Como as cores conquistaram seu significado simbólico

Por , em 29.09.2011

As cores são cheias de valor simbólico, ao começar com as roupas de bebês – azuis para meninos, rosas para meninas, amarelas quando não se sabe o sexo.

Mesmo no mundo moderno, onde crenças supersticiosas em grande parte desapareceram na luz dos conhecimentos científicos, muitas cores mantiveram associações antigas. A maioria das pessoas sabe que as noivas devem usar branco, que “ver vermelho” significa estar com raiva, e que se pode sentir “verde de inveja”. Mas a aprendizagem dessas conotações requer um olhar para trás, para as crenças e práticas dos antigos. Confira:

1 – Vermelho: paixão

O vermelho tem uma gama de significados simbólicos, incluindo vida, saúde, vigor, guerra, coragem, raiva, amor e fervor religioso. O traço comum é que todos estes sentimentos requerem paixão, e a “força vital” que impulsiona paixão – sangue – é vermelha.

Quando as pessoas ficam com raiva, seus rostos ficam avermelhados. Quando estão felizes e saudáveis, as bochechas ficam rosadas (enquanto que quando estão doentes ou morrendo, têm uma palidez mortal, carente em vermelho). Quando os homens lutam, sangue é derramado. Em todos os casos, o sangue vermelho manifesta-se em conexão com paixão.

As cores eram tão poderosas em culturas tradicionais que os antigos acreditavam que objetos vermelhos transmitiam saúde através de sua cor. Por exemplo, pedras mais vermelhas, como granadas e rubis, transmitiam saúde e preveniam doenças. Em Roma, as crianças usavam coral vermelho como um talismã para protegê-las de doenças, e na China, por razões semelhantes, as crianças sempre usavam uma peça de roupa vermelha.

2 – Branco: pureza

Em uma ampla gama de culturas, a cor branca simboliza a pureza e a inocência, e vestes brancas são usadas para transmitir pureza espiritual e/ou sexual (como usar branco quando dentro de um centro espírita, ou casar de branco).

Não é de se estranhar que o branco tornou-se associado à pureza culturalmente, já que mesmo a menor gota de corante, ou uma mancha de sujeira, destrói a cor.

3 – Preto: mistério/morte

Muitas culturas antigas acreditavam que o preto era “a cor do mistério e dos caminhos misteriosos e sabedoria de Deus”, disse a historiadora Ellen Conroy. Isso porque a noite, assim como a escuridão (a ausência de luz) transcende a percepção humana da mesma forma que a sabedoria de Deus está/estava além da compreensão.

De todos os mistérios, a morte é o maior. Os povos antigos estavam completamente “no escuro” sobre o que aconteceria a eles após a morte, e assim ela foi representada pela cor preta em muitas culturas. Houve a coincidência de que a morte é semelhante com o sono, que acontece na escuridão da noite, quando as pálpebras fechadas bloqueiam toda a luz.

4 – Roxo: realeza

A cor púrpura simboliza a nobreza da realeza e do imperialismo. Em muitas sociedades europeias, o simbolismo foi estabelecido por lei: da Roma antiga a Inglaterra elisabetana, “leis suntuárias” proibiam qualquer um, exceto os membros próximos da família real, a usar a cor.

O status de elite do roxo decorre da raridade e custo do corante usado originalmente para produzi-lo. Comerciantes de tecidos obtinham a “púrpura de Tiro”, como o corante era chamado, a partir de um pequeno molusco encontrado apenas em uma região do mar Mediterrâneo perto de Tiro, uma cidade de comércio fenício localizado no que hoje é o Líbano.

Mais de 9.000 moluscos eram necessários para criar apenas um grama de púrpura de Tiro, e como só os governantes ricos podiam se dar ao luxo de comprar e usar tecidos tingidos com a cor, ela ficou associada às classes imperiais de Roma, Egito e Pérsia.

Outra consequência disso é que o roxo também veio a representar a espiritualidade e a santidade, porque os antigos imperadores, reis e rainhas que usavam a cor muitas vezes eram considerados deuses ou descendentes dos deuses.

5 – Azul: verdade/tristeza

De acordo com a historiadora Conroy, a associação primária da cor azul na maioria da história é com a verdade. Isso aconteceu porque o azul é a cor de um céu calmo e límpido, e é a reflexão calma que leva à verdade.

Hoje, porém, o azul transmite principalmente tristeza e desespero. O termo “blues” significa isso em inglês, estar triste.
A conotação pode estar relacionada com lágrimas e chuva (e seus efeitos depressivos), já que a água é geralmente representada na mente das pessoas como azul. Na mitologia grega, Zeus fazia chover quando estava triste.

6 – Verde: natureza/sabedoria

Por razões óbvias, como a grama e as florestas, a cor verde representa a natureza e o meio ambiente. Mais abstratamente, simboliza sabedoria. A última associação tem raízes antigas.

De acordo com Conroy, os egípcios acreditavam que um deus chamado Thoth levava as almas dos mortos para a “colina verde da vida eterna e da sabedoria eterna”. Mais tarde, os romanos basearam seu deus Mercúrio em Thoth, e o planeta Mercúrio por sua vez foi baseado no último deus.

Por esta razão, na astrologia, “verde é às vezes a cor do planeta Mercúrio, que é o planeta que rege a mente e confere conhecimento – o conhecimento não só do tipo essencial para o sucesso material, mas também o conhecimento de inspiração e sabedoria celestial”, diz Conroy.

Mais tarde, os cristãos muitas vezes ligaram Mercúrio ao Arcanjo Miguel da mitologia romana. É por isso que as representações tradicionais de Miguel mostram-lhe conduzindo as almas dos que partiram para a “verde colina de Sião”.

Além de sua associação com sabedoria, há um lado negativo do verde. “O verde em seu sentido degradado nos dá ‘o monstro do ciúme de olhos verdes’, que é o oposto da sabedoria celestial, já que a inveja é sempre devida à intrusão dos desejos do eu, enquanto a sabedoria celestial deseja dar ao invés de receber”, explica Conroy.

Também, a cor verde é frequentemente vista como presságio de morte. Esta ideia pode ser uma sobrevivência do antigo culto de Mercúrio, e até mesmo de São Miguel nos tempos cristãos, ambos mensageiros da morte.

7 – Amarelo: felicidade/covardia

Não é de se surpreender que amarelo simbolize a felicidade e o calor na maioria das culturas, que são características do sol amarelo e seus efeitos.

Em culturas antigas, onde um deus ou deuses eram associados com o sol, como no Egito e na China, o amarelo era a maior e mais nobre das cores, e, portanto, a cor de figuras religiosas e membros da família real (que se pensavam serem descendentes dos deuses ).

Conroy explica que todas as cores têm um significado degradado que tradicionalmente opõe o positivo. Junto com o calor e felicidade, então, o amarelo também representa covardia e engano. “Reconhecemos o Judas traidor muitas vezes em imagens antigas pelo fato de que ele é registrado como usando túnicas amarelas”, conta.

8 – Laranja: alerta

Os historiadores afirmam que a cor laranja não era considerada por antigas civilizações ocidentais como uma cor primária. Dependendo do tom, a cor caía tanto no vermelho quanto no amarelo. Por esta razão, laranja não é imbuído de um próprio forte significado simbólico.

Na história recente, no entanto, a cor laranja veio a denotar “aviso”, e é usada para vestuários de alta visibilidade (como trajes espaciais) e equipamentos de segurança (tais como cones e trabalhadores de tráfego). Esta associação é prática: a cor laranja contrasta mais fortemente com a cor azul e, portanto, é altamente visível contra um céu claro.[Life’sLittleMysteries]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

38 comentários

  • Pedro:

    Verde = Irlanda. Amo esse país!

  • Josiane Camargo:

    As cores influenciam em nossas vidas, como os números, cada pessoa tem uma cor preferida ondeo significado acaba influenciando em nossas decisões, em nosso cotidiano, enfim em nossa vida. Acredito nisso, boa matéria.

  • claudemir da silva:

    as cores influencia nossas vidas

  • José Mariano:

    A natureza foge deste conceito hipócrita e preconceituoso humano, por esta razão a natureza esbanja das cores e formas, elas se combinam, com os seus contrastes e tons com a luz e sombra, em fim querer dar significado as cores é limitar a criatividade; portanto: desfrutem, amem, admirem, venerem, criem, abusem, misturem… Deus criou para a alegria dos seus olhos, para um desafio, veja a fragilidade de uma flor, nem sempre ela está em um ambiente irrigado, mas a sua beleza, alegria e o aroma é expressa de sobre maneira abundante de forma multicolorida e vibrante expressando um exemplo de conformidade com a natureza.
    Portanto digo aos senhores amem a natureza.
    Mariano.

    • Cesar Crash:

      Me parece que na própria natureza, as combinações de amarelo e preto, vermelho e preto, ou ainda as três juntas, representam perigo, ou seja, as cores têm sim significado na natureza!

    • Nik:

      Pois é, Cesar!

      LEMBREM-SE:
      Quanto mais colorida a planta, fruta ou o animal maiores as chances de ser perigoso(a)!

    • Cesar Crash:

      Outro exemplo: Compraria uma garrafinha de água mineral com a cor vermelha? É muito óbvio que as garrafinhas azuis ou incolores passam uma sensação de frecor que a garrafinha vermelha não transmitiria.

    • felipe:

      Jovem, estamos falando de valores culturais para comunicar um conceito. Se as pessoas entendem laranja como ALERTA. você fará uma placa de PARE com a cor laranja para prender a atenção e evitar acidentes.

      Mas isso é da psicologia da percepção, semiótica e ergonomia, provavelmente não é de sua alçada. Design não é Arte. Comunica algo com responsabilidade, não comunica o que VOCÊ quer. Tchau.

    • felipe:

      Vá colocar cor de pacote de bala em remédio tarja preta.

  • alx:

    As mulheres vão ter q mudar a cor do vestido do casamento e não mais o tradicional branco, ja q este representa PUREZA kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… Azul representar tristeza? Não creio, ta mais pro cinza isso ne?

    • Tábata:

      Por isso tem muita mulher casando com outras cores de vestido, como o vermelho, por exemplo.

  • santinha:

    eu gosto de todas as cores! mas a preferida é verde!!

  • Bovidino:

    Uma ligeira observação:

    (Os povos antigos estavam completamente “no escuro” sobre o que aconteceria a eles após a morte, e assim ela foi representada pela cor preta em muitas culturas.)

    Por acaso os povos modernos sabem o que acontece após a morte?

  • Maria Emilia:

    Adorei, já havia lido sobre a referencia das cores, mais nenhum que falava nos tempos mais antigos, a única que não concordo é sobre o azul, penso que ele exerce sobre nós muita coisa boa, tranquilidade, alegria etc…

  • Roberto Samuel Macaringue:

    Não consigo imaginar o mundo sem cores.
    O que mais me intriga é ouvir dizer que alguns animais só enxergam preto e branco. Que pena não é?

    • Dantônico Extremo:

      “Não consigo imaginar o mundo sem cores.” Pra você é fácil dizer isto, mas para mim… é simplesmente normal!

    • Cyberlander:

      não seria daLtônico?

  • bruno:

    Só um detalhe a água é azul.

    • Tiago Moah Weimer:

      Não necessariamente…

    • Bovidino:

      Já foi provado científicamente que a água é azul sim.

    • Tiago Moah Weimer:

      Sem as influências da atmosfera, algas, corais, peixes, minerais…???

  • Marcos:

    a água é realmente azul…..

    • feio:

      -ÁGUA PURA-Inodora,incolor e sem cheiro;No conceito de quimica.

    • DarkDenis:

      Inodóra(sem cheiro), incolor(sem cor) e insípida(sem GOSTO)*

    • feio:

      Obrigado DarkDenis…

    • Guilherme Euripedes:

      Já foi mostrado, até mesmo aqui no Hype, que a cor real da água é azul. Estudos comprovaram.

    • Bovidino:

      Nós só podemos ver alguma coisa em função da sua cor.
      Nós vemos a água. Portanto esse conceito de química está no mínimo defasado.

    • Estudante:

      De acordo com outro post, aqui no hypescience, a agua pura é azul. Segue link: https://hypescience.com/a-agua-pura-e-azul-e-nao-transparente/

    • Cesar Crash:

      Gente, o próprio texto diz que “Toda essa questão, segundo ele, se resume a como interpretamos a incidência da luz sobre a água” e que “O motivo, segundo ele, é a cor branca da tigela”. É óbvio que se a tigela fosse transparente a cor azul NÃO SERIA OBSERVADA! Tudo ao longe parece azul por causa do “curto” alcance da luz, a faixa azul do espectro tem um maior alcance e dentro d’água o alcance da luz é mais curto ainda, logo as coisas ficam azuis à uma menor distância na água do que no ar. Quem está azul é muito mais a tigela do que a água, a água só está causando o azulamento no tom branco da tigela!!!!!

    • zeus:

      -Então me explica porque não mudaram a tese nas aulas de química:Por exemplo;Cor da àgua,azul,inodora e insípida.

    • felipe:

      te garanto que há outros inúmeros fatores que nos permitem enxergar algo que não a cor.

    • Cesar Crash:

      Inúmeros? Pode citar uma meia dúzia por favor?

  • Stéphano Freitas:

    Bem legal o texto, mas eu não entendi uma coisa: por que a foto acima do texto que fala sobre a cor azul não tem nada de azul?

    • Tiago:

      A foto mostra um cara tocando “blues”, em estilo de música um tanto triste que tem o mesmo nome da cor azul em inglês

    • Tiago Moah Weimer:

      Por quê a pessoa que adicionou a foto deve de ter digitado “Blues” no Google Imagens.
      “Blues” também se refere á um estilo musical, de forte origem dos escravos libertos dos EUA no início do século XIX.
      E o cara da foto, é um dos maiores ícones da música americana – John Lee Hooker!!!

    • Júlio Mosquera:

      Referência ao estilo “Blues” de música e porque “Blue” em inglês significa em tradução para o português: tristeza!

  • Nik:

    Estranho… não mencionaram a relação que a cor AMARELA tem com o OURO.
    Mas a história da cor púrpura é realmente muito interessante, não conhecia.

  • Michel Zimmermann:

    Acredito que as cores tem significados diferentes, dependendo das crenças e culturas das pessoas principalmente em função de lembranças em nosso subconciente.

Deixe seu comentário!