunto é bastante interessante, me interessei gostaria de partilhar de todas as informações se ouver oportunidades fazer parte das experiencias obrigada estou diponives.

  • luzia:

    O que falta em nosso pais é o investimento em pesquisas científicas.

Deixe seu comentário!