9 simples soluções para coisas do seu dia-a-dia (de acordo com a ciência)

Por , em 4.03.2015

Todos os dias, os seres humanos completam as mesmas ações. Muitas vezes, essas ações são concluídas no piloto automático, sem pensar muito. No entanto, só porque estamos fazendo as coisas da mesma maneira há séculos ou mesmo milênios, não significa que estamos sendo tão eficazes quanto possível. Por essa razão, os cientistas gastaram algum tempo e energia para encontrar dicas para as melhores formas de realizarmos determinadas tarefas.

9. Dar presentes

dicas de ciencia para fazer coisas do seu cotidiano 9
Dependendo do tamanho de sua família e círculo social, a compra de presentes pode ser uma tarefa contínua e exasperante. Como descobrir o melhor presente para dar a alguém?

Ao analisar cientificamente o ato de presentear, pesquisadores da Universidade de Yale descobriram que há um déficit de comunicação entre doadores e receptores. Aqueles que dão o presente querem dar algo que tenha o melhor valor. No entanto, as pessoas que o recebem preferem algo que é simples e conveniente.

Nos exemplos dados pelos estudiosos, eles davam um programa de computador com vários recursos ou um programa mais simples, com menos recursos. Os presenteadores preferem dar o programa mais complexo, enquanto receptores gostariam de receber o programa mais simples. Outro exemplo, dessa vez com um produto que não é tão comum aqui no Brasil, é o de cartões-presente para restaurantes. Se um restaurante tem excelentes classificações, mas fica a uma hora de distância e outro fica a cinco minutos de distância, mas qualificações não são tão boas, a tendência se repete. Mais uma vez, o presenteador escolheria o restaurante altamente classificado, enquanto o receptor ficaria com o cartão-presente para o restaurante que fica mais perto de si.

Outra coisa a ser considerada na hora de comprar um presente é o que a pessoa pediu. Sabe aquela coisa de pensar que fazer uma surpresa mostra que você se importa mais? Esqueça. Os que ganham presentes simplesmente querem o que pediram. Além disso, o preço não é um fator significativo. De acordo com o estudo, as pessoas não tendem a ficar mais animadas com presentes caros em relação aos mais baratos.

Finalmente, ao dar o presente, talvez seja melhor não fazer um pacote cheio de fitas, laços e enfeites. O problema é que, ao fazer uma embalagem maravilhosa, o nível de expectativa do receptor cresce. Assim, se o presente é menos do que incrível, a decepção pode ser ainda maior por causa da embalagem elaborada. Por último, se tudo o mais falhar, dê dinheiro, que pode parecer rude, mas a maioria das pessoas realmente gosta de ganhar.

8. Fazer cookies

dicas de ciencia para fazer coisas do seu cotidiano 8
Para ser honesto, não há uma maneira de fazer o cookie perfeito, porque todo mundo tem o seu próprio gosto quando se trata da textura e do sabor. Por isso mesmo, o portal NPR foi falar com especialistas no assunto. Depois de examinar a questão, chegaram ao preparo de oito diferentes tipos de massa para garantir que você consiga fazer biscoitos com a sua textura favorita – tudo com base na famosa receita do Cookie Nestlé Toll House e algumas dicas profissionais.

Dependendo de como você gosta de seus cookies, escolha um dos seguintes métodos. Se você gosta que eles fiquem mais pegajosos, basta adicionar mais duas xícaras de farinha. Se você gosta que seus cookies sejam mais marrons, ajuste a temperatura do forno para pelo menos 180°C. Se você gosta que o centro fique macio, adicione um quarto colher de chá de fermento em pó e um quarto colher de chá de bicarbonato de sódio.

Se você deseja que ele seja mais borrachento, então troque a farinha com fermento por farinha de trigo. Se você quer que eles sejam semelhantes aos cookies comprados prontos, use manteiga ao invés de gordura. Para biscoitos mais grossos que não são muito crocantes, congele a massa por 30 a 60 minutos antes de assá-los. Já se você estiver procurando uma consistência de bolo, utilize mais bicarbonato de sódio. Finalmente, se você gosta que eles fiquem explodindo de sabor, congele a massa por 24 horas antes de fazê-los.

Estas mudanças simples devem fazer com que você tenha a sua própria versão do cookie perfeito.

7. Cortar um bolo redondo


Sir Francis Galton era um cientista vitoriano que estudou eugenia e inteligência humana. Ele também tinha um aparente interesse em saber como bolos eram cortados. Em 1906, escreveu uma carta para o editor da revista “Nature” explicando a melhor maneira de cortar um bolo, se você não está pensando em comer o bolo inteiro de uma só vez.

Normalmente, quando cortamos um bolo redondo, o fazemos de forma semelhante a uma torta ou uma pizza, fazendo com que os pedaços fiquem em forma de triângulo. O problema é que o interior do bolo fica exposto ao ar no ponto em que foi retirado o pedaço e isso faz com que o bolo fique velho. Em vez disso, Galton diz que devemos cortar um pedaço retangular no meio do bolo, que vai de um lado a outro.

Depois de cortado o pedaço desejado, basta empurrar as duas metades juntas e embrulhá-las em filme plástico, de forma que nenhum ar entre. Isso deve manter o fresco bolo. A próxima vez que você quiser bolo, vire o bolo de modo que o corte anterior fique na horizontal e corte outro retângulo no sentido oposto. Isso te deixa com quatro quartos, e mais uma vez você pode empurrá-los juntos e colocar uma fita ou faixa de borracha em torno deles. Você pode continuar este processo até que os quatro pedaços sejam pequenos o suficiente para comer por conta própria.

6. Estudar

dicas de ciencia para fazer coisas do seu cotidiano 6
Quando se trata de absorver informação e aplicá-la a um teste, há uma série de diferentes práticas ou truques usados pelas pessoas. A fim de encontrar a melhor maneira de estudar, os pesquisadores da Universidade Estadual de Kent, nos Estados Unidos, analisaram 10 diferentes métodos. A pesquisa descobriu que fazer testes práticos, aliados a intervalos planejados entre as sessões de estudo, é a melhor maneira de estudar. Então, se você quer estudar de forma mais eficaz, comece antes do tempo, faça uma programação e faça testes práticos em cada sessão.

Quanto a forma menos eficaz para estudar, ficam as dicas: concluiu-se que um bom número de métodos usuais não são úteis. Isto inclui fazer um resumo, ler e destacar as informações importantes, criar imagens para o texto, re-leitura e criar mnemônicos usando palavras-chave. Mnemônicos incluem compor músicas ou criar uma frase para lembrar as palavras-chave (por exemplo, Minha Vó Traz Meu Jantar: Sopa, Uva, Nabo e Pão, que é um mnemônico para os planetas do nosso sistema solar).

5. Engolir comprimidos

dicas de ciencia para fazer coisas do seu cotidiano 5
Não há nada pior do que tentar engolir uma pílula e acabar com ela presa na parte de trás de sua garganta. Baseado nisso, os pesquisadores da Universidade de Heidelberg, na Alemanha, descobriram as duas melhores maneiras de engolir uma pílula.

A primeira é chamada o “método da garrafa”, que é ideal para a ingestão de comprimidos. Para ele, pegue uma garrafa de plástico e a encha com pelo menos uma colher de sopa de água. Coloque o comprimido na sua língua e criar um selo apertado em torno da ponta da garrafa. Incline a garrafa para trás e, usando um movimento de sucção, engula a pílula com a água imediatamente.

Se você está engolindo uma cápsula, novamente você vai precisar de pelo menos uma colher de sopa de água, mas pode usar um copo normal. Coloque a cápsula em sua língua e tome um gole médio, em seguida, incline a cabeça para frente de forma que o queixo esteja mais perto de seu peito e engula. Os pesquisadores acreditam que isso pode ajudar as pessoas que têm dificuldades para engolir medicamentos.

4. Comer um hambúrguer

dicas de ciencia para fazer coisas do seu cotidiano 4
Quase todos, de vegans a carnívoros, adoram um bom hambúrguer. Eles são versáteis e podem ser feitos de carne, soja, legumes e cogumelos, apenas para citar alguns ingredientes.

Você sabia que existe uma maneira correta de segurar um hambúrguer? Se você não segurar o seu hambúrguer corretamente, ele pode virar uma bagunça absoluta. Felizmente, o programa de TV japonês “Honma Dekka” trouxe três especialistas para trabalhar nesse importantíssimo projeto: um perito especializado em mecânica dos fluidos, outro em engenharia e um em odontologia. Juntos, eles trabalharam durante quatro meses e criaram um programa de computador que analisou a forma como as partículas no hambúrguer interagiam umas com as outras.

Finalmente, eles descobriram que a melhor maneira de comer um hambúrguer com o mínimo possível de derramamento é segurar o hambúrguer com as duas mãos. Coloque o polegar e o mindinho na parte inferior do hambúrguer e os três dedos do meio em cima. Segure-o com firmeza, mas não com muita força, e aproveite a melhor invenção da humanidade.

3. Motivar-se

Woman celebrating sport success
Alguns dias, encontrar motivação é uma das coisas mais difíceis de fazer. Você se levanta e tem um dia inteiro de trabalho duro pela frente, mas tudo o que você quer fazer é voltar para a cama. Pesquisadores da Universidade de Illinois em Urbana-Champaign, nos Estados Unidos, procuraram a melhor maneira de se motivar.

Eles realizaram dois testes no qual metade dos participantes escreviam conselhos e declarações encorajadoras referentes a si mesmos na primeira pessoa. Por exemplo: “Eu consigo fazer isso”. A outra metade foi instruída a escrever suas declarações referentes a si mesmos na segunda pessoa, como “Você consegue fazer isso”.

No primeiro teste, depois de escreverem as frases encorajadoras, eles precisavam fazer anagramas. No segundo teste, os participantes escreviam declarações encorajadoras sobre exercício e, então, se exercitavam durante as próximas duas semanas.

Em ambos os testes, os pesquisadores descobriram que as pessoas que escreveram declarações encorajadoras na segunda pessoa tiveram melhor desempenho, e as suas atitudes eram melhores quando realizavam as tarefas. Também é importante notar que os pesquisadores fizeram com que os indivíduos escrevessem as suas declarações. No entanto, você não precisa necessariamente anotá-las. Você pode simplesmente motivar a si mesmo em voz alta – sem se esquecer de referir-se a si mesmo na segunda pessoa.

2. Apertar as mãos

dicas de ciencia para fazer coisas do seu cotidiano 2
Na Universidade de Manchester, pesquisadores desenvolveram um guia passo-a-passo para que você possa dominar este antigo esteio cultural. Segundo os estudiosos, existem 12 fatores-chave para o aperto de mão perfeito. Isto inclui a temperatura da mão e a utilização de contato visual. Atenção às dicas.

Para o aperto de mão perfeito, você precisa que a sua palma esteja fresca e seca. Com a mão direita, aperte completamente a mão da outra pessoa com firmeza, mas sem forçar demais. Então, com uma “quantia média de vigor”, agite três vezes. O aperto de mão só deve durar cerca de dois ou três segundos. Durante o ato, mantenha contato visual, sorria naturalmente e faça uma declaração apropriada, como “Prazer em conhecê-lo”.

Os pesquisadores dizem que é importante ter um bom aperto de mão, porque muitas vezes ele contribui para as pessoas formarem opiniões sobre você e coletarem informações sobre você quando são apresentados a ti.

1. Fazer chá

dicas de ciencia para fazer coisas do seu cotidiano 1
O chá é a segunda bebida mais consumida no mundo, perdendo apenas para a água. Como resultado, tem havido muito debate sobre as melhores maneiras de fazer chá. Uma pessoa que dedicou muito tempo a isso foi George Orwell, que tinha seu próprio sistema. Assim, no 100º aniversário de nascimento de Orwell, a Sociedade Real de Química decidiu averiguar o guia de 11 etapas de Orwell para fazer chá. Eles decidiram que o chá era muito forte e que ele colocava o leite na hora errada.

De acordo com a instituição, a melhor maneira de fazer uma xícara de chá é ferver a água em uma chaleira. Usando um bule de cerâmica, coloque um quarto de um copo de água nele e, à medida que a água na chaleira se aproxima do ponto de ebulição, coloque o pote de cerâmica em alta potência no micro-ondas por um minuto.

Após esse tempo, escorra a água dele e coloque uma pequena colher (de chá, obviamente) de chá por xícara ou água na panela. Despeje a água fervendo na panela, mexa e deixe fermentar durante três minutos. Se você beber o seu chá com leite, o próximo passo é importante: despeje o leite em sua caneca antes de servir o chá. Finalmente, se você é do tipo que coloca açúcar, acrescente a gosto. Em seguida, divirta-se! [Listverse]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

Deixe seu comentário!