SpaceX divulga um vídeo incrível do carro de Elon Musk no espaço

Por , em 8.02.2018

Após o primeiro lançamento bem-sucedido do megafoguete Falcon Heavy, a companhia SpaceX divulgou um vídeo surpreendendo os espectadores com uma visão incrível do Tesla Roadster vermelho, o carro de Elon Musk, passeando pelo espaço.

O CEO comemorou o fato do Heavy ser o mais poderoso foguete funcional do mundo, um veículo com mais do dobro da capacidade de carga útil de qualquer outro existente. A companhia levou quatro anos mais do que o previsto para colocá-lo em órbita.

“Coisas malucas podem se tornar realidade”, disse Musk. “Eu realmente não achei que funcionaria – quando eu vejo um lançamento de foguete, vejo mil coisas que não poderiam funcionar e é incrível quando o fazem”.

O Tesla Roadster irá mais longe no sistema solar do que o planejado originalmente. O carro deveria ser colocado em um caminho ao redor do sol que o levaria até a órbita de Marte. No entanto, o foguete que carregava o carro ultrapassou essa trajetória e colocou o Tesla em uma órbita que se estende além do Planeta Vermelho, mas nem tão longe que possa chegar ao cinturão de asteroides – o cinturão começa cerca de 530 milhões de quilômetros de distância do sol, e o Tesla alcançará uma distância de “apenas” cerca de 260 milhões de quilômetros.

O lançamento

O lançamento de alto risco ocorreu quase perfeitamente. O Falcon Heavy decolou, e seus dois impulsionadores laterais, separados do foguete alguns minutos após o lançamento, retornaram para a Terra com um boom sônico e pousaram com sucesso no chão, podendo ser reutilizados em futuros lançamentos.

Somente o impulsionador central não conseguiu pousar no lugar pretendido, uma embarcação no mar.

“Aparentemente, atingiu a água a 480 quilômetros por hora e arrancou dois dos motores do navio. Isso parece uma filmagem muito divertida, então, se as câmeras não tiverem explodido, vamos divulgá-la também”, disse Musk.

A filmagem do Tesla

O Tesla Roadster de Musk, tripulado por um manequim chamado “Spaceman” (em tradução literal, “Homem do Espaço”), foi colocado em órbita pelo Falcon Heavy.

O vídeo, que foi transmitido ao vivo pela SpaceX, mostra o automóvel “flutuando” na escuridão do espaço enquanto nosso grande planeta azul fica para trás.

Musk observou que a SpaceX não testou os materiais do carro para a sobrevivência no espaço, embora o manequim esteja usando um traje espacial projetado pela empresa. O painel de bordo também possui um carro em miniatura com seu próprio “mini piloto”.

“Vai estar lá no espaço por talvez milhões ou bilhões de anos. Talvez seja descoberto por uma futura raça alienígena pensando ‘que diabos é isso? O que esses caras estavam fazendo? Eles têm adoração por esse carro? Por que eles têm um mini carro dentro do carro?’ E isso vai realmente confundi-los”, brincou Musk.

Corrida espacial

Embora o Tesla não tenha feito a jornada pretendida, a SpaceX certamente demonstrou as capacidades do Falcon Heavy de colocar objetos no espaço profundo. Musk acredita que essa “prova” vai abrir uma sensação de possibilidades. “Queremos uma nova corrida espacial. Corridas espaciais são emocionantes”, afirmou.

Em um mercado no qual todas as partes de um foguete se desintegram na hora do lançamento, a SpaceX está muito na frente das demais companhias por ser capaz de reutilizar peças e se recuperar mais rapidamente do investimento que faz nos seus veículos.

Se a SpaceX, que é uma empresa comercial, conseguiu esse feito usando apenas fundos privados, o CEO acredita que outros se inspirarão. “Eu acho que vai encorajar outros países e empresas a aumentar suas visões e dizer: ‘Nós podemos fazer cada vez mais’, o que é ótimo”.

Espera-se que cada lançamento do Heavy custe cerca de US$ 90 milhões. Parece muito, mas é cerca de um terço do custo de um foguete similarmente capaz, e ainda pode ficar mais barato. [Space, Phys, BusinessInsider, TheVerge]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (36 votos, média: 4,92 de 5)

Deixe seu comentário!