Droga encolhedora de tumores começa a ser testada em humanos

Por , em 17.04.2013

Em março de 2012, um grupo de pesquisadores de diversos países revelou que uma proteína específica é capaz de “enganar” o sistema imunológico e permitir o crescimento de tumores – e, depois, testou com sucesso uma droga que pode inibir essa proteína, levando à redução (ou mesmo destruição) de diversos tipos de tumores em animais. Agora, a equipe está pronta para fazer testes em humanos.

A proteína (CD47), normalmente localizada na superfície de células sanguíneas, impede que o sistema imunológico ataque a célula. Os pesquisadores perceberam que células cancerígenas possuem níveis elevados de CD47 e, assim, “enganam” o sistema imunológico – e isso, a princípio, vale para qualquer tipo de câncer.

“O que nós mostramos é que a CD47 não é importante apenas em leucemia e linfoma”, explica o pesquisador Irving Weissman, que liderou o grupo. “Está em cada tumor humano primário que testamos”.

Depois de publicar o artigo, a equipe testou em ratos uma droga que inibe a CD47. Resultado: os sete tipos de tumores combatidos (mama, ovário, cólon, bexiga, cérebro, fígado e próstata) regrediram parcialmente ou completamente, e o câncer não se espalhou para outros órgãos.

“Isso mostra de modo conclusivo que essa proteína é um legítimo e promissor alvo para terapia contra câncer em humanos”, disse Weissman. Com apoio financeiro do Instituto de Medicina Regenerativa da Califórnia (EUA), o grupo se prepara para iniciar testes clínicos em humanos.[Huffington Post, Medical Daily, PNAS]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

1 comentário

Deixe seu comentário!