Corda de nanotubos pesa apenas 1g por 100 km, sustenta humanos

Por , em 20.07.2008

Números circenses e efeitos especiais de filmes nunca serão os mesmos se a idéia de um cabo invisível feito de nanotubos de carbono funcionar.

Como eles são mais estreitos do que o comprimento de onda da luz, os nanotubos são normalmente invisíveis, enquanto os tubos fiquem separados por mais de um comprimento de onda. E Nicola Pugno, da escola Politécnica de Turin, na Itália, calculou quantos nanotubos seriam necessários para suportar o peso de uma pessoa, levando em conta pequenos defeitos na fabricação dos tubos. Segundo ela, as aranhas nos sugerem a importância da fabricação destas fibras na utilização industrial.

Quanto eles estão a cinco micrômetros de distância, para permanecerem invisíveis, eles formariam um cabo com apenas um centímetro de diâmetro, pesando meros dez miligramas por quilômetro. Um simples dispositivo que pressionasse os nanotubos entre si tornaria a corda de manotubos visível.

Talvez seja dessa forma que o homem-aranha de verdade venha trabalhar. Pois apenas 10 gramas deste material poderia carregar mil quilômetros de “nano-corda”. [NewScientist, SpringerLink]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (3 votos, média: 3,67 de 5)

6 comentários

  • Wanderson:

    Isso é um paliativo por causa das tentativas fracassadas de produzir teias de aranha em laboratório,tentativa essa que frusta muitos cientistas até hoje.

    • Ryann Krözgen:

      Vei.. na boa..

  • Elisio:

    Mais uma prova de que surgimos de uma Inteligencia Infinitamente Superior…se assim nao fosse, nós “criados” não teriamos tanta inteligencia, a ponto de inventar, criar, construir…etc, coisas desse tipo!

  • Fran Tivol:

    É, parece que a ciencia está ultrapassando a ficção. Só que acho que isto vai ainda demorar muito para ser realidade!

  • silvio gonzalez:

    matrix esta vindo ae hauhahaha

  • Leandro:

    Ual, q loko, tomara c entre no mercado logo
    bem daora, vai c extremament util

Deixe seu comentário!