Impaciência: quando 250 milissegundos é tempo demais

Por , em 4.03.2012

O seu nome popular é “milésimo”, e todo mundo pensa nele como a menor fração de tempo de um cronômetro. Pode parecer um espaço de tempo curtíssimo, mas engenheiros do Google descobriram que não é tanto assim: em um estudo que quer dar um jeito de deixar a internet rápida ainda mais rápida, os pesquisadores concluíram que 400 milissegundos (ou 4 décimos) já são uma espera impaciente para quem está em frente a um computador.

Estes 400 milissegundos são o tempo necessário para um piscar de olhos. E um cientista da Microsoft, Harry Shum, afirma: uma diferença de apenas 250 milissegundos (pouco mais do que a metade, portanto) entre a velocidade de um site e outro já é suficiente para que o usuário visite o site mais rápido com maior frequência.

Esta nova busca desenfreada pela rapidez, verificada em testes com usuários e com as empresas de internet, dá origem a novos nichos de mercado. Uma das maiores especialidades da Akamai Technologies (empresa americana de computação), atualmente, é procurar justamente aumentar a velocidade do acesso aos sites de seus clientes.

Uma pesquisa de 2009, por exemplo, foi focada em um fator exclusivamente mercadológico: sites de compra pela internet. Eles descobriram que os compradores online esperam, em média, não mais do que dois segundos para que os dados do produto apareçam na tela. Se a demora for superior a três segundos, a tendência é que o cliente feche o site e desista da compra.

No mundo dos smartphones e tablets, já está em curso uma verdadeira guerra pela maior velocidade. As empresas se preocupam com a velocidade específica de cada recurso da internet, por razões óbvias: o tempo de espera para uma pesquisa no google será sempre menor do que para um vídeo carregando, por exemplo.

Embora pareça que os engenheiros e cientistas da computação estão empolgados com esta nova cruzada em busca da internet rápida, alguns acham que isso chega a ser um exagero. Thomas Kurtz, um dos inventores da linguagem de programação BASIC, pioneira em vários aspectos, afirma que “os computadores e a internet de hoje em dia já estão rápidos o bastante” para seu gosto. [TheNewYorkTimes]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

15 comentários

  • Bruno Ávila:

    As pessoas estão acostumadas com esse mundo “sem tempo”, correria, tudo pra “ontem”. É normal que, para se alinharem ao mercado, as empresas busquem novas técnologias, para dar mais velocidade à internet e ajudar a economizar o precioso tempo dos consumidores.

  • Danilo Torres:

    Existe uma comédia nessa história, o cientista é da microsoft, mais o internet explorer é um dos mais lentos para abrir um site. O navegador internet explorer em meu computador se chama agora: internet exploder!

    • Elias:

      Eu prefiro chamar de Infernet Explorer!!! 🙂

  • alx:

    ISSO NEM É UM VIDEO… É UMA IMAGEM ANIMADA NO FORMATO DE .gif

  • Paulo Galliza:

    Numa época que se fala em 100 anos-luz, 250 anos-luz, um milhão de anos-luz, se ficarmos nessa brincadeira de carrinhos de rolimã, nunca chegaremos lá. Estamos mais lentos do tartaruga. Se na Terra é assim, imagine quando estivermos colonizando a Lua e precisarmos esperar 5 minutos por uma informação. Já era.

    • haha:

      Para uma informação ser passada da Terra até a Lua, são 1,3 segundos, ondas eletromagnéticas viajam a velocidade da luz

  • Guilherme Pereira:

    Galera, não é um vídeo neste post, é somente uma imagem ilustrativa, rsrs. Que burro, dá zero pra ele.

  • João Cagnoni:

    A velocidade de um piscar de olhos é 4ms, e não 400ms como mostrado na matéria. 400ms não é tão rápido quanto parece.

  • Guilherme Macedo:

    Mas usaram o método científico no estudo ou foi no achismo ou na pesquisa sem método algum? Pq engenheiros de software adoram colocar uma premissa como verdade e fazer teorias sobre ela.

  • Alan:

    hypescience está querendo reduzir o número de visitantes com esse “vídeo” que não carrega né!?
    haushuahsa

  • Paulo Eduardo:

    “Quem espera sempre alcança” só que no caso desse vídeo aí de cima se o cara ficar esperando carregar vai se fu… legal!!

  • Rochester:

    O mundo gira bem mais rápido quando se fala de internet. Agente se frustra muito rapidamente.
    Eu mesma faço parte desse nicho, já desisti de várias compras pela ‘demorra’. Fica parencendo aquelas pessoas bem calmas, mais quando fica atrás do volante mudam totalmente de personalidade. Eu sou assim quando se refere a velocidade da internet.

  • Tigre:

    Alguem além de mim ficou esperando que algum video carregasse ali?

    • Rochester:

      Eu não fiquei. Só de ver o contexto já se presumi que ele não vai carregar.

    • karlloz:

      Eu esperei dois segundos… Então li o texto.

Deixe seu comentário!