Cura da AIDS: ganhador de Nobel é acusado de roubar invenção

Por , em 11.03.2009

Um pesquisador francês, ganhador do Nobel, que fez a co-descoberta do vírus que causa a doença, foi acusado, ontem, de roubar os créditos por uma invenção revolucionária que promete ser a cura da AIDS.

O professor Luc Montagnier está travando uma batalha legal com o inventor Bruno Robert pelos direitos de uma invenção que pode significar a cura de doenças como AIDS, Alzheimer e Parkinson. Tudo isso através de sinais eletromagnéticos.

A esperança é que, uma vez identificadas, as doenças podem ser bloqueadas ou neutralizadas com um sinal eletromagnético oposto.

Basicamente, os dois cientistas, Robert e Montagnier, que trabalharam juntos no projeto, tentaram registrar a patente da mesma invenção.

Na última quinta feira, Montagnier levou Robert à corte, clamando que os direitos da descoberta eram seus. O veredicto sairá dia 20 de maio.

O advogado de Robert alega que Montagnier já admitiu que a idéia não era dele e que ele havia assinado um contrato que dava todos os direitos da descoberta a Bruno, em 2005, em troca do valor de 100mil euros – e ele não recebeu o dinheiro. O advogado de Montagnier, por sua vez, declara que o contrato era apenas protocolar e não representava um contrato legal.

Montagnier ganhou um prêmio Nobel no ano passado por identificar o vírus que leva à AIDS, junto com outro cientista. Um terceiro pesquisador, envolvido no processo, não teria sido mencionado, embora seus colegas tenham dito que ele foi uma peça fundamental para a descoberta. [Telegraph]

Último vídeo do nosso canal: A Terra não orbita exatamente o sol mas um ponto virtual no espao

8 comentários

  • odilon:

    Será isto verdadeiro, ou será somente um markenting, para que não se tornem esquecidos?

    • JR:

      PESQUISEM ELETROMEDICINA, PROTOCOLO DE BOB BECK, MÁQUINA DE RIFLLE.

      NADA DISTO É NOVIDADE, EXISTIRAM CURAS REPRIMIDAS PELOS GOVERNOS… PESQUISEM E TIREM CONCLUSÕES..

  • Mário W.:

    Como tem gente inocente neste mundo…

    Vocês acham que os pesquisadores gastam anos de suas vidas para salvar o mundo de doenças? Eles (como 99,9% dos humanos) pensam primeiro em si mesmos e buscam dinheiro e reconhecimento. E eles estão certos em fazê-lo!

    Aliás, mudo a minha frase acima para algo mais real:

    Como tem gente hipócrita neste mundo…

  • Luis Fernando:

    Ninguem morre por causa da AIDS…as pessoas morrem por doenças que se aproveitam do sistema imunológico pragilizado da vitima…

  • Austenita:

    não faz muita diferença para quem a história dará os louros da descoberta.
    a empresa detentora das patentes é quem vai dar seguimento a esses estudos, para , por fim, patentear a cura e viver de royaties pelos próximos 20 anos….

  • Raimundo:

    Que diferença faz quem o descobriu a cura de uma doença que causa tanto sofrimento aos pacientes e aos seu familiares e amigos? Esta diferença não existiria se estes que se dizem heróis não fossem movidos pela ganancia e soberba. Ainda merecem um premio, se Nobel estivesse vivo, retiraria-lhes este premio.

  • max:

    os dois deveriam trabalhar juntos e parar de brigar ….enquanto isso muita gente esta morrendo com essas doenças….

  • Maikon:

    Ridículo, milhões de pessoas esperam pela cura dessa doença, esperam por uma oportunidade… E enquanto isso os “heróis” se preocupam em aparecer um pouco mais.

    O tempo que se perde com isso poderia estar sendo usado para aprimoração e quanto antes disponibilização da cura.

    Pessoas morrem enquanto estes dois não chegam a um consenso.
    Espero que a criatura errada nesta história toda coloque a mão na consciência e encerre essa discussão de uma vez, se é que existe lado errado, se é que a ganância não tenha subido a cabeça de ambos os “heróis”.

Deixe seu comentário!