Que massa, neutrinos!

Por , em 8.04.2012

Análises de dados dão nova força à explicação mais aceita para a energia escura, a misteriosa força responsável pela aceleração da expansão do universo. Os dados mostram que os neutrinos têm massa, ao contrário do que se pensava.

No momento, foram analisados apenas 100 agrupamentos de galáxias, dos 500 já detectados pelo Telescópio do Polo Sul. “Com todos os dados analisados, seremos capazes de entender bem a energia escura e determinar a massa dos neutrinos”, comenta o cientista da Universidade de Chicago, Bradford Benson.

A teoria mais aceita para a energia escura é que ela é uma força que age em todos os lugares e desde o início do universo. Ela poderia ser a manifestação da constante cosmológica de Einstein, que atribui energia ao espaço, mesmo quando é livre de matéria e radiação.

No fim da década de 90, astrônomos descobriram que a expansão do universo parece estar acelerando. Isso foi surpreendente porque a gravidade deveria estar desacelerando o processo, que começou após o Big Bang.

Einstein introduziu a constante cosmológica em sua teoria geral da relatividade para acomodar um universo estacionário, a ideia dominante em sua época. Mas sua constante se adapta bem em um universo acelerado.

Outras teorias colocam que a gravidade opera de maneira diferente nas escalas maiores do universo.

O número de agrupamentos de galáxias que se formaram durante a história do universo está relacionado à massa dos neutrinos e a influência da energia escura no crescimento das estruturas cósmicas.

“Os neutrinos estão entre as partículas mais abundantes no universo”, comenta Benson. “Cerca de um trilhão de neutrinos passam por nós a cada segundo, mesmo que você não note, já que eles raramente interagem com a matéria ‘comum’”. Por enquanto, a massa exata deles ainda permanece um mistério. [NSF]

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (1 votos, média: 5,00 de 5)

16 comentários

  • giuan:

    O que seria energia escura? seria uma novo elemento descorto?

    Se o universo está de expandido quer dizer que estamos nos afastando do sol, ou continuamos na mesma?
    ou será que estam de formandos novas constelações, galaxias e planetas ?

    uma pergunta que todo apaixonado por ciência faz será que seria possivel viajar entre os buracos negros, sairiamos em outra dimensão ou seriamos destruidos pela força gravitacional desse fenômemo, perguntas muitas pergutas mas nem uma resposta concreta.

    • Henrique:

      1 – Energia escura é um elemento que tem o efeito oposto ao da gravidade. Ele é, supostamente, o responsável pelo aceleramento da expansão do universo.
      2 – Não estamos nos afastando do sol por causa do efeito da sua gravidade sobre nós, mas o Via Láctea está se afastando das outras galáxias, por exemplo, porque não tem nenhuma força gravitacional entre elas para impedir isso. E a expansão do universo é uma coisa ruim, porque os astros estão se distanciando uns dos outros, mas quando estiverem muito distantes uns dos outros, cada galáxia será solitária e ficará a milhões de anos luz de distância da mais próxima.

  • alexandre:

    E com relação ao teste que os cientistas fizeram que os neutrinos superaram a velocidade da luz?
    Ninguém vi ninguém mais escrever nda sobre isso.
    Alguém tem novidades?

    • Jonatas:

      Foi comprovado que o teste apresentou um erro de observação, reconhecido oficialmente. Os fótons continuam sendo a coisa mais rápida do Universo.

  • ísis:

    Numa esplicação simples, neutrinos são uma das partículas elementares, as menores porções do universo conhecido. Elas são formadas em estrelas, igual aos fótons, mas diferente destes, que levam milhões de anos para atravesar o Sol, os neutrinos os fazem em segundos. Por conseguinte, o seu estudo nos fornece informações recentes do estado interno da nossa estrela. Uma tentativa de estudar os neutrinos foi encher um laboratótio subterrãneo com 40 mil litros de cloro 37. Quando um neutrino se chocava com um átomo de cloro, formava um átomo de argônio 37 e emitia um elétron.

  • ísis:

    Essa nova teoria a cerca dos neutrinos pode servir para explicar a força gravitacional que mantém a expanção do universo. Talvez seja necessário agora repensar a teoria do multiverso, uma vez que a massa dos neutrinos pode ser o que está puxando os corpos, ao invés de outros universos. Só o Sol já gera trilhões de neutrinos. Imagine a quantidade gerada por todas as estrelas do universo? E pensar que nem conseguimos os ver.

  • Jonas Paulo Negreiros:

    O incidente dos neutrinos, após a prova negativa de velocidade superluminal pelo laboratório ICARUS, acabou provocando o pedido de demissão de Antonio Ereditato, a fim de estancar uma conspiração no CERN.

    O teste final será feito no laboratório OPERA, em maio próximo.
    Aguardamos pela virada da virada.

  • Sarah:

    Esse site vai me ajudar bastante pois dia 15 de maio vou fazer a oba se tirar uma boa nota ganho uma medalha mais um diploma.

  • Campos:

    Pode sim ser os neutrinos, não só pela sua massa, mas pela sua densidade. O universo está inundado de neutrinos e poeira cósmica e isto influencia na na luz dos astros. Quanto mais longe, mais poeira cósmica encontra-se a sua frente e consequentemente, neutrinos. Sabemos que a poeira cósmica filtra os raios azul e ultravioleta e deixa passar o vermelho e o infravermelho com grande facilidade. Assim, quanto mais afastado está um brilho celeste, mais vermelho ele é visto, sem que indique que está se afastando. É tudo uma ilusão de ótica. Veja explicação mais detalhada no blog: “Olhando o Universo”.

  • Marco:

    O neutrino é a menor particula de todas? infinitamente menor que um átomo sendo assim capaz de “atravesar” qualquer matéria ou substância? alguem pode explicar ?

    • Jonatas:

      É uma das mais pequenas já encontradas, e mesmo sabendo que uma miríade delas, produzidas pelo Sol, atravessam nosso mundo e nossos corpos a cada instante, detecta-las e estuda-las é um processo complexo e minucioso feito em laboratórios subterrâneos. Elas atravessam tudo, até mesmo uma barra de aço vai parecer um isopor. E não para por aí, os neutrinos atravessam sem problemas alguns dos corpos mais densos do cosmos, como anãs-brancas: que são estrelas remanescentes da morte de uma massa solar que são tão densas que uma cabeça de alfinete de sua massa pesaria toneladas.

    • Marco:

      Obrigado ^^

  • André Luis:

    Universo cheio de mistérios…

    • Jonatas:

      E de neutrinos. Imagine trilhões de trilhões de estrelas produzindo neutrinos durante os bilhões de anos que acredita-se ter o Universo?

  • Matheus:

    Não entendo bem disso, mas nunca tinha ouvido dizer que achavam que o neutrino não tinha massa, sempre soube que ele tinha, e seria algo entre 0 e 50 eV.

  • JUCABALA:

    Esse título está errado…

Deixe seu comentário!