Grande quadrilha de Spam é desarticulada

Por , em 15.10.2008

Enviar Spam pode custar caro: O governo dos EUA ajudou a prender um dos maiores grupos de Spam do mundo em uma ação de nível mundial depois de milhões de reclamações de internautas incomodados com as mensagens não solicitadas.

Mesmo assim você provavelmente vai ver uma redução de 0,7% do spam chegando no seu e-mail.

O grupo que vendia – adivinhe – remédios tipo Viagra e Cialis e medicamentos para perda de peso operava nos EUA, China, Nova Zelândia, Índia e outros países. As transações de cartão de crédito eram processadas no Chipre e na Georgia, todos os produtos eram enviados da Índia e da China e os servidores dos sites também ficavam na China.

De acordo com a Federal Trade Commission (FTC) dos EUA o grupo recebeu U$ 400 mil apenas em transações do cartão de crédito Visa em um único mês.

As contas bancárias dos spammers HerbalKing foram congeladas com base em uma lei dos EUA (Can-Spam Act) de 2003.

Todos os medicamentos eram enviados sem informações de dosagem ou instruções.

A empresa tinha disponíveis 35 mil computadores zumbis (normalmente computadores residenciais com programas spam instalados sorrateiramente) com capacidade de enviar 10 bilhões de mensagens por dia.

Estimativas indicam que 90% de todos os e-mails do mundo seja Spam.

Mesmo com spammers fechando seus negócios indo para a cadeia e pagando multas o problema do Spam continua crescendo e ainda não há uma solução no horizonte. [DailyTech]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!