Engenheiro cria bicicleta-moto elétrica que roda 100 km sem recarga

Por , em 29.04.2014

Um engenheiro de software do Vale do Silício não queria se deslocar de carro ou de trem, mas pedalar uma bicicleta por 100 quilômetros todos os dias para trabalhar também não parecia uma boa ideia. Sua solução? Criar uma bicicleta elétrica com cara de moto.

Cat Woodmansee (que mudou seu nome de Brad para Cat, “gato”, para ficar mais em contato com seu animal interior), 50 anos, adicionou um motor e uma bateria elétrica a sua Electra Cruiser 7D, uma bicicleta normal.

POPSCI_CAT_0119_prv-fix

Depois de dois anos trabalhando no projeto, Woodmansee chegou a sua máquina final, com 80 quilos e 2,60 metros de comprimento, que pode rodar 100 km sem recarga.

Woodmansee diz que a nova moto foi concebida a partir de uma cadeira com uma ergonomia que ele achou adequada, por isso optou por um projeto reclinado com a roda da frente muito à frente do assento, lembrando uma moto no estilo chopper.

Como o peso combinado do motor elétrico, da bateria de lítio-ferro-fosfato e do próprio assento era muito grande para a pobre Electra Cruiser, ele reconstruiu partes da bicicleta, como a roda traseira, do zero. Usando parafusos de aço e barras de ferro, Cat soldou raios quase indestrutíveis para a roda.

PSC0912_H2_116

Para ajudar a moto a absorver os choques das estradas esburacadas da Califórnia, Woodmansee também acrescentou um par de molas de aço ligadas à roda dianteira. Como a roda traseira iria suportar a maior parte do peso, no entanto, ele percebeu que ainda seria necessária uma suspensão adicional.

Outras partes do chopper, que ele nomeou de Blackbird, exigiram ainda mais ajustes. A direção tinha sido feita para uma bicicleta de cerca de um quarto do tamanho. O engenheiro usou um carrinho de bebê velho que adquiriu em um brechó como estabilizador para absorver um pouco do peso quando e tirar o estresse da direção.

POPSCI_CAT_0073_prv

O resultado pode não ter ficado tão bonito quando ele esperava, mas Woodmansee pode montar a Blackbird por 40 km sem pedalar. O motor faz menos trabalho quando ele pedala, dando-o 100 km por carga.

Woodmansee utiliza sua louca bicicleta já faz cinco meses, pedalando facilmente a 25 quilômetros por hora (e ganhando muitos olhares por onde passa). [POPSCI]

Vote: 1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars

4 comentários

  • Carlinhos-32:

    Faltou um vídeo para ver esta bicicleta em ação.

  • WalterZ:

    Essa engenhoca, uma gambiarra montada numa oficina de fundo de quintal embute um conceito simples e revolucionário.

    Veiculos hibridos que utilizam a força humana complementada por algum auxilio externo podem ser uma ótima solução para o transporte individual.

    Eles permitem economizar energia e fazer exercicio fisicos sem chegar no escritório suados.

    De manhã, que é mais fresquinho dá pra ir ao trabalhar pedalando de leve, na volta pode-se pedalar mais forte, aproveitando para se…

  • Regis Olivetti:

    Isso é que chamo de boca de porco! rsrsrsrsrsrsrs Mas valeu!

  • engvictorh_10:

    É assim que começa, uma bicleta aqui, ali, e quando vemos, uma 600RR.

Deixe seu comentário!