Em apenas três dias, Inteligência Artificial resolve um mistério da biologia

Por , em 26.10.2016

Em apenas três dias, uma Inteligência Artificial resolveu um dos maiores mistérios da biologia até hoje: como vermes platelmintos cortados podem se regenerar em novos organismos.

Um grupo de cientistas da computação da Universidade de Maryland, nos EUA, programou uma máquina para prever aleatoriamente como os genes dos vermes formavam uma rede de regulação capaz de se regenerar infinitamente.

O objetivo era que os especialistas avaliassem os resultados posteriormente, através de simulação.

É importante notar, contudo, que mesmo que o computador só tenha levado três dias para resolver o problema, os cientistas precisaram de vários anos para criar o programa que levou à descoberta.

Impressionante

O pesquisador Michael Levin disse que resolver como platelmintos se regeneram por meio de Inteligência Artificial não é apenas impressionante do ponto de vista estatístico ou matemático.

“A invenção de modelos para explicar como a natureza funciona é a coisa mais criativa que cientistas fazem. Este é o coração e a alma do empreendimento científico. Nenhum de nós poderia ter criado este modelo; nós (como um campo) não conseguimos isso mesmo depois de mais de um século de esforços”, afirmou.

Os pesquisadores agora querem criar outros modelos de Inteligência Artificial em diferentes áreas, incluindo a investigação do câncer.

Mas, segundo eles, a fim de transferir as habilidades do programa para outras áreas, são necessárias grandes bases de dados de experimentos científicos, a fim de ter matéria-prima suficiente para descobertas serem feitas. [Futurism]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (17 votos, média: 3,82 de 5)

22 comentários

  • Tibulace:

    Sonho com o dia em que possa comprar um robô faz tudo de uma casa.Difícil é dar UM POUCO APENAS de inteligência, para ele, sem nos ameaçar!

  • DJX:

    Tudo bem que tem a fonte da publicação citada, mas… Vocês estão meio preguiçosos nas matérias né? Estão vindo com o básico do básico…

  • Hueliton Dsilva:

    Resolveu o mistério ,eu queria ver os dados objetivos

    • Cesar Grossmann:

      Na publicação citada.

  • Edgardo Prado:

    Interessante seria verificar se cada parte desenvolveu uma nova “alma”, já que se trata de uma nova “vida” ou se a “alma” foi replicada kkkk

  • Igor Aguiar:

    Notícia muito interessante! Mas alguém poderia me fornecer a fonte ou algum artigo científico a respeito?

  • Troy Lemke:

    I.A.? Perguntem a ela se entende a figura de um criador? Se sim, é inteligente. Se não ela não é inteligente! Pois o criador da IA existe…

    • Joao Andre MArtins Dias:

      Basta Treinar a I.A com uma base de dados de Criadores, então ela será capaz de identificar qualquer criador… kkkk

    • Jhonata Ferreira:

      I.A é programação avançada, e como toda boa e velha programação pode ser aplicada esse detalhe.

  • Diego Mendes:

    Vim pelo verme não pela I.A

  • Person Lopes:

    Problema é a IA agir somente e extremamente pelo certo!

  • Cláudio Araújo:

    Tá, más como eles se regeneram! Não foi esclarecido!

  • Diego Marçal:

    Pô, faltou colocar o “porque” os Platelmintos conseguem se regenerar em novos organismos… :/

  • Flavio R Lira:

    Estamos bem longe de coisas não naturais possuírem consciência, subjetividade, ego, personalidade, emoções e memórias afetivas…

    • Guilherme Scaramussa Oliveira:

      Pelo menos a metade do que você afirmou foi programado no seu cérebro ao longo de vários anos de sua existência.

    • Guilherme Scaramussa Oliveira:

      Uma criança não nasce com essas características.

  • Flavio R Lira:

    “Inteligência” Artificial? Ou programação, capacidade de cálculo e processamento?

    • Cesar Grossmann:

      Inteligência artificial, por que não?

    • Welton Vaz de Souza:

      A inteligência Artificial é uma esperança de um futuro melhor, por isso o Medo, meu amigo Cesar!
      o ser humano só entendi o medo!

    • Bruno Colaves da Silvinha:

      Realmente nao vi nenhum I.A neste caso, ja que o soft só calculou variaçoes.

    • Jhonata Ferreira:

      Isso está longe de ser A.I, isso é apenas uma programação especifica feita para a pesquisa citada que tem seu limite. 140 caracteres é limit

Deixe seu comentário!